1. Spirit Fanfics >
  2. O filho de Auradon- Yoonmin >
  3. Capítulo 7- Confissões

História O filho de Auradon- Yoonmin - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Depois de muito tempo voltei. Devo pedir desculpas pela demora, com o início do Ensino Médio e a minha formatura do jazz não tive muito tempo para escrever, por isso o capítulo demorou para sair. Prometo não demorar tanto para o próximo!
Boa leitura :)

Capítulo 8 - Capítulo 7- Confissões


Fanfic / Fanfiction O filho de Auradon- Yoonmin - Capítulo 8 - Capítulo 7- Confissões

Era Jimin ali. Abraçado com uma garota. Yoongi não sabia o que poderia fazer, por isso correu, antes que Jimin, notando sua presença ali acabasse questionando o que ele fazia no local, o que aconteceu, e sem receber resposta do príncipe da Ilha, Jimin ficou para trás totalmente confuso. 

                        ♤◇

            

                         Yoongi 

                [Príncipe da Ilha]

Era Jimin ali. Abraçado com uma garota. Yoongi não sabia o que poderia fazer, por isso correu, antes que Jimin,notando sua presença ali acabasse questionando o que ele fazia no local, o que aconteceu, e sem receber resposta do príncipe da Ilha, Jimin ficou para trás totalmente confuso.

 -Yoon… Ei baixinho, olha para mim! - Hoseok pegou o rosto de Yoongi e ficou encarando-o. O olhar do Min ia para todos os lados, menos no rosto do Jung. Preocupado com o que poderia acontecer, Hoseok beijou Yoongi, conseguindo por fim, que ele o analisasse. A cor de seus olhos voltaram ao normal.

- M-me d-desculpa Hobi… Eu te machuquei? Se tiver feito isso eu nunca vou me perdoar, solzinho. - Hoseok abraçou Yoongi, que acabou em lágrimas, agarrado em sua blusa.

- Você não me machucou baixinho, está tudo bem. - Hoseok o acalmava, fazendo carinho em seus fios pretos.

- Vamos pro quarto… você precisa tomar um banho e descansar por um momento. Vem. - Assim, os dois seguiram para o quarto.

Depois de alguns minutos andando, os dois chegaram ao quarto, Hoseok deixou que Yoongi se sentasse no sofá, enquanto ele preparava um chá, para o amigo.


- Eu não acredito que fiquei desse jeito... Realmente espero que eu não tenha machucado ninguém, nunca me perdoaria. 

- Está tudo bem, baixinho... Esqueça isso por hora. Tente descansar para o jantar de hoje à noite. - Hoseok entregou uma xícara com chá de camomila para Yoongi. 

- Eu nem sei se vou conseguir ir a esse jantar sem surtar, Hobi. Bem que a gente podia fingir estar juntos para eu poder ver se o Jimin terá alguma reação. Quero ter uma prova de que ele sente algo, porque se for para eu sofrer, que seja rápido. - disse um pouco dramático. - Quem sabe o Jin não te dê bola também.

- Bom, se formos pensar por esse lado... Acho que podemos fazer isso, sim. Só não se apaixone, baby. - falou e recebeu um peteleco na testa como reprovação por sua ousadia, mas acabou caindo na risada pela reação do amigo, mesmo exibindo uma expressão de dor.

                            //

Era fim de tarde quando Jungkook chegou ao quarto, aparentemente mais feliz do que o normal, o que foi notado por Yoongi e Hoseok, que se olharam, rindo.

- O que você fez para estar com essa carinha de apaixonado, Kookie? - Com um sorriso malicioso, Jung perguntou. 

- Eu beijei o Tae, e nos dormimos juntos. Depois você me mandou mensagem e eu vim para cá correndo.

- Como assim você dormiu com Taehyung? Não vai me dizer que voc- Antes que Yoongi terminasse sua frase, foi interrompido.

- Não fizemos nada, apenas dormimos na mesma cama, abraçadinhos. - Com um grande sorriso no rosto, Jungkook o respondeu.

- Que fofos! Devemos criar um nome para o casal. -Hoseok parecia pensativo. - Que tal Taekook? Juntamos o seu nome e o dele. 

Percebendo que eles começaram uma discussão quanto ao nome do casal, Min se levantou, chamando a atenção dos dois sentados no sofá a sua frente.


- Podemos descobrir informações sobre a varinha agora que você está com o principezinho. Eu não vou envolver o Tae nisso, sem chance. 

- Então já que você não quer fazer essa parte, pelo menos nos ajude a fingir que estamos juntos. Se o seu namoradinho perguntar, você diz que estamos namorando. -Yoongi olhou o acastanhado com um sorriso sugestivo.

- Você quer que eu minta para o Taehyung? É isso mesmo que eu 'tô ouvindo? 

