História O Fraccion Da Terceira ESPADA - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bleach
Tags Bleach
Visualizações 29
Palavras 2.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Um Hollow Na Soul Society


Fanfic / Fanfiction O Fraccion Da Terceira ESPADA - Capítulo 13 - Um Hollow Na Soul Society

Esconderijo Dos Hollows

Meu corpo estava tão frio... eu estava sentindo toda a vida se esvair dele bem lentamente, era bem doloroso, mas se eu já estou morto e já sou um hollow para onde eu vou agora? Deixar de existir não me parecia tão ruim, talvez houvesse algum conforto em simplesmente deixar tudo de lado.

Eu estava em meu mundo interior incapaz de me mexer. Neko colocou minha cabeça em seu colo e começou a acariciar o meu rosto preocupada, elas estava chorando e essa era a única coisa que me incomodava em tudo aquilo, mas se ela for liberta de servir um arrancar todo esse sofrimento também acaba. Não me importava de morrer aqui mesmo, pude atrapalhar os planos de Aizen duas vezes e comigo morto ninguém mais saberia a localização do esconderijo de Nelliel.

"Deixo tudo com você Gin... você precisa para-lo...".

Quando eu estava prestes a largar o fino fio de vida que me prendia ali aquela sensação de morte acendeu varias memorias que eu tinha perdido e pensei que nunca mais fosse recuperar. Me lembrei de meus pais, de nossos passeios noturnos, da minha irmã que tinha morrido poucos anos antes de mim, me lembrei até de Hiyori tentando salvar minha família de vários hollows e de ver o capitão Kisuke durante  minha passagem para o Hueco Mundo, mas por alguma razão havia uma camada de reiatso ao redor dessas memorias.

Meu nome é Noro Jin... Entendo... Não é um nome nada mal, eu até que gostei...

Foi quando senti um grande calor crescente na minha barriga e pude perceber que eu estava saindo do meu mundo interno e que Neko estava muito surpresa olhando para além de onde eu estava. Quando eu dei por mim eu estava acordando no meu corpo vivo. Byakuya e Soi Fon estava usando uma técnica básica de cura para tratar dos meus ferimentos.

- Não brinca comigo! - disse Byakuya com suor pingando da sua testa - você não vai morrer até me explicar o que está acontecendo!

Soi Fon ao seu lado parecia estar fazendo o mesmo esforço. Quando reuni forças o suficiente para conseguir mexer a boca tentei impedi-los.

- O que vocês acham que estão fazendo seus idiotas? - perguntei com a voz muito baixa, mas como na caverna estava um silencio total eles conseguiram me ouvir - Não pensem que podem me capturar... eu...

- Cala a sua maldita boca - disse Byakuya escondendo seus olhos com o cabelo agora solto - até parece que eu vou deixar você morrer...

- Por que? Eu sou um hollow...

- Eu não sei como um hollow criou consciência e assumiu uma forma shinigami - disse Soi Fon - mas uma divida de sangue precisa ser paga ou o nome da minha família ficará manchado. Não... contarei a ninguém o que vi hoje...

- Eu quero que me explique... - disse Byakuya entre dente contendo um nova fúria que eu não o tinha visto demonstrar ainda - O que é isso e por que escondeu por tanto tempo?

- Eu não sou o único... - falei - Existem muitos como eu, uma organização anti-shinigami no hueco mundo chamados arrancars, assim como os shinigamis eles tem uma visão deturpada do que não se assemelha a eles e querem destruir vocês... - parei para tossir um pouco - A verdade era que eu estava curioso, eu não acreditava na historia dos shinigamis vilões e resolvi vir ver com meus próprios olhos como eram de verdade, seu comportamento, suas escolas, seus ideais.

- E então? - perguntou Byakuya completamente frio

- É verdade que vocês são criados para matar Hollows, mas tem um motivo valido até certo ponto. Existe a possibilidade de se fazer a paz entre shinigamis e arrancars, mas é ridículo pensar nisso vendo que nenhum dos lados está disposto a enxergar o que verdadeiramente é o seu inimigo.

