1. Spirit Fanfics >
  2. O Fogo Ardente do Nosso Amor ( Tododeku ) >
  3. '''- Ex-namorado Maluco

História O Fogo Ardente do Nosso Amor ( Tododeku ) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


! Esse cap tem altos palavrões e tals ! Eu sei... Eu falei que ia tentar fazer hot, mas eu não quero que literalmente qualquer coisa seja uma desculpa para dar o botão, desculpa.

Capítulo 7 - '''- Ex-namorado Maluco


Fanfic / Fanfiction O Fogo Ardente do Nosso Amor ( Tododeku ) - Capítulo 7 - '''- Ex-namorado Maluco

Sábado

[ 11:07 ]

Casa do Deku 


  Querido diário. Eu devo mesmo te chamar assim? 

  Já faz uma semana que estou namorando o Shoto, e esses dias tem sido mágicos! Nunca me senti tão vivo. Minha mãe ainda não sabe que eu terminei com o Bakugou e muito menos que eu já encontrei outra pessoa... Me pergunto como contar para ela. Não posso simplesmente chegar nela e dizer:

  - Oi mãe, é o seguinte... Sabe o Bakugou? Aconteceu uma coisa engraçada, a gente terminou, hahaha. Por que eu estou rindo? Eu comecei a namorar meu antigo colega de quarto no dia seguinte. Engraçado né?

  Ela com certeza ia ter um infarto! Mas eu acho que eu devo ser verdadeiro com ela, ela é uma mãe muito compreensiva.

  Eu estou esperando o Shoto chegar para nós irmos almoçar (O Shoto me pega todo fim de semana para nós almoçarmos juntos, tem namorado melhor? ♡). Eu sinceramente não sei como minha mãe não sabe, nós dormimos juntos, cozinhamos juntos, almoçamos juntos, e ele gastou dez reais numa máquina de garra só para conseguir ganhar um ursinho para mim (O homem perfeito existe sim! E ele é só meu. ).

  Pensando bem, eu sou como a Anna do filme Frozen, comecei a namorar com o garoto que eu havia reencontrado a apenas um dia. 

  O Shoto está demorando, ele me mandou mensagem já faz uma hora! Ele sempre chega uns cinco minutos depois de mandar mensagem... Bom, por enquanto é isso. Meu querido diário, até outro dia.


Midoriya fechou seu pequeno caderno preto com detalhes cinza. Deitou na sua cama, e ficou esperando o " Toc toc " que ele tanto queria ouvir. Ele esperou, e esperou... E nada. Até que...

"BLAM!"

  - O que foi isso?! - Disse Midoriya levantando assustado de sua cama, e correndo para a porta da frente de sua casa que ficava no andar de baixo. Ao chegar na frente da porta disse ele apavorado:

  - T-Todoroki? 

  - M-Midori... -  Todoroki caiu em frente à porta de entrada da casa de Midoriya. Ele estava acabado, ele tinha hematomas por todo o corpo, seu nariz parecia um chafariz de sangue

   - O que aconteceu?! - Disse o menor sentido aproximando do colocando as mãos no rosto do amado.

   - N-nada... - Disse o maior olhando ladino.

   - Quem fez isso com você?! Seu pai?! - Disse o menor com lágrimas nos olhos.

  -  Não...

  - Eu... Consegue se levantar? - Disse o esverdeado limpando as lágrimas.

  - Sim...

  - Tudo bem, vamos levantar no três, ok? Se apóie em mim. 1, 2 e 3! - Disse o menor fazendo força para segurar o amado. - Vamos até o banheiro.

  Os dois caminharam até o banheiro lentamente. 

  - Estamos aqui! Certo, sente aqui querido. - disse o menor aponotando para o vaso sanitário tampado.

  - Certo. - O maior se sentou obecendo o menor.

  - E agora...? Pense Midoriya! - Disse o esverdeado coçando a sua cabeça -  Já sei! Hm... Shoto, tire a sua blusa, por favor.

  - Então você quer ver meu corpo sarado? Você é um pervertido Deku!

  - N-não! Apenas tire logo sua blusa! 

  Todoroki seguiu as ordens do amado e tirou sua blusa.

