História O Filho da Minha Madrasta - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo 5 - Hospital


Zoe

Horas Depois

Eu abro os olhos lentamente, olho para o lado e vejo Caio.  Ele estava sentado em uma poltrona dormindo. Reviro os olhos.

- Não faz nem 24 horas que nossos pais saíram e você conseguiu colocar fogo na merda da cozinha.

Okay, ele não estava dormindo.

Tossi.

- Você está fazendo drama.-Falou Caio se levantando e cruzando os braços na minha frente.

- Eu te odeio! - Digo.

Ele se aproxima e aponta o dedo no meu rosto.

- Eu só não te deixei lá, porque iria acabar sobrando pra mim. E a próxima vez que quiser comer me avisa porra! - Caio falou.

-A, jura? Eu nem sabia! -Irônica.

Ele bufou.

-Vai a merda garota!

-SEU MAU EDUCADO! - Vejo Caio saindo da sala do hospital. Ele é tão babaca.

Bufo.

1 Dia Depois

Eu finalmente ganhei alta.

Eu estava descendo de elevador pro andar de baixo.

O médico tinha falado que eu tinha tido um ataque de asma. Eu poderia ter morrido. Mas não morri.

Saindo do hospital vejo Caio estacionando o carro. Tinha alguns amigos dele dentro do carro.

Eu mereço.

Entrei dentro do carro.

-Oie baixinha, então você é a irmã birrenta? - Disse um garoto com cabelos morenos.

Birrenta? Era isso que o Caio falava de mim pros amigos dele?

- Meu nome é Alex, prazer, aquele ali da frente é o Zack e essa aqui é a Melanie. 

Melanie era loira, tinha piercing na cara e parecia uma garota mimada, só pelo fato de ter feito careta pra mim.

Mas não podemos julgar a capa pelo livro né? Ou o livro pela capa? Tanto faz.

-Prazer o meu nome é Zoe.

Meu nome era Zoe Bell, o meu nome era mais bizarro que o meu primeiro nome. Pra falar a verdade eu odeio o meu sobrenome. Não combina nada comigo.

-Ela é bonita - Disse Zack.

Zack era loiro de olhos azuis, enquanto eu tinha apenas meus olhos cor de mel e meu cabelo castanho claro.

Caio não era tão ao contrário de mim, seus olhos negros chamavam bastante atenção também, assim como os seus cabelos pretos que pareciam pintados.

Branco de neve.

-Muito obrigada. - Respondo.

Chegando em casa vou direto ao meu quarto. Eu acho que peguei trauma de fogo. Agora eu só quero dormir e não acordar nunca mais. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...