História O Fantasma do Teatro - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Romance, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Sasusaku
Visualizações 529
Palavras 1.173
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Obrigada por todos os novos favoritos! Sintam-se bem vindos, leitores novos! E me deem um oi nos comentários, adoro recebê-los!
Boa leitura! ♥

Capítulo 18 - Ato XVIII - Waltz Of The Snowflakes


Fanfic / Fanfiction O Fantasma do Teatro - Capítulo 18 - Ato XVIII - Waltz Of The Snowflakes

Ato XVIII

 

Sakura acordou com o toque gelado de Sasuke em suas bochechas, o que a fez dar um pulo, assustada. O homem de cabelos negros lhe olhou com um semblante um pouco melhor e disse: — Seu telefone. Você deveria atender, Sakura. Está tocando a alguns minutos. - Disse, e saiu do quarto dela.


A rosada sentou na cama e esfregou seus olhos com força. Ainda estava com muito sono. Abriu as cortinas do quarto e sentiu o sol bater em seus olhos verdes quase lhe cegando. Ouviu os passos de Sasuke no corredor e bufou quando o telefone voltou a tocar mais uma vez. Quem quer que fosse, ela não estava de bom humor para conversar. Calçou suas pantufas e andou lentamente até a sala, onde seu telefone amarelo-claro tocava. Sasuke estava na cozinha, aparentemente atarefado em algo. Sakura piscou quando sentiu o aroma de chá passar por ela e se questionou se aquele homem estava cozinhando algo para ela. Pegou o telefone e atendeu.


Era Kakashi.


— Sakura! Eu preciso de sua ajuda. Eu vou conseguir salvar o teatro! - Ele comemorou, animado, e Sakura sentiu uma alegria quentinha em seu peito. Seus olhos verdes brilharam por alguns segundos enquanto ouvia seu chefe contando o que houve.


— Oh, vão doar pro teatro? Isso é ótimo! Quando poderemos voltar para o ensaio? E.. você precisa da minha ajuda pra que? - Engoliu em seco quando questionou isso. Algo lhe dizia que não estava tudo certo por ali, mas talvez fosse apenas um pressentimento bobo. Passou sua mão esquerda em seus cabelos rosas, tentando perder um pouco da tensão enquanto Sasuke passava por ela com uma xícara de chá e se sentava com as pernas cruzadas no sofá, lhe observando, curioso.


— Aparentemente a empresa que vai dar o dinheiro pra nos ajudar vai fazer uma festa enorme de imprensa neste domingo. E pediram para que você fosse lá, como uma convidada especial. O homem também disse que tens a oportunidade de levar mais um convidado. Se quiser me levar.. eu aceito. Adoro jantares chiques. - Kakashi se auto convidou mas Sakura já estava encarando Sasuke com seus ferozes olhos verdes. O pianista arqueava a sobrancelha desconfiado enquanto tomava longos goles de seu chá.


— Isso seria ótimo! Talvez me ajude na minha carreira. Diga a eles que aceito! Mas.. sobre levar alguém.. na verdade, pensei em Sasuke. - A rosada falou e ouviu o suspiro triste de Kakashi do outro lado da linha. Ele realmente estava a fim de experimentar caviar e coisas caras que ele apenas observava nas revistas de alta elite.


Sasuke ouviu Sakura falar seu nome e questionou: — Me levar onde, Sakura? - Ele perguntou rapidamente, um pouco indignado, afinal, não havia concordado em ir para lugar algum. A rosada fez um sinal com seu indicador para que ele ficasse quieto enquanto terminava de falar com Kakashi e ele a fuzilou com seus olhos negros.


Depois de longos minutos encarando os quadros e as decorações da casa de Sakura, aquela mulher finalmente colocou o telefone novamente no gancho, e saiu saltitante até onde Sasuke estava, atirando se em seu colo. Ele resmungou quando sentiu o peso da mulher nele e ergueu a mão direita na qual segurava a xícara que já estava vazia. Sakura realmente não tinha noção de perigo.


— O que foi? - Sasuke lhe questionou enquanto Sakura fitava suas orbes negras alegremente, sorrindo como uma criança.


— Nós temos um compromisso este domingo, Sasuke.


