História O filho da minha madrasta - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Álcool, Amizade, Badboy, Briga, Bullying, Comedia, Escolar, Felicidade, Festa, Fofa, Inocencia, Irmãos, Kpop, Personagens Originais, Romance, Tristeza, Violencia
Visualizações 335
Palavras 1.078
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero q gostem! pros q n leram!

Capítulo 41 - Presente surpresa!


P.O.V Zoe:

Minutos depois:

-E ai...

-EAI OQUE?-Eu grito.

-Você ficou pelada na minha frente.

Meu rosto fica vermelho, meu coração para ( pelo menos é o que eu queria naquele momento), e minha boca fica aberta até que eu...

-AAAAAAAAH!

-Zo-Zoe  es-espera não grita não.

-AAAAAAAH!

Caio tampa a minha boca com muita rapidez.

-Não grita, olha eu nem reparei no seus seios...Apesar de serem lindos!

Eu tiro as suas mãos de minha boca e empurro Caio com muita força na cama, e monto em cima dele e começo a dar muitos tapas.

-Seu babaca, idiota, babaca...

-Você já falou isso Zoe...

-Nossa...Caio, mano você é um grande babaca, seu merd...

-Olha a boca!

-Olha a boca? Seu babaca!

-Não se esqueça que em alguns meses eu já vou fazer 20 então eu ainda continuo sendo o mais velho. –Ele fala olhando pra mim.

-O mais velho? O MAIS VELHO! VOCÊ AINDA CONTINUA COM ESSE NEGÓCIO DE VELHICE!

-Sim...Ei espera eu não sou velho.

-Você é um safado, tarado, pegador, idiota, babaca –Eu falava cada palavra dando vários tapas em Caio.

-Estranho porque você gosta muito desse garoto horrível que você está citando né? –Ele fala me puxando pelo braço e ficando em cima de mim.

-Saí de cima de mim!

-A qual é tampinha, o seu corpo é lindo!

Eu sinto o meu rosto corar totalmente,  só de pensar que eu tirei a roupa na frente de todos e depois que cheguei em casa fiquei mega nua na frente de Caio me deixa com mais vergonha ainda!

-Eu juro, eu juro que quando eu achar aquele tal de Filipe eu mato o desgraçado, e você senhor Caio, VOCÊ ESTÁ NA MINHA MÃO!

-Eu estou é? –Ele falava fazendo aquele sorrisinho diabólico que por incrível que não pareça fazia 1 ano que eu não via.

-Tá!

Ele se aproxima do meu rosto começando  roçar em meu nariz fazendo eu me arrepiar.

-Não começa com os seus charminhos de bad boy ok? Suas técnicas falharam não funcionam mais comigo.- Eu falo com olhos fechado, FILHO DE UMA BOA MADRASTA! Como ele ainda consegue me deixar sem jeito? E com vontades de fazer coisas inapropriadas, sim ele me deixa deste jeito! E isso me deixa irritada por que eu não era desse jeito!

Ele da uma leve risada e começa a beijar o meu pescoço.

-Caio é sério para!

Ele não falava nada só ficava beijando o meu pescoço, por mais que eu quisesse sair o pilantra trancou os meus braços contra a cama. O seus beijos faziam o meu corpo se arrepiar totalmente. E sem querer deixo um gemido escapar de minha boca.

-Caio...Para –Eu tentava falar entre os beijos.

A sua boca estava em meu pescoço sem desgrudar uma só se quer vez. Filho da mãe! Ele sabia que o pescoço era o meu ponto fraco! Eu comecei a balançar a cabeça com muita rapidez pra ver se ele parava, mais ele segura a minha cabeça com as suas duas mãos e gruda os nossos lábios fazendo eu parar de me remexer. A nossa boca implorava cada vez mais uma pela outra, a sua língua fazia movimentos circulares, e o ar estava começando a tomar conta da gente.Até que os beijos passam a ficar mais lento, e o Caio para.

-Melhor a gente descer –Ele fala ofegante e com uma cara de decepcionado e bravo com algo.

-Oque eu fiz? –Eu pergunto pra mim mesma nos meus pensamentos em quanto balançava  a minha cabeça devido a minha duvida e quando eu olho pra calça do Caio eu abro a boca.

Ele vira e sai do quarto, me deixando ali pensando no que eu acabei de ver.

-Eu deixei ele assim?-Eu pergunto pra mim mesma, eu sinto o meu rosto corar...Só foi um beijo, não era pra tanto.

Eu balanço a cabeça e começo a caminhar em direção as escadas, todos estavam na sala e a mesa já tinha sido retirada.

-Onde estavam?

Caio olha pra mim, percebi que a sua camiseta estava mais baixa pra esconder um certo volume de algo. Eu dou uma risada com essa situação.

-Oque está rindo.

-Nada Olivia.

-Eu estava conversando sobre o presente de aniversário dela, eu ainda não comprei nada. -Fala Caio, mentiroso!

-Não precisa Caio! Já está bom do jeito que está. –Menti.

Eu falo descendo o ultimo degrau.

-Na verdade...Não.-ele fala olhando pra mim.

Eu faço uma cara de confusa, e ele vem em minha direção e puxa a minha mão.

Ele me coloca no centro da sala e se ajoelha.

Eta aquilo estava me assustando.

-Já completou 3 anos que a gente está junto, a 3 anos eu estava aturando a sua fofura e inocência. -Em seguida todos riem e eu também –Mas mesmo com esse jeitinho do mundo da Zoe, eu amo essa menina louquinha. –Eu dou uma risada de lado e ele também – Mas por mais que você esteja a 1 centímetro longe de mim eu sempre vou querer você colada comigo! Apesar de eu ter tido muitas namoradas no passado, você foi a única que realmente  mexeu comigo, que fez o meu coração bater mais rápido quando eu estava perto de você, que me fez morrer de ciúmes quando algum cara tentava te tocar, e foi você quem me fazia se sentir um completo babaca quando  a gente discutia. Você tirou aquela cor preta que tinha na minha vida e a fez tornar colorida quando te conheci, eu te amo Zoe! E me sinto um tremendo idiota de nunca ter comprado um anel de compromisso pra você.

Gotas já estava caindo de meu rosto.

Caio tirou uma caixinha com um anel dentro, até parecia que ele iria me pedir em casamento!

Ele se levantou e pegou em minha mão tremula, todos estavam olhando com um sorriso no rosto, Olivia chorava mais que eu vovó nem piscava direito por causa da emoção. Caio colocou o anel de compromisso que nele estavam gravado os nossos nomes.

-Te amo!

-Te amo!

Em seguida ele me da um selinho longo, e um abraço. Em seguida todos riem.

-QUE FOFO!-Grita Mia. -e em seguida todos batem palmas.

Eu estava com um sorriso enorme no rosto, apesar de um anel que eu amei muito, o que realmente mostrava o nosso amor era o quanto a gente gostava um do outro.

-Se isso já impressionou não quero nem ver o casamento, vou fazer um titanic -Disse vovó fazendo todos rirem.

Continua...


Notas Finais


bjsss gente e deixem suas opiniões!!! e coitados pro q acharam q eram cap novo kkkk desculpa amores!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...