1. Spirit Fanfics >
  2. O filho do meu padrasto (jikook) >
  3. Capítulo 24

História O filho do meu padrasto (jikook) - Capítulo 24


Escrita por:


Capítulo 24 - Capítulo 24


Acordo com o corpo todo dolorido e com uma leve dor de cabeça, esfrego meus olhos e olho pro Jungkook que dormia no banco a frente, ainda bem que ele não deu um de doido e resolveu dirigir da situação que ele tava vai que ele batia o carro ou algo do tipo.

Percebi que o maior ainda se encontrava sem sua blusa, pego ela que estava no banco ao lado e coloco sobre o corpo do maior o cobrindo.

Pego um cigarro junto ao isqueiro logo destravando a porta saindo do carro, acabo deixando a porta um pouco aberta para que entrasse um ar e amenizasse o cheiro de cigarro que tinha ficado no carro.

Acendo o cigarro o levando a boca em seguida, vejo um garoto sentado próximo ao carro, suas roupas estavam sujas, seu cabelo bagunçado e estava sem calçado tentei o ignorar mais eu não tenho coração duro igual certas pessoas que vocês já sabem que é. 

Coloquei o isqueiro no bolso da calça e joguei o cigarro na rua me aproximando do garoto.

- ei garoto onde estão seus pais?

??: - estão em casa. - disse enquanto limpava suas lágrimas.

- e porque você está aqui? - me sento ao lado do garoto.

??: - eles falaram que eu era um erro e que eu estou só atrapalhando a vida deles então eu resolvi fugir.

- está longe de casa a quanto tempo?

??: - vai fazer dois dias.

- dois dias?! Como você está comendo?

??: - ainda existe pessoas boas nesse mundo.

- venha comigo. - pego no braço do menor o puxando até o carro. - qual seu nome?

??: - Chung Hee e o seu?

- Park Jimin.

Entro no carro no banco passageiro da frente e mando o garoto entrar e assim ele faz.

- Jungkook acorda. - balanço o maior.

O mesmo demorou um pouco pra acordar ele com certeza durmiu muito tarde pra não acordar da primeira vez que o chamei ou talvez ele só tenha um sono pesado sei lá Jungkook e meio estranho as vezes.

Jk: - porque me acordou Park? - o mesmo se ajeita no banco.

- precisamos ir embora.

O mesmo veste sua blusa logo olhando no retrovisor arrumando seu cabelo ele logo leva um susto olhando pro banco de trás.

Jk: - quem e esse garoto?

- calma Jungkook assim você vai assustar ele.

Jk: - calma nada oque ele tá fazendo aqui dentro do carro?

- caralho Jungkook tá de boa só dirige a porra do carro.

Coloco a mão no ombro do maior que logo vira pra frente e da partida indo pra casa do Jin.

O caminho foi o maior silêncio ninguém ousou falar nada, tentei puxar assunto com o Jungkook mas ele não me respondia e quando ele falava algo era pra mim mandar a falar a boca e dou isso que eu fiz.


《...》


Depois de chegar em casa entro me deparando com Jin sentado no sofá com os braços cruzado.

- iae Jin beleza?

Jin: - onde foi que vocês dois se meteram?

Jk: - aconteceu alguns imprevisto.

Nam: - Jungkook cadê meu carro?

Jk: - lá de fora sem nenhum arranhadinho. - ele joga a chave do carro pro Nam.

- Nam você vai ter que tirar uns lixos que ficaram lá dentro e talvez deixar os vidros aberto por um bom tempo.

Nam: - como assim deixar os vidros aberto por um bom tempo?! - ele sai correndo indo ver o carro.

Jin: - quem e esse menino aí?

- a Jin esse e Chung ele precisa urgentemente de um banho e de comida.

Jin: - claro vem comigo. - ele estende a mão para que o menor segurasse sua mão e assim ele faz. - vou ter que pegar uma roupa do Jimin pra você.

Jin e Chung sai da sala só sobrando eu e o Jungkook.

- Jungkook bora lá comer alguma coisa.

Me aproximo do mesmo colocando o braço em volta de seu pescoço indo pra cozinha.

- vai querer oque?

