História O diário de um suicida - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Diário, Hentai, Híbrido, Incesto, Irmãos, Masoquismo, Morte, Romance, Sobrenatural, Suicida, Suícidio, Violencia, Yaoi
Visualizações 25
Palavras 705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Incesto, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem
Boa leitura

Capítulo 1 - Irmãozinho?


Fanfic / Fanfiction O diário de um suicida - Capítulo 1 - Irmãozinho?

Merlin On

Ja fazia muito tempo que eu não queria mais estar vivo,minha vida não fazia sentido não tinha amigos nem namorada meus pais estavam preocupados por que fazia 4 meses que eu estava enfiado no quarto sem sair pra nada, então ontem eles disseram que iriam adotar uma criança para me fazer companhia disse pra eles que para mim era tanto faz ter companhia ou não, então

Meus pais foram no orfanato ontem e adotaram um menino e hoje foram busca lo,quando eu cheguei em casa depois da escola me deparo com um híbrido de neko/gato no meu sofá 

(Deve ser o tal adotado...hum...ele é tão bonitinho uma coisa meus pais tinham razão a companhia dele será bem útil)

—Olá,Sou Merlin seu novo irmão— me aproximo e beijo a testa dele e acaricia o rosto dele fazendo o ronronar de um jeito fofo (você vai ser meu irmãozinho meu pequeno baby rs)

me sento ao lado dele

Dokin:-Oie,meu nome é Dokin e tenho 15 anos rs ele pega minha mão e brinca com meus dedos de um jeito fofo, passo a ponta da língua entre os lábios e olho para o corpo do menor (papai e mamãe tinham razão você vai afastar minha tristeza mesmo)

pai:-Merlin, eu e sua mãe vamos sair, iremos na casa da sua avó querem ir com a gente?

—Não pai vou ficar aqui com o Dokin quero conhecê-lo melhor — sorrio gentilmente e vejo meus pais saírem logo olho para o Dokin com um sorriso pequeno no rosto 

—Dokin onde você irá dormir?—

Dokin:-Com você o appa e a omma disseram que você não se importaria, mais se quiser eu durmo na sala ele sorri inocentemente 

—não, pode dormir comigo sim quer ir ver o quarto?— sorrio me levantando 

—Quero sim— ele diz animado e pega na minha mão, o levo ate o meu quarto 

—Senta la na cama Dokin—

Ele se senta na beira da cama e eu tranco a porta e me aproximo dele 

—Dokin vamos brincar?—

Dokin:-Vamoo, do que iremos brincar?

—primeira tenho que te vendar—coloco uma venda sobre o olhos dele e em seguida tiro minha camisa

Dokin:-Eh agora?

Levanto o queixo dele com meu polegar e selo nossos lábios e logo peço passagem com a língua ele nega de primeira mais cede rapidamente coloco uma das minhas mãos na sua nuca e puxo ela aprofundando o beijo deixando ele mais meloso logo paro o beijo por falta de ar e sento na cama, coloco o menino sobre meu colo e ele coloca os braços envolta do meu pescoço 

Dokin:-qual é o nome dela brincadeira Oppa? Ela deixa o corpo do Dokin quente

—Eh uma brincadeira de adulto e você não pode falar pra mamãe nem pro papai por que só adultos podem fazer,mais e injusto a gente não fazer né por que é tão gostoso—

Passo minhas mãos por dentro da camisa dele dando leve arranhões nelas logo desço minha mão para sua cintura o fazendo rebolar no meu colo, fazendo meu membro ficar duro depois de alguns minutos tiro ele do meu colo e coloco de joelhos na minha frente tiro o sinto da minha calça e coloco meu membro para fora o colocando na boca do menor logo em seguida amarro o cinto no pescoço dele como se fosse uma coleira e puxo para frente e para o fazendo chupar meu membro rapidamente com força 

—isso Baby..anw...mama o Oppa...chupa com vontade—falo entre gemidos baixos e começo a meter o membro com forca na boca dele o fazendo engasgar algumas vezes e jogo na boca dele,tiro meu membro e fecho a boca dele logo dou um tapinha de leve na cara dele

—bebi todo o leitinho do oppa,baby—

Dokin:-Ok Oppa 

Puxo o cabelo dele com um pouco de forca o fazendo levanta coloco ele contra a parede e abaixo a calça sem junto com a coeca, penetro meu membro lentamente e puxo o sinto fazendo puxando a cabeça dele pra trás,Começo a penetrar com força fazendo ele gemer alto dando tapas violentos na sua bunda

Dokin:-Oppa machuca o Baby vai,pode colocar mais com força ...Anwww...anwww... 

—geme alto isso me deixa mais excitado meu híbridozinho— começo a socar meu membro nele com muita força ate que acabo gozando, tiro meu membro e me jogo na cama e puxo ele para deitar comigo 


Notas Finais


Obrigado por lerem :3
Me falem oque acharam do capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...