1. Spirit Fanfics >
  2. O diário de Orihime >
  3. Hello, halcyon days!

História O diário de Orihime - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Estava dando uma olhadinha nas minhas fics e percebi que havia uma que eu não tinha terminado, por isso hoje resolvi terminá-la agora.
Sei que a história flopou, mas tá aí o fim, já que eu não gosto de deixar nada incompleto! hehehe
Enfim, é isso.
Boa leitura.

Capítulo 13 - Hello, halcyon days!


Orihime estava encaixando suas últimas coisas, pois logo iria se mudar. No próximo sábado seria o dia mais importante de sua vida, aquele em que finalmente iria se unir com o único e primeiro amor, Ichigo Kurosaki.

Ainda não conseguia acreditar que isso realmente iria acontecer. Há dois anos, ele se confessara e desde então se tornaram inseparáveis. Foi logo depois do casamento de Rukia e Renji quando ele a convidou para sair, somente os dois. E então, um pouco envergonhado e sem graça, o shinigami substituto disse que estava apaixonado por ela e lhe perguntou se ele poderia ser seu namorado. É claro que a bela ruiva aceitou, pois sonhara com esse momento desde que se conheceram.

Enquanto pensava em tudo isso, esticou-se toda para alcançar a última prateleira do seu armário de cozinha. Quando conseguiu abri-la algo caiu na sua cabeça fazendo-a soltar um palavrão mentalmente.

“Ai ai ai... O que isso?” perguntou-se pegando  o objeto que tinha caído no chão. Para sua surpresa, era seu diário que não vira desde que voltara do Hueco Mundo há muitos anos.

“Eu não acredito! Quanto tempo que eu não te via?” questionou para o livro cor de rosa. Logo depois começou a folheá-lo com curiosidade. Seus olhos se encheram de lágrimas ao se recordar daqueles momentos de sua adolescência.

Enquanto lia, percebeu o quanto havia mudado e amadurecido. Afinal já não era uma adolescente boba e tímida e sim uma mulher no auge de seus vinte e dois anos que estava prestes a se casar. De tão entretida que estava com a leitura nem notou que o tempo passara e já era noite. Terminou de ler as últimas páginas e colocou com carinho na sua bolsa. Um dia, quem sabe, se tivesse uma filha, mostraria para ela. Nisso suas bochechas escureceram apenas de pensar na possibilidade de ser mãe.

Assim que encaixotou tudo, uma ideia lhe veio à cabeça. Pegou o diário novamente e resolveu escrever algo nele. Achou uma caneta perdida no meio das coisas, pensou um pouco e logo suas mãos deslizaram pela folha já um pouco amareladas pelo tempo.

“Querido diário. Quantos anos que eu não escrevo aqui? Deixe-me pensar... Sim, sete anos... Nossa nem parece que foi tanto assim. Passei por muitas coisas ao lado dos meus amigos, mas principalmente do meu amado Ichigo kun...”

“Bom, você deve estar estranhando o modo a que refiro ao Kurosaki kun, não é mesmo? É que a situação mudou entre nós... Sim, estamos juntos e logo iremos nos casar!”

“Sabe, até hoje eu não acredito no que está acontecendo! Parece que estou vivendo um sonho! Algo que eu achei que nunca fosse acontecer, mas agora, olhando o anel na minha mão direita, vejo que é tudo real e que irei me tornar a futura senhora Orihime Kurosaki!”

“Pois é... Agora eu sei o que é ser feliz de verdade! O homem que eu sempre amei me ama também e a família dele me adora! Karin chan e Yuzu chan são umas fofas e estou muito feliz em tê-las como cunhadas. Fora Kurosaki san, que apesar do jeito um tanto espalhafatoso de ser, e bem legal e engraçado também!”

“Mas agora me despeço de você, meu querido diário. Afinal, já não sou mais uma menininha e sim uma adulta com muitas obrigações e pronta a se tornar uma mulher casada. Obrigada por tudo, por ter me agüentado e me aturado nos momentos ruins. Que presenciou meu coração bater mais forte ao me apaixonar pela primeira vez. Que riu e chorou comigo, enfim, por ser meu amigo quando não tinha quase ninguém. Então é isso! Obrigada e até um dia. E hello, halcyon days!”

Ao terminar de escrever, Orihime suspira fundo e guarda novamente o objeto na sua bolsa. Olha em volta e sente uma nostalgia ao lembrar-se dos momentos que passou ali, naquele pequeno apartamento. Entretanto, a partir de sábado, tudo seria diferente. Mudaria para um lugar maior, junto com seu amado e futuro marido, Kurosaki kun, o único homem que amou em toda a sua vida!

Fim

 


Notas Finais


Então é isso. Depois de quase um ano parado, essa fanfic teminou. Espero que tenham gostado. E obrigada a todos que leram!
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...