1. Spirit Fanfics >
  2. O estranho relacionamento de mim e meus problemas >
  3. Nono

História O estranho relacionamento de mim e meus problemas - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Nono


2 dias depois...

Em casa, vejo mamãe ainda pior, tenho dó dela, preciso ajudá-la! Eu posso colocá-la na clínica de reabilitação, mas não tenho dinheiro suficiente, com esse pequeno salário, não posso!

A única saída é sair da escola e arrumar um emprego em tempo integral! Ok, tudo bem para mim, já abandonei tantas vezes... Mas lá existe a Clementine, parece entranho, mas em menos de 5 dias minha vida começou a precisar dela.

Depois do que ela ficou sabendo não sei se ela gosta mais de mim (se ela gostasse). Eu só fui sincero com ela, deve ser por esse motivo que muitas vezes minto para mim mesmo, mas eu tenho duas vidas agora. Mais uma merda chegou, de um lado sou um adolescentinho carente e apaixonado e de outro sou um homem responsável e valente, mas um pouco idiota. Não consigo mais ficar preso no ponto de intersecção entre essas duas personalidades!

Eu estou preocupado, já faz exatamente 2 dias que Cle não entra nas redes sociais, sem contar que não a tenho visto mais na escola. Não sei o porquê de que na minha vida tudo começa a cair ao mesmo tempo, sou o alvo direto de todas essas bombas.

Eu tenho medo, porque amo e amo porque tenho medo! Sempre fui paranoico e supersticioso, mas agora tudo dá errado, me pergunto o que eu fiz para isso? Será que ando usando as meias do azar? Não queria ser um cara doente, ninguém merece alguém como eu!

Cada vez que me olho no espelho me sinto mais velho, destruído. Eu costumava pensar que a culpa fosse do meu pai, mas é minha! Poderia ter feito tudo melhor...

Eu estou aqui triste demais, minha mãe vomita mais uma vez, vai morrer na próxima, mas não estou dando a mínima! Eu preciso ver Clementine, mas eu sei que ela não precisa me ver... Será que existe amor? Tudo me diz que não, mas Clementine na minha cabeça dá um soco nesse pensamento idiota.

Eu deixo tudo saio, por coincidência chove mais uma vez... Eu choro pilotando minha moto, e vou para o lugar onde é a casa de Clementine.

Não tenho coragem para chamar, eu fico esperando na chuva, na frente da sua casa...

De repente eu acordo ainda estou no jardim e ela está ao meu lado.

Cle- Anto, o que você está fazendo aqui? Vai ficar resfriado!

Eu não digo nada, olho para ela se molhando na chuva, a agarro e a beijo. Ela beija tão mal que eu aposto que é seu primeiro beijo... Eu a solto, ela me encara, e se joga em meus lábios.

Eu- Acho que estou apaixonado por você!

Cle- Sério? Eu tenho certeza de que te amo!

Eu- Pensei que não quisesse mais conversar comigo, não tem ido na escola...

Cle- Meu pai... Estou de castigo porque disse a ele que te amo!

Não consigo imaginar isso, como tudo aconteceu? De repente vejo o seu pai, ele parece estar furioso...

Ele vem em minha direção e me dá um soco enorme na cara, sinto o sangue escorrer pelo meu nariz, mas eu já briguei antes, com caras muito mais fortes... Ele não me dá medo, me dá nojo.

Eu me levanto sangrando, olho na sua direção... Consigo ouvir o choro e os gritos de Cle.

Eu- Você é horrível! É tão inteligente, mas não deixa a sua filha ser ela mesma, pare de controlar a vida dela como se ela fosse seu robozinho e deixe-a voar, eu posso ser pobre, fedido e rebeldinho, mas eu tenho noção do que você faz! Se quer que seja assim, ok! Vou cuidar da minha mãe, senão a pessoa que me ensinou a amar vai me deixar!

Eu me sinto chorando não sei se de raiva ou de tristeza, minha vida é triste mesmo, este sou eu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...