História O fim do mundo como eu conheço - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ibiki Morino, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kabuto, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kisame Hoshigaki, Kizashi Haruno, Konohamaru, Madara Uchiha, Maito Gai, Mebuki Haruno, Menma Uzumaki, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Morino Idate, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Gaaino Saiino, Jiratsu, Sasusaku Itasaku Kakasaku, Shikatema
Visualizações 11
Palavras 480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo. Meus amores mais um cap pra vocês como um pedido de desculpa pelo atraso.
Espero que gostem.
Bjs

Capítulo 4 - Memórias e um convite inesperado


Fanfic / Fanfiction O fim do mundo como eu conheço - Capítulo 4 - Memórias e um convite inesperado

Sakura pov's on

Depois de uma tarde exaustiva no interrogatório descobrimos tudo que queriamos, agora e só localizamos os criminosos e poderemos descansar um pouco dessa loucura. Ando pelo corredor distraída pensando no quê me fez seguir essa profissão, nem sempre quiz ser policial muito menos uma agente especial, teve uma época em que eu queria ser medica e ajudar as pessoas a se curarem das doenças, mais deixei isso pra lá depois daquele dia.

Memória pov's on

Eu tinha 15 anos, era de tarde naquele dia eu estava voltando da casa de uma parceira do trabalho da escola, estava quase chegando em casa quando um carro preto parou na porta de casa, dois homens encapuzados saíram do carro com armas em punho, entraram dentro de casa, a essa altura eu já estava correndo pra lá, ouvi disparos assim que cheguei na porta de casa, quando eu vi minha mãe morta com um tiro na cabeça e outro no peito, naquela hora eu já não tinha controle sobre mim mesma entrei dentro de casa aproveitei que os bandidos estavam distraidos brigando um com o outro sobre o que roubariam da minha casa, um deles deixou a arma na bancada da cozinha, entrei sorrateiramente na cozinha peguei a arma e atirei sem excitação nos bandidos, eles morreram na hora, depois de matar aqueles infelizes liguei pro meu pai e contei tudo a ele, assim que desliguei o celular sentei perto do corpo já sem vida da minha mãe e chorei sem parar. Quando meu pai chegou eu já estava inconsciente ao lado do corpo da minha mãe.

Dias se passaram, então tomei a decisão de que me tornaria policial, protegeria gente inocente das garras malignas desses bandidos.

Alguns anos depois entrei para academia de policiais, alguns meses depois me formei 19 anos com honras. Me formei cedo pois sempre fui a melhor em tudo. Depois que entrei na delegacia onde meu pai trabalha fui designada para os agentes especiais 2 anos depois me chegou esse assassino.

Memória pov's off 

Entrei no meu escritório/quarto e me joguei no sofá, deitei lá depois de uns minutos alguém bate na porta.

- Entra tá aberta.-digo com a voz arrastada de cansaço.

- Nossa que desânimo e esse Sakura!.-disse Ino fingindo drama.

- Ino eu realmente estou cansada você sabe que eu não estava dormindo direito desde de que esse Hidan- digo com deboche o nome do prisioneiro- e depois estou com muita vontade de ficar nesse sofá.- digo  e ela me olha com tédio.

- Vai larga de ser chata e vamos ao barzinho aqui perto nos diverti um pouco.- diz ela fazendo cara de quem não vai aceitar um não como resposta.

- Você não vai aceitar um não como resposta não é?- digo me dando por derrotada.

- Você sabe que não! E depois não vai ser tão chato assim.- diz ela animada.

- Essa vai ser uma longa noite.- digo me levantando do sofá.


Notas Finais


Espero que gostem.
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...