História O Diário de Clara - Capítulo 6


Escrita por:

Visualizações 69
Palavras 798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Se ocorrer erro ortográfico: Sorry

Capítulo 6 - A interesseira do fusion



Hoje de manhã entrei no Facebook do meu namorado, fiquei jogando a manhã inteira nele (eu amo os joguinhos do face gente, antigamente eu jogava colheita feliz no Orkut e vivia jogando praga na fazendinha das inimigas) quando eu fui sair do face uma garota mandou mensagem, abri imediatamente o perfil da baranga e só tinha foto dela praticamente sem roupa, nas fotos de perfil tinha foto com o tema "me alugo para o dia dos namorados" (Nem é o dia dos namorados mas ok, o Facebook é da baranga e ela coloca o tema que ela quer)

Ela tinha mandado: Oiiiiie linduh

Eu respondi: oi

Ela: Tuduh beim com vuxe?????

Eu: sim


Quando eu disse "sim" eu tive a brilhante e maldosa ideia de fingir que era ele e marcar um encontro com ela e mandei em seguida: 

Eu: sim e vuxe lindaah???

Ela: estou boua, sua namorada naum vaie fikar bravah com vuxe falandu comigo naum lindu?

Eu: Naum linda, só si vuxe contar, vuxe iria contar?

Ela: eu naum, excondidu éh maix gostosura iiii si vuxe quizer eu tou aki


Gente.... na hora que ela mandou isso eu comecei a tremer, queria chorar, meu estômago embrulhou... Como uma menina tem coragem de chegar em um cara comprometido e dar em cima dele desse jeito? Tanto homem solteiro por aí e as putas querem os de aliança, querem estragar namoro, até casamento dos outros... E ainda querem ser valorizadas... Respirei fundo e respondi:


Eu: já que você quer então vamos, bora se encontrar hoje de noite

(Não aguentei e sai até do personagem do meu boy nessa hora, não sei nem como a burra não percebeu que a forma de digitar mudou)

Ela: mi fala o lugar ki siii vuxe for mi buscar di carro eu vou 

Eu: me espera então na rua do cemitério as 21:00 que eu vou de fusion te buscar, mas espera no escurinho pra ninguém ver

Ela: blz entaum linduh, 9:00 to lá tii esperandu *-*


Eu estava tão nervosa que eu menti que iríamos buscar a menina de fusion, e a gente nem tem fusion, temos apenas uma moto velha que o pneu já está até careca de tanto a gente andar. Combinei com o meu boy de ir comer lanche as 20:30 para passar perto do cemitério 21:00 e ver se ela estaria lá, contei pra ele o que eu fiz e ele ficou rindo, ficamos imaginando se um dia essa menina visse ele na rua andando com uma motoquinha velha, se um dia ela visse ele a pé ela iria olhar ao redor dele procurando o fusion...

Quando deu 20:30 fomos para o lanche e passamos de moto pela rua do cemitério, a desgramada é tão interesseira que já estava lá em pé perto de um matinho no escurinho esperando ele kkkkkkk, não aguentamos e ficamos rindo muito, ele virou a cara para ela não reconhecer ele e seguimos a caminho do lanche, chegamos lá e comemos, ficamos conversando, falando da vida dos outros, falando da menina lá esperando o fusion kkkkkk quando deu 22:07 fomos embora e quando  passamos pela rua do cemitério para voltar pra casa, adivinha quem estava lá??? Isso mesmo, a menina do encontro sentada na quina da calçada com uma das mãos na cabeça, nem em pé ela aguentava ficar mais esperando o fusion chegar kkkkkkk 

Chegamos em casa rindo pra caramba, fazia tempo que eu não fazia algo desse tipo... Para comemorar o fim da noite fui tomar um banho relaxante, quando estava lá no banheiro eu ouvi a porta se abrindo e Weslley entrar, ele tirou sua roupa, abriu o box do banheiro e me abraçou por trás... Levantou meu cabelo puxando ele forte para cima e com sua outra mão pegou no meu peito, chupou meu pescoço e me colocou virada para a parede com as duas mãos nela e a bunda empinada pra trás e penetrou seu pênis em mim. Ele enfiava e tirava, quando tirava ele se ajoelhava e chupava minha buceta, enfiava a língua nela. Depois de fazer bastante isso ele me virou pra ele, me pegou no colo e me escorou na parede, começou a me comer bem rápido e forte em baixo do chuveiro. Depois de transar bastante e gozar ele me colocou com cuidado no chão e eu saí de pernas bambas do banheiro e fui para o quarto me deitar e ele veio atrás de mim. 

Chegamos no quarto, nos deitamos e agora deitadinhos aqui chegou várias mensagens no facebook dele da menina xingando ele, mandando ele tomar no cu, dizendo que ia pagar alguém pra bater nele pq ele não foi de fusion buscar ela.


Será que a gente mete mais ou vamos de responsabilidade e ir no cemitério de moto levar a menina pra casa dela?




Estou em dúvida entre camisinha de menta ou morango, até amanhã gente 





Notas Finais


Até o próximo capítulo pessoal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...