1. Spirit Fanfics >
  2. O Filme >
  3. Ansiedade

História O Filme - Capítulo 50


Escrita por:


Notas do Autor


OLHA QUEM POSTOOOU
Vamos acabar logo com a ansiedade tá amadas, como é o capítulo 50 eu fiz especial com 2k de palavras.

Beijos e boa leitura.

Capítulo 50 - Ansiedade


Fanfic / Fanfiction O Filme - Capítulo 50 - Ansiedade

Quando a água bate nos meus peitos eu resolvo que já estava fundo o suficiente, Sean me abraça, coloco os braços em volta do seu pescoço e nos beijamos com calma e carinho.

***

5 dias depois.
Chegamos ao aeroporto faltando 30 minutos para o embarque, depois de uma semana de muitos praia, piscina e sexo eu estava precisando de férias das minhas férias e principalmente com o Sean bem longe para eu não atacar ele, já que eu nem podia ficar muito tempo sozinha perto dele que eu já queria dar.

Enfim, Sean nem perguntou se eu queria comer ele foi direto no Mc Donalds e voltou com um Big Mac, batata frita e um copo de suco, decidi evitar refri pelo menos alguma coisa tinha que ser saudável na minha gravidez. Sento na cadeira aguardando o embarque e ataco o hambúrguer sem dó, vou comendo rápido, Sean me encara e eu falo de boca cheia.

- Quer? - Pergunto esticando o hambúrguer pra ele, ele faz que não e ri.

- Eu adoro esse teu jeito desinibido de comer. - Ele fala e eu dou de ombros e continuo comendo. Assim que termino de comer, levanto jogo as coisas no lixo e fico tomando meu suco de boa como se não tivesse comido um hambúrguer e batata.

- Amoooooooor. - Eu falo sentando no colo do Sean e me aconchegando com sono.

- Fala meu bebê. - Ele acaricia minhas costas e eu sorriu.

- Tô com sono, quero entrar logo nesse avião. - Eu falo e ele pega o celular vendo a hora.

- Vamos ver se já da para embarcar. - Ele fala, levanto e pego o celular dele. - O que foi?

- Quero me distrair, vamos indo para o portão enquanto eu vejo seus nudes. - Eu falo e ele revira os olhos, Sean leva o carrinho de malas com uma mão e me pega na cintura com a mão livre.

Entro na galeria do Sean e vou vendo um monte de fotos nossas, fotos minhas dormindo, acho fofo, entro em uma pasta com o título "vídeos das cons", abro e vejo um vídeo de uma con de 2016.

- Nossa Sean, nem sabia que você tinha esse vídeo ainda. - Falo, abro o vídeo e lembro que eu tinha gravado um pedaço.

- Eu tenho tanta coisa das nossas cons guardadas, tem mais no computador lá em casa. - Ele fala e eu o dou um selinho.

- Você é tão fofo. - Abraço ele e paramos na fila para embarcar. - Você podia postar esse vídeo para nossas fãs.

- Vou postar, me lembra quando chegarmos. - Ele fala e faço que sim.

Entramos no avião, Sean tinha comprado primeira classe então tínhamos camas, porque aquilo não era uma poltrona qualquer, ela deita completamente, tem travesseiro e cobertinha pra dormir. Entramos na nossa cabina, Sean levanta o meio que separa a minha poltrona da dele, ajeito a minha bolsa no canto, tiro o celular, coloco no modo avião, Sean também coloca o dele, sentamos, colocamos o cinto e esperamos decolar.

Assim que o avião decola tiro o cinto, deito a poltrona totalmente, levanto o encosto de pé, ajeito o travesseiro e deito. Sean coloca o travesseiro do meu lado e me abraça de conchinha, nos cobre com os cobertores e dormimos.

***

Acordei algumas vezes para comer, fazer xixi, dormi de novo e quando acordo já estava na hora de pousar, ajeito a cadeira, coloco o cinto e o avião pousa. Eu estava exausta da viagem, nem falei nada com Sean só levantamos, pegamos nossas coisas e saímos devagar do avião, ele provavelmente deveria estar cansado também, 16 horas de viagem cansa demais.

Saímos, pegamos um uber e fomos para casa. Assim que chegamos em casa eu nem penso duas vezes.

- Vou tomar um banho de banheira e vou deitar estou muito cansada e grávida. - Eu falo, Sean ri e me abraça.