— Nós? - Ele arqueou sua sobrancelha novamente. Não estava gostando de onde aquela conversa ia parar.


— Sim. Vamos conseguir salvar o teatro se formos em um jantar de gente famosa.


— A requisitada não é só você? Eu não sou famoso. E eu não gosto de pessoas, Sakura. - Sasuke disse enquanto tentava não parecer rude com a garota que estava em seu colo. Ela encarou-o e lhe sorriu novamente. Tocou no rosto de Sasuke e fez carinho em sua bochecha. — Vai ser legal. Me acompanha, por favor. Quero que você cuide de mim.


Sasuke não sabia cuidar nem de si mesmo, imagine de uma mulher tão desastrada quanto Sakura. No entanto, ao ver seus olhos verdes brilhando em excitação, não conseguiu fazer outra coisa a não ser assentir com a cabeça.


Alguns minutos após decidir que Sasuke iria com ela, a rosada foi até a cozinha para descobrir que o pianista havia preparado um chá para ela, mas que ela enrolou tanto para conversar com ele que já estava frio. Sakura tomou mesmo assim, tentando não fazer desfeita com Sasuke, e logo após isso, correu para seu quarto na tentativa de arrumar sua mala.


Sasuke não tinha muito o que levar. Sua casa fora literalmente queimada. Ele não tinha nada além da roupa do corpo e Sakura acabou ligando para Naruto na tentativa de pedir emprestado algumas roupas com a promessa de que lhe devolveria logo que voltassem da viagem para Tóquio. Ela iria comprar algumas roupas para Sasuke quando estivessem lá.


Assim que Naruto chegou na casa da rosada, ela pegou as roupas e lhe chamou para entrar. Mas, para sua surpresa, Hinata estava logo atrás dele, com as bochechas coradas. Sakura queria questionar o que eles estavam fazendo juntos, mas agradeceu e Naruto saiu com pressa de mãos dadas com a morena. Aparentemente, todo mundo estava com pressa naquele dia. E eles também.


Socou as roupas que faltava dentro de sua mala, e Sasuke já lhe esperava de braços cruzados na sala, com a outra mala arrumada perfeitamente. — Você precisa de ajuda? - Sasuke apontou para a mala de Sakura que não queria fechar e parecia capaz de explodir a qualquer momento mas ela bufou indignada e fez que não com a cabeça.


Pelo que Kakashi havia lhe falado, já estavam com tudo pago. Passagens de trem e hotel. Sakura estava ansiosa para ficar em um hotel luxuoso com tudo pago para ambos. Conheceria o luxo pela primeira vez em sua vida. Chamou o táxi e esperou que chegasse, para que ela e Sasuke fossem deixados na estação.


O dia permanecia congelante, e, enquanto ela se acomodava num dos bancos do trem e Sasuke sentava-se ao seu lado, quieto e impenetrável, ela observava a janela. Colocou sua mão na perna de Sasuke na expectativa de que ele a pegasse. O homem de cabelos negros entendeu e entrelaçou sua mão com a dela. Sakura sorriu alegre enquanto Sasuke permanecia com seu semblante de desconfiança e preocupação.


— Vai ficar tudo bem se você ficar do meu lado. - Ela disse, simples, tentando acalmá-lo, enquanto Sasuke sentia-se cada vez mais desconfortável com a ideia de sair da cidade onde ficou por tantos anos.


Sakura colocou seus fones enquanto Sasuke pegava uma revista que estava no banco para ler, tentando fingir interesse para que sua ansiedade passasse. O pianista não queria conversa naquele momento e ela resolveu respeitá-lo.


Enquanto flocos de neve caiam com delicadeza e deixavam as janelas do trem embaçadas, Sakura fitava as janelas apreciando a Valsa dos Flocos de Neve¹. Em algumas horas, estariam em Tóquio.

 


Notas Finais


Tchaikovsky, Valsa dos Flocos de Neve: https://www.youtube.com/watch?v=GS_gumNLHhM
O que acharam? uuu~
O que será que Itachi pretende? E Sasori, onde está? Saberemos isso nos próximos capítulos. UHASDAHIDU
Comentem pra eu saber o que estão achando. ♥
Tentarei postar o próximo amanhã. E sou muito grata por todos os comentários de vocês!
Beijo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...