História O fim da Redenção e o início da Felicidade - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 555
Palavras 2.422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo para vocês <3

Se você gostar, deixe aquele comentário maravilhoso ! <3 <3

Capítulo 29 - Akumu (parte I)


Fanfic / Fanfiction O fim da Redenção e o início da Felicidade - Capítulo 29 - Akumu (parte I)

Quando Sakura acreditava que não poderia existir maior felicidade, Sasuke sempre encontrava uma forma de fazê-la se sentir ainda mais feliz. Como isso era possível? Da mesma forma que Sakura acreditava que Sasuke não demonstrava nenhum tipo de afeto em público.

- Não preciso de uma lenda para estabelecer meu futuro com você. - Disse Sasuke. - Eu faço o meu futuro, e o meu futuro será sempre você. - Sakura corou instantaneamente, não estava esperando nada daquilo, nem a mão dele enroscada à sua e muito menos essas palavras. Ele havia lhe pegado de surpresa.

- Sasuke-kun… o nosso futuro estará sempre em família. - disse Sakura com a sua outra mão sobre seu ventre. Sasuke devolveu-lhe um sorriso ao pensar na vida que estava sendo gerada.

- Vamos embora? - chamou Sakura causando uma reação de alívio no rosto de Sasuke perceptivelmente. - Sei que você não gosta de multidões e que só veio por causa de mim. Agora que já comemos, podemos voltar à nossa praia. Os fogos estarão lindos lá também… - Terminou puxando Sasuke se afastando da multidão.

- Ah… - respondeu ele, ainda com o sorriso em seu rosto.

Sakura e Sasuke voltaram todo o caminho de mãos dadas pela areia da praia. O tempo estava favorável, o céu estava estrelado sem nenhuma nuvem e o clima quente de verão. Próximo às 9 horas, Sakura chamou Sasuke para irem à pequena praia, estendeu uma grande toalha sobre a areia e se sentaram, estava para começar os fogos. Exatamente às 9 horas, os fogos foram soltos. O céu estrelado foi tomado por uma festa de fogos coloridos que provocaram uma euforia na multidão ao longe. Sasuke sentiu-se aliviado por não estar lá naquele momento.  Enquanto contemplava as estrelas, Sasuke sentiu Sakura encostar o rosto em seu ombro e os braços entrelaçados ao seu. Por segundos ele mergulhou em seus pensamentos, e logo em seguida virou-se para Sakura e a deitou rapidamente, causando um susto nela. Ela estava para chamar seu nome mas saiu apenas um “Sa-su” quando sua boca ficou ocupada colada ao de Sasuke. Ele estava agora deitado ao seu lado beijando-lhe carinhosamente, a baixo dos fogos coloridos. Alguns minutos depois, Sasuke sentou-se trazendo Sakura até seu colo, e continuou a beijá-la. Sua mão direita invadiu a saia do vestido acariciando as coxas e subindo lentamente até seu quadril causando arrepios em Sakura. Envolvida no clima caloroso, Sakura jogou seu corpo sobre ele e deitou-se sobre Sasuke ainda em cima de seu quadril e beijou seu pescoço subindo até seu rosto enquanto sua mão estava abaixo de sua camisa, sentindo seu abdômen. Não mais que cinco minutos depois, Sasuke levantou-se, agarrou Sakura pela cintura, a apoiou sobre o que restou do seu braço esquerdo e deixando a toalha sobre a areia, a levou para o interior da casa, mais especificamente para o quarto.

Os dias se passaram, e finalmente havia chegado o último dia da lua de mel na praia. Por um lado era uma pena para Sakura, estava começando a se acostumar com a calmaria do mar. Por outro, mal conseguia segurar sua ansiedade afinal a verdadeira viagem deles estava para começar agora. Antes de partirem, Sasuke enviou uma mensagem para Kakashi pedindo um relatório sobre o rastreamento do grupo Akumu, e ajudou Sakura a arrumar as malas.

- Onde vamos? - Perguntou Sakura, organizando a bolsa com suas ferramentas ninjas e médicas.

