História O DNA Perfeito - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo + Gama, Bottom!jungkook, Heoserendipity, Hoseok!beta, Jikook, Jimin!alfa, Jimin!top, Jin!gama, Jungkook!ômega, Jungkookbottom!, Lemon, Namgi, Namjin!mention, Namjoon!beta, Repostada, Taegi!mention, Taehyung!alfa, Top!jimin, Vhope, Yoongi!omega
Visualizações 134
Palavras 2.279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Sci-Fi, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - DNA Humano


 Jungkook pulou da cadeira muito feliz e chamou atenção de Taehyung que comia um lanche.

— Meus pretendentes confirmaram. — ele riu. — Jimin está vindo para Seul! Eu valho tudo isso mesmo? Pensei que eu que teria que ir atrás dele.

— Claro que você fale e vale muito mais. — Taehyung respondeu, tentando elevar a autoestima do melhor amigo. — Ainda bem que ele percebeu o quão valioso você é.

— Para com isso! — Jungkook voltou a sentar-se na cadeira, colocando o tablet no suporte novamente. — Você está falando isso porque é meu melhor amigo.

— Por favor, Jungkook. Você está agindo como aqueles Ômegas de família estritamente tradicional que não aceitaram a revolução. — ele bufou. — Você é muito mais que isso, sabia?

— É que eu estou tão inseguro. São duas pessoas muito importantes. Um é o Park Jimin. Ele é herdeiro de uma das maiores províncias de nosso continente.

— Ah, grande coisa. — ele falou sem ânimo nenhum.

— Por que está tão cabisbaixo esses dias, hyung? — Jungkook perguntou.

— Eu sempre estive, mas agora piorou, meu amigo. — ele suspirou sofrido. — Meus pais já estão me pressionando a arrumar alguém para casa. Dizem que estou muito velho para isso. Como você sabe, as gravações do novo dorama que estou, acabam no final do mês… Ah…

— Você não quer casar? — Jungkook perguntou. — Você gosta tanto de crianças. Seria um ótimo pai, Tae.

— Eu quero casar, mas, infelizmente, eu estou apaixonado por uma pessoa há muito tempo. Faz mais ou menos três anos isso e porra!

— Hoseok, né? Eu percebo o olhar de amor que dar quando ele está por perto. Hyung, ele é meu coreografo, como pode?

— Ele mexeu comigo desde a primeira vez que vi ele. — Taehyung largou seu talher no prato. — Ele foi tão gentil comigo, me fez rir, ele é tão bonito… Eu pensei que passaria essa coisa, só que só aumenta, até hoje quando chego perto dele meus genes ômegas resolvem tomar controle da situação e toda essa máscara de Alfa cai por terra e eu só sei ficar pensando: Por favor, me beija, você é o amor da minha vida, Hoseok! É por isso que eu estou triste.

— Ele é um Beta, você pode ter chances.

— Isso que tem, Jungkook. Eu pedi para Namjoon ver a ficha dele ele é 53% Beta 44% Alfa e apenas 3%…

— Ômega?

— Gama! — ele se entristeceu mais. — Nunca que permitiram nosso casamento. Primeiro, nós temos uma grande porcentagem de não geramos filhos, segundo, se acontecer, o bebê pode nascer um Alfa. A ciência quer diminuir os genes disso e não aumentar.

— Nem tanto, ainda tem muito AGO com mais de 70% tipo eu e meus pais foram apaixonados um pelo outro.

— Mas não foi você que me contou que seu pai é 86% Beta e sua mãe 55% Ômega e eles só puderam casar. E são uma família de cheio de Betas.

— Sim. — ele riu. — Só eu que nasci Ômega. — deu ombros. — Ainda bem que nunca me apaixonei, nem sei como suportaria a dor de não poder casar com aquele que amo.

— Eu poderia muito tentar essa coisa da justiça, mas nunca daria certo nós dois, é tipo briga de ativos. Como a gente ia transar se nenhum dos dois vão querer ceder? Provavelmente o lado dele Alfa, nunca que ia gostar de ser penetrado.

— Não precisa fazer sexo penetrando. Tenta aquela coisa de só chupar e se masturbar, com muitos beijos, lambidas, sabe? Mas de verdade, eu aconselharia você a esquecer isso e focar em esquecê-lo. Passa com algum terapeuta para te ajudar com isso. Se o mundo é assim, é por causa dos seus antepassados. Se eles não se achassem melhores que os outros e se achassem a última bolacha do pacote, talvez todos nós poderíamos se relacionar com quem quiséssemos, né?

— Mas quem inventou essa coisa de genes e transformar o mundo em Beta, foram quem? Claro, Ômegas e Betas!

— Se não fizéssemos isso, eu não teria essa casa. Eu provavelmente estaria pobre, vai saber né? Procurando um Alfa ou me sujeitando a ser um nada para os Alfinhas acharem que eram melhores ao ver um Ômega frágil e fraco, implorando pela piedade dele. — Jungkook sentia uma raiva de algo que ele não tinha vivido. — Eu sinto muito por aqueles que se apaixonam, mas o mundo está melhor assim e fica menos hierarca as coisas.