- Não seria uma mentira, você iria apenas omitir a verdade. Precisamos daquela varinha estúpida e descobrir se o Jimin sente algo por mim mesmo. 

- Verdade Gguk, precisamos da varinha e descobrir isso do Jimin. Ajuda a gente, por favorzinho. - Hoseok se apoiava no acastanhado, fazendo um grande bico para tentar convencê-lo.

- O que eu não faço por vocês, hum? Vou ajudá-los dessa vez. Só tome cuidado para não machucar os sentimentos do Jimin nessa história toda. - Como agradecimento, Jeon foi abraçado por Hoseok, que deu um beijo em sua testa. 

- Vocês são dois manés! -Envergonhado, Jungkook se levantou e entrou no banheiro, mostrando a língua antes de fechar a porta.

-Ele parece uma criança de vez em quando. - Yoongi se sentou no sofá novamente, rindo.

- Parece mesmo. Nossa eterna criança. 

                             ♡


Depois de sua última aula com a fada madrinha, Taehyung seguiu até o castelo de Jimin, para que eles pudessem se arrumar juntos. A biblioteca não ficava muito longe do Palácio, por isso o acastanhado andou por poucos minutos. Ao chegar, não foi preciso o aviso de sua chegada pois  todos que trabalhavam para a família Park conheciam Kim, que desde de pequeno passava muito tempo com Jimin dentro do local. Como combinado, os dois se encontraram na enorme sala de estar, onde Jimin tocava em seu glamuroso piano branco. Sem querer interromper a linda música, Taehyung apenas se sentou ao lado do amigo, continuando a melodia que tanto tocou com o loiro. Jimin sorriu com o ato. Ao finalizarem a última parte, Jimin deitou no ombro do Kim, suspirando. 

- O que houve Chim? - Taehyung acariciava os fios loiros para poder dar um pequeno empurrãozinho no amigo a contar o que houve para si. 

- Hoje a Soo-ah chegou de sua viagem, mamãe avisou a ela que eu estava na biblioteca e ela veio até mim. Estávamos colocando o papo em dia, ela estava contando todas as novidades a mim, e eu contei  sobre os novos moradores, e acabei lembrando do Yoongi. - Taehyung notou que Jimin ficou triste após falar sobre o Príncipe da Ilha.

- Por que você está assim então? Não foi uma boa notícia os três estarem aqui agora? - Kim falava calmamente, buscando chegar no ponto onde ele queria.

- Claro que sim Tetê, mas eu acho que o problema não é esse… eu acho que eu estou criando sentimentos que não deveria pelo Min Yoongi. Ele me encantou de uma forma tão rápida, eu não sei como isso pôde acontecer. - Jimin levantou sua cabeça do ombro do amigo, o olhando nos olhos.

- Se eu te dizer que eu tenho esse mesmo sentimento pelo Kookie você acreditaria? - A surpresa de Jimin com a revelação do amigo foi nítida.

- Como assim Kookie? O que eu perdi? 

- Você provavelmente notou que nós sumimos em um momento da festa… a gente se beijou. - Foi possível notar as bochechas do Kim tomarem um tom rosado após sua fala. Ele estava envergonhado.

- Eu sabia que havia acontecido algo! Sua cara de bobo hoje de manhã foi bastante estranho. Então, agora vocês estão juntos? 

- Estamos nos conhecendo. Eu levei ele no meu lugar secreto Chim! Eu acho que estou apaixonado. - Agora Taehyung é quem estava deitado no ombro de Jimin, sorrindo bobamente.

- Sabe o que foi mais estranho? Ao contar sobre ele eu fiquei um pouco chateado, então a Soo me abraçou, e foi quando notei a presença do Yoongi ao lado de uma das prateleiras. Antes que eu pudesse sequer perguntar o motivo dele estar ali, ele apenas saiu correndo. Estou muito confuso. - Jimin suspirou mais uma vez. 

- Será que ele achou que vocês estavam juntos? Se for isso, a gente pode falar com ele no jantar hoje a noite para descobrir. 

- É uma boa ideia? Eu não quero parecer intrometido. 

- Você não vai, pode ficar tranquilo. Agora vamos, temos um jantar para comparecer, então precisamos nos arrumar para matar. - Taehyung puxava Jimin com um  sorriso sapeca no rosto.

- Arrumar para matar? Matar quem, Taehyung? 

- Nossos príncipes da Ilha, oras. 

                         //




A noite estava estrelada quando os três jovens da Ilha partiram para o Palácio da família Park. Os três  estavam ansiosos. Durante o caminho, buscaram conversar sobre o plano do namoro entre Yoongi e Hoseok. Passados 10 minutos de caminhada, eles finalmente chegaram, impressionados com o tamanho do Palácio onde a família Park vivia.