- Quer que eu te de banho? - Faço que sim manhosa, Sean larga as malas no chão, me pega no colo e me leva para o quarto.

Ele me senta na cama, vai no banheiro, escuto barulho de água, vou tirando minha roupa e com muito empenho consigo ficar nua, Sean vem até mim ele vê que já estou sem roupa, tira a sua e me pega no colo de novo.

- Daqui um tempo você não vai mais conseguir me carregar. - Eu falo, Sean entra na banheira comigo e me senta no seu colo.

- Porque não? - Ele me olha e eu o beijo.

- Vou estar com uma barriga enorme. - Eu falo passando a mão na barriga, viro de costas para Sean e deito no seu peito, ele coloca as mãos na minha barriga.

- A gente da um jeito. - Ele fala e eu sorriu.

- É amanhã amor. - Eu falo sorrindo muito e ansiosa.

- Eu sei, mal posso esperar! - Ele fala feliz. - Vamos descobrir se temos um príncipe ou uma princesa nessa barriga.

- Uma mini Lana ou um mini Sean... - Eu falo fechando os olhos e passando a mão na barriga.

- É um bebê Seana de qualquer forma. - Ele fala e eu lembro que esse é o nome do nosso shipp. Sean pega a esponja e começa a lavar meus braços, desencosto dele me ajeitando no seu colo e ele vai lavando minhas costas sem malícia, apenas com carinho, nós dois estávamos cansados e nem dava para pensar em sexo.

- Depois que a gente descobrir, eu vou começar a montar o quarto...na verdade a gente podia mudar para uma casa, o que acha? - Eu falo e viro olhando pra ele que sorri.

- Eu acho uma ótima ideia, bom na verdade eu tenho uma casa né, lembra que você não deixou eu ir para ela e fez eu ficar aqui. - Ele fala e eu faço que sim.

- Quero ir lá e ver como é, aí a Lola pode voltar a morar com a gente direto, eu não gosto de deixar ela presa aqui no apartamento que é minúsculo e eu não consigo ficar longe dela tanto tempo. - Eu falo e Sean faz que sim.

- Vamos resolver tudo sim, até o bebê nascer já estaremos com tudo pronto. - Sean fala e eu sorriu.

***

Depois que tomamos banho, Sean me secou me deitou na cama e eu dormi do jeito que ele me colocou lá mesmo. Começo a ouvir barulho do despertador, sento me espreguiçando e vejo que Sean não estava no quarto.

Pego o celular e vejo que já são 8:30 e a consulta com ultrassom seria as 10, levanto e decido tomar um banho para acordar, como eu já estava nua mesmo entro no chuveiro e vou tomando banho.

Saiu, me seco, visto o roupão e vou para a cozinha.

- Amor? - Chamo ele que aparece na porta da cozinha.

- Acordou princesa. - Ele fala e eu sorriu. - Vem eu fiz café da manhã pra você.

Vou na cozinha e vejo panquecas, mordo meu lábio e pego o prato para me servir. Me sirvo com 5 panquecas e muito mel. Pego o suco e vou sentar.

- Tá com fome é? - Sean fala se sentando do meu lado com um prato com 6 panquecas.

- Olha quem fala. - Começo a comer devagar e passo a mão na barriga sentindo os chutes. - Fui tomar banho e o bebê não parou de me chutar um minuto e agora também.

- Mas tá doendo? - Sean pergunta preocupado colocando a mão na minha barriga.

- Não, mas é estranho, vou perguntar para a médica se é normal. - Termino de comer, seguro um arroto e me vem um enjoo horrível, saiu correndo para o quarto, entro no banheiro e me abaixo no caso vomitando tudo que eu tinha acabado de comer.

Sean veio atrás de mim, ele segura meus cabelos e eu fico vomitando, assim que termino me encosto no Sean e fecho os olhos chorando baixinho.

- Ei, amor. O que foi? - Sean me vira pra ele e me abraça.

- Eu Não tava mais enjoando. - Eu falo chorando. - Porque isso agora?

- Não sei meu bem, talvez as panquecas não fizeram bem. - Ele acaricia minhas costas, suspiro e levanto com a ajuda dele.

- Mas tava gostoso. - Eu falo fazendo manha, Sean me leva para o quarto, me senta na cama e vai no closet.

- Depois você tenta comer de novo eu faço mais. Que roupa você vai colocar? - Tiro o roupão e fico passando a mão na barriga.