— Eu sei. Eu sei. Você está certo. — Taehyung deu-se por vencido. Ele sabia se não fosse essa revolução, o mundo não teria virado o que era agora. Era bom poder ver a humanidade voltar a suas origens só que de uma forma bem mais justa. — Eu vou procurar um terapeuta, mas se eu não consegui esquecer, você vai voltar no Namjoon e vai falar que quer casar comigo, pois se é para casar com alguém que não amo, que seja você, pelo menos, eu te amo como amigo e o casamento será menos pior.

— Obrigado, hyung. — Jungkook deu uma risada.

Ω

Hoseok ficava de um lado para o outro perseguindo Yoongi na sala do Ômega, até que o mesmo parou e olhou fundo para o mais alto na sua frente.

— Eu não posso alterar seus exames, Hoseok. — ele falou duro. — Você sabe como é. Seus verdadeiros dados estão no local onde você nasceu e foi coletado amostra do seu DNA pela primeira vez. DNA não se altera! Você e Taehyung não são compatíveis em nada. Primeiro, a lei diz que só casais que podem ter filhos podem se casar. Segundo, ele é um Alfa, você tem muito genes alfas, isso fazem vocês dois serem quase incapazes de terem um filho. Podem até ter, mais é muito raro. Terceiro, se tivessem um filho, a chance de terem um filho AGO é 5% maior de que um Beta. Se vocês tivessem chances de ter um filho Beta pelo menos 8% maior do que os outros, a gente poderia ajudar, sabe? Eu recomendo que você procure a irmã do Jungkook a Jeon Somin, né? Então, ela é advogada, ela pode te ajudar mais, pois isso tem mais a ver com as leis do que com a gente!

— Por que é tão difícil! — ele exclamou. — Eu estou apaixonado em Taehyung. Eu até me declarei.

— O QUÊ? — Yoongi gritou. — O que você fez?

— Eu fui em uma floricultura, comprei uma flor que a floricultora disse que os Alfas gostam. Comprei chocolate e um cartão. Eu coloquei que amava ele demais e assinei meu nome, sabia? Deve chegar na casa dele ainda hoje.

— Por que você é tão intenso assim? Nós não podemos nos apaixonar, sabia? Paixão leva à DNAs imperfeitos, enquanto a ciência aos perfeitos.

— Só que, de vez em quando, a gente não quer ser perfeito. A gente só quer viver como a natureza pede. E minha natureza gosta do Taehyung. Minha natureza quer o Taehyung. Minha natureza precisa do Taehyung. Eu só me sinto completamente completo com ele ao meu lado, rindo de mim, me colocando para cima.

— Tem certeza que você não é um Gama? Às vezes você age como um Ômega e outras como um Alfa. Agora está agindo como eu agiria se estivesse apaixonado.

— Você está apaixonado, não queira me enganar!

— Eu? — ele riu. — Está louco?

— Seu lado Alfa Lúpus não deixa você admitir, mas eu sei de tudo. E se você não me ajudar, eu vou me vingar de você, contando tudo para pessoa.

— Agora está agressivo igual um Alfa Lupus. — Yoongi levantou-se da sua cadeira, puxando para a sala ao lado, onde tinha uma maca e vários tubinhos. — Eu vou pedir uma reavaliação do seu DNA, pois eu acho que você é muito temperamental, ok? Então reza para se estiver errado o que nós recebemos, você poder ficar com o Taehyung e não quebrar o coração dele. — Yoongi ia mexendo em agulhas e tubos e pegou um aparelho que media o DNA na hora. — Vou fazer quatro testes com você. Se todos derem resultados parecidos… — ele fez um sinal para o mais novo levantar a manga da blusa e estender o braço, amarrando em elástico naquele local e dando uns tapinhas leves para as veias saltarem. — Então você vai atrás de uma pessoa para tratar da cabeça, pois isso deve ser mental.

Yoongi pegou uma amostra de sangue, uma de saliva, um fio de cabelo. Deixando Hoseok um tanto apreensivo. Ele gostava de ser como era e estava com muito medo de não ser o que realmente era, mas a esperança de poder ficar com Taehyung era maior do que tudo.

— Eu mesmo vou analisar isso. — Yoongi disse, pegando o último testador. — Eu vou dá-lo toda a verdade, ok?

— Eu espero que sim. — Hoseok riu, mas seu sorriso desapareceu quando ouviu a maquininha apitar.

Yoongi refez o procedimento e continuou dando erro.

— O que foi?

— Está dando erro. — Yoongi fez um barulho com a boca. — Me espere aqui.

— É grave?

— Acho que é o testador com problema. Isso nunca aconteceu. — Yoongi respondeu. — Vou pegar o de Namjoon e já volto.

— Ok.

