1. Spirit Fanfics >
  2. O filho de all might >
  3. Capitulo seis.

História O filho de all might - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ◇

Capítulo 6 - Capitulo seis.



[Sem revisão]


Haru acordou sentindo um peso sobre seu torax,abriu os olhos tentando se acustumar com a lumimosidade,segundos depois tentou levantar oque foi impossivel pois havia algo o impedindo,assim que haru abaixou seu olhar viu bakugou abraçado em sua cintura de uma maneira bem possesiva e midoriya dormindo tranquilo sobre seu torax,antes de haru pensar em qualquer coisa a porta do quarto foi aberta revelando sua tia inko os olhando em silêncio,haru cochichou.


    –tia inko,pega meu celular e tira uma foto.–inko deu uma risada abafada pela sua mão e pegou o celular de haru que estava na escrivaninha perto da porta,tirou algumas fotos onde haru fingia ainda estar dormindo e outras com haru abraçando midoriya e bakugou.

Depois disso haru deu um leve empurrão em midoriya e tirou com cuidado bakugou de sua cintura para nenhum dos dois acordarem,inko foi para cozinha terminar o café da manhã,ja haru continuou no quarto,tirou algumas outras fotos das criaturas perfeitas na cama e depois desceu para cozinha,enquanto haru tomava café algumas lembranças vinham a sua mente.

××flash back××

Midoriya e bakugou estava sentados na cama fazendo carinho nós pés de haru que ficava apenas aproveitando do cuidado que recebia.

Depois disso ambos os dois "massagistas" começaram a cantar e dançar que nem idiotas,haru pegou o celular e começou a gravar.

××Flash back off××

Haru olhava os diversos vídeos em seu celular,havia videos deles dançando e cantando,conversando e até um video de midoriya chorando porque bakugou mordeu haru no ombro.

Aquele video era maravilhoso,midoriya chorando que nem louco pela mordida que haru tinha recebido,enquanto bakugou e midoriya brigavam,haru deixou seu celular gravando tudo na escrivaninha e começou a girar em volta de midoriya e bakugou enquanto falava "calma eu namoro com vocês dois".

Haru olhou aquele video incrédulo,como era possivel isso tudo ter acontecido,o video acabou e não havia outros além desse.

Ele levou sua caneca com café até sua boca e tomou um gole,o amargo do café dominou,haru fez uma careta ele odiava coisas muito amargas e por conta de sua atenção nos videos ele esqueceu de colocar açúcar no café.

O moreno largou sua caneca na mesa e levantou indo até a sala,sentando no sofá e colocando como tela de bloqueio a foto que ele tirou de midoriya dormindo e como tela de início a de bakugou.

Haru não entendia o porque mas seeu coração parecia se acalmar com aquelas fotos ea sensação de proteção que ele tinha perto daqueles dois,haru foi até a escada e subiu para o quarto de midoriya e assim que abriu a porta viu bakugou em cima do izuko quase o acertando um soco,todos petrificaram se olhando com gotas na cabeça.

Por algum motivo haru se remoia de vontade de correr até aquela cama e abraçar aqueles dois garotos,suspirou e repassou todo seus planos,fechou a porta atrás de si e andou até o armário de midoriya pagando um moletom e dizendo um rápido e quase em susurro "tchau"

××algumas horas depois××

Haru já havia chegado em sua casa e estava meio cansado,ele não estava muito avontade,procurou pela casa inteira e não achou seu pai,suspirou e olhou pela janela tentando pensar em todas as vezes que ele pensou em que talvez isso tudo fosse uma pequena ilusão criada por ele,se ele fosse menos egoísta ele conseguisse tudo que tanto quer.

Suspirou e se jogou na cama,ele sabia que se quissese ficar mais forte teria que deixar seu medo de lado e explorar sua quirik mas não faria isso sozinho.

××quarta de manhã××

Haru girou na cama e resmungou inúmeros xingamentos sobre o despertador que tocava as seis horas da manhã,haru tentou girar para desligar o aparelho e acabou caindo da mesma.

   –CARALHO!–haru esbravejou enquanto olhava para o teto.–estou acordado caramba.–antes de haru levantar a porta de seu pai foi aberta,all migth parecia um pouco alterado.