- Enviei uma mensagem à Kakashi perguntando como está o rastreamento do Akumu. Vou esperar uma resposta dele antes de sairmos e aí veremos onde ir. - respondeu Sasuke.

- Você está querendo perseguir eles? - Perguntou Sakura preocupada segurando sua barriga.

- Não se preocupe. Não irei envolvê-la nessa perseguição. Me sinto um tanto responsável por isso, eliminei parte do grupo e agora eles pisaram em nosso país. Eu sou responsável em proteger este país. Se localizarmos o grupo, irei emboscá-los e cuidar deles sozinho.

- Mas… Sasuke-kun… é arriscado enfrentar eles sozinho. Por mais que você seja forte, ainda assim acho arriscado.

- Já disse para não se preocupar. - respondeu Sasuke.

Não mais que 4 horas depois próximo do horário de almoço, Kakashi enviou o relatório a Sasuke explicando como estava o processo de rastreamento da quadrilha.

- Aparentemente, eles descobriram a área porém de alguma forma não conseguem localizar o ponto exato onde estão escondidos. De acordo com suas coordenadas, Naruto e o resto do pessoal estão à seis horas daqui. Estão bem pertos, se sairmos agora conseguiremos chegar antes do anoitecer.  

- Com tantos ninjas sensoriais e rastreadores, não conseguem localizar? Naruto não consegue sentir o chakra deles? Onde eles estão?

- Se a área fosse algum lugar vazio ele poderia sentir chakras de qualquer pessoa, mas eles estão próximos à uma cidade e vilarejos, são muitas pessoas desconhecidas. Parece que Kakashi fez suas próprias pesquisas e conseguiu informações direto com a Mizukage, principalmente características deles que poderia diferenciar com civis. Infelizmente ainda não há formas de identificar alguém no meio de multidões sem conhecer a pessoa.

- Humm… e como descobriram que eles estão nessa área? - perguntou Sakura.

- Sai encontrou um deles, o que havia explodido Shinra, e depois de se confrontarem o inimigo fugiu mas ele conseguiu enviar um de seus rastreadores que o perseguiu até um vilarejo. Depois junto com o resto do pessoal, saíram de Shinra e foi até esse vilarejo mas não o encontraram. Eles presumem que ainda estão na área pois se dirigiram logo depois que o inimigo se escondeu entre o civis e estava gravemente ferido. Não conseguiria ir mais longe que aquilo.

- Humm… entendi a situação. Então vamos sair, envie uma mensagem para Sai avisando que estamos à caminho.

- Ah… - respondeu Sasuke preparando um pequeno pergaminho.

Cerca de vinte minutos depois, Sasuke e Sakura deixaram a casa da praia e seguiram o caminho até onde Sai e Naruto estavam. Com insistência de Sakura, os dois viajaram com pressa parando apenas uma vez para descansar. Próximo às sete da noite, Sakura e Sasuke finalmente chegaram onde o restante do pessoal estava. No local estavam apenas Shino, Kira e Ino, aguardando todo o pessoal se reunirem para passarem o relatório da procura.

- Ino! - chamou Sakura se aproximando deles. - Kira também!

- Sakura! Sasuke-kun! Chegaram na hora certa estou esperando o resto do pessoal se reunirem aqui. - disse Ino.

- Olá novamente Sakura-san. Será um prazer trabalhar com você novamente. - respondeu ele, chamando a atenção de Sasuke que estava o olhando de esguelha.

- Como está a situação? - Perguntou Sasuke.

- Nos separamos em duplas e cobrimos toda essa área durante dias, mas ainda não conseguimos muita coisa. Depois que Sai conseguiu localizar um deles com o bingo book, ele parece ter se disfarçado. Ouvimos alguns civis que conseguiu identificar um homem parecido, mas já estava vestido de forma completamente diferente. Ele está mudando de pousada todo dia. Supomos que ele está fraco a ponto de não conseguir nem mesmo usar um bunshin no jutsu, depois da luta contra Sai ele ficou gravemente ferido, mas não procurou nenhum hospital. Ele está tentando se recuperar sozinho, trocando suas roupas todo dia e migrando de pousada em pousada. Todo dia nos separamos para verificar se ele passou em alguma pousada. Estamos tentando pensar em um plano para emboscar ele sem envolver os civis.

