História O filho do Jungkook - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 72
Palavras 2.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


▶ Novamente Obrigada a todos os comentários!

▶ Boa leitura!

Capítulo 12 - Change for me


Fanfic / Fanfiction O filho do Jungkook - Capítulo 12 - Change for me

Chegamos depois de 20mnt, era um lugar onde vínhamos quando criança, um cinema abandonado. Hoje utilizado para ponto de droga ou para prostituição, sentamos nos degraus uma parte mais "escondida" e

Wh: Primeiramente, explica oq aconteceu na escola. -revirei os olhos explicando tudo e notei algumas expressões de raiva- 

- Já fiz minha parte, me diga você! 

Wh: Vou ser direto, sua mãe ficou irritada com isso porquê ele é seu pai, biológico. -ri incrédula- Minha mãe me contou a uns anos ela pediu que não te contasse. Sabe, sua mãe só confia na minha.

- Wonho isso é a maior bobagem que me disse, como ele seria meu pai? Meu pai está do outro lado do oceano, com outra família.  -levantei- Pare de inventar besteiras!

Wh: Ah é? Então me explica essa obsessão por você, ele controla sua vida! 

- Quero ir embora! -desci alguns degraus irritada- Se queria um tempo comigo bastava pedir, e não inventar uma história maluca.

Wh: Estou falando a verdade. -afirmou- Pergunte a ela, oq ela fez é injusto, durante anos te fazendo acreditar que seu pai era outro! -ficou um degrau acima de mim- Ela enganou a todos. 

- Você está falando sobre Minha mãe! -falei ríspida- Tenha respeito! 

Wh: Fala como se ela fosse boazinha, esqueceu que ela iria te entregar para minha mãe assim que nasceu? Ou daquela vez quando deu mingau fervendo só porque você estava chorando a noite? Parece que esqueceu de tudo, mas eu não. Sabe porquê Sn? -desceu para meu degrau- Porquê eu tinha 8 anos enquando você tinha dois, eu ouvia, via e entendia tudo oq sua mãe fazia.

- Pelo menos ela não me expulsou de casa por assumir um romance gay! -ele sorriu- 

Wh: Não importa quantas vezes passe isso na minha cara, nossas mães são diferentes, não tente comparar a sua com a minha. -tentou acariciar minha bochecha mais dei um passo para trás- Não seja assim, te tenho como uma irmã!

- uma irmã que você abusou muito cedo, você me iludiu até conseguir oq queria e depois foi embora. Me ignorou e evitou durante anos. Por sua culpa minha vida foi um inferno, não quero mais olhar para sua cara. -meu peito doía enquanto falava, eu realmente tinha me apaixonado por ele- Mas, deixa eu te dizer Shin Hoseok, esqueça tudo que me diz respeito, minha vida não compete a você. 

Sai andando até um banco e solicitei um Uber. Entrei em casa e ela estava na sala emburrada, suspirei;

Mãe: Por quê não me escuta? Eu digo para não sair com aquele garoto mais você insiste nele, se você aparecer grávida....

- Qual sua relação com aquele professor? -ela engoliu seco- Quero a verdade! 

Mãe: Você não está pronta pra isso! 

- Pra saber que ele é meu pai? -ela riu- 

Mãe: Claro que ele não é seu pai

- Por que na foto do casamento sua barriga estava grandinha, papai me disse que não tinha transado com você antes do casamento.

Mãe: Ele não é seu pai Sn, se dúvida tanto vá até ele e faça um teste de DNA! -levantou- 

- Onde estava ontem? -a segui- Por que não voltou para casa? 

Mãe: Não te devo satisfação. -falou ríspida- E chega desse assunto, que droga.

- eu quero saber a verdade mamãe! -reclamei- por quanto tempo vai continuar me enganando!? -ela bateu no meu rosto-

Mãe: CHEGA DESSE ASSUNTO. VA PRO SEU QUARTO NAO QUERO TE VÊ. Se você abrir sua boca pra falar sobre aquele imundo novamente faça sua malas e suma da minha vida! 

Ainda surpresa fui para o quarto chorando, Cj dando por ela ter me batido e por ter mudado em tão poucks dias. Bati a porta e fiquei lá até o outro dia. Chegando na casa do kookie aproveitei que Jin estava lá e comi sua comida.

Jin: Que carinha é essa? -tocou meu queixo- 

- Sua comida é muito boa Jin! -sorri mudando de assunto- Estava com fome. 

Jin: Por que não se alimentou? 

- Preguiça de cozinhar! -ele revirou os olhos- Cadê Kookie? 

Jin: Tomando banho... Ontem fomos a uma festa, acabei exagerando e ele também, ainda não sei porque vim parar aqui; 

- hunnnn, por acaso veio com alguma garota? -suas bochechas coraram e ri- 

Jin: Aish, não pense errado....

