História O filho da empregada - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Tags Filha Da Patroa
Visualizações 130
Palavras 1.059
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Poesias
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nessa capitulo daphine se morde de ciumes gentem

Capítulo 8 - Ciumes


Fanfic / Fanfiction O filho da empregada - Capítulo 8 - Ciumes

     Jà havia anoitecido na fazenda, por volta das 7 da noite, bruno estava no quarto se arrumando pra se encontrar com clara, bruno pensando, nossa como vou consequir olhar pra clara ou beijar ela se não consigo nem para de pensar na daphine, nos seus beijos nos seus carinhos,eu queria mais não consigo parar de pensar nela, serà q estou apaixonadooo por ela, não isso não pode ser e coisa da minha, vou sair com a clara vou beijar e quem sabe fazer um sexo gostoso, se bem q não vai ser igual se fosse com a daphine, para brunooo ta loucooo, essa garota não e pra vc, alem de louca e filha do patrão e da patroa, è querendo ou não eu só sou o filho da empregada, bufou e caiu na cama.

 

Daphine no outro quarto, tomou um banho e ia sair com uma amiga pra uma festa na cidade, colocou um vestido preto de renda com mangas cumpridas, bem justo e um sapato alto fino, com os cabelos soltos e uma maquiagem de leve, pegou sua bolsa e saiu pra encontrar com sua amiga na festa.

 

     Bruno tbm saiu e foi buscar clara na casa dela, chegando na casa de clara bruno bate na porta e clara abre toda sorridente, oi amor e correu pra beijar bruno, q deu somente um selinho nela, clara achou estranho e perguntou o q ouvi bruno, aconteceu alguma coisa, è è não, não, não aconteceu nada ,ja ta pronta quero te levar na festa q ta rolando na cidade, hum adorei vamos jà tou pronta,e seguiram pra festa.

 

         Daphine em seus pensamentos, nossa pq mais pq não consigo tirar o bruno da minha cabeca, minha vontade è de encher ele de beijo, ai q saudades do beijo dele,ai não preciso sair pra tirar esses pensamentos da minha cabeca, vou na festa da cidade assim encontro a geovana là e me divirto um pouco e paro com esses pensamentoss.

       Daphine chega na festa e encontra geovana e as duas vão pra pista de danca e comecar a arrazar na pista e dão um show.

       Bruno e clara entra na festa e clara fala, AI não essa garota se achando, olha brunooo a oferecida falou clara rindoo e bruno olhava daphine hipinotizadoo, pensamento de brunooo, daphinee como ela esta lindasss não podia ser mais perfeita e foi tirado dos pensamentos por clara, terra chamando brunooo ta me ouvindooo, oi clara o q foi, vem bruno vamos danca..

        Bruno e clara fora pra pista de danca onde estavam daphine e geovana dancando e tbm comecaram a danca, porem clara agarrada no pescoso de bruno cheirando e e abracandoo e se esfregandoo nele.

          Daphine em seus pensamentos, estava dancando junto com a geovana quandoo derrepente aparece o brunoo com a clara dancando, ela se esfregava nele o agarrando e cheirando ele, vira pra geovana e falei ta vendo a clara maior oferecida, olha ela se esfregando no brunoooo, geovana falou, ai daphine e normal ela e namorada dele o q tem de mau disso.

 

        Daphine ja estava se irritando vendo aquela cena, quando clara agarra bruno pelo pescoso e tasca um beijão nele de tirar o folego e derrepente clara puxa bruno pra uma  salinha da festa q estava vazia e daphine se mordendo de raiva, olhou pra geovana, vc VIU eles foram pra salinha o q sera q tão fazendo là fala daphine pra geovana, daphine para de coisa eles vão namorar ue ou o q vc acha q vai acontecer la não adivinha, não, Não isso não pode acontecer gritouuu daphine aos berros, geovana se assustou com o grito dela e falou o q foi daphine vc não ta com ciumes do bruno não ta, eu ë eu claro q nao ta louca, mais eu vou la, aqui e uma festa não. E lugar pra isso, daphine, daphine volta aqui falou geovana em vão.

 

 

    Bruno estava dancando com a clara derrepente ele comeca a me agarrar e me da um beijão e depois me puxa pra uma salinha onde não tinha miquem, confesso q não tava afim pq estava com a daphine na cabeca, mais precisava esquecer ela e resolvir esquecer ela com a clara, fui deixando a clara fazer o q quizesse, ela tirou minha camisa, e tirou seu vestido, ficou sò de calcinha e sutiã, e comecou a tirar minha calca me deixando somente de cueca, e beijando meu peitoral, quando clara me beijava eu lembrava de daphine me beijando e foi me dando um tesão, clara se afastou um pouco eu vi a cena da daphine naquela noite tirando o sutiã, e mordi o labio so de lembrar, clara tirou o sutiã e a calcinha e ficou nua na minha frente, e veio pra me beijar eu ainda estava vendo a daphine na clara e puxei ela pra junto de mim e tasquei um beijão nela, q depois desceu e foi beijando minha barriga e descendo e tirando minha cueca, e abocanhando meu instrumento, foi quando eu gemi e falei altoooo ISSO DAPHINE, ISSO DAPHINE, foi quando clara deu um gritoooo q me assustei O Q BRUNO NÃO TO acreditando q vc me chamou de DAPHINE, foi ai q acorde e vi estava ali com a clara e não com a daphine, me responde brunoo, vc ta doida clara não falei esse nome nada, falou sim não sou surda, ela colocou sua roupas e saiu dali furiosa, e eu coloquei a mão na cabeca e bufei de raiva, não acredito q pensei na daphine, coloquei minha roupa e fui embora tentando entender o q tinha acontecido.

 

       Daphine foi atè a salinha viu na hora q clara tirava a camisa de brunooo, e seus olhos comecaram a encher de agua,depois viu clara beijar o corpo do bruno,  e tirar o sutiã e a calcinha e ficar nua na frente dele, e bruno a puxou pra perto dele e deu um beijão nela q depois ela voltou a beijao o corpo de bruno novamente e descene descendo, daphine ja chorava muito agachada no chão, e viu ela tirar a cueca de bruno e abocanhar o instrumento dele e falou pra si msm chega não tenho mais nada pra fazer aqui e sair correndo q nem um furacão chorando muitooo, e não deu tempo dela ouvir bruno chamar clara de daphine...

 

 

 

 

Continuaaa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...