- Ele está se escondendo entre os civis sabendo que não podem entrar em confronto. - comentou Sasuke - esperto mas nem tanto.

Em alguns minutos, Hinata e Kiba aparecem, seguidos de Naruto e Sai.

- Parece que todos estão reunidos agora. Yo Sasuke, Sakura-chan! - Disse Naruto

- Konbanwa (1) Naruto! - cumprimentou Sakura.

- Naruto não está em dupla com Hinata? - Perguntou Sakura.

- Tsc pois é Sakura-chan, não estamos. - disse Naruto em protesto encarando Sai. - Tenho que ficar com esse cara aqui.

- Hinata é boazinha demais para parar Naruto se ele tentar ser imprudente. - Respondeu Ino rindo. Hinata tentou falar algo mas achou melhor não, ela sabia era verdade. - Então decidimos colocar ele junto com o Sai que tem um capacidade de análise muito calma antes de agir. Já eu sou a que está sobrando, cada dia saio com uma dupla e caso necessário teria que me deslocar para uma dupla seguinte caso alguém entre em uma batalha e saia ferido. - explicou Ino apontando para o comunicador preso em seu ouvido.

- Agora que vocês dois estão aqui, Sakura também poderá se dividir como a Ino e Sasuke pode se deslocar sozinho. - Disse Sai, acreditando que ninguém iria conseguir trabalhar junto com ele, além de Naruto, mas deixá-los juntos também não era uma boa ideia. As forças deveriam ser balanceadas.

- Não. - respondeu Sasuke. - Sakura ficará comigo todo o tempo.

- Sasuke-kun entendo que você queira ficar do lado de Sakura, recém casados, e tudo mais. Mas será melhor tê-la se deslocando entre as equipes, não tem ninguém melhor para dar suporte. - disse Ino.

- Já disse que não. E fim de conversa. - Disse Sasuke, deixando um clima estranho no grupo.

- Sakura…? - chamou Ino esperando que ela dissesse alguma coisa, Sakura deveria saber que isso era verdade.

- Ino… depois conversamos sobre isso, ok? - respondeu Sakura - Confie em mim.

- Tudo bem. - disse Ino, confusa.

- Muito bem então. Sakura irá se deslocar junto com Sasuke. Alguém conseguiu mais alguma informação? - perguntou Sai.

- Nós conseguimos. - disse Hinata. - Eu e Kiba-kun descobrimos que ele passou a noite neste vilarejo. - informou apontando para um ponto no mapa. - E não só isso, parece que essa noite ele não estava mais sozinho, estava acompanhado de mais duas pessoas.

- Agora parece que ele aumentou o número de companheiros. Como podem ver - indicou Sai para Sakura e Sasuke - desenhei este mapa de toda essa área em que estamos investigando. Estes pontos são as pousadas que o inimigo já passou, os dias e o horário que ele deu entrada e saída de cada lugar. Não há um padrão de escolha, ele está selecionando as pousadas aleatoriamente. Porém sempre entra e sai nos mesmos horários - explicou Sai.

- Na verdade eu consigo ver um padrão. - disse Sakura, chamando a atenção de todos para ela. - Apesar dele passar por pousadas aleatórias em cada cidade e vilarejo, ele respeita uma ordem em que se desloca entre os vilarejos. A cada 3 dias ele sempre volta para esse vilarejo. Todo dia ele não só muda de pousada mas também de vilarejo, existem 8 vilarejos nesse mapa mas ele sempre volta para esse a cada 3 dias. - terminou causando uma reação geral entre eles.

- Realmente Sakura, ótima observação. - disse Sai.

- Só precisamos ver agora quando ele voltará para esse vilarejo e pensar em uma forma de emboscar ele. - explicou Sakura.