- Você me usou como objeto de pesquisa... - disse Byakuya - um teste... eu passei? - pelo seu tom de voz ele não dava a mínima se era um teste ou sé tinha passado, ele estava magoado e com muita razão retribui toda a confiança que ele depositou em mim com mentiras e meias verdades, e para a segurança dele eu não podia ser totalmente verdadeiro ainda.

- Eu usei - disse lentamente temendo que ele me odiasse - não podia me arriscar confiar nos shinigamis se eu não testasse o caráter de alguém, mas o teste acabou a meses... você se tornou o meu melhor amigo e o engraçado é que eu nem sei o significado dessas palavras... arrancars não sentem nada, somos hollows não temos coração. Por isso quero que acabe logo com isso... se você como shinigami me considera igual a você... por favor me mate...

- Não te considero um shinigami - disse ele e me preparei para um kidou de selamento, com certeza tentariam me levar para interrogatório, mas se esse fosse o caso eu precisaria dar fim a minha vida por mim mesmo antes que o Aizen tenta... - Te considero o meu melhor amigo seu idiota.

E então ele me acertou na cabeça e eu apaguei.

 

Quando acordei eu estava em uma sala fechada e desesperado olhei para todos os lados, eu estava parcialmente recuperado, meu corpo por quebrar as restrições auto impostas se encheu de cortes e eu tinha uma grande bandagem amarrada em meu peito e minha barriga, não havia nem sinal da parte superior do meu shihakushou... Alguém viu meu buraco de Vasto Lorde!

Me sentei na cama e procurei por Neko imaginando o que estariam fazendo com ela, mas ela estava bem ao meu lado em cima de uma pequena mesinha. Estava tudo muito estranho, mas ao tentar me levantar consegui com muita dificuldade, naquele momento a grande porta foi arrastada para a esquerda e o capitão Kisuke entrou.

- Olá Nor-Kun - disse ele com aquele mesmo sorriso de sempre - você se machucou bastante, você tem bastante sorte de sabermos um pouco de cura aqui na decima segunda divisão, ou eles ficariam sabendo disso... - ele ficou sério e apontou para o exato lugar do meu buraco de Vasto Lorde - quando ele disse isso comecei a suar frio, que motivos Kisuke tinha para não me matar...

- Eu peço seu perdão capitão - disse ele - não pretendia...

- Perdão? - disse ele confuso e sorrindo normalmente de novo - perdão pelo que? Aposto que você não pediu para morrer e voltar como hollow - ele soltou uma de suas típicas risadinhas - mas você tem bastante sorte, seu amigo Byakuya Kuchiki trouxe você e me relatou toda a situação, apenas eu e Hiyori sabemos.

Fiquei em silencio sem saber o que dizer...

- Era você não era? - perguntou a voz de Hiyori e somente naquele momento percebi que ela estava encostada na porta sem conseguir olhar para mim, ela se mantinha de costas para que eu não tivesse visão do seu rosto - Era você aquele garoto que eu não pude salvar... Meu primeiro fracasso como shinigami...

- Hiyori-san eram muitos hollows - falei - você não poderia fazer nada contra tantos, eles estavam me cercando ninguém poderia ter evitado.

- Se eu tivesse mais poder...

Passei pelo capitão Kisuke que me olhou confuso, mas ao perceber que eu nem passei perto de Neko ele não deu a mínima. Fui até ela e coloquei a mão em seu ombro. Ela se virou na mesma hora irritada.

- Não encoste em...!

- Eu sou grato por tudo o que fez. - disse sinceramente e fiz uma reverencia a ela enquanto as memorias da batalha dela voltavam mais e mais a minha mente. - Você se feriu e continuou lutando pela minha família sem nem nos conhecer, nunca poderei retribuir esse favor... 

Ela corou e ficou muito vermelha e desviou o olhar, mas também não conseguiu brigar comigo. Sem saber o que fazer ela saiu correndo.

Kisuke foi até mim e ele colocou sua mão sobre meu ombro.

- Você tirou um peso gigantesco dos ombros dela - disse ele - só eu sei como ela ficou arrasada por não cumprir essa missão, quando anunciou seu desejo de se juntar a nossa divisão ela reconheceu sua semelhança com o garoto na hora, me disse que deveríamos compensar mesmo que não fosse a mesma pessoa. Mas quem diria que seria a mesma pessoa.

