História A última fada - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters, The Vampire Diaries
Personagens Alice, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Enzo, Jace Herondale (Jace Wayland), Jeremy Gilbert, Personagens Originais, Stefan Salvatore
Tags Amor, Fadas, Fairy, Historia Original, Jovem, Magia, Romance, Shadowhunters, The Originals, Triângulo Amoroso, Tvd
Visualizações 25
Palavras 807
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores, estamos aqui para mais uma fanfic dessa vez escrita por mim. Na verdade essa história é de um sonho que tive então fiz uma algumas modificações para caber em uma história e estamos aqui, espero que gostem do primeiro capítulo e se vocês gostarem bastante continuarei escrevendo aqui pra vocês. 😘😘😘
Boa primeira leitura.

Capítulo 1 - Quinta feira : A porta secreta


Fanfic / Fanfiction A última fada - Capítulo 1 - Quinta feira : A porta secreta

Estávamos todos esperando para o começo das provas e a professora simplesmente não chegava, então decidir sair da minha sala de espera no campos onde estávamos eu e os meus amigos e segui para as salas de provas em outro espaço do campo. Chegando lá, quase todas as salas estavam fechadas, tirando uma ou outra que estavam com alunos por conta própria, então fui até o fim do corredor para ver uma sala que estava iluminada e quando cheguei lá estava a professora conversando bem despreocupada e já eram 19hs e acho que ela não tinha pretensão alguma de aplicar provas hoje.

Ao olha para o lado vi uma garota mais chocada que eu já com o tele fone na mão

- Você acredita nisso ? - Disse ela baixo pra mim.

Em seguida voltamos as duas em direção ao corredor para a saída e a garota estava com o celular não liga do freneticamente para várias pessoas e dizendo a mesma coisa.

-Você não sabe oque eu vi ... A professora está aqui nem aí pra . - Dizia ela a todas as pessoas.

Segui em silêncio até o fim do corredor apenas observando a garota ligar para quase todo o campos em 1min.

Quando saímos dá ala de provas eu fui para os banheiros e ela desceu para os dormitórios.

Peguei o celular e coloquei no grupo do whatsapp

1° Período Curso de Biologia

• Alícia: A professora está aqui e não parece preocupada com as nossas provas. Acho que devemos organizar um protesto.

Entrei em um reservado do banheiro...

1° Período Curso de Biologia

Livia: Oque você acha que devemos fazer ?

Lif: Vamos protestar.

Alberto: Concordo.

Cris: Isso é revoltante. Vamos protestar.

• Alícia: Gente ... A professora entrou no banheiro.

Livia: Ela não pode ver você.

• Alícia: Oque eu faço.

Daniel: Sai daí sem ela ver.

Coloquei o celular no bolso e comecei a pensar pensar em um jeito de sair dali sem ser vista pela professora.

Olhei no fundo do banheiro e vi um aporta pequena destrancada e decidi que seria por lá que eu iria sair, ou pelo menos ficar escondida ali.

Não pensei duas vezes, abrir a porta e sair abaixada Para a portinha e fiquei surpresa ao entrar.

Atrás daquela porta tinha uma sala que cabia apenas uma pessoa em pé e outra porta pequena com ferrolho. Me abaixei e passei pela porta mesmo sem saber a onde ela iria dar.

Sai em baixo de uma pia em um lugar que parecia ser um banheiro. Olhei para frente e vi mictórios então sabia que era um banheiro masculino e quando eu virei para o outro lado dei de cara com um garoto que me olhava com uma certa curiosidade ou seria susto.

Ele tem cabelos loiros, com um sorriso infantil, olhos escuros que olhavam pra mim com curiosidade.

- Esse aqui é o Banheiro masculino ?!? - Perguntei eu envergonhada.

- Sim, é sim ... De onde Você saiu ? - Ele olhou para baixo da pia e não viu nada.

- Longa história, mas agora eu preciso ir. - Disse indo em direção a porta.

- Sou o Gabriel. - gritou ele.

- Alícia . - Disse eu olhando rapidamente para traz e sorrindo, depois sai do banheiro.

Sai do banheiro olhando pra baixo me perguntando oque tinha acontecido ?? Como cheguei no banheiro masculino se ele é do lado direito do corredor e o feminino do lado esquerdo.

Estava confusa, eufórica, e envergonhada enquanto andava pelo corredor vazio a noite. Então de repente em bati em alguém e cair no chão.

- Hey garota ... - Disse uma voz masculina.

- Desculpe, eu estou destraida hoje. -Disse eu sentada no chão olhando para o cara em que tinha esbarrado. Ele era alto com cabelos escuros e e olhos igualmente escuros.

- Quer ajuda ? - Disse ele estendendo a mão.

- Obrigada. - Disse eu pegando a mão dele e me levantando. Quando fiquei de pé nossas mãos ainda juntas senti um choque na minha mão e soltamos rapidamente as mãos.

Olhei para ele sem entender e ele me olhou um pouco assutado segurando a mão do choque.

- Sou Alícia. - Disse eu segurando minha mão.

- Arthur. - Disse ele sério. -Não esbarre mais em mim. - Disse ele com raiva em sua voz e depois saiu andando sem dizer mais nada.

Quer saber... Estou muito cansada e confusa para fazer qualquer outra coisa. Então resolvi ir para o meu dormitórios e dormir.

Fui para o meu quarto e deitei na minha cama tão confusa que não consegui seguia pensar em nada.

O dia foi cheio, coisas estranhas aconteceram que não sei explicar e o meu braço ainda sentia o choque.

Eu realmente precisava dormir e fala com a minha tia amanhã sobre tudo isso, será que ela iria acreditar em mim ? 


Notas Finais


Então amores ?? Oque vocês acharam da nossa nova história ? Me contém tudo e não me escondam nada... Quero ver vocês acompanhando nossa nova história 😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...