História O fruto de um amor - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 1.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Harem, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - O reencontro em anos


Fanfic / Fanfiction O fruto de um amor - Capítulo 3 - O reencontro em anos

Lucy on

11 anos depois 

...

Meu nome é Lucy

Bem, tenho 19 anos

Moro num apartamento bem...sozinha

Meus pais moram em outra cidade, eles me mandam mensagens ou enviam presentes pelo correio 

Tenho olhos dourados e cabelos castanhos que iam até o meio de minhas costas

Bem vamos começar 

...

Eu acordei com o meu despertador a tocar na minha cabeça

Eu estiquei meu braço, desliguei o despertador e me sentei na cama

-"Bocejo" que sono bom--digo me esticando 

Eu me levantei da cama e fui até meu espelho no canto do quarto, vi meus cabelos em pé e os ajeitei 

Eu me olhei de pijama dos pés á cabeça quando chegou no pescoço eu vi o anel de metal escuro em uma corrente feita de prata

Eu sorri e logo após eu ouvi um som vindo do meu computador 

-Hum???

Eu andei até meu computador, me sentei na cadeira enfrente ao computados e apertei enter para acender 

Vi o plano de fundo com os meus 3 amigos de trabalho, minha gerente e os meus outros 2 amigos no bar 

...

Só explicando, eu nao bebo porque não quero e porque eles ficam lokos e no final eu que tenho que levar eles pra casa

...

Eu vejo uma mensagem, eu abri a mensagem e digo

- Oh não é a gerente *ela fica uma fera quando tá com raiva!*--penso assustada

Gerente-Lucy! Vc está 30 min atrasada! Venha logo!

- MEU DEUS

Eu- tô indo!!!

...

O nome da minha gerente é Mirai tem por volta de 45 anos mas estava bem conservada

Ela pode ser dura as vezes mas ela é gentil como uma mãe

...

Eu corro pro banheiro faço rapidamente minhas higienes, pego rapidamente um vestido amarelo do meu guarda roupa junto com um casaquinho azul, eu coloco minhas roupas junto com uma sapatilha branca 

Eu ouvi a torradeira indicando que a torrada estava pronta, eu pego minhas coisas e a torrada e corro direto pro trabalho

...algum tempo depois...

Era de tarde, eu estava sentada no sofá nos fundos morta de cansaço 

-Tô exausta!

Katy-força! Lu!

Vitor-Tenho certeza que você vai ficar bem--diz sorrindo

...

Esses são meus colegas/amigos de trabalho trabalho com eles a 1 ano e meio e a gente é super ligados

As vezes nós 3 e a gerente saímos pra curtir admito é sempre engraçado e eu sempre ganho fotos engraçadas novas hihi

...

Mirai-É melhor você ir você tem a faculdade ainda hoje

-Ah é mesmo!

...

Eu estou cursando faculdade de Medicina pois um dia eu quero salvar vidas

...

Eu estava arrumando minhas coisas  

-Katy,pega meu telefone ali na bancada?--pergunto gritando pra ela do outro lado da sala 

Katy-claru!--Ela me respondeu gritando devolta

Ela correu pra pegar meu telefone, eu estava botando a bolsa nos meus ombro quando a katy me entrega meu telefone 

Eu me despedi deles, eles saíram da sala dos funcionários me deixando sozinha e quando eu ia sair eu me senti observada 

Eu olhei envolta depois olhei pra câmera de segurança 

-*será que a gerente tá vigiando de novo?*

...em outro lugar...

Um garoto albino observava a garota através dos monitores de seu quarto escuro que somente era iluminado pela luz das telas

???-Humm...

Ele clicou em diversas teclas e logo após clicou enter enviando uma mensagem para a jovem

...de volta a Lucy...

Eu sinto meu telefone vibrar um vez na minha palma de mão 

Eu estava curiosa então eu dou uma olhada e vejo que era uma mensagem, eu abro ela é vejo que era um desconhecido

▶️                              45%▪□□■ 16:38

Desconhecido-finalmente te achei Lucy

Você está digitando....

Eu-quem é? E como sabe meu nome?

Eu esperei alguns segundos mas não respondeu 

-Deve ser um trote--digo botando o telefone na bolsa 

Eu saí pelos fundo e fui pra faculdade

...mais tarde...

Estava de noite, o clima da cidade estava umedecido. Eu estava na rua indo pra casa, desviando das pessoas para não esbarrar

...

tokyou sempre foi cheia de pessoas, elas sempre saiam de noite então era difícil 

...

Enquanto andava eu podia ouvir as pessoas falando alto nos telefones foi quando meu telefone tocou 

Eu peguei ele na bolsa e atendi 

-Alô?

Foi quando eu ouço uma voz que eu nunca havia ouvido 

Desconhecido-Oi Lucy

-que? Como sabe meu nome? Pera você é a pessoa que me mandou mensagem mais cedo?--pergunto firme mais confusa 

Desconhecido-Sim, quero que você me encontre no templo Nara,na ponte vermelha, até lá 

-e-espe--

Sou interrompida pela chamada sendo encerrada

-*não é tão longe, posso chegar lá!*

Eu atravessei a multidão e corri até lá. 

...mais tarde...

Eu havia perdido a noção de tempo enquanto corria,demorou por causa das multidões e depois de um tempo começou a chover encharcado eu toda

Eu olho envolta e vejo o local onde o desconhecido me mandou ir. 

Era de noite o lugar costuma ficar extremamente animado e iluminado durante as noites de primavera para verem as diversas cerejeiras ganharem sua beleza total mas como não era esse período estava escuro e não havia nenhuma luz apenas a escuridão 

Quando cheguei ao pé da ponte, eu soltei minha bolsa no chão fazendo ela cair no chão molhado 

Eu senti minha respiração desregulada, meu coração batia mais que tudo então eu respirei fundo para me acalmar e botei a mão em meu peito tentando acalmar meu corpo e minha alma 

Eu botei meu primeiro pé na ponte e subo. Eu caminhei por ela até eu ver alguém, ele usava um capuz negro que impedia de ver seu rosto

Ele levantou a mão me fazendo afastar um pouco mas ele guiou ela até seu capuz tirando ele se sua cabeça me permitindo ver melhor seu rosto

Cabelos brancos e olhos verde-água (imagem do cap) assim que ele era

-*esse rosto...me é tão familiar mas de onde?*

Ele olhou para o colar em meu pescoço e disse

???- você ainda usa ele--diz calmamente com sua expressão fria

Eu segurei o meio anel em minha mão com força 

-O-oque você quer?! Ser você quiser esse anel eu não irei te entregar facilmente!

???- você ainda continua a mesma... e sua voz?

Olho pra ele confusa 

???-você não canta mais, né? 

-*c-como ele sabe que eu sei cantar?!* se eu canto ou não é problema meu

???- você realmente amadureceu desde que eu fui embora

-*embora? A única pessoa que eu conheço que foi embora foi....*

Eu fiquei perplexa e minha boca mexeu sozinha

-Lu....Ka...

Luka-Vejo que ainda se lembra do meu nome

Ele tirou de dentro de sua camisa o colar que continha a outra metade do anel

Luka-Sou eu mesmo 

Eu sinto meu corpo pesar e eu caiu antes de eu bater contra o chão da ponte eh sinto eu ser segurada

Antes de meus olhos se fecharem eu vejo o Luka com sua expressão tranquila logo após eu desmaio com minha própria peplexibilidade

Continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...