Yoongi pode se desesperar quando saiu da sala. Não era possível o que ele estava pensando. Será que Hoseok seria um humano? Há mais de 500 anos os genes totalmente humanos tinham desaparecido e agora ele poderia ser um? — O doutor entrou na sala de Namjoon que se assustou.

— Yoongi! — ele exclamou. — Não é que você é mais velho e meu amigo que pode entrar sem bater.

— Namjoon, o que acontece com uma pessoa que tem os genes de humanos normais, sem nenhuma alteração com lobos? Limpo, perfeitamente humano, sem nenhuma falha?

— O quê? — o mais alto riu. — Os genes humanos já se misturaram com os dos lobos de uma forma que não existe mais como voltar. É igual encontrar um lagarto com genes de dinossauros. Impossível. O mais próximo de humanos que chegamos são os Betas, pois nós conseguimos viver sem essa coisa de cio e esses dilemas que rondam a parte animal dos AGO.

— Mas o que poderia acontecer?

— Acho que o governo usaria a pessoa como cobaia de experimento para tentar transformar a população em humana de novo? E novamente acabar com essa coisa que nós consome?

— Hoseok pode ser humano. — Yoongi se aproximou de Namjoon. — Eu estava conversando com ele, pois parece que ele está apaixonado por alguém que não pode ficar. Só que eu comecei a reparar que o comportamento está muito diferente de um Beta com influências Alfas. Até estava achando que ele era era um Gama, pois uma hora agia como um e outra como outro. Só que olha isso. — ele mostrou o monitor da máquina de DNA. — Deu erro. Olha como é a estrutura do DNA dele e olha dos lobos. — ele apontou para o grande desenho que tinha na parede de Namjoon.

— Isso não pode ser possível, Yoongi. — Namjoon tirou seus óculos. — Você tem outros materiais dele?

— Sim.

— Diga para ele que o ele é os aparelhos deram ruim hoje e que pode passar esse teste. Eu vou analisar o DNA dele com você. Se ele for realmente humano, meu Deus. — Namjoon ficou preocupado. — A gente vai ter que proteger ele de todas as formas para ninguém descobrir isso.

— Claro.

Yoongi saiu da sala de Namjoon, tentando se controlar e manter seu sorriso no rosto.

— Demorou. — Hoseok reclamou.

— Todos os aparelhos estão com problema. — ele disse. — Ok, não precisamos disso. Eu vou analisar suas coisas hoje quando chegar na minha casa e daqui cinco dias estará pronto. Pelo amor de Deus, não faz nada sem pensar direito.

— Vou tentar. — ele saiu da cadeira. — O pior eu já fiz, não tem como fazer mais. — riu. — Obrigado, hyung. Você é o melhor! — ele deu um abraço do Ômega e indo embora.

Yoongi sentou-se jogado na cadeira que Hoseok estava sentado. Um humano. Hoseok era um humano!

Ω

Jungkook foi correndo até a porta pegando as correspondências que tinha chegado. Taehyung apenas observava o amigo feliz e saltitante. O mesmo ficava imaginando quando poderia ficar tão feliz daquele jeito.

— Nossa, hyung. — Jungkook suspirou. — Recebi cartões dos Alfas. — ele sentou-se ao lado do amigo, onde estava anteriormente. — De Yugyeom e de Park Jimin.

— Nossa, nunca abriria esse que tem o símbolo real. — Taehyung abriu a boca como aquilo era bem-feito. — Todo o capricho do mundo.

— Vou abrir esse então. — Jungkook foi logo do de Jimin.

Era uma baboseira as primeiras linhas. Dizia que Jimin estava bem feliz de ser escolhido por ele e que ele estava ansioso para o encontro com o mesmo. Embaixo essas palavras, tinha o endereço do encontro. Era no melhor restaurante de Seul e Jungkook pouco acreditou naquilo. Realmente já estava sendo tratado como um rei antes do primeiro encontro.

— O restaurante mais caro e difícil de se consegui vaga de Seul? — Taehyung se surpreendeu. — Para semana que vem?

— Taehyung, eu não estou acreditando. — Jungkook sorriu. — Pelo menos se nada der certo, eu vou terminar feliz comendo e bebendo do bom e do melhor.

— Promete se virar um monarca, não vai me esquecer? — Taehyung perguntou.

— Deixa de ser besta! Com certeza, isso não vai para frente, ok? Eu não quero largar minha carreira, porém eu quero comer bem, por isso estou indo. Eu acho que vou ficar com Yugyeom mesmo. Ele é bonito, inteligente e tem a vida parecida com a minha e não uma realidade paralela.

— Já sei meu favorito.

— Quem?

— A Vossa Alteza. — Taehyung gargalhou. — Quem me dera um ou uma monarca quiser me conhecer.

— Pode ter um, só tirar Hoseok da cabeça.

— Eu não quero isso, eu só queria poder ficar com Hoseok. Eu aprenderia dançar por ele.

Jungkook olhou para seu amigo, dando uma risada meiga. Taehyung estava realmente e perdidamente apaixonado do Beta, mesmo sabendo o quão difícil seria ficar com ele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...