Jk: - pode deixar que eu mesmo pego.

O garoto já começa o dia com o pé esquerdo tá e louco.

Pego uma maçã a lavando logo me sentando em cima do balcão.

Jk: Jimin aquilo que você disse e verdade? - o mesmo diz com a cabeça baixa.

- oque eu disse exatamente?

Jk: - que você está gostando de mim.

Coisas que realmente importa ele não lembra mais agora coisas desnecessárias ele faz questão de lembrar.

- olha não sei se e gostar.

Jk: - entendi.

- Jungkook vem aqui.

O mesmo se próxima de mim ficando entre as minhas pernas, coloco o braço em volta de seu pescoço lhe dando um selinho demorado.

- se eu estiver gostando de você eu sei que esse meu amor por você não seria correspondido.

Jk: - então quando eu disse aquilo pra você não se ilu...

- olha Jungkook você já deixou claro o bastante que não vai rolar nada entre eu e você.

Jk: - Caraí Park deixa eu falar.

- então fala oxi.

Jk: - então para de me cortar quando eu estou falando.

- ok desculpa.

Jk: - vou ser mais direto com você... - o maior para de falar respirando fundo logo me encarando. - eu acho que estou gostando de você.

Jungkook falou que está gostando de mim repito JUNGKOOK FALOU QUE ESTÁ GOSTANDO DE MIM misericórdia acho que me coração parou de bater to surtando mentalmente.

- sério?

Jk: - olha estou confuso com meus sentimentos pode ser só um engano.

- o coração não menti meu caro Jeon.

Jk: - de qualquer jeito.

- num tô acreditando que você que tá gostando de mim.

Jk: - nossa até parece que e uma coisa super importante.

- claro que é quem diria em Jeon Jungkook gostando de mim.

Jk: - nossa Park você ficou insuportável agora. - ele se afasta de mim se sentando na mesa. - vou ter que voltar pra minha cidade daqui a duas semanas. 

Agora ele tá zuando com minha cara, num e possível parece que o universo tá contra mim so porque meus sentimentos pelo Jungkook foi correspondido.

- como assim?

Jk: - minha mãe tá doente ela que e que eu volta o mais rápido possível.

- sinto muito por ela.

Jk: - você devia agradecer ela.

- como assim?

Jk: - se ela não tivesse me ligado pedindo pra mim ir embora eu não teria te contado que eu estou gostando de você.

Então quer dizer quase não fosse pela mãe dele ele não teria me contado que gosta de mim Jungkook sempre me surpreendendo a cada dia que passa, coloco minha maçã na mesa e vou pra sala ligando a televisão colocando em um canal aleatório.

Ouço a campahia tocar e como o Jungkook não iria perder seu tempo valioso atendendo a porta e o Jin estava ocupado demais só sobrou eu infelizmente pra atender, vou até a porta a abrindo me dando de cara com a Lisa.

- Lisa?

Lisa: - cadê o Jungkook?

- como você soube que o Jungkook estava aqui?

Lisa: - sua mãe me contou agora cadê l Jungkook?

Tinha que ser minha mãe aquela fofoqueira mas oque a Lisa quer com o Jungkook que não Pode mandar uma mensagem?

- oque você quer com ele?

Lisa: - eu preciso falar com ele e não com você.

Jk: - oque você quer Lisa?

Cara eu ainda vou ter um infarto do coração com esse povo parecendo do nada.

Lisa: - aí Jungkook e uma coisa super seria.

A mesma me empurra pulando em cima do Jungkook o abraçando, me sento no sofá e fico encarando os dois.

Lisa: - acho que você vai ficar feliz com a notícia.

Jk: - fala logo então...

Lisa: - Jungkookie você vai ser pai.

Eu acabei ficando mais surpreso que o próprio Jungkook, agora de fato eu morri e tô no céu, hoje e um dos meu piores dias cada hora e uma notícia mais ruim que a outra que vai aparecendo hoje Deus me quer ao lado dele ou se não ele só tá me testando pra ver até onde eu aguento.




Notas Finais


Gente espero que vocês se lembrem desse suposto garoto ele vai ser importante mais pra frente.
Amo vocês minhas crias ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...