1. Spirit Fanfics >
  2. O Garoto Da Casa Ao Lado (Kim Namjoon) >
  3. Vizinho... Gostoso!

História O Garoto Da Casa Ao Lado (Kim Namjoon) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olha quem resolveu aparecer de repente ksks
Eu estava pensando muito sobre escrever uma Oneshot, então o aniversário do nosso bebe veio para mim poder fazer um agradinho a vcs ^-^
Vão ser dois caps, por que sim. Mentira, e pq eu achei que ficaria muito grande ksks Então eu vou posta o outro amanhã. Ainda estou terminando ele.. sorry \~○~/

Espero que gostem, fiz com muito amor. Nome das músicas usadas abaixo bjss
Sem mais enrolação

Fiquem com o cap 👁👄👁

Capítulo 1 - Vizinho... Gostoso!


Fanfic / Fanfiction O Garoto Da Casa Ao Lado (Kim Namjoon) - Capítulo 1 - Vizinho... Gostoso!

Sábado. Meu amado e querido dia de folga, quando eu posso dormi até a hora que bem entender.

Sol brilhante trazendo seu fresco junto com o vendo não tão frio, mesmo que não estivesse calor, também não estava frio. O clima estava ótimo para passear com o meu pequeno rottweiler de oite meses. Sua cor branca com algumas machas pretas o deixava muito fofo.

Realmente muito fofo. 

Tendo essa idéia em mente. Me levanto preguiçosamente da cama esticando meus braços e bocejando, olho para o lado logo avistando o meu pequeno sentado no chão ao lado da cama. Como se estivesse me esperando, ele sabe que nas minhas folgas o levo para passear. Coisas que ele adora.

Sorri e caminho até ele, me agacho é passo a mão na sua cabeça o dando um carinho.

- Bom dia, Tobi. Como vai o meu bebe?! _Sim o nome do meu pequeno e Tobi. Temos uma Otaku aqui.

Sou uma mulher adulta de vinte três anos que gosta muito de naruto. Algum problema nisso? Não? Pensei.

Ele contente lembe minha mão abanando seu rabinho empolgado me fazendo rir do seu ato. Me levanto e marcho até o banheiro, fazendo minha necessidade diária e logo minha higiene. Tiro meu pijama o jogando no sexto de roupa suja e entro no box, ligo o chuveiro e deixando a água morna cair sobre meu corpo.

Passo meu sabonete de rosas vermelhas, esfrego minha pele delicadamente. Adoro o cheiro das rosas na minha pele, já é quase como minha marca registrada esse sabonete. Lavo meus cabelos com o shampoo de chocolate, que também tem um cheiro ótimo.

Termino meu banho e saio enrolada na toalha enquanto secava meus cabelos que já exalava os cheiro de chocolate, com uma outra toalha menor. Minha pele macia e hidratada. Me aproximo do meu guarda roupa e pego o frasco de creme de corpo e passo por toda minha pele.

Respiro fundo e dou um sorriso animador. Que logo morrer ao escutar um som alto vindo da casa ao lado, respiro fundo e inspiro me controlando.

Jogo a toalha na minha mão na cama e vou até a janela do meu quarto a abrindo, dando logo de cara com a janela da casa ao lado aberta. Olho em volta procurando aquele maldito garoto, que já começou de manhã a ligar seu som. No meu dia de folga. Pleno sábado.

O volume pareceu aumentar é o meu querido vizinho apareceu na janela segurando uma garrafa de cerveja, berbericando a mesma. Ao notar que eu estava na janela o fuzilando com os olhos, ele me olha e da um sorriso. Provocandor.

Filho da pu...

Respira S/N... Respira!

Do um sorriso forçado como se dissesse "abaixa a porr- desse som!". Ele se aproxima da janela e pós a cabeça pra fora, o som pareceu sair ainda mais alto com a letra da música com palavrões e pornografia.


"Bom pra caralho, garoto, é nojento
Me diga que você é meu ou vou perder a porra da cabeça
Eu preciso desse pau o tempo todo"

Tantos palavrões em uma única parte da música, e esse o tipo de música que ele ouvia sempre. Não que eu também não ouça. Mas no meu fone é só pra mim. No privado!

Quem passasse e entendesse inglês com certeza saberia do que se tratava aquela música.

- Vizinha~ _Ele grita prolongadamente.

Entrando rapidamente e abaixando o som ele então volto para a janela, com aquele sorriso presunçoso no rosto.

