1. Spirit Fanfics >
  2. O dragão que me amava >
  3. Memories

História O dragão que me amava - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem desse capítulo, chorei escrevendo algumas partes.

Capítulo 2 - Memories


Acordei e vi as luzes do teto do meu quarto, o cheiro dos meus lençóis limpos me faziam querer voltar a dormir.

-Thyri, vai dormir novamente? Por isso que o Nevra te chama de perceed.

A voz grave e ao mesmo tempo suave me despertaram completamente. Levantei bruscamente me sentando na cama. Eu não acreditava no que meus olhos estavam vendo, esfreguei os mesmos varias vezes até perceber que não era uma alucinação.

“Ele está vivo..”

As lágrimas começaram a surgir e embaçar minha vista.

Thyri- V-Valk...

Minha voz tremia e as palavras engasgavam na minha garganta.

Valkyon- Sim?

Ele sorriu docemente e enxugou uma lágrima do meu rosto. Não me contive e o abracei, ele retribuiu sem receios. O apertei fortemente.

Thyri- C-Como?

Nos separamos e encaramos um ao outro.

Valkyon- Estou vivo? Sinceramente eu também não sei. Acordei logo depois que você e o Leiftan se foram.

Thyri- Estou feliz que esteja vivo.

Valkyon-obrigado, também estou feliz que você esteja viva.

Thyri- Você me pegou de surpresa.

Valkyon-Sinto muito por isso, soube que estava aqui e vim te ver.

Dei uma risada e ele me seguiu.

Thyri- Tudo bem.

Nós conversamos animadamente sobre os anos que perdi. Fomos interrompidos pelo Adalric que bateu levemente na porta.

Adalric- Sinto interromper mas eu tinha uma mensagem da senhora Huang. Não consigo lembrar... Algo sobre enfermaria...

Ele colocou uma mão no queixo e levantou a cabeça mirando o teto.

Thyri- Enfermaria? Algo aconteceu com o Leiftan?

Adalric fez uma expressão de surpresa, como se dissesse que eu tinha lido seus pensamentos. Me levantei rapidamente. E vesti uma jaqueta.

Thyri- Me perdoem, tenho que ir ver o Leiftan.

Os dois concordaram e passei como um raio pelo silfo. Cheguei na enfermaria em alguns minutos.

Entrei como um furacão no local. Ewelein estava sentada em sua mesa conversando com um guarda.

Thyri- O que aconteceu? Ewelein..

Falei tentando recuperar o fôlego.

Ewelein- Calma aí. Não foi nada ruim.

Thyri- O Leiftan, como ele está?

Leiftan- Veja por si mesma.

Me virei ao ouvir a voz do Leiftan atrás de mim.

Thyri- Leif..

O abracei forte, ele retribuiu afundando seus rosto em meu pescoço. Após alguns segundos nos abraçando em silêncio, Ewelein quebrou o mesmo.

Ewelein- Está vendo, não era pra tanto alarde.

Nos separamos e encarei a Ewelein sorrindo.

Thyri- É verdade.

Leiftan deu uma pequena risada atrás de mim.

Ewelein- Muito bem, agora que os dois estão acordados, a Huang está organizando uma festa em comemoração do retorno dos dois.

Senti o sorriso do Leiftan se fechar atrás de mim, ele provavelmente pensa o mesmo que eu. Nós dois não merecemos essa tal festa. Nós dois quase destruímos Eldarya junto com Ashkore.

Ewelein- O que foi? Vocês dois estão fazendo uma cara..

Thyri- Não me leve a mal Ewe, mas você sabe que não merecemos essa festa.

Leiftan suspirou atrás de mim. 

Ewelein abaixou a cabeça fazendo um sinal de não com a cabeça.

Ewelein- Thyri, você e o Leiftan salvaram Eldarya, não se apegue aquele fato.

Ela olhou fundo nos nossos olhos. Suspirei pesadamente, ela não entende o peso.

Thyri- Façam o que quiserem.

Saí da sala e caminhei em direção ao meu quarto.

“Lance...”

Meu peito ficou apertado com a minha última visão dele. Ele estava desesperado para me impedir de fazer o sacrifício.

(Flashback on)

Lance- Por favor Thyri, não faça isso.

Ele me abraçava pela cintura enquanto caía de joelhos no chão, como uma criança que se arrepende de ter desobedecido uma ordem. A máscara de coração de pedra caiu e suas lágrimas brilhavam como diamantes na luz.

Thyri- Lance.. eu preciso.

Lance- me escuta...

Ele me apertava forte, passei as mãos em seus cabelos ensanguentados e o encarei.

Thyri- Lance, você não me ouviu quando eu tentei te parar. Agora o Valkyon está morto, o cristal destruído, estou quase morrendo por conta disso, por favor, deixe me redimir.

Ele me apertava mais forte. Suspirei e o encarei nos olhos.

Thyri- Adeus meu amor.

Coloquei um polegar em sua testa e concentrei um pouco de energia naquele lugar, ele desmaiou e eu o coloquei delicadamente no chão.

 (Flashback off)

Nevra- Thyri? Está tudo bem?

Ele falou me tirando dos meus devaneios.

Thyri- Estou bem. Só estou um pouco cansada.

Nevra- Entendo. Eu te acompanho até o quarto.

Conversamos sobre qualquer coisa até o quarto.

Nevra- Está entregue.

Thyri- obrigada por me acompanhar.

Sorri levemente enquanto abria a porta do quarto.

Nevra- não tem de que. Boa noite perceed.

Ele me beijou delicadamente na bochecha antes de sumir no corredor. Entrei no quarto e me joguei na cama.

 


Notas Finais


🤭🤭 então gostaram? Espero que sim. Logo posto o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...