- Segundo o mapa, ele irá passar a noite de amanhã nesse vilarejo. Ele já voltou quatro vezes mas ficou em pousadas distintas. - informou Sai. - Onde ele ficará, não podemos prever. E agora ele está acompanhado.

- Quantas pousadas tem nesse vilarejo? - perguntou Sasuke.

- Apesar de ser um vilarejo relativamente pequeno, tem quatro pousadas. Aparentemente parece ser um local de comércio entre cidades vizinhas, muitos comerciantes param nesse vilarejo para realizar negociações. - explicou Sai.

Um silêncio tomou conta do local, todos pararam para pensar em um plano de emboscada, porém ninguém conseguiu pensar nada naquele momento, decidiram dar uma pausa para comerem algo. Enquanto Hinata e Ino preparavam a fogueira, o resto foi em procura de comida e água. Apesar de haver muitos vilarejos próximos, preferiram passar as noites afastados dos civis, não queriam correr o risco de envolvê-los caso trombasse com os inimigos. Sakura ficou com Ino e Hinata, enquanto Sasuke saiu para procurar alimentos e acabou sendo seguido por Naruto.

- O que você quer? - Perguntou Sasuke de costas para Naruto enquanto caminhava.

- Você contou para Sakura-chan? - perguntou Naruto.

- Ah… ela começou a passar mal, não tive como esconder. - respondeu ele. Naruto soltou um pequeno riso.

- Estou feliz por vocês. Sempre acreditei que você iria chegar até aqui. - disse Naruto.

- Ah… - respondeu Sasuke sorrindo de costas para ele.

 

- Sakura… o que você queria me contar? - perguntou Ino enquanto colhia alguns gravetos junto com Hinata.

- Hum… - disse Sakura pensando numa forma de contar aquilo.

- Sakura-san… se você quiser posso dar licença para vocês conversarem… - disse Hinata sentindo que estava incomodando.

- Não Hinata, imagina! Você também é minha amiga, claro que pode ficar. - disse Sakura, nervosa e respirando profundamente. - Só não sei como vou contar isso a vocês.

- É so contar. - disse Ino rindo.

- Huumm… Sasuke-kun está preocupado e se sente responsável em nos proteger. - disse Sakura.

- Como assim NOS proteger? - perguntou Ino enquanto quebrava um galho. Sakura não respondeu, ficou em silêncio. Então ela olhou para Sakura, procurando uma resposta. Sakura estava com as suas duas mãos sobre a barriga olhando para as duas. - De jeito nenhum! Sério isso? - perguntou ela.

- Huummm… - respondeu Sakura.

- Sakura-san… omedetou(2)! - parabenizou Hinata pegando nas duas mãos de Sakura.

- Sakura…! - disse Ino pulando em cima dela, abraçando-a.

- Ino! - protestou Sakura com Ino pendurada em seu pescoço.

- Hinata você não parece surpresa. - disse Ino se afastando de Sakura.

- Você já sabia ne Hinata? - perguntou Sakura.

- Huumm… Naruto-kun me contou.

- Claro que ele iria contar… - disse Sakura.

- Como assim Naruto já sabe? - Perguntou Ino. Sakura contou para ela quem havia suspeitado inicialmente.

- Como já devem imaginar, preciso que escondam isso ao máximo. Não quero imaginar o que aconteceria se o mundo descobrisse que um herdeiro do clã Uchiha está para nascer daqui a alguns meses. - Comentou Sakura.

- Huum.. pode deixar Sakura. Seu segredo estará guardado. - afirmou Ino. Hinata ao seu lado confirmou com a cabeça.

- Arigatou (2)! - agradeceu Sakura.

- Aliás, como Sasuke-kun reagiu a tudo isso? - perguntou Ino.

- Huumm.. Não sei como ele reagiu quando descobriu, mas ele disse estar feliz com isso. Ele está levando super bem e até comentou que acreditava que será uma menina. - disse Sakura rindo.

Ino riu junto dizendo - não consigo imaginar Sasuke-kun cuidar de uma criança.

 


Notas Finais


1 - Boa noite

2 - Parabéns.

3 - Obrigado(a).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...