História "Quem disse que ser pai seria fácil?" - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Tags Spanking
Visualizações 162
Palavras 987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 19 - Punição.


Pov : Daniel.

Eu me desesperei depois da ligação do Benjamin, eu não podia estar lá quando ele viece ,por isso agora estou na rua indo para casa .

Ouço uma viatura se aproximando e me apreço em me esconder em uma viela, esses polícias são todos fofoqueiros não posso fazer nada, que eles correm para contar para o meu pai na primeira oportunidade, quando a viatura se distancia corro rápido, estou mais perto de casa.

Chego em casa, e percebo que não tem ninguém , caminho rápido até o meu quarto, quando chego jogo a minha mochila no chão e me jogo na cama, estou ofegante . Depois de um tempo vou até o banheiro tomo um banho demorado, pego o meu celular e disco o número do meu pai, respiro fundo e ligo, o mesmo atende imediatamente.

__ Filho onde você está? Fala ele muito nervoso e preocupado.

__ Estou em casa. Falo baixo.

__ Eu estou indo para ir, não saia daí de jeito nenhum! .

__ Tudo bem. Digo desligando.

Ele vai me matar! Me sinto um pouco mal por ter deixado ele tão preocupado, mais eu precisava de um tempo.

Não demora muito e vejo o carro dele chegando olhando pela janela, respiro fundo, isso vai ser muito difícil.

Não demora nem cinco minutos e ouço a porta sendo aberta, vejo um Dean com uma expressão muito preocupada ,entrando desesperadamente no quarto, seu gesto me surpreende, ele me puxa para um abraço forte, achei que ele já ia chegar reclamando, mais não...

__ Onde você estava meu amor? Eu fiquei tão preocupado .

__ Eu. .. Eu, eu estáva na casa do Breno.

__ Por que não me falou nada? Você tem noção do tamanho da minha preocupação? Fala ele desfazendo o abraço, e me encarando com uma expressão mais séria.

__ ME desculpe. Falo abaixando a cabeça.

__ Senta. Fala ele apontando para a cama . __ Precisamos conversar.

__ Não vai me bater?

__ Vou sim, só que não vou fazer sem antes saber os seus motivos.

__ Fico quieto.

Pov : Dean.

Respiro fundo, e falo __ seu irmão me falou sobre uns garotos que te pertubam no colégio.

__ Não acredito ele me prometeu! Fala o meu menino claramente zangado.

__ A questão não é essa, eu quero saber por que você não me contou.

__ Se eu te contasse iria ficar com fama de bebesão , que precisa do papai para tudo.

__ E por isso, você preferiu ficar sofrendo, todos os dias? Filho se me contasse eu iria resolver e ninguém iria falar mais nada.

__ Desculpa. Fala ele abaixando a cabeça e chorando baixinho.

__ Não fique assim meu amor ,esses garotos são idiotas não merecem suas lágrimas, eu vou até o colégio, irei resolver isso da melhor maneira possível, prometo que ninguém irá te pertubar mais. Falo o abraçando.

Espero ele se acalmar, e continuo, __mais você não deveria ter aceitado o racha ,você arriscou a sua vida, e isso eu não permito!

Ele abaixa a cabeça.

__ Agora me diga por que saiu de casa sem minha permissão?

__ É que. .. Bom , eu precissa de um tempo sozinho era muita coisa pra mim digerir sozinho, eu fiquei muito sozinho e a única coisa que veio a mente foi sair. Fala ele em um tom baixo, mas bastante sincero.

__ Mais um motivo para você não me esconder nada , está vendo pequenas coisas podem se tornar grandes problemas.

__ Eu sei desculpa.

__ Não saia de casa sem minha permissão, eu fiquei muito preocupado com você. Respiro fundo.

__ Você sabe que o que você fez foi errado não sabe ?

__ Sei....

__ Muito bem agora venha aqui. Falo dando tapinhas nas minhas pernas.

__ Isso é mesmo necessário? Eu já me arrependi.

__ Fico feliz que já esteja tenha se arrependido, mas você sabe que é necessário então vamos acabar logo com isso. Ele me olha com os olhos marejados, é muito difícil castigar ele, mas tenho que fazer para o próprio bem dele.

__ Papai. ..

__ Daniel. Falo em um tom de advertência .

Ele se aproxima devagar e eu logo o tombo sobre minhas pernas.

__ Porque você vai levar essas palmadas Daniel?

__ Porque eu escondi uma coisa séria e também arrisquei a minha vida e sair sem sua permissão.

Não digo mais nada e começo o castigo.

Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass.

Ele se move um pouco em meu colo. __ Não me esconda mais nada filho.

Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass Plass.

__ Nunca mais arrisque sua vida Daniel, não sei o que eu faria se você tivesse se machucado.

PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT. PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT AOWW PAFT PAFT PAFT PAFT.

__ Nunca mais saia escondido, entendeu?

__ Sim senhor. Fala ele com a voz abafada, ele está perdendo o choro.

PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT Papai está doendo PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT.

__ É para doer filho.

PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT

PAFT aaaaaaiiiiiiiii PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFTPAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT PAFT.

Paro ao ver que o bumbum dele já está num tom bem vermelho, o aconchego em meu colo.

__ Shi meu amor o papai está aqui, acabou.

__ Desculpa. Fala ele chorando intensamente.

__ O papai já desculpou meu amor. Falo o balançando levemente.

Ele se acalma e acaba dormindo no meu colo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...