- Isso é normal Jin, você é homem... Mais se Jungkook dormiu com alguém ele sera um homem morto! -ele riu- 

Jin: Ele estava todo não me toque, tentamos te ligar mais você não atendia. Era aniversário de um staff, foi divertido! 

- Fico feliz por terem se divertido...Jin oq o Jimin falava sobre mim? 

Jin: ahhh nada anormal. -o encarei- Ele dizia gostar de você mais não no sentido sexual, eu acho... Por que? 

- antes de tudo acontecer tivemos uma discussão, foi bem estranho.... 

Jin: Jimin gosta de participar da nossa vida, quando é mantido fora de algum assunto fica irritado. Ele gosta que tudo seja resolvido, por isso vai ao extremo para manter tudo limpo.

- Ele disse que faríamos o impossível para manter a pessoa que amamos por perto, oq acha que isso significa? -ele pensou- 

Jin: Talvez devesse perguntar a ele... 

Abracei o Jin, dei um selinho no Jungkook e fui cuidar do Sehun. Começaram a chegar mensagens no meu celular e fui respondê-las até acha do Jimin;

Jm: Podemos nos encontrar?

- Sim, mas não na minha casa! 

Jm: me encontre no karaokê as 21h

Ótimo só tinha que achar uma forma de ir para, Jungkook não vai gostar nada disso. 

JK: Bundudinha! -segurou minha cintura e deixei o celular cair por acusa do susto- 

- Que susto porra! -ele riu-

JK: Os meninos estão de ressaca, não dá pra trabalhar com eles... 

Ele juntou nossos corpos, arqueei a sobrancelha o fazendo rir. O beijei  fazendo jogar a mochila, ele beijou todo meu rosto, pescoço e até mesmo meu decote. 

- Que desculpa esfarrapada Jeon! -ele riu-

Pulei em seu colo e ele nos levou para o quarto, sentei na cama enquanto ele fechava a porta. Ele me olhou divertido e começou a tirar a roupa como um striper, me fazendo rir. Entrei na sua brincadeira e abri o zíper da sua calça a tirando, descendo juntamente até ficar na altura de sua cintura. Sua mão enlaçada em meu cabelo, o apertando deixava nítido como ele estava desesperado por aquilo.

- Sou melhor que você nisso, admita! 

Tirei sua box lambendo em sua cabecinha, ele tentou ficar normal mais a contração em seu ventre o entregou. Coloquei na boca até onde conseguia e o chupei forte, ele suspirou gemendo...

JK: Você é tão boa nisso.... -falo em gemidos, ele forçou seu membro em minha boca e senti uma ânsia, ele sorriu- 

Levantei vitoriosa e ele passou a beijar meu pescoço, caminhando até me deitar na cama. Tirando minhas roupas, suas mãos acariciavam minhas coxas até minha intimidade onde me estimulou. Suspirei soltando um gemido baixo e ele sorriu, penetrando um dedo. 

Seus beijos subiram pela minha barriga até meu seio onde ele mordiscou causando dor, mas logo penetrou outro dedo e sorri satisfeita. 

- Jungkookie-ah....quero você! -falei manhosa- 

Ele sorriu colocando uma camisinha, passei a mão em sua testa até seu cabelo a sentindo úmida. Nos beijamos com mais pressa e senti ele enfiar de uma vez, arranhei suas costas gemendo alto.

Seus movimentos ficaram suaves ele estava me provocando, terei que ser a ativa....

impaciente fiquei por cima e sentei penetrando todo o seu membro, ele gemeu alto mais morreu o lábio.

Jk: Hunnnn..... Continuaaaa.....

Ainda por cima, sentia minhas pernas doloridas de tanto subir, descer e rebolar. Kookie estava de olhos fechados, aproveitando o prazer suas expressões e seus gemidos me deixavam cada vez perto do meu limite.

Arranhei seu abdômen chegando ao limite, diminui o movimento e senti quando seu líquido saiu, a camisinha não tinha aguentando.

- Kookie, a camisinha...

JK: Shiiiu! -me puxou para si beijando minha testa, observei seu peito subindo e descendo rápido, ainda ofegante- Descanse um pouco.

Então apenas me entreguei ao sono. Acordei primeiro e sai de fininho até o banheiro da sala, Jungkook dormia tão profundamente que não queria o acordar. Depois de me arrumar, eram 18:40, sentei na cama e bati em seu peito ele demorou a acordar.

❤❤

- Kookie eu estou indo! -beijei sua testa- 

JK: Hã? -olhou em volta- Desculpa amor, eu não devia ter dormido. -neguei lhe dando um selinho- Quer que eu te busque? 

- Não precisa, te vejo amanhã. -ele abraçou minha cintura-

JK: Vai se encontrar com alguém depois da aula? 

Neguei e ele sorriu beijando minha testa

▶▶

Depois de umas duas aulas fui para o karaokê, Jimin estava com um amigo e tinha umas duas/três garrafas de saquê, seu rosto levemente corado e seu sorriso estava radiante.

Jm: Ela chegou! 

