História O diário de Sarah - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo❤😘

Capítulo 7 - Amizade colorida


Fanfic / Fanfiction O diário de Sarah - Capítulo 7 - Amizade colorida

No dia seguinte era mais uma rotina normal na escola. Depois da aula de matemática era a troca de horário tínhamos 10 minutos antes do outro professor dar sua aula.

Cintia diz- odeio matemática!

Sarah diz- eu também! Temos sorte de pescar do seu NAMORADO NERD.

Disse olhando para o Igor que disse "Sarah se vc me ama é bom vc falar logo!"

Quando cintia taca uma bola de papel na cara de Igor. Que olhou para ela se entender.

Cintia diz- eu tenho certeza que ela gosta mais da minha amizade do que de vc, e também tenho certeza que ela gosta mais do dentes dela do que de vc

Sarah diz- calma amiga, o Igor nunca faz o meu tipo, ate Pôr que eu estou ficando com uma Pessoa

Cintia arregalou os olhos de curiosidade.

Cintia diz- quem é?

Sarah diz- o cara que eu conheci no baile j.P.

Igor diz- tinha que ser mesmo o ze droguinha.

Cintia diz- amor, vc vai fofocar junto? Não? ENTÃO CAI FORA!

Igor diz- desculpa amor.

Disse dando um beijo em Cintia. E voltando a sua cadeira.

Quando cintia dar um tapa no meu braço e digo- "aí Pôr que me bateu?"

Disse passando a mão onde foi batido.

Cintia diz- Pôr que quando vc estiver com algum babado quente desse, vc tem o direito de me falar na mesma hora entendeu?

Disse brava.

Sarah sorrir e diz- foi mal amiga, mais não estamos namorando a gente esta se conhecendo, ontem eu fui na casa dele e rolou sabe a gente tem uma Química incrível ele é...incrível. Gostoso. Tem um...

Quando fomos interrompidos com o professor falando para todos nós sentamos nas carteiras que a aula já vai começar.

Cintia diz- cuidado para a sua "amizade colorida" não virar amor amiga!

Disse se ajeitando na carteira. Quando eu buffo como se fosse uma piada e digo "até parece!"

Assistimos as últimas aulas do dia e finalmente chegou a hora de ir embora encontrei com a minha irmã Victoria na saída da escola.

Sarah diz- Victoria eu não vou pra casa agora!

Victoria diz- quem é o cara dessa vez?

Sarah diz- o que? Pôr que vc diz...

Victória me olhou como se dissesse "quer enganar quem minha filha?"

Sarah diz- tudo bem, eu vou encontrar um garoto e quero que vc fala pra mamãe ou por papai que eu estou na casa da Cintia.

Victoria diz- 10 reais e vc faz as minhas sobrancelhas

Disse cruzando os braços.

Sarah diz- tudo bem eu faço! E foi o dinheiro quando chegar.

Victoria diz- minha boca é um túmulo mana, só não apareça com o cara na porta de casa! Tchau.

Sarah diz- tchau, e bico fechado

Ela colocou a mão na boca como se fizesse um zíper e saiu junto as pessoas que estavam indo para o ponto de ônibus mandei mensagem para Cintia dizendo que se a minha mãe ligasse ela falaria que estava comigo.

Segui para a casa de j.p. Que não ficava muito longe da escola subir o morro era algo assustador via pessoas andando com fuzil quando sou parada por dois garotos. Com armas.

Ele diz- quem é vc?

Apontando a arma

Sarah diz- eu sou Sarah eu vim falar com o j.p.

E o outro garoto diz- essa é a fiel do j.p. Deixa ela entrar.

Disse me dando um espaço. Seguir para o espaço onde tinha uma escada até que eu gostei de ser chamada de fiel do j.p. Bate na sua porta, e vejo quando o mesmo abriu a porta sem camisa usando um cigarro de maconha.

J.p. Diz- Sarah, que bom que veio

Disse me dando um selinho.

Sarah diz-sim, vc me mandou mensagem e eu vim!

J.p. Diz- legal! Quer um baseado?

Sarah diz- ah não, eu não sigo a moda!

J.p. Sorrir e dar de onbros diz- gosto de vc, vc é uma boa menina! 

Sarah diz- eu posso ser quem vc quiser!

Ele sorriu de lado, me puxando para mais perto dele me dando um beijo. Fazendo com que eu subisse na mesa da cozinha para ele me dar um beijo mais quente e cheio de desejo

Sarah diz- onde esta a sua avó?