Maldito seja Kim Namjoon é esse seu sorriso presunçoso.

Mesmo sabendo o quanto eu odeio ver seu sorriso de manhã, não que seja de manhã. Agora já e meio dia, eu durmo até tarde mesmo qual o problema nisso? No meu dia de folga eu tenho TOTAL direito sobre isso.

Mas...

Parece que meu querido vizinho acha o contrário disso, ele sabe que estou de folga e faz questão de me irritar. Argh. Ok. Respira fundo e não o deixa acabar com o seu dia maravilhoso.

- Sua cara não parece nada boa vizinha. Aconteceu algo? _Mas e muito cínico mesmo. Que vontade de socar esse rostinho lindo.

Para. Pode parar ai mesmo S/N!

- Não, talvez só o fato de ver a sua-.. _Respiro fundo fechando os olhos é conto até três._- Poderia deixar o seu som baixo por favor? Nada contra essa pornografia implícita no meio do dia.

Dava pra ouvir de fundo a voz do cantor e a letra da música dava pra entender perfeitamente.

"Veja

Vou te por em sete posições por setenta - espere

Já fizemos isso, sua peruca foi cortada

Fodendo você nessas bancadas e na cozinha

Estou lambendo seu pescoço e sentindo sua espinha tremer

Você acorda e eu bato uma rapidamente do lado

Isso é um truque quando eu lambo sua parte de trás"


Putaria pura na letra da música. Como ele não tem nenhuma vergonha na cara?

Lanço um sorriso completamente forçado ao moreno descarado que sorri, e então me olha de cima a baixo me analisando. Sigo seu olhar até meu corpo, percebendo agora que eu ainda estava só de toalha.

O olho com reprovação cobrindo meu corpo com as mãos por cima da toalha. A segurando com firmeza para não cair, parecia que o mesmo poderia tirar minha toalha apenas com o olhar. E isso me deixo um pouco constrangida.

Só um pouco... Mantenha o foco.

- Eu duvido que seja mais pornográfico do que ver sua vizinha gostosa só de toalha, na janela, e conversando comigo. _Salientemente ele desce o olhar pelo vão da toalha e sobe até onde ela estava presa, meus seios apertados por conta do pano.

Argh. Cretino!

- Pervertido! _Grito incrédula é ainda mais constrangida pela sua sinceridade.

Ele realmente não tinha filtro nenhum e pouco se importava em ter um pouco de vergonha na cara. Tudo para ele era e é diversão. É não poupava esforços para conseguir o que quer.

Vive dando festas na sua casa com a música alta, não se importando com a opinião alheia. E seu foco principal e me perturbar. Já faz dois anos que vim morar em Seul por conta do trabalho, e como bônus um vizinho gostoso e cretino.

Argh~~

No começo ele foi bem legal, mais depois, foi como se já estivéssemos intimos o bastante ou me conhecesse a anos. E quando começou as implicâncias e provocações não parou mais.

Fechando a cara para o moreno cretino e gostoso eu fecho a cortina entrando.

- Cretino! Safado! Idiota! _Resmungo mais e mais sobre o moreno.

Ele sabe muito bem o quanto e lindo e gostoso, seu sorriso com covinhas e de fazer qualquer uma se derreter. Até mesmo eu. Mesmo que internamente, nunca deixaria ele saber o quanto ele consegue me afetar.

Mas acho que ele já sabe sobre isso...

É sabendo de tudo isso ele usa com gosto todas as suas armas de provocação. Perdi as contas de quantas vezes ele já apareceu na minha casa do nada, sem camisa.

Repito. Sem. Camisa.

Não tive um infarto por pouco. Mas por dentro eu estava em um surto coletivo comigo mesma.

- Se acalme S/N! Se acalme. _Respiro fundo e fui me vesti.

Coloquei uma calça legger breta e branca, um top e uma camisa larguinha para correr. Calço meu tenis e prendo meu cabelo em um rabo de cavalo, pego meu fone e o telefone e desço para a cozinha.

Pego a coleira do Tobi e uma garrafa de água. Chamando o Tobi que logo veio ao meu encontro, eu prendo a corrente nele e saio de casa com o pequeno rottweiler aninado. Passando de frente a casa alheia eu ouço a música um pouco mais alta agora.

