1. Spirit Fanfics >
  2. O Gangster e a Nerd ( Fanfic - Kim Taehyung ) >
  3. Festa

História O Gangster e a Nerd ( Fanfic - Kim Taehyung ) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oi mores, fiz mais um cap.
E já avisando que o próximo capítulo vai demorar, porque estou formulando as ideias, ok?
Contudo, espero de coração estejam gostando.

(OBS: minha mão quase caiu de tanto escrever)

Capítulo 4 - Festa


Fanfic / Fanfiction O Gangster e a Nerd ( Fanfic - Kim Taehyung ) - Capítulo 4 - Festa

( O Gangster e a Nerd ) - 4

 

Seul | 6:34

 

--- P.O.V Livin 


 

Senti alguém me abraçar por trás, eu já ia bater na pessoa, mas vi que era apenas o Ziuki e sorri. 

 

_ Que susto! 

 

_ Desculpa grandona. - rio ao lembrar do apelido que o mesmo me dava. Estranho, mas pelo menos não é pequena. _ Cadê a sua amiga, a Yura?

 

_ Não sei, acho que ela ainda não chegou. Logo ela que estava animada com uma festa que o irmão dela iria fazer semana que vem. 

 

_ Hum...Festa?

 

_ Sim, mas eu não vou…

 

_ Porque não, Livin?

 

_ Acabei de perde meu emprego e ganhar outro, tem pessoas morando comigo no apartamento, tá uma loucura minha vida. - ele riu.

 

_ E por isso mesmo você tem que relaxar. - deu ideia. _ Mas agora vamos, senão perderemos a aula. - concordei o seguindo.

 

No meio do caminho eu estava tão distraída que nem vi que Lisa tinha colocado o pé na minha frente, me fazendo cair de imediato de joelhos. Ela começou a rir com seus amigos idiotas junto ao resto do corredor e Ziuki me ajudou a levantar.

_ Não liga não, anjo. - ele me confortou.

 

_ Não ligo mesmo. - sorri mínimo e entrei na sala. _ Nossa, a Yura tá demorando, tenho certeza que ela chegara atrasada. - me sentei em minha carteira. 

 

A professora chegou na sala junto com Yura, a menina tinha um sorriso enorme no rosto e se sentou na minha frente, logo se virando para trás.

 

_ O que foi Mochin? - pergunto.

 

_ Esbarrei em um menino super lindo e ele me deu o numero dele. - disse animada. _ Ele é meu novo crush.

 

_ E meu irmão?

 

_ Ah, isso foi uma pequena paixonite, nada demais. - dou de ombros e ela se vira para frente.

 

A professora começa a explicar a matéria. Sinto meu celular vibra em meu bolso, mas não ligo muito…

 

(...)

 

_ Aish! - começo a correr em direção a cafeteria. _ Mas que droga, porque foi chover logo de repente? - entro na cafeteria pelas portas dos fundos. 

 

_ Ainda bem que chegou, vá se arrumar! - a gerente me deu uma toalha e entrei no quartinho da bagunça, ou melhor, nosso vestiário.

 

Percebi que na parte das pernas o uniforme ficou bem curto por eu ser alta, a na cintura ficou apertado marcando bem mesmo. Sai do “vestiário” e peguei meu caderno de anotações e comecei a anotar os pedidos das pessoas, e nem imagina que vinha tantos estrangeiros para cá, e ainda bem que sei inglês.

 

Horas se passaram e meu expediente acabou, as meninas quiseram me chamar para dar um rolê, mas recusei. Na verdade eu sou bem chata para essas coisas, e eu só saio com gente que conheço, e olhe lá.

 

_ Nossa, já são sete horas? - pus minha roupa e sai da cafeteria rumo a minha casa. 

 

Sinto meu celular vibrar novamente e dessa vez eu vejo quem era...O desconhecido de ontem, me mandando mais e mais mensagens.

 

“Olá baby girl, como está?”

“Pera, eu sei como você tá.”

“Sei de tudo de sua vida, trabalha na cafeteria porque perdeu o emprego da joalheria, tem um irmão mais velho, 18 anos apenas, sem pai e sem mãe e tem dois amigos no momento”

“SEU LOUCO!! EU VOU TE BLOQUEAR!!”

“Faça isso, que eu mesmo tornarei da sua vida um verdadeiro inferno”

“Não tenho medo…”

“Sério? E se eu dizer que estou te vendo agora mesmo. Veste uma blusa azul, calças largas e um casaco preto e...Seus cabelos estão soltos…Não teria mais medo se eu fosse até ai?”

“Maluco!”