Ele quase derrubou a mesa, se não fosse seu amigo tudo estaria no chão. Ele abraçou meu pescoço quase nos derrubando, revirei os olhos e ele prendeu as pernas em mim 

- Que porra tá acontecendo!?

Jm: Estamos comemorando ..Nossa nova amizade, hoje você e eu estamos completando 90 dias. -tocou meu narriz me entregando um copo- Saúde a nós três! 

Sentei na mesa um pouco irritada por ele mais aproveitei para comer, seu  amigo  foi embora e ficamos sozinhos. Ele sentou ao meu lado deitando a cabeça em meu colo, acariciei seu cabelo. 

Jm: Estou tão cansado de todos me dizendo oq devo fazer! Às vezes queria ter....me tornado uma pessoa normal....sem os meninos....sem bighit....só eu e você....juntos! 

Pegou minha mão entrelaçando nossos dedos, seus lábios encostaram o dorso de minha mão 

- Você gosta de mim?

Jm: Eu demorei de mais, o pirralho te tomou de mim....talvez se eu tivesse sido rápido.... -sentou me encarando- Você estaria comigo. -colocou meus dedos em seus lábios  e fechou os olhos, deixando uma lagrim cair- Se não existisse Jungkook...

- Hora de ir pra casa, Chimchim! -ele sorriu- 

Jm: Posso ir para sua casa? Quero sua atenção....

Peguei a chaves em seu bolso e saímos do karaokê umas 01:40. Dirigi até o dormitório não tinha ninguém, fui para casa. Mamãe novamente não estava, tirei ele do carro mais antes de entrar em casa ele vomitou...nas flores dela. Bem feito!

Ele mau consegiu tirar uma manga, tirei suas roupas o deixando de box e o coloquei na água. Tentei falar com kookie mais não consegui.

Voltei para o banheiro e ele tinha tirado a box, o pano preto ensopado estava por cima das roupas secas. O entreguei um chá e fui cuidar de suas roupas.

Por sorte ainda tinha alguma roupa do Jungkook comigo e o dei, calça e moletom.

Jm: Queria uma cueca .. -saiu do banheiro segurando a toalha em seu colo- 

- Eu sou mulher Jimin! -ele começou a rir e eu tmb-

O deixei em meu quarto e ele olhou tudo, novamente tentei falar com kookie, sem sucesso. Voltei pro quarto e ele já dormia, suspirei e deitei ao seu lado. 

Acordei de manhãzinha e liguei para Jungkook que atendeu e estava a caminho, depois de me trocar acordei Jimin dando suas roupas. Pela primeira vez o vi tão mau humorado.

A campainha tocou e fui atender o kookie, nos abraçamos 

JK: Onde ele está?

- Meu quarto! -ele me fuzilou- Não podia deixá-lo na sala ou no quarto da mamãe, se ela chegasse....

JK: Onde está sua mãe? -segurou meu pulso- 

- Não sei, faz uns dias que ela não volta a noite! -ele me apertou- 

JK: A quanto tempo está dormindo sozinha? Por quê me escondeu isso? Sabe como é perigoso dormir sozinha.-reclamou-

- Podemos tirar Jimin daqui antes que ela chegue? Não preciso de mais problemas! 

JK: A gente vai ter uma conversa muito séria a noite! -me soltou passando na minha frente- Estou cansado disso! 

Ele foi pegar o Jimin e apenas fiquei parada na sala pensando na merda que aquilo ia dá, Jungkook saiu e fui me trocar antes que mamãe chegasse. 

Entrei na casa dele, que imediatamente saiu da cozinha. Suspirei pondo minha mochila no sofá, fiquei na sua frente e ele se manteve firme.

JK: Sabe, quando eu te pedi em namoro não foi apenas para transar com você. Foi porquê quero ficar com você, quero que confie em mim. Além de namorado quero ser seu amigo, mas sempre sou o último a saber de tudo e mesmo assim nem é você que me diz. -reclamou- 

- eu confio em você... Eu tentei te ligar várias vezes, olhe seu celular

JK: Você me disse que ia pra casa, por isso desliguei o celular. Por que confiei que estivesse em casa! 

Encostei na parede em silêncio enquanto me encarava *foto*, que droga! Era um dos mil pensamentos que me rodavam a cabeça.

JK: As vezes queria que você confiasse em mim da mesma forma que confia nele, mas você nos coloca em patamares diferentes! -ficou na minha frenre, impedido minha saída- Não me faça ser um namorado rígido, estou tolerando muitas coisas ultimamente.

- Desculpa, não gosto de te trazer meus problemas...

JK: mais os seus problemas sempre tem relação comigo. -disse irritado- Você diz que vai para casa mais sai para encontrar outro homem, você mente na minha cara. Como acha que me sinto? 

Respirei fundo incapaz de debater, ele pegou sua mochila e me olhou novamente;

JK: Eu mudei por você, espero que faça o mesmo. -bateu a porta-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...