1. Spirit Fanfics >
  2. O Fantasma de Snape >
  3. O fantasma de Snape

História O Fantasma de Snape - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Gente! Quero agradecer o revoar de tantas corujas! 💕🦉💕🦉💕🦉💕
Mto obrigada! Elas são sempre bem-vindas e nos motiva a continuar postando!
Espero que gostem do capítulo de hoje!
Aos poucos as coisas serão reveladas a nossa querida e meiga Hermione!
Bora mudar o destino dela... Quem não curte RW vai adorar a fic!
❤️💚🦁🐍❤️💚

Capítulo 2 - O fantasma de Snape


Fanfic / Fanfiction O Fantasma de Snape - Capítulo 2 - O fantasma de Snape

 

A diretora iniciou a solenidade de abertura do ano letivo. Logo os alunos novos foram sendo chamados um a um, para serem selecionados para suas casas. Eram cento e vinte alunos novos ao todo, cada casa recebeu trinta deles. A seleção levou quase duas horas para terminar. Quando faltavam menos de cinco alunos, eu olho em direção a porta lateral e vejo uma figura em pé, vestida de preto, com as fisionomias e o cabelo iguais ao do professor Snape. Senti um arrepio passando pelo meu corpo. 

Estou cansada, isso não é possível!

 Forço meu olhar e encaro a figura. Era ele e sorria para mim.

Senti meu corpo gelar, minha respiração falhou e meu coração quase parou.

 Estou vendo fantasma...o fantasma dele! Aquela sensação estranha na masmorra... era ele!

Não assisti à seleção dos últimos alunos. Estava meia paralisada com o fantasma que eu vi. Eu juro que vi. Não ouvi a diretora agradecer e nem mesmo dar continuidade, chamando os professores novos para se apresentarem. Quando ela me chamou, teve que repetir, pois eu estava ainda com meu olhar fixo na porta lateral, mas não havia mais vulto ou figura alguma ali. Me levantei um pouco trêmula ainda e os alunos me olhavam curiosos, a diretora disse:

- A nossa ex aluna Hermione Granger Weasley retorna a Hogwarts como professora de poções. É com muito orgulho que a recebemos e quero que todos batam palmas para ela. Ela e Alvo Dumbledore foram os alunos que mais se destacaram na história desta escola. Tirando as notas máximas em quase todas as provas ou avaliações! A senhora Weasley graduou-se recentemente em engenharia química pela universidade de Oxford. Sem dúvida alguma a escola fez uma excelente aquisição!

Todos batem palmas para mim, e logo em seguida a diretora diz que o banquete será servido. Eu não sentia fome. Sentia frio e uma dor esquisita no peito. Não queria admitir, mas eu me impressionei com o fantasma que eu vi.

 É medo ou saudades que eu sinto do professor?

Esta era a minha dúvida. A professora Minerva me faz voltar a realidade.

- Não vai comer, minha querida?

- Estou sem fome, obrigada!

Bebi um suco e fiquei fazendo companhia na mesa dos professores. Eu estava sentada no lugar que sempre foi dele. A Minerva ocupava o lugar de Alvo e no lugar que era dela, agora era o professor Flitwick que ocupava. Fiquei pensando em como seria passar a noite na masmorra, se eu já sentia medo ali no salão com tantas pessoas em minha volta...

A minha voz interna não me deixava em paz.

- Deixa de ser boba, Hermione... você está com saudades do professor. Tudo aqui lembra ele. É só isso! Vai ser ótimo passar a noite na cama que era dele! Você até cochilou de tarde! É mas acabei de ver o fantasma dele!...

Assim que os alunos foram se retirando para seus dormitórios, eu dou “boa noite” para os professores, agradeço mais uma vez a professora Minerva e subo para a masmorra.

Coloquei a camiseta dele, me preparei para dormir. Tive novamente a impressão de ser observada. Deixei a luz do abajur acessa e a minha varinha em cima do criado mudo. Estava tão cansada e estressada que voltei ao banheiro e peguei a poção sonho sem sonhos para dormir mais tranquila.

Pela manhã, a professora Minerva me esperava para o café.

- Dormiu bem, minha filha?

- Sim. Consegui descansar!

- Você está um pouco pálida. Olha... você esqueceu de avisar seu marido. Ele acabou de mandar um berrador para você. Se ignorar é pior...

Minerva me recomendou e alcançou o maldito berrador.

- Hermione, por que não me disse que iria dormir no castelo? De madrugada tive que rastrear seu corpo para saber se ainda estava viva. Dê notícias! RW

- Está tudo bem, Hermione? Quero dizer... entre você e o Rony?

- Ele é um porre! Vive pegando no meu pé... Eu esqueci de avisá-lo! Por que não me mandou uma coruja? Não havia necessidade de berrador! Eu sinto muito, Minerva!

- Espero que vocês se entendam, minha filha. Não esqueça de mandar uma coruja para ele se acalmar, assim que terminar seu café.

- Obrigada! Me desculpe, sim?

- Não foi nada, querida.