- mesmo que não ela não tenha conseguido eu conheci pessoas importantes para mim no Hueco Mundo, pessoas que eu amo... mas agora estão todos mortos também... tudo o que eu quero agora é aprender mais sobre a soul society. Saber o meu lugar nesse mundo espiritual. Por favor capitão não me expulse da sua divisão, eu tenho muito apreço por trabalhar aqui.

- E abrir mão de um dos subordinados mais competentes? Ficou louco? - ele suspirou - Mas vamos manter isso como nosso segredinho está bem? Existem alguns capitães e shinigamis que não estão prontos para lidarem com um hollow aqui.

- Sim senhor - respondi me virando para voltar a minha cama

- Só mais uma coisa Nor-kun... Você não chegou aqui sozinho eu presumo deve existir alguém muito poderoso no Hueco Mundo que o trouxe... - senti minha respiração acelerar, eu estava morrendo de medo - mesmo com todo o ocorrido eu não podia entregar o Aizen, ele mataria todos nos - Você teve ajuda?

- S-sim senhor - disse não conseguindo esconder meu medo.

- Você pode me dizer quem?

- Senhor...

- Entendi, pode pelo menos me dizer se é um arrancar?

Senti como se Aizen estivesse ali com uma lamina na minha garganta, em cada uma das madeiras do chão eu pode ver ele matando alguém, Byakuya, Soi Fon, Halibel, as fraccions, Hiyori e até o próprio capitão Kisuke. Se eu o entregasse eu podia salvar os shinigamis do traídor, mas tudo e todos que eram importantes para mim desapareceriam. Mais uma vez como no caso de Sojun Kuchiki eu fui um covarde que temeu falar a verdade. 

- Me perdoe capitão... eu...

- Sinto o seu medo Nor - disse ele ficando sério novamente - parece que você não quer vê-lo estou correto?

- Quero fugir dele - admiti

- Entendo - ele baixou o olhar parecendo parar para pensar em algo - descanse bem, amanhã você volta normalmente ao trabalho.

- Sim capitão.

 

Na manhã seguinte eu acordei um pouco melhor e mais recuperado, mas ainda haviam grandes ferimentos espalhados pelo meu corpo. Vesti um novo shihakushou que haviam deixado no meu quarto e coloquei Neko em seu lugar. Abri a porta e passei para o corredor, no caminho ninguém me olhou diferente, eles realmente não deviam saber de nada. Quando apareci no laboratório Hiyori também não me tratou diferente me passando muito trabalho com o maquinário especial que ela estava atualizando, o que para mim foi ótimo, eu passei a gostar daquilo, era como uma segunda casa mas... 

Agora eu estava dividido. Queria ter Nell, Halibel e os fraccions aqui comigo, todos aqui em paz longe de Aizen e sua ganancia onde eu podia ficar com meu amigo e novos mentores sem ser uma aberração. Eu não sinto vergonha de ser um Hollow, me orgulho da minha raça, por que Nelliel me ensinou a honrar minha espécie acima de qualquer vontade  ou sentimento, a lição mais importante dela era que isso não significava exatamente seguir regras ou obedecer o rei e sim conseguir diferenciar o certo do errado com os meus próprios olhos e sem depender de ninguém.

Eu percebi finalmente que não estava sozinho nesse mundo, no Hueco Mundo Gin, que nem sabia que tinha começado a considerar meu amigo, Halibel, Apacci, Mila Rose e Sung Sung estavam comigo para o que eu precisar. Na soul Society Byakuya, o capitão Kisuke, Hiyori e talvez até mesmo Soi "mau humorada" Fon estavam comigo. 

Nós podíamos conseguir, precisávamos apenas de tempo, em alguns anos nos tornaríamos fortes o suficiente e conseguiríamos derrotar Aizen. Uma era sem guerra medo sangue e destruição estava há poucos passos de distancia de nós...

Pobre Noro, as vezes sinto que eu nunca aprendo o quão idiota eu posso ser...

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...