História O fim, seria um recomeço? - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescência, Amor, Boyslove, Gay, Yaoi
Visualizações 2
Palavras 1.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Incertezas


Fanfic / Fanfiction O fim, seria um recomeço? - Capítulo 2 - Incertezas

No mesmo dia eu enviem uma mensagem a minha agora ex

~~vamos terminar, eu apenas irei te machucar mais, nosso relacionamento ao vai dar em nada mesmo~~

E não a respondi após escutar um celular vibrar varias e varias vezes.

Nesse ano eu avia reprovado na escola ,meus aparelhos de comunicação (celular e notebook) foram tomados ,alem de solitário e cativo, agora estava em uma quarentena.

no decorrer das semanas minha ex me procura incansavelmente, e eu apenas me isolava mais de meu grupo, e apesar disso meu amigos pareciam não se importar com meu comportamento, mas um ponto para a certeza de que eu era alguém só, com a raiva que eu tentava esconder, infelizmente descontei em forma de indiferença minha ex, não dando justificações do porque do termino, e eu sempre pensei, assim como ela iniciou nossa relação por celular, eu também poderia terminar por ali, me sentia livre de uma parte das obrigações, ela era muito infantil para mim, inocente demais para meus desejos. Ela não conseguiria me fazer esquecer  do meu passado, ela não foi uma boa distração.

Com esse fim, eu notei que isso não avia me abalado, ou seja, realmente não era amor e eu estava certo mais uma vez, com isso a escola estava mais cansativa, eu parecia o ruim da história do termino, e as amiga investia mais forte em mim, eu falava que a queria como amiga e no fim ela aceitou, eu deseja realmente, que ela conseguisse arrumar um amor para sua vida.

Quando resolvo sair da escola, fiquei sabendo que minha ex estava com um novo amor, e isso me alegrou um pouco, pois assim ela esqueceria de mim ,aquele que a deixou tão friamente.

--

Eu fiz o resto da escola em uma prova em que fui aprovado, minha convivência família avia piorado, mais uma vez as brigas deles reviviam me fazendo lembrar da pior faze da mina vida.

Como eu avia terminado o médio, eu ingressei logo para uma universidade (o que não era minha preferência) mas como servo da família eu devia escutar todos os pedidos de minha família escolhi um curso que mai me atraia, as artes.

Após um aparente desgosto na cara de minha família ele aceitaram, com isso eu devia achar um emprego.

Tentei antes de tudo apagar contatos com colegas e “amigos” do passado, somente reservando uns que eu gostaria de continuar desenvolvendo nosso vinculo, apaguei grande parte do que não gostava, troquei minhas roupas definitivamente, e fui atrás de um trabalho.

Em 3 meses fui chamado para ser recepcionista de uma academia, aceitei na hora.

Meu 1°salário eu fiz umas tatuagens e coloquei uns brincos na orelha, minha mãe não disse nada no começo porque avia sido do meu dinheiro isso, mas notei que aquilo não lhe agradava.

Um tempo depois uns amigos que avia esquecido retomaram contato ,e eu também os procurei para notar suas vidas nem que fosse um pouco.

Muitos já aviam casado, uns já tinham suas esposas grávidas ou com filhos, outros noivos, e eu ri muito ,escandalosamente ate ficar rouco e parecer um pouco alucinado, meu antigos inimigos piores do que eu, se isso me deu alegria? Sim! Nem que ela fosse momentânea, aquilo fez meu dia mais brilhante.

Eu tinha um amigo sabe, que eu achava que ia ser pra vida...ele não me convidou nem para seu casamento e só mencionou porque estava exposto no fuckbook.

Se eu me senti mais solitário ainda após isso? Bom sim....pois achava que esse amigo seria para toda vida, isso foi mais uma prova que eu não devia confiar em ninguém.

Eu avia aprendido so desde meu nascimento, não confie nem mesmo em sua esposa após o casamento

--

Chegamos a parte de.....o que eu sou? Porque sou assim?

Agora estou com 20 anos ,trabalho ,estudo, tenho hobbies nerds ,sempre estou com meu celular e fone de ouvido, tive um relacionamento falho e nem mais considero meu 1° namoro mas sim ,algo que aconteceu e durou mais do que eu esperaria, uns 2 ficantes garotas e uns 3 ficantes garotos, que minha família nunca fico sabendo, e provavelmente acham que sou totalmente puro. Alem disso....eu não sei o que sou, eu sempre falo que estou com preguiça e odeio sair..mas eu nunca pude sair, me divertir me sentir feliz, entoa eu não se iaô certo se gosto ou não, pois nunca tentei

Não gosto de fumar, eu já experimentei com um amigo que estava no médio e odiei, gosto de bebidas alcoólicas dependendo de qual, e gosto de energético apesar de acelerar meu coração, adoro luxuria em roupas e de que me notem.

Mas...porque eu não consigo sentir amor?

Eu não sei dizer se sou bi...só digo que eu poderia gostar de alguém independente do gênero, se a pessoa fosse interessante ou, que me amasse eu tentaria a amar de corpo e alma,mas apenas tentar sem saber se conseguiria.

Não me considero uma pessoa incerta, eu sei muito bem o que gosto e o que ao gosto, mas com o dito “amor” eu não tinha muitos exemplos agradáveis em casa e fora dela.

Por exemplo

Como eu poderia iniciar algo vendo que a vida de um casado é tão...ruim

Meus pais, sempre brigando, sempre o ciúme , sempre a possível traição que ainda sou incerto em saber se foi ou não real, ou um delírio das partes, sempre o descaso com a aparência perante o outro, o desleixo com a sensualidade já apagada. Meus avós também, após anos de casados não tinham mais uma aparente atração no olhar, a admiração que tinham antes um pelo outro, os insultos de baixo calão e as tentativas de diminuição na alto estima alheia, tudo isso pesa em um relacionamento de anos.

Eu, não penso em casamento ! era isso que eu tinha de regra, Eu não posso amar ! era essa a regra , Eu não sou uma pessoa suficiente boa para meu possível pretendente !

Na minha pela esta gravada as palavras que ouvia

-gordo

-nojento

-lixo

-inútil

-desprezivel

-burro

-idiota

-você nunca será amado !!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Agora olho para o céu escuro de poucas estrelas e suspiro, amanha terei que vestir mais uma vez minha mascara de “tudo esta bem”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...