 

Voltei até a sala da masmorra e mandei a maldita coruja para ele parar de me fazer passar vergonha na frente dos outros professores. A sorte que estavam na mesa naquela hora somente a Trelawney e Rubeo Hagrid.

Olhei minha aparência no espelho e saí para dar minha primeira aula. Não tive coragem de fixar o olhar em volta do meu reflexo no espelho. Tinha certeza que havia novamente um vulto atrás de mim.

Amei a experiência de lecionar. Minha primeira aula foi com os primeiros anos da Sonserina e da Grifinória. As carinhas felizes dos pequenos bruxos ávidos por aprender me deixaram maravilhada, acabei distribuindo pontos para ambas as casas! Em seguida lecionei para as turminhas da Lufa-lufa e da Corvinal, que também foi muito gratificante passar os dois períodos de aula com eles. Quando a aula foi encerrada, eu fiquei algum tempo sentada na cadeira junto à mesa que foi dele. De lá eu tinha uma visão ampla da sala. Dava para ver tudo o que se passava em cada classe. Fiquei pensando no meu tempo de estudante, a mesa e a cadeira que eu gostava de me sentar eram próximas à mesa dele. E ainda assim ele me ignorava. Uma lágrima escorreu da minha face. Debrucei na mesa e chorei.

 

*****************

Naquela manhã mesmo, na sala da diretora, ela conversava com alguém.

- Não foi o que combinamos...

- Mas eu precisava vê-la! Já se passaram cinco anos, você tem noção deste tempo todo, Minerva?

- Ela lhe viu, tenho certeza! Quando eu a chamei para apresentá-la ontem à noite, ela estava pálida olhando fixamente para a porta lateral, onde você ficou parado por um bom tempo.

- A noite de ontem foi formidável! É bem emocionante ver a seleção dos alunos novos. Eu não poderia perder... Achei que naquela porta eu não chamaria a atenção...

- Mas foi você que escolheu ficar no anonimato, não fui eu!  Agora ela está usando seus aposentos. Você não foi espioná-la, foi?

O professor desconversa e faz seu último pedido antes de sair.

- Minerva, não vou aguentar mais nenhum dia. Por favor, faça alguma coisa para ela pernoitar novamente no castelo. Hoje o jantar será servido no horário normal, então teremos tempo para conversar com ela. Eu lhe peço, por Merlim!

- Está bem! Pensarei em algum imprevisto para ela ficar esta noite. Mas tem que me prometer que amanhã mesmo você assume suas aulas de Defesa Contra as Artes das Trevas e saia das sombras. Não consigo mais dar conta de tudo por aqui! Mesmo com o vira-tempo já estou no meu limite! A sorte que entraram três professores novos neste ano!

- Obrigado, Minerva! Eu sei que posso contar contigo sempre!

 

Neste momento Hermione bate à porta da diretora.

- Quem é?

- Sou eu Minerva... Hermione! Queria falar com você alguns minutos antes do almoço. Você está ocupada?

Minerva faz sinal para o professor entrar no quarto e aguardar.

- Não, querida... Pode entrar!

- Minerva, é que nem sei como lhe falar isso... Talvez a senhora ache que eu estou ficando louca... mas ontem eu tive a nítida impressão de ter visto o professor Snape na porta lateral do salão principal...

- Ora, Hermione... é claro que você não está louca, minha filha! Deve ser saudades do seu tempo de estudante!

- Mesmo assim... eu tenho quase certeza! Ah! Eu vim buscar a minha credencial para aparatar. Preciso ir embora hoje! Não me senti bem dormindo na cama que era do professor...

- A sim... a sua credencial chegará hoje à tarde, sem falta! Saiba que só bruxos excepcionais recebem esta autorização do ministro.

- Fico lisonjeada! Muito obrigada! Eu tenho só uma dúvida...

- Sim, Hermione?

- Por que as roupas do professor Snape permanecem no closet? Ontem eu usei uma camiseta dele como camisola... Penso que esteja onde ele estiver, não irá se importar!

Minerva olha para a porta do seu quarto e responde a ela:

- Claro que não irá se importar... Já são meio dia, vamos almoçar, Hermione! O salão já deve estar cheio! É tão bom ver as carinhas felizes dos nossos alunos, quando inicia o ano letivo! As saudades que sentimos deles durante o período de férias, tenho um palpite que são recíprocas!

Descemos as escadas até o salão e a Minerva não me respondeu sobre as roupas que permanecem no closet. Eu sabia que tinha algo errado, mas só tive certeza naquele final de tarde, quando meu expediente se encerrou e eu não recebi minha credencial. Estava bastante preocupada. Desta vez ela teria que aparatar comigo até minha casa. Não iria aceitar nenhuma desculpa, eu precisava trocar de roupas e precisava evitar outro berrador do Rony. Ou pior, dormir na masmorra e sentir novamente que estou sendo observada pelo fantasma do Snape!

 

Continua...


Notas Finais


Todos os personagens presentes na fic fazem parte do mundo de Harry Potter e pertencem a J.K.Rowling.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...