História O diário secreto de Sakura Haruno - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sakura, Suspense, Terror, Tragedia
Visualizações 76
Palavras 952
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Policial, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus cuelinhos todos os erros dessa fic vão de propósito para ficar mais na zueira 😋, espero que gostem.

Capítulo 1 - O Passado


Fanfic / Fanfiction O diário secreto de Sakura Haruno - Capítulo 1 - O Passado

                LEMBRANÇAS 

Eu estava numa floresta escura e sozinha tinha me perdido da minha mãe e estava com muito medo dos barulhos que eu estava ouvindo, derepente eu ouvi sons de passos atrás de mim. Eu me virei e vi um homem alto com óculos, olhos ônix, E cabelos cinzas preso em um rabo de cavalo. Ele se abaixou ficando da minha altura e me perguntou perto do meu ouvido.

???: o que está fazendo sozinha aqui garotinha?.

Sakura: eu... tô perdida.

???: hum... qual é o seu nome?.

Sakura: minha mãe falou que eu não posso falar com estranhos.

???: então deixe eu me apresentar o meu nome é Kabuto Yakushi e o seu?.

Sakura: Sakura Haruno.

Kabuto: então Sakura como você veio parar aqui nessa floresta deserta?.

Sakura: eu tava com a minha mãe perto do bosque aí eu parei para ver uma borboleta e quando eu olhei para trás ela não estava mais lá.

Kabuto: Sakura eu acho que sua mãe te abandonou aqui nessa floresta.

Sakura: VOCÊ ESTÁ MENTINDO ELA NUNCA ME ABANDONARIA.

Kabuto: Sakura para de gritar e aceita a realidade, a sua mãe não te queria e te deixou para morer aqui nessa floresta.

Sakura: ... .

Kabuto: Sakura você quer morar comigo?.

Sakura: ... sim ... .

Kabuto me pegou no colo e começou a sair da floresta comigo nos braços dele, eu fui dormindo o caminho todo. Acordei ouvindo uma discussão e coisas sendo quebradas, sai do quarto e me deparei com Kabuto e uma mulher com óculos e cabelo de menstruação brigando num cômodo que parecia ser a sala.

???: EU NÃO QUERO ESSA PUTA MIRIM NA MINHA CASA KABUTO.

Kabuto: ESSA CASA TAMBÉM É MINHA KARIN E ELA É SÓ UMA CRIANÇA.

Karin: FODASSE ELA PRA MIM É UMA MINI PUTA.

Kabuto: Karin é melhor você aceitar ela por que se não você vai ir embora dessa casa.

Karin: Kabuto você vai preferir essa piralha do que sua própria mulher?. 

Kabuto: Karin você NUNCA me amou de verdade você SÓ vive comigo por que eu te tirei da vida de prostituta que você vivia.

Karin: isso não é ver.

Kabuto: chega Karin não me faça escolher entre você e ela.

Nessa hoja Kabuto me viu no canto da parede encolida e chorando, ele veio até mim e me pegou no colo como na floresta, ele me levou para o quarto que eu tava antes e me colocou em cima da cama deitada, ele abaixou até o chão e pegou um caderno embaixo da cama e falou.

Kabuto: isso é um simples caderno mais você pode transformar ele em seu diário secreto, você pode escrever tudo o que se passa no seu dia a dia ou na sua mente.

Sakura: Kabuto mais por que você está me dando esse "diário".

Kabuto: Sakura eu descobrir que eu tenho uma doença muito grave e que não tem cura e em pouco tempo eu não vou mais estar aqui com você, e você deve entender que as outras pessoas já tem seus próprios problemas e não tem tempo para ouvir os problemas dos outros, então esse diário vai ser seu confidente e seu amigo ao mesmo tempo.

Kabuto: por favor fique comigo, não mora. Eu não tenho mãe e o pai que eu acabei de ganhar vai morer eu vou ficar sozinha.

Kabuto: Sakura por favor não chore todos nós vamos morer um dia e o meu dia já está chegando mais não se preocupe eu vou passar esses meses de vida que eu tenho perto de você.

    3 MESES DEPOIS 

Acordei com um mal pressentimento e fui CORENDO pro quarto de Kabuto chegando lá vi ele deitado na cama muito pálido e com o cabelo todo bagunçado tapando o seu rosto, fui chegando cada vez mais perto de Kabuto e comecei a ficar preocupada por que ele não estava respirando, cheguei mais perto de Kabuto e coloquei a minha mão no seu rosto e estava gelado, comecei a gritar o nome de Karin.

Sakura: KARIN... KARIN... SOCORRO... O KABUTO NÃO TÁ RESPIRANDO... .

Karin chegou no quarto de Kabuto como um raio e começou a o examinar com o seu quite de primeiros socorros, ela começou a chorar e pegou o celular e começou a digitar o número de alguém no aparelho, eu não estava entendendo nada e nem sabia o por que de Karin estar chorando tanto.

Sakura: Karin o que o Kabuto tem ?.

Karin: ELE MORREU SUA PIRALHA DOS INFERNOS.

Sakura: co...como... assim... o Kabuto... mo...morreu...?.

Karin: ELE MORREU, NUNCA MAIS VAI VOLTAR, FOI PARA O OUTRO LADO DA VIDA ISSO SIGNIFICA MORRER.

Eu não estava conseguindo acreditar a pessoa que mais me amava e me protegia MORREU e eu nem pude me despedir, eu fui para a frente da casa e fiquei lá chorando até uma ambulância chegar perto da onde eu tava e com ele vinha um caro de polícia. 

???: a onde que o corpo está ?.

Sakura: dentro do primeiro quarto a direita.

Nessa hora Karin saiu chorando de dentro da casa junto com o corpo de Kabuto. Um dos policiais chegou perto de mim e de Karin e falou.

???: oi meu nome é Shikamaru Nara e eu vim aqui para entregar o testamento de Kabuto Yukushi. 

Karin: ele sempre foi um homem muito bom pra mim... .

Shikamaru Nara: você poderia ouvir PRIMEIRO o testamento para depois resmungar ? 

Karin: desculpa, prossiga.

Shikamaru Nara: isso é tão problemático. Continuando, a onde diz que todos os seu bens são para a Sakura Haruno, e que para a Karin ter algum tipo de benefício ela terá que cuidar da criança até ela completar 18 anos de idade.

Karin: COMO ASSIM...? .

Shikamaru Nara: é o que diz no testamento, se você não quiser cuidar da criança você não terá o direito de pegar nada que estiver nessa casa SÓ suas roupas. Você vai cuidar da criança sim ou não ?.

Karin: Sim.




Notas Finais


Espero que tenham gostado 😘😘.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...