"Eu-eu só fodo ela de ladinho

E ela fica vadiando pra mim

Eu como a buceta dela, eu vou pra valer

O tempo inteiro nós pegamos fogo

O único problema dela é

O olho caído

Vamos cantar mais um pouco, ela é tão-

Você é tão vadia

Eu sei que você gosta de mais

Eu vou te foder quando eu estiver entediado

Eu te falei que ela é uma vadia

Eu amo isso"

Nego com a cabeça botando o fone no ouvido, e bem na hora meu querido vizinho. Aparece na droga da janela.. Sem a droga da camisa, seu abdômen parecendo molhado e seu rosto também. Seu cabelo úmido caia entre seus olhos. 

Grande filho da puta gostoso!

Kim Namjoon com seus vinte e cinco anos. Um corpo invejável. Olhar abridor de pernas. Sorriso molhador de calcinhas. Covinhas maravilhosas, que te deixava confusa entre achar muito fofo ou muito sexy. Um metro e oitenta e três de pura gostosura. Uma voz rouca que te deixa perdida só de ouvi-lá.

Um caminho sem volta realmente!

Respiro fundo desviando o olhar e seguindo meu caminho. Não iria cair na tentação de ser mais umas da sua listinha idiota. Ele acha que eu não sei sobre essa babaquice dele e seus amigos de quem pegaria a vizinha "Gostosa" primeiro.

Pelo que eu soube, desde que uma nova moradora vinha pra cá acontecia isso. E depois a mulher sempre ia embora, o por que delas irem embora eu não sei.. Mas eu serei diferente, não sou tão fácil assim meu amor.

Mesmo que você seja lindo, gostoso e um grande pedaço de mal caminho. Não cairei em tentação.

Deus Jashin e mais!


                         {..~..}


De volta a minha casa depois de passar uma hora e meia na rua com o tobi, brincando e correndo no parque. Até o pequeno cachorro estava cansado. Assim que entramos eu coloco água pra ele e sua ração.

Caminho até a geladeira e pego outra garrafa de água. Já que acabei com a que levei. Bebi um pouco e deixo em cima do balcão, boto a outra pra encher e subo para o meu quarto.

Outro banho relaxando me aguarda.

Na verdade. Eu deveria ter tomado banho e lavado o cabelo depois que voltasse, mais tudo bem. Agora já foi. Dessa vez eu apenas tomo um banho rapido e visto uma camisa larga e calcinha. Desço para a cozinha de novo, necessito preparar algo para mim comer.

Já que não tomei café.

Coloco a garrafa já cheia na geladeira e resolvo preparar um macarrão ao molho branco e tomar um vinho tinto, para acompanha. Enroladinhos de ovo séria bom também.

Hum~ já estou com água na boca só de imaginar!

Com isso em mente eu começo a preparar minha comida enquanto bebida vinho na minha bela taça. Coloquei uma musica baixa pra tocar na minha caixinha, que estava conectada ao meu telefone.

 Tocava Ne-Yo; Sexy Love. 

Amor essa música e todas as outras dele.

Mexia meu quadril no ritmo da música e cantarolava baixo enquanto fazia o molho. Então, eu finalmente percebo algo que por incrível que pareça, a casa ao lado hoje estava bastante quieta. Percebi isso agora desde que voltei.

- Sexy love. Girl the things you do _Começo a cantarolar enquanto pensava._Keep me sprung, Keep me running back to you.

Segurei a colher de pau como um microfone cantando, e fazendo uma dancinha. Tantando imitar o Ne-Yo, é falhando miseravelmente.

Aonde sera que aquele garoto foi? Ele pode ser mais velho que eu mais age como um pirralho. Eu ria de mim mesma e negava enquanto pensava no meu vizinho.

Acho que nós tocamos apenas uma vez e foi o suficiente para me deixar em pânico. Foi quando ele estava me ajudando com umas caixa, eu não aguentei tudo e ele veio me ajudar pegando da minha mão. Nesse momento nossos braços e pernas se tocaram, e seu rosto estava bem proximo do meu.

Muito proximo até...

Mordo os lábios lembrando da nossa proximidade, e como se voltasse pra realidade, uma batida na porta me acorda.

Desligo o fogo do molho já pronto e o macarrão escorrendo na pia ao lado. Deixo tudo ali e vou até a porta. Quem em sã-consciência estava vindo encher meu saco logo na meu precioso momento?

Me esquecendo das roupas que estava vestida, eu abro a porta, e o susto que levo ao ver Kim Namjoon parado na minha porta encostado no batente e com as mãos no bolso. Ele levanta a cabeça e me olha.

Santo Jashin!

- Boa tarde, S/N. _Como eu pude esquecer que meu nome saia tão sexy na sua voz? Como