- Esse Palácio é do tamanho da Ilha! 'Tô impressionado… - Jungkook olhava tudo com sua boca aberta em surpresa. 

- Deve ser mesmo! Que lugar lindo. -Hoseok estava com seus olhos brilhando naquele momento.

Yoongi diria algo, se não fosse pela abertura da enorme porta a sua frente, o interrompendo. 

- Boa noite senhores! Me chamo Junghyun, mordomo da família Park. Os levarei até a sala de estar onde o Rei e a Rainha estão a espera. Venham comigo. - O senhor de cabelos grisalhos sorria terno, andando até a sala, sendo seguido pelo trio.

A distância percorrida foi curta, mas a análise rápida pelo ambiente foi essencial para que se notasse que a familia tinha um otimo gosto para decoração. Todo o ambiente era sofisticado. Uma enorme lareira chamava a atenção no cômodo, como o lustre de cristais que compunha o teto a cima do sofá de cor bege. Todos os moveis eram feitos de madeira.

- Com vossa licença majestade. Os jovens chegaram. - O mordomo anunciou a chegada dos três amigos, se retirando em seguida. 

- Oh! Sejam bem vindos meninos! - O rei se levantou, curvando-se a eles junto de sua esposa. Sorriam de orelha a orelha.

- Muito obrigado senhor Park. É um grande prazer para nós. - Dessa vez Yoongi, Hoseok e Jungkook se curvaram. 

- O prazer é nosso querido! Jimin, Taehyung e a já estão descendo. Podem se sentar conosco por enquanto. - A rainha estendeu seu braço para o sofá bege a sua frente. Os três se sentaram. Após uma agradável conversa com o casal, Jimin, Taehyung e Soo-ah apareceram na sala de estar. Os olhares de Jimin e Yoongi se encontraram, causando uma queimação em seus rostos, pura vergonha.

- Finalmente vocês desceram! Nossos convidados não poderiam ter esperado tanto. - A rainha dizia tudo calmamente, aparentando estar séria ao alertar-los. 

- Sinto muito por isso! A Soo-ah estava terminando de se aprontar. Quando terminou, acabamos perdendo a noção do tempo ao conversarmos. - Jimin sorriu de canto, abaixando a cabeça em seguida. 

- Está tudo bem vossa majestade! Não foi incomodo algum passarmos esse tempo conversando com a senhora e o senhor Park. - Yoongi balançava a cabeça de um lado para o outro, com as mãos estendidas para frente, mostrando que não se incomodaram com a demora. Portanto, os dois príncipes e a garota que Min Yoongi achava ser alguém muito próximo de Jimin se juntaram a eles em uma longa conversa. 




Depois da longa conversa, Junghyun anunciou a todos que o jantar seria servido. Assim, todos seguiram a enorme mesa de madeira, de um tom marrom escuro, com lindas cadeiras brancas dispostas ao lado e dois tronos. O Rei se sentava no Trono de frente a mesa, com a Rainha ao seu lado esquerdo.  Jimin sentou a frente da mãe, Soo-ah ao seu lado.Taehyung a frente do Park com Jungkook ao seu lado direito e Hoseok e Yoongi seguiram ao lado do Jeon. Os meninos da Ilha ficaram surpresos com a variedade de talheres a mesa, nenhum sabia qual era a função de cada um. Se sentiam perdidos. O Rei, notou o quão perdido estavam. 

- Vocês não precisam se preocupar quanto ao uso dos talheres por enquanto. Com a chegada de cada prato lhes mostrarei qual talher vocês usarão para não causar nenhum desconforto, tudo bem? - O Rei sorriu de canto, olhando para os três, um de cada vez. 

- Agradecemos muito sua gentileza! Eu estava começando a surtar. - Hoseok admitiu, causando risadas de todos a mesa.

- Devo concordar. Eu estava do mesmo jeito. - Jungkook ria ainda mais, contagiando a todos. 

 Assim, todos riram ainda mais, começando um diálogo de como havia sido o dia de cada um, com a entrada sendo servido. Em um determinado momento, a Rainha se dirigiu a Soo-ah, chamando a atenção de todos a mesa. 

- Maninha, nos conte como foi sua viagem aos EUA, nossos pais ainda não sabem sobre como foi tudo. - Soo-ah sorriu e começou a contar histórias de sua viagem e o quanto havia gostado do lugar. Ao escutar Jimin se referir a garota como "maninha", Yoongi e Hoseok se olharam, surpresos. E Min logo se arrependeu do que havia feito. Em um ato de desespero, ele perdeu a grande chance de poder resolver as coisas com Jimin. E quem sabe, começar algo com o loiro. 



Notas Finais


Espero que tenham gostado! Vou buscar dar meu melhor para que as atualizações não demorem tanto. Tentarei postar o próximo capítulo até semana que vem. Beijinhos de luz♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...