 

Desliguei meu celular e sai correndo para meu apartamento.

 

_ Nossa, parece que você correu uma maratona, tá tudo bem? - Ravi perguntou e eu apenas assenti. _ Ok…

 

Tomo um banho rápido e me jogo na cama, eu estava tão cansada. Um trator passou por cima de mim, não é possível.

 

_ Eu realmente preciso relaxar.

--- P.O.V Taehyung

 

Eu estava me acabando de rir com a nerdzinha quando Hoseok chegou desesperado na sala.

 

_ O que aconteceu? - me levantei rápido.

 

_ Acho melhor você ver o que o Yoongi achou. 

 

Sai da sala e fui para a área do Yoongi, que estava vidrado em sua tela do computador.

 

_ Cheguei! - ele se virou da cadeira e apertou o espaço. _ Não pode ser. - me aproximei sem tirar meus olhos da tela. _ Ele não morreu? Como ele não morreu? Aquele lugar explodiu, era para ele ter morrido!

 

_ Segundo a alguns informantes ele está criando uma nova gangue, mas não sabemos os nomes ou os membros. - explicou. _ Ele conseguiu fugir pulando antes da explosão no poço. E aquele poço era fundo, provavelmente a gente não sabia muito das habilidades dele.

 

Bufo, ele não podia estar vivo. Esse cara é inimigo do meu pai, ele matou o mesmo e eu jurei vingança, mas pelo visto ele está mais que vivo, até uma nova gangue está criando.

 

_ Temos aliados, certo?

 

_ Sim. EXO é o nosso mais próximo, eles também odeiam o Sehun, por ter traído a gangue. 

 

Respira fundo, respira fundo! 

 

_ Ok, amanhã vamos fazer uma reunião, hoje eu só quero ficar sozinho. - sai da sala. _ Droga! - soquei a parede com toda minha força, eu estava com raiva, muita raiva, possesso, eu poderia matar alguém nesse momento.

 

(...) Uma semana depois 

 

--- P.O.V Livin 

 

_ Estou tão feliz que você vai na festa.

 

_ Sim, mas só para relaxar, nada de bebidas e garotos.

 

_ E como vai ser esse seu relaxamento? Vai ficar sentada olhando para todo mundo? - fico quieta. _ Tá, mas isso é o de menos. Agora precisamos saber com que roupa você vai. - reviro os olhos.

 

_ Caso você não me viu ainda, eu já estou pronta. - ela me olha de cima para baixo e começa a rir. _ Tem algum palhaço aqui? - cruzo os braços. 

 

_ Mas Bolin, essa roupa tá muito estranha para se ir a uma festa.

 

_ Então não vou! - bato o pé.

 

_ Aish! Deixa disso, vou dar apenas um retoque para não ficar tão sem graça. - depois de MUITA insistência eu a deixo dar um “retoque”, que na verdade é me vestir do seu jeito. 

 

_ Só hoje em. - aviso e tiro minha blusa e minha calça e a entrego. _ O que vai fazer? 

 

_ Você vai. - ela pega uma tesoura e começa a rasgar minha calça, dando aqueles desfiadinhos. _ Agora o moletom… - ela pegou meu moletom cortou ela na parte de baixo o transformando tipo em um cropped de mangas longas e com capuz. _ Agora veste! - ela me deu e me vesti. (Roupa nas notas finais)

 

Ela me sentou na cadeira e começou a me maquiar, uma make leve e depois deu uma leve ajeitada em meu cabelo o prendendo em um rabo de cavalo alto. E por fim meu tênis plataforma branco e os calçei. Levantei e me olhei no espelho, eu estava diferente, me sentia mais bonita e mesmo assim confortável. Não pude deixar de abrir com grande sorriso. 

 

_ Viu? Tá linda! - me abraçou de lado. _ Agora vamos pegar um uber que já já a festa começa. - concordo e vou para a sala onde estava o pessoal.

 

_ Nossa, Livin. Você tá linda! - Lucy falou e Ravi e Mark concordaram. 

 

Esperamos o uber e entramos no carro. Estava pensativa, será que realmente será legal ir em uma festa dessas, eu nunca fui e não sei como me comportar, nunca bebi ou já beijei alguém, e só de lembrar disso eu morro de vergonha, como que pode uma menina de 18 anos nunca ter beijado na minha? Eu posso está bonita, mas isso não vai impedir de algumas pessoas serem babacas, cof cof...Taehyung.

 

_ Chegamos! - sem tempo nem para pensar ela me puxa para fora de carro. _ Agora vamos nos divertir! - disse animada.