- Me dá o vestido laranja curto e a rasteirinha. - Levanto e vou até a penteadeira, penteio os cabelos e faço um coque baixo.

- Aqui amor. - Ele me estende e eu vejo que ele esqueceu a lingerie.

- Amor faltou a calcinha e o sutiã. - Eu falo, ele arqueia a sobrancelha e volta para o closet.

- LANA MARIA PARRILLA QUE PORRA É ESSA? - Sean grita e eu arregalo os olhos lembrando o que tem dentro da minha gaveta de calcinhas, corro no closet e vejo Sean segurando o meu vibrador.

- Sean guarda isso! - Eu falo sem graça, vou até ele tomando o vibrador da mão dele e coloco de volta na gaveta.

- Não acredito que você é tão safada assim. - Ele fala se aproximando de mim, fico olhando para o chão sem graça. - Tá desculpa...

- Tá bom Sean. - Pego uma calcinha e um sutiã, vou para o quarto, pego meu vestido e entro no banheiro me trancando lá.

- Amor, não fica assim! - Sean bate na porta do banheiro, me visto, decido não usar maquiagem e saiu.

- Vamos logo que já está na hora. - Eu falo sem nem olhar para ele, pego minha bolsa, os documentos e vou para a sala, Sean tenta falar algo e eu saiu do quarto rápido.

Sean vem até mim e me agarra por trás, me vira e faz eu olhar para ele.

- Vai me dizer porque tá sem graça ou vamos chegar atrasados no médico? - Sean fala e eu olho para o teto disfarçando. - Lana você...

- Tá eu já usei o vibrador pensando em você quando a gente nem tava junto, pronto falei. - Eu falo e sinto que fiquei vermelha com vergonha, Sean sorri e me abraça.

- Não tem que ficar com vergonha, não é como se eu já não tivesse batido uma pensando em você. - Ele fala e eu sorriu me sentindo um pouco melhor.

- Ok, vamos logo. - Eu falo, Sean rouba um beijo meu.

***

Estávamos na sala de espera, eu já seria a próxima a ser chamada e estava muito ansiosa, será que hoje eu conseguiria vir o sexo do bebê?

- Lana Parrilla. - A doutora Gabriela aparece na porta, levanto e vou até ela. Sean vem atrás de mim. - Como estamos?

- Muito cansada doutora. - Eu falo colocando a mão na barriga e entrando no consultório.

- Algum motivo específico ou tem se sentido mais cansada que o normal? - Ela pergunta enquanto nos sentamos.

- Bom fizemos uma viagem como eu falei na última consulta, mas mesmo assim estou me sentindo mais cansada que o normal. Tive algumas tonturas e hoje cedo enjoei e vomitei meu café da manhã todo. - Vou falando e ela vai anotando tudo na minha ficha. Sean fica apenas segurando minha mão sem falar nada.

- Bom você pode estar cansada por vários motivos, mas eu vou te passar um comprimido com vitaminas essenciais, você vai tomar um por dia e se não melhorar você me avisa que investigaremos isso mais afundo. - Ela fala me entregando a receita com o nome do remédio e então me chama para o pré natal de sempre. Mede minha barriga, me pesa, entre outras coisas e então chega a tão esperada hora. - Vamos na sala de ultrassom?

- Aí sim. - Falo muito animada, Sean levanta pegando na minha cintura e vamos para a sala de ultrassom, eu estava com aqueles robes de hospital, quando faço pré natal eu sempre tenho q colocar para a médica conseguir me examinar direito.

Deito na maca do ultrassom, Sean senta na cadeira do lado, ajeito meu robe para que a barriga fique de fora e então a médica vem com aquele gel gelado, passa na barriga e coloca o aparelho.

- Bom, vejamos seu bebê está bem saudável. Se desenvolvendo bem, tudo certo...vocês vão querer saber o sexo ou querem que eu anote em algum lugar?

- Não vamos conseguir nos conter para chá de revelação. - Sean fala me olhando e rimos.

- Pode falar doutora. - Eu falo dando a confirmação, ela mexe o aparelho e aponta para a tela.

- Seu bebê está com as pernas abertas... - Ela vai mostrando, no meio daquele borrão todo eu consigo identificar algumas coisas. - Parabéns mamãe, é uma menina!


Notas Finais


AAAAAA É MENINAAAAAA. 🤭🤭🤭 E o team menina ganhou. Eu já escolhi o nome, alguém tem algum palpite?

Beijo e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...