História O diário de Jung Jaehyun. - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Monsta X, Neo Culture Technology (NCT), SHINee, Stray Kids
Personagens Baekhyun, Bang Chan, Chanyeol, Chen, Chenle, D.O, Doyoung, Haechan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Hyung Won, I'M, Jaehyun, Jaemin, Jeno, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinki Lee (Onew), Jisung, Johnny, Joo Heon, Jung Hoseok (J-Hope), Jungwoo, Kai, Ki Hyun, KiBum "Key" Kim, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Seung-min, Kim Taehyung (V), Kim Woo-jin, Kun, Lay, Lee Felix, Lee Min-ho, Lucas, Mark, Min Hyuk, Min Yoongi (Suga), Minho Choi, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, RenJun, Sehun, Seo Chang-bin, Show Nu, Suho, Taeil, Taemin Lee, Taeyong, Ten, Winwin, Won Ho, Xiumin, Yang Jeong-in, Yuta
Tags Chansebeak, Dotae, Jaeyong, Kaisoo, Luwoo, Markhyuk, Nomin, Sulay, Tenny, Yuwin
Visualizações 144
Palavras 1.241
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha ao cap aí minha gente...

Prestem atenção na titia aqui, a partir de agora não vamos ter só a visão só Jaehyun. O Taeyong iria aparecer mais agora então caso não entendam é isso.

Algumas coisas são cruciais para segunda temporada.
Dei uma quebra de tempo de três anos.
Acho que é só.....
Espero que gostem.

Bjos.

Capítulo 10 - A (quase) calmaria após à tempestade.


Fanfic / Fanfiction O diário de Jung Jaehyun. - Capítulo 10 - A (quase) calmaria após à tempestade.

  Três anos depois.


 Pov- Taeyong.



 Abrir os olhos ofegante, mas uma vez ele estava lá apenas nos meus sonhas e nas minhas memórias. Não sei ao certo o que levou Jaehyun a me deixar, perder a memória não foi minha culpa ou intensão , meu corpo quis isso.

 Quando finalmente recuperei a melhoria ele não está lá, quando finalmente pude me dá ao todo para ele não o encontrei. Foram três anos, três longos anos onde podia senti-lo e não podia tocá-lo. Essa maldita marca ainda está aqui em mim, e a minha ainda contínua nele. Há três anos atrás, quando meu cio enfim acabou e eu pude recobrar minha consciência não sabia que seria assim. Ele havia me marcado, eu podia sentir todo o amor e o carinho que ele tinha por mim, naquele momento pude ter certeza de que havia sim sentimentos ali e o meu amor podia enfim ser mostrado. Os ocorridos nos fizeram nos separar, o DESGRAÇADO do Lee o fez perder a memória com aquela droga maldita. Quando fui pego o meu único desejo era de ve-lo bem, alguns dias depois soube que o Lee havia usando mais uma das suas drogas não só nele como também e sua familia e sabia que a partir daí nunca mais o veria novamente. Um mês depois quando todas as minhas esperanças já haviam se esgotado ele aparecer, ele acabou com todos aquela homes por mim, ele matou e quase morreu por mim e sou interinamente grato por isso. Não sei ao certo como ele recuperou a memória ou como me encontrou mas seus olhos foram à última coisa que vi antes a escuridão.

 Durante um ano e meio a única coisa que me lembrava era meu nome, esse que ouvir ele dizer antes de sumir. Durante um ano e meio Taemin e Mark foram meus pólos, faram as pessoas que me ajudaram a lembrar da minha vida passada me proporcionado coisa boas e coisa ruins também. Foram dias difíceis, e "acordar " depois de tudo aquilo era ainda pior do que não se lembrar. Acordar e perceber que tudo que mais prezava para ter se foi era doloroso, era como se arrancassem todas as minhas esperanças de um vez e me deixassem ali oco. Era doloroso ainda mais saber que ele está bem, saber que ele não se importava. 

 - APAAAAAAA!.- Ouço a voz de Mark e suspiro.- APAAAA! O FÉLIX TA COMENDO AS TRIPAS DO URSINHO QUE O JENO DESTRUIU.- Gritou.- APPA ME AJUDA.- Eu amo os meus filhos mais tem horas que me lamento por não ter fechados as pernas.

 - SE EU DESCER AI VOU ACABAR COM VOCÊS.- Grito. Francamente, nunca tenham filhos crianças e sim eu disse filhos. 

 Lee Félix e Lee Jeno são meus mais novos bebês, gêmeos não idênticos. Foi um choque quando descobrir a grávidas, para alguém sem memória e que não fazia a mínima ideia da onde saiu aqueles bebês foi algo assustador e engraçado ao mesmo tempo. Quando recuperei a memória pensei em conta-lo, até tentei para ser mais específico. Bom, não foi o que eu pensava. 

