História O Escravo - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail
Visualizações 130
Palavras 1.246
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, bem quero agradecer a todos que estão lendo minha fic.

Eu queria fazer um grupo no Whats sobre fic,não só a minha,mas as de vocês (quem tiver). Traduzindo um grupo sobre fics e animes.

Quem querer entrar deixe o número nos comentários,se tiver um número suficiente para o grupo eu o farei.

Boa leitura.

Capítulo 16 - Híbri o quê?


Capítulo 15 O Escravo


 Narração Natsu


 Lucy ouvia atentamente tudo o que o rosado falava.

 —Eu seu minha posição, e acho melhor assim que o dia amanhecer cortar isso que eu estou sentindo ates que crença. 

 Lucy estava com os olhos marejados, não esperava que o rosado guardasse isso tudo,e estava feliz por saber que ele gostava dela,mesmo ela sendo como é com ele e estava triste por saber que ele queria parar com isso por ser o servo dela,melhor dizendo escravo. 

 Após Natsu falar mesmo que ele achasse que fosse para ele mesmo e Lucy escutar ele continuou acariciando os cabelos dela ate dormir,já loira demorou a dormir um pouco,desta vez o que o rosado disse fez ela pensar bem.


 Narração Lucy


 —*Não é por que você quer parar de gostar de mim que é que vai conseguir, eu já tomei uma decisão,não vou desistir do que eu quero,eu momento o quero é ficar com você*. Logo ambos adormeceram.


 Narração Jude 


 —Virgo, você acho que ainda vai demorar muito? 

 Virgo—Senhor Jude,o senhor já mim perguntou isso umas quinze vezes e nai falta muito.

 Jude—E que o quanto antes terminarmos,mais rápido voltamos.Estou preocupado com minha filha.

 Virgo—Eu também estou,por voltavamos agora, mais nai seria justo com os Eucliffe's. 

 Jude—Eu sei. 

 Virgo—E o senhor tem certeza disso,pensou na Lucy? 

 Jude—E como pensei.Mas isso será melhor para ela para todos nos. 

Virrgo—Se o senhor diz... 


Narração Autor


 O dia já estava claro, e Macao já estava a chegar na mansão pois o Doutor Giul seria para a mansão dos Heartfilha e cono ele havai o chamado e era melhor que ele o decepcionasse. E no quarto de certa loira... 


 Narração Lucy 


 Hoje eu tive um sonho estranho,bem sonhei com um gato, no sonho eu sempre tratava essa gato mal,mais ele sempre vinha para fuçar ao meu lado,mais antes de acordar lembro que tratei esse gato mal ai vi ele chorar,algo que nas últimas vezes que aconteceu ele não fez,ai ele foi embora e não voltou. 

 Os raios de sol já entravam pelas cortinas mal colocadas do quarto de Lucy,a mesma já estava incômodada com isso,mais estava adorando ter certo rosado deitado com ela.Lucy estava sobre o peito do rosado,apenas desfrutando do som do ritmo cardíaco dele,algo que para estava ótimo. Logo ela decidiu que já era hora de se levantar, ainda com os olhos fechado sentiu Natsu se mexer. Natsu se mexeu mais, o que forçou Lucy a abrir os olhos. 


 Narração Natsu 


 Ainda estava meio que dormindo,eu não queria levantar tao cedo ainda mais perto dela,se ela ver..,digamos que meu amido hoje acordou muito bem animado,mais que o normal. Se ela ver,eu estou perdido. 


Narração Lucy


 —Natsu fica queto,eu quero dormi mai... Lucy alto se calou,não acreditava no que estava vendo,se alguém lhe dissesse o que estava a sua frente ela não acreditaria.Estava boquiaberta.

Natsu se levantou e olhou para a loira que parecia surpreendida.

 Natsu—Lucy,o que você tem?

 —O que eu tenho?disse séria.

—O certo deveria ser o que você tem?!

 Natsu—O que eu tenho...Bem apesar de ontem,hoje mim sinto muito bem. 

 —Tem certeza?Disse sem parar de olhar para o rosado. 

Natsu—Tenho.Por quê você esta assim? 

—Natsu,você esta diferente.

 Natsu—Diferente? Diferente como? 

—Digamos que esta...,esta Natsu

—Diz logo o que eu tenho de diferente para ter te deixando assim?

 —Não seu como lhe dizer isso,mais você esta com uma calda.Disse seria. 

 Natsu—Kkkkk,muito engraçado Lucy,eu com calda, kkkk. 

 —E também esta com orelhas de gato.Disse seria. 

 Natsu—Kkkk,orelhas e calda,kkkkk.Parece que você acordou com um humor hoje.Falou ainda rindo. 

—Natsu,é sério.

 Natsu—Sei... 

 —Se não acredita em mim,passe a mão na sua cabeça.Lucy disse com tanta seriedade. 

 Natsu viu que Lucy não estava mentindo,e só por curiosidade passou as mãos na cabeça... É, e constatou que suas orelhas estavam estranhas, estavam compridas e como se estivessem com um pelo fofo.