   - Agora me entregue ela. - Disse o menor estendendo a mão para o maior.

  - Mas, esta cheia de sangue. 

  - E daí? É o sangue do meu namorado! Só não me passe nenhuma doença...

  - Ok, hahaha. - Todoroki entregou a blusa ensanguentada ao Midoriya. Midoriya então limpou o nariz do seu amado com a blusa.

   - Acho melhor você tomar um banho. 

  - Pervertido! Quer que tome banho com você?!

  - C-comigo não! Olha, apenas tome um banho enquanto eu procuro uma blusa que caiba em você.

  - Sim, capitão!

  Midoriya saiu do banheiro e foi diretamente ao seu quarto.

  - Hm... O que eu faço? Ele é muito grande e eu sou pequeno, nenhuma roupa minha serviria nele! Exceto... As roupas que a tia me deu! Ela não sabe a minha numeração,  hahaha.


  Sábado 

[ 11:32 ]

Casa do Deku 


 - Finalmente terminou! - disse o menor que esperava o maior na porta do banheiro. - Abre um pouco a porta para eu te entregar suas roupas e sua toalha!

  - Você é muito mandão! - Todoroki resmungou, mas mesmo assim obedeceu o menor. - Obrigado.

  - De nada, meu amor~ ♡ - disse o menor entregando as roupas e a toalha pela fresta que Todoroki havia aberto.

  Todoroki se secou, se vestiu e ajeitou o cabelo com a mão. Logo em seguida abriu a porta do banheiro, e lá estava a pessoa que ele mais amava no mundo com um olhar mortal que era dirigido à ele.

  - O-oi meu amor... Por que está me olhando assim...? - Perguntou o maior hesitante.

  - Quem fez isso com você, Shoto Todoroki?! Me responda!

  - N-ninguém não.

  - Me responda!

  - F-foi o Bakugou, agora não me bate, por favor!

  - Desgraçado! Eu vou matar ele! Quem ele pensa que ele é para bater no meu namorado?! Eu vou acabar com a raça dele! Aquele escroto, filha de uma puta, arrombado, lixo, bolsominion, cavalo, vadia, cafajeste, canalha, cachorro, corno, cabeça de lâmpada, biribinha, pipipi popopo, Foda-se!

  - Uau... Isso foi intenso, gostei!

  - Senta aí no sofá meu amor, já vou aí cuidar de você, tá?

  - Tá~.

  Midoriya rapidamente pegou seu celular e fez uma ligação:

  - Alô.

  - Alô?

  - Eae corno!

  - Eae gay! O que você quer, pode falar!

  - Você pode bater em alguém para mim?

  - Em quem dessa vez?

  - Katsuki Bakugou.

  - Ele não era seu namorado?

  - Era, fazer o que? A fila anda.

  - Hahaha, ok! Vou ver o que eu posso fazer.

  - Valeu mesmo! Tchau corno!

  - Tchau otário!

  Midoriya guardou seu celular novamente. E se dirigiu até o sofá.

  - Já está tudo resolvido, meu bebê. - Disse o menor sentando ao lado do maior.

  - O que você fez Deku?

  - Mandei baterem no Bakugou. - O esverdeado tentava se aconchegar no colo do amado.

  - Entendi, você parece até um mafioso!

  - Hahaha, não sou mafioso, sou apenas um garoto apaixonado!

  - Hahaha... - O maior deu um beijinho na testa do menor. - Eu te amo Deku...

  - Eu também, Shoto. Agora, liga a TV aí!

  - Ok~! Vamos ver um filme romântico!

  - Não! Um filme de anime!

  - E não pode ser um filme de anime romântico?

  - Pode sim, aff!

  - Então vai ser Your Name.

  - Beleza, parece bom.


Sábado 

[ 13:45 ]

Casa do Deku 


  - Mitsuha~! Taki~! - Disse o maior com lágrimas nos olhos 

  - Você tá chorando, Shoto?

  - Sim!

  - Calma, já vai passar... - disse o esverdeado consolando o seu amado com vários selinhos. 



- Eu estou aqui~! Não precisa chorar. ♡

 



Notas Finais


Eu tô boiolinha com esse casal, affe , e desculpa qualquer erro, o corretor não colabora muito.✋😔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...