 

_ Err…

 

--- P.O.V Taehyung 

 

_ Eai cara, tá cheio de menina bonita aqui. Já tô de olho em uma. - ele apontou para uma menina loira, ela era bonita, tinha um corpão. _ E nem vem, eu já vou pegá-la.

 

_ Tanto faz! - virei a garrafa de bebida em minha boca. _ Eita! - olho para Livin.

 

_ Nossa, a nerd tá gata hoje. - Yoongi fala. 

 

_ Haram… - percebo que estava em transe e balanço minha cabeça.

 

_ Ihh, tá caidinho já? - caçoa.

 

_ Idiota! Claro, que não, ela não faz meu tipo. - falo.

 

Na verdade eu estava mentindo, ela fazia muito meu tipo. Eu posso até parecer aqueles caras que ficam com as meninas mais gostosas e com corpão, mas na verdade é ao contrário, eu gosto de meninas com curvas mais delicadas, tipo o corpo de Livin. E pensando bem...Ela não é feia, jamais, eu só falo isso por zoação e porque tenho que manter minha postura de durão, mas ela é gata, até demais. 

 

_ Vou lá. - Yoongi vai em direção a loira. 

 

Fico aqui no mini bar bebendo e observando cada passo de Livin, ela estava tão linda…

 

_ Ah Taehyung! Pare de pensar nela! - sinto alguém agarrar meu braço e olho para a pessoa. _ Sihyeon! 

 

_ Oi, Tae. - ela sorrir. _ Vamos dançar um pouco.

 

_ Estou cansado. - digo sem interesse em seu convite.

 

_ Por favor, não faz isso com sua momo…- fez bico.

 

Como odeio essa garota! Ela fica me perturbando o tempo todo, e bom, me deixem apresentar -lá. Essa é Sihyeon, minha prima chata que vive me perseguindo, e se pensam que é apenas para implicar, não! (Talvez seja também). Mas o foco não é isso, essa garota por mais que pareça fofa é perigosa, sabe hackear, mexer com armas e luta de vez em quando e faz parte de minha gangue, fora do meu grupo claro. Ela já matou minha ex e minha ficante e eu só não a matei ainda porque meu tinha MUITA consideração pela mesma.

 

_ Ok! - disse sem animo sendo arrastado para a pista de dança. 

Ela começou a sensualizar nos passos de dançar, eu estava querendo sair dali, então puxei Jungkook que estava ao meu lado e deixei ela com ele. Vi Livin bebendo no bar com Yura, minha chance de falar com ela.

 

_ Tá arrumadinha para uma nerd em. - comentei me sentando ao seu lado.

 

_ Uma pena que eu não pedi sua opinião. - ela emburrou o rosto, ficava tão fofa. 

 

Ela virou o copo de uma vez e se levantou, acho que ela está começando a ficar bêbada.

 

_ Amiga vai lá dançar com o Taehyung. - valeu Yura.

 

_ Não mesmo. - cruzou os braços.

 

_ Vamos logo! - puxo- a pelo braço para a pista de dança. 

 

No começo ela ficou com vergonha, mas depois foi se soltando e ela não dançava mal.

 

_ Até que dança bem. - sussurrei em seu ouvido e ela corou. 

 

Me aproximei da mesma e quando pude sentir sua respiração perto da minha a vi cair com tudo não e ouvi uma risada logo em seguida, era Sihyeon.

 

_ Tae, você me deixou para ficar com essa idiota? - gritou. _ Pensei que pegasse coisa melhor. - ela a olhou indiferente se abaixando. _ Espero que você fique longe do Taehyung! - se levantou. Eu estava de saco cheio dessa garota, eu não aguento mais!

 

_ Eu não te aguento mais garota! - gritei e agora todos me olhavam. _ Sabe, você não passa de uma metida a besta, boba apaixonada possessiva que nunca me terá, então faça o favor e SOME da minha vida! - a garota a minha frente estava com lágrimas nos olhos pronta para chorar. _ Eu não de dei o direito de…- sentir uma ardência em meu, ela me deu um tapa, ok. _ Suma.da.minha.vida! 

 

_ Ok, Taehyung eu sumo da sua vida por agora, mas quando eu voltar, você iria me pagar, junto com essa vadiazinha miserável! - quando disse isso Livin se levantou se pondo em sua frente. 

 

_ Acho que a única vadia aqui é você, sua escandalosa! - gritou. _ Nunca mais me empurre! - Livin bateu em seu rosto e Sihyeon saiu correndo. 

 

Acho que essa festa já deu tudo que tinha que dar...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...