   –ta tudo bem Raibi?–all mighth olhou para haru no chão e lembrou da mania que seu filho tinha de desligar o despertador ainda deitado,ele logo saiu do quarto deixando haru com uma gota na cabeça.

Haru suspirou e levantou indo para o banheiro fazendo suas higiênes matinais,enquanto comia seu sucrilhos mandou uma mensagem para midoriya.

Izu-chan–Raibi vamos logo se não vamos nós atrasar.

Haru-chan–sério que vai me chamar assim agora?

Izu-chan–lógico,se você realmente vai fazer oque me disse,vou sim te chamar assim apartir de agora,estou tão ANIMADO😝

Haru-chan–você ainda usa emoj mds em izu.

Izu-chan–para de reclamar e vai se arrumar porque hoje vai ser um GRANDE DIA!!!!!!💕🤗

Haru sorriu ao ler a mensagem e ver o quão patético era o jeito que midoriya escrevia,terminou rapidamente seu café e foi escovar os dentes,haru havia planejado contar a seus colegas sobre sua indivualidade hoje,motivo? Ele tem que treinar ela e seria bem dificil manter ela um segredo enquanto a treina na acamdemia,além que se os outros souberem seria mais fácil para ele aperfeiçoar sua quirik.


××quebra de tempo××

Haru suspirou e entrou na sala,olhou para seus colegas que estavam sentados olhando para ele sem entender nada,era claro que estariam sem entender nada,derrepente uma aula é "adiada"para que fosse explicado algo sério a eles e até ao professor e do nada quem entra é um aluno e não o diretor,até eu ficaria confuso.

Me aproximei do quadro e suspirei mais uma vez,isso esta virando uma mania insuportável porém viciante peguei um giz e escrevi no quadro "esclarecendo uma dívida" infantil?sim mas eles são crianças praticamente então é melhor explicar assim.

  –na verdade eu menti pra vocês e eu tenho uma quirik que se chama previsão.–haru se virou olhando o rosto de todos da sala que pareciam surpresos.–perguntas?

Derrepente todos começaram a falar juntos fazendo haru ficar irritado e gritar assustando a todos.

    –calem aa boca CARALHO–como sempre o grito foi seguido de um palavrão.–um de cada vez caramba...–haru falou suspirando e olhando para mina que parecia quase louca de vontade de gritar sua pergunta.

   –Ta mas porquê você não nós falou antes? –muna falou bem rápido procurando respostas sozinha.

  –eu odeio minha indivualidade,tentei ao máximo ignorar a existencia dela porquê...isso não interresa.–o silêncio tomou a sala e foi notável para todos a raiva e tristeza misturadas de haru,ele bateu a mão no quadro assustando todos ali,saiu da sala batendo a porta.


"Porque mina me lembrou disso" haru se perguntava enquanto corria sem destino algum.


O fato de que eu já devia ter superado tudo isso e não conseguir me irrita,porquê eu não posso ignorar essa dor porque ele me machuca tanto caramba,já faz 1 ano que ele estava destinado a ganhar o poder de seu pai mas isso ainda machuca tanto porque.

Haru parou de correr quando chegou na saida da académica e se sentou encostado em uma parede escondida e começou a chorar,o coração dele doia tudo que ele mais queria era parar de odiar tanto midoriya,ele sabia que Midoriya não era culpado mas doia tanto não poder viver a vida que ele tanto queria,doia tanto lembrar das vezes antes dele conhecer midoriya,das vezes que ele sonhou que recebia o poder de seu pai,das vezes que previu que quando entrasse na 1-A faria amizade com o bakusquad,ele e mina sairiam para o shopping e que ele se apaixonaria por algum garoto da turma no qual ficariam juntos.

Haru odiava tudo que ele sentia,ele tinha ódio de si mesmo pelo seu egoismo de querer ter novamente aquele futuro que ele nunca mais teria ele só queria fugir de todos eles e gritar,xingar tudo e todos com inúmeros xingamentos de baixo calão e toda aquela merda que ele ouvia adultos falarem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...