 Natsu—Só pode estar bticando comigo,o que aconteceu comigo. 

—Nat 

 O rosado logo cortou a frase fei Lucy. 

 Natsu—Lucy,eu só vou perguntar uma vez. O Que Fez Co-Mi-Go?

 —Eu não fiz nada,e agora olhe para atrás. 

 Natsu olhou,sua face foi tomada por um forte rubor, lá estava,e ele nao acreditava.Lá estava uma calda,comprida e coberta por um pelo rosado e fofo,a cor era semelhante a de seus cabelos,e a textura era igual a de suas orelhas. 

 Ele puxou a "sua calda" para frente,apontado para a loira. 

Natsu—Lucy Heartfilha mim explica o que significa isso. 

 —Eu explicar,isso é seus corpo,como vou saber.E aliás é uma calda

 Natsu—Eu sei que é uma calda,só quero saber o porque dela estar presa a mim.

 —Como vou saber, eu não fuz nada. 


 Narração Macao


 Macao já havia visto que o Doutor Giul já estava na mansão, e decidiu ir logo resolver tudo, assim iria poder voltar logo para casa.

  —Bom dia Doutor Giul. 

 Giul—Bom dia.Será que pode mim levar onde meu paciente está? Tenho muitas pessoas para atender hoje. 


Macao estava pensado que Lucy estava em outro quarto,já que ela deixou que seu servo ficasse em seu quarto ela não ficaria lá também.

 —Claro,e só mim seguir. Macao levou Doutor Giul rumo ao quarto de Lucy. 

 —Vou abrir a porta,ele já deve ter acordado. 

 Quando Macao abriu a porta fui uma surpresa ao ver Lucy sentada em sia cama discutindo com o rosado.Foi mais surpresa ainda quando viu como Natsu estava. 


 Narração Natsu


 Eu estava lá, conversando com a Lucy (Conversando?), tudo bem,eu estava discutindo com loira,que eu acho que aprontou alguma coisa comigo, quando do nada o cara que vi ontem e o Doutor Giul entram no quarto. 

Macao—O que aconteceu aqui?E por que ele esta assim?

 Lucy—Eu vim cedo para ver como o Natsu estava(Mentira,tudo mentira) ai o encontrei assim.

 Giul—Quem é que devo atender? 

Lucy—Doutor Giul ainda bem que venho,olha como meu servo está. 

Giul—O de cabelo rosado.

 Macao—Sim

Giul—Ele mim parece bem.

 —Eu pareço bem?Disse indignado.

 Lucy—Ele parece bem,olha só como esta,ele não estava assim ontem. 

Giul—Olhando bem para ele...Realmente não estava assim ontem. 

 Lucy—Sera que ele vai ficará bem? 

 Giul—Deixe-me fazer algumas perguntas. 

 Lucy—Tudo bem. 

 Giul—Natsu,né? Ele assentiu.

—Você esta se sentindo bem?

 —Sim.

 Giul—Já ficou assim antes? 

—Nunca.

 Doutor Giul chegou bem perto do rosado e perguntou algo em se ouvido 

Giul—Se é que mim entende,acordou hoje com o amigo mais alegre que o normal. Disse de forma bem baixa. 

 O rosado ouviu e na mesma hora corou e apenas assentiu com a cabeça. 

Lucy—O que você perguntou ao meu servo?

 Giul—Desculpe-me sigilo de médico e paciente. 

 Lucy apenas olhou de soslaio para o rosado que ainda se encontrava corado. 

 Giul—Certo,já estou chegando a uma conclusão.

 Macao—E qual é?

 Giul—Só tenho que fazer uma última pergunta,ai terei certeza. 

Lucy—Entao fassa. 

Giul—Natsu,quando você faz aniversário?Não seria hoje,ou,seria?E seria 15 anos?

 —Sim,seria estou fazendo 15 anos, mas por que? 

 Lucy—Como saber o aniversário dele e a idade nos ajuda?

 Giul—Ajuda em tudo senhorita Lucy. 

 —Não estou entendo. 

Giul—Simples, essas orelhas,mais a calda,mais o "amigo alegre",somado ao seu aniversário de 15 anos só pode significar uma coisa.


 Narração Lucy 


 "Amigo alegre",o que quis dizer com isso,a menos que seja... Na hora Lucy corou. 


 Narração Natsu


 Lucy—O quê?

 Macao—Como assim?

 —Eu não entendi o que quis dizer?  

Giul—Creio que dado aos sintomas e sua idade,aparentem o senhor Natsu não é um ser humano comum ou completo.Acho que ele é um Híbrido. 

 Lucy—Caro Doutor Giul,será que poderia traduzir o que disse.

 Macao—Concordo com a senhorita. 

 —Eu não entendi nada.

 Giul—Eu disse que o seu servo é um HÍBRIDO.

 Lucy—Hibri o quê? 

 Macao—Como assim? 

 —Híbrido o que?o que eu sou?


Notas Finais


Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...