Assim que "acordei " uma das primeiras coisa que fiz foi contar aos meus filhos que não era o único pai deles. Contei des do primeiro memento que o vi até o último. Mesmo tendo apenas dois anos e meio eles entenderam - do jeito deles - que tinham um pai mesmo ele não sendo presente. Assim como Mark ambos são lùpos, ao que parece, os experimentos do Lee me fizeram criar um gene mais forte, sendo assim a probabilidade dos meus futuros filhos serem lùpos eram elevadas. Criar três filhos sozinho não é fácil, mesmo com a ajuda de Taemin ainda era difícil. Não esperava que fosse fácil, mas alguns dias são piores que os outros. Tento fazer o meu melhor para subrir a falar de um alfa mais velho para Mark e Jeno pois sei que eles queriam ter o pai deles consigo. Mesmo Jaehyun não sendo pai verdadeiro de Mark o mesmo insiste em vê-lo assim, era mais dos motivos que me faziam com que eu pensasse o motivo da sua partida. 

 - CHEGUEI FAMÍLIA.- Ouço a voz de Jungkook ecoar pela casa.- E TROUXE O O CHANGBIN E O JAEMIN!.-

 - VAMOS QUEBRAR TUDO!.- Ouvi as "crianças" gritarem juntas.

 É ser pai realmente não é fácil. 






 [.......]




Pov- Jaehyun.




 Olá, querido diário. Já faz tanto tempo, te chamar de diário soa até estranho. Isso aqui ta mais para uma conversa com meus né neurônios do que um diária. Bom vamos atualizar os acontecimentos.

 Primeiro, já se passaram três anos..... TRÊS ANOS TODINHOS.....

 Segundo, querido diário, não tenho mais o Taeyong.

 Falar assim parece ruim não é?. Quando soube que ele não se lembravam de mim eu surtei, surtei leal. Pode parecer egoísmo ou algo do tipo, mas, não pensei em mim, pensei somente nele. Talvez, não tendo memórias sobre mim ele seria mais feliz. Não pensei antes de agui, apenas fiz. 



 " Flashback on 

 - Quem é você?.- Taeyong perguntou me encarando com o cenho franzileal. Ofeguei. Ele não lembra de mim?. 

 - Taeyong...- Digo tentando tocar seu rosto maisdisse?se esquiva.

 - Quem é você?.- Perguntou mais uma vez.- Eu te conheço?.- Disse. Esse definitivamente e o pior dia da minha vida. Me afastei dele e corri até o médico mais próximo que achei, o arrastei até o quarto onde Taeyong estava. 

 - Oh ele acordou.- Disse a coisa mais óbvia ali.- Vamos vê como você está.- Diz. Ele faz umas coisas que não faço a mínima ideia do que é. Suspira algumas vezes antes de se virar para mim.

 - O que ele te disse.?- Perguntou.

 - Ele não sabe quem eu sou.- Digo parecendo um pouco desesperado demais.- O que aconteceu?..- 

 - Taeyong está em um caso de Amnésia Psicogênica.- Diz e o olho confuso.- Amnésia psicogênica é uma perda de memória temporária, que leva o indivíduo a esquecer trechos dos acontecimentos devido a algum trauma psicológico, que podem ser acidentes aéreos, assaltos, estupros ou qualquer outro acontecimento traumático. Os indivíduos com este tipo de amnésia podem ter dificuldade em recordar fatos recentes e até mesmo fatos que aconteceram antes do trauma.A amnésia psicogênica ocorre porque aquelas memórias que não se consegue lembrar provocam sensações fortes de dor e sofrimento, e assim o cérebro age bloqueando as informações como mecanismo de defesa.- Contínuo.

 O mundo ao meu redor pareceu parar, não ouvia mais nada além daquelas palavras que ocoavam em minha mente. Ele me esqueceu?.....Não pode ser.... Depois de tudo...Não sei se irei suportar isso.. 

 Corri, corri o máximo que pude até onde minhas pernas me levaram. Meus olhos estavam embaçados peles lágrimas, meu corpo tremia por conta dos soluções contidos. Era pior do que imaginei, ficar sem ve-lo era completamente diferente de tê-lo e não pode tocá-lo, eu não queria aquilo. Pode ser egoísmo da minha parte, pode até ser injusto com ele mas eu não posso.

 - AAAAAAAAAAAA.- Grito assim que meu corpo vai de encontro ao chão. Meu peito doía, meus corpo todo parecia está caindo em um buraco sem fim. Era aquilo, seria assim daqui em diante. - Eu te amo Taeyong.- Digo antes de sair correndo mais uma vez sem rumo.

 Flashback off".


Esbarro em alguém sem querer, talvez não devesse pensar no passado enquanto ando por aí. 

 - Me.....- Não consegui terminar quando vi quem estava ali na minha frente. 

 - Jaehyun?.-        


Notas Finais


Espera que tenham gostado.

Não sei se tá fazendo tanto sentido como fez ma minha cabeça, mas OK.

Até o próximo?.

Link do grupo no whats.

https://chat.whatsapp.com/8iVgVN3YaHY9M3WgVYOtQu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...