1. Spirit Fanfics >
  2. O filho do meu padrasto. (Imagine Kim Namjoon) >
  3. Capítulo Um - Ele é bizarro.

História O filho do meu padrasto. (Imagine Kim Namjoon) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa qualquer erro, não tô acostumada a escrever pelo celular ahshsh

Capítulo 1 - Capítulo Um - Ele é bizarro.


Acabo de chegar da escola, ponho minhas chaves de casa em cima do balcão e pego uma vasilha no armário

S/N: - Mãe, pai, cheguei - Ponho cereal e logo depois o leite. Ouço alguém descer as escadas. Era Namjoon, meu irmão mais velho da qual eu falei mais cedo. Ele usava uma calça moletom cinza, uma blusa preta larga e suas pantufas pretas

Namjoon: - Eles não estão, me pediram para que eu te entregasse isso - Ele me entrega um catálogo, onde haviam algumas universidades, já que ano que vem será a minha vez de ir para a faculdade

S/N: - Obrigada, e por que está em casa, são 14h, não deveria estar na faculdade? - Eu pego de sua mão e depois pego uma colher

Namjoon: - É, sim. Mas eu tenho que finalizar um trabalho

S/N: - Hm, entendi. Trabalho de quê?

Namjoon: - Ah, é uma planta de uma casa - Ele põe as mãos no bolso enquanto me encarava 

S/N: - Como assim uma planta? Uma planta, tipo, planta? Por que esse seria seu trabalho?

Namjoon: - Não, estúpida. Uma planta é um projeto de uma casa

S/N: - Ah, entendi

Namjoon: - Como você é burra. Ainda bem que você vai para uma faculdade particular, se fosse para passar em uma prova que iria definir seu futuro, estaria ferrada - Ele sobe as escadas, e logo escudo a porta de seu quarto bater 

S/N: - Por que ele me odeia tanto? Como eu iria saber o que diabos é isso? O futuro arquiteto aqui é ele, eu sou só bonita - Como meu cereal, pego minhas coisas e subo para o meu quarto. Tiro minhas roupas, e me deito. Eu sempre gosto de estar assim, não sei o porquê. Fico mexendo no celular e logo acabo adormecendo

Acordo no meio da noite e vejo minha porta meio aberta. Ok, eu tenho certeza de ter fechado essa porta. Me levanto, tranco a porta e volto a dormir

De manhã, 8:49am

Acordo, faço minhas higienes e desço, vejo meu pai e minha mãe na cozinha 

Pai: - Oi filha, o Namjoon lhe entregou o catálogo? - Diz se sentando no sofá

S/N - Oi pai. Sim, entregou. Dei uma olhada e gostei da Savanna

Pai: - Oh, que ótimo. Podemos ir hoje

S/N: - Ah, tudo bem. Hoje então? - Pergunto olhando para a mamãe

Mãe: - Hoje seu pai tem que ir ao oftalmologista. Mas Namjoon pode te levar

S/N: - Mamãe, Namjoon? - Digo meio decepcionada - Vocês sabem que não nos damos bem 

Pai: - Eu sei. Mas ele irá fazer isso, chame ele aqui

Subo as escadas e bato na porta do quarto de Namjoon 

Namjoon: - O que você quer aqui? - Ele abre a porta e me olha dos pés à cabeça. Era como se ele estivesse me julgando mais cada milésimo de segundo que ele me olhava. Era sempre assustador

S/N: - O papai quer falar com você - Abaixo a cabeça

Ele bufa, sai do quarto e desce as escadas. Eu fico com os olhos fechados esperando ele sair de lá. Até que ouço seu celular tocar e abro a porta para pegar 

S/N: - Namjoon, o seu celular está tocando - Começo a procurar e acho em sua escrivaninha, em frente ao seu computador. A tela do seu computador estava ligada, e o seu papel de parede era... Eu? Ok, calma, por que meu irmão me colocaria como papel de parede? Era uma foto minha dormindo. Minhas costas estavam todas à mostra e dava para ver claramente que eu estava sem roupa. Será que foi ele quem entrou no meu quarto? Mas o edredom que eu dormi ontem, era branco. Então por que aqui está rosa? Há quanto tempo ele faz isso? Ele é assustadoramente bizarro

Pai: - S/N!!! - Meu pai grita e logo eu me recomponho e desço 

Namjoon: - Não se arrumou ainda? - Namjoon diz me olhando

S/N: - Vai me levar? - Eu o olho

Namjoon: - Tenho outra escolha?

S/N: - Não precisa ir, se não quiser. Se for pra ir e ficar reclamando melhor nem tocar mais nesse assunto - Subo as escadas e me arrumo rapidamente. Coloco um vestido de listras pretas e brancas, amarro meu cabelo e faço um delineado. Eu desço e nós entramos no carro

S/N - Namjoon - O olho

Namjoon: - Sim? 

S/N: - Você tem namorada? 

Namjoon: - Claro que não. E se eu tivesse, acha mesmo que eu contaria a você? Se acha tão importante assim?

É, talvez poderia ser outra pessoa no papel de parede, mas...

S/N: - Você realmente me odeia? 

Namjoon: - Por que essa pergunta agora? - Ele me olha e arqueia uma sobrancelha 

S/N: - Nada, é que... Eu nunca fiz nada pra você, mas você me odeia né? Tipo, não gosta de mim em nenhum sentido?

Namjoon: - S/N, você não é nada além de uma imbecil pra mim 

S/N:- Então por que eu sou seu papel de parede? 

Namjoon: - Como... Sabe disso? - Ele me olha

S/N: - Seu celular estava tocando e eu fui pegar, seu computador estava ligado... Você não estava fazendo trabalho, não é?

Namjoon: - Você não deveria mexer nas minhas coisas. E aquela não é você, não seja idiota. Isso seria nojento

S/N: - Então quem é?

Namjoon: - Uma menina aí, não te interessa

S/N: - Ah, tudo bem, então. 

O caminho de ida e volta foi totalmente silencioso. Chegamos em casa um pouco tarde, Então estava bem cansada, tomei banho e fui dormir. Só que dessa vez com a porta trancada.




Notas Finais


É isso :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...