J.p diz- ela teve uma consulta médica, então eu estou sozinho em casa e estou preparando o almoço! 

Sarah diz- uh e o cheiro parece bom hein!

J.p. Diz- é eu sou bom na cozinha, com o mora só eu e a minha avó eu tenho que ajuda la de alguma forma.

Disse apagando o fogo do fogão onde saia a comida 

Sarah diz- então vc sempre morou com a sua avó?

J.p. Diz- bom, meus pais são divorciados e moram em uma cidade longe  daqui minha mãe sempre vem me visitar nas férias de seu trabalho ela tem uma outra família com outro cara, e eu sempre gostei da minha avó, então quando fiz 16 anos eu vim morar com ela. 

Sarah diz- interessante, eu nunca conheci um cara como vc que se preocupa com a família!

J.p. Diz- vc quer dizer um traficante que se importa com a família? Bom basicamente eu entrei nessa vida para ajudar a minha avó. Ela tinha um câncer que precisava urgentemente de uma cirurgia e o dinheiro que ela ganha da aposentadoria não dava nem pra comprar um remédio, fora pagar as seções de quimioterapia e eu não queria perder a minha avó então eu decidi vender as drogas, com o dinheiro deu pra pagar um bom plano de saúde para a minha avó e agora ela está livre do câncer

Sarah diz- e sua avó sabe disso?

J.p. Diz- bom ela é velha não burra, ela viveu anos nesse beco de favela, sabe que quando um favelado tem dinheiro no bolso mais do que uma pessoa que passa anos nunha faculdade pra ter um trabalho bom ganha com certeza não tem um trabalho "digno"

Sarah diz- bom, então j.p. É o seu nome de tráfico?

J.p. Diz- bom que credibilidade de chefe eu teria se fosse chamado de José Pedro?

Sarah sorrir e diz- bom, eu gosto de José Pedro!

J.p diz- eu gosto de vc, mais e vc Sarah? 

Sarah diz-  o que tem eu?

J.p. Diz- eu sei que vc é uma garota independente, tem um trabalho, estuda, mora com seus pais e sua irmã. Mais eu sinto que vc não me conta tudo.

Sarah diz- é porque vc esqueceu só de mais alguma coisa!

J.p. Diz- oque?

Sarah diz- eu sou a melhor garota que vc já conheceu!

Dando um beijo em j.p.

J.p. Diz- isso é um plano pra vc não falar sobre vc?

Sarah solta um suspiro e diz- Pôr que vc quer me conhecer! Assim. Eu não tenho nada de diferente, José.

J.p. Diz- J.P. Ou vc pode me chamar de Pedro!

Sarah diz- vou chamar vc de José.

Dando de ombros.

Sarah diz- a verdade é que quanto menos a gente não se envolver com sentimento melhor vai ser pra gente

J.p. Diz- sabe o que eu acho? Vc tem medo de ser magoada!

Sarah rir de nervosa. E diz- oque? Claro que não!

Mais sarah sabia que tinha sim medo de ser magoada, lá no fundo ela sentia mais do que um atração por j.p. Mais ela nunca admitiria, nem para ele e nem para ela mesma.

J.p. Diz- por isso vc não deixa ninguém entrar na sua vida, porque acha que vai se magoar mais acredite em min vc não quer isso...É bem solitário!

Sarah diz- e o que vc quer que eu faça?

J.p. Diz- que vc confie em min! Vc não é a marmita que eu como num baile qualquer desde que eu vir vc, que eu fiquei com vc eu vir vc não é só mais uma, vc é única Sarah.

Sarah diz- ah vc fala tão bonitinho, mais sinto que vc fala isso pra todas.

J.p. Diz- não, mais acredite se vc quiser eu vou deixar vc louca por min!

Sarah dar uma risada e diz- não espere nada querido! O que vamos ter é apenas uma amizade colorida José

J.p. Rir e Diz- vc que manda amor!

Disse ele me encarando malicioso. Dando um sorriso maldoso.


(Continua)



 


Notas Finais


Esse foi um capítulo para mostrar um pouco da vida de j.p. espero que tenha gostado

Será que Sarah vai realmente deixar o orgulho de lado, e se entregar ao sentimento que sente por j.p.?
E j.p. vai finalmente quebrar o coração de gelo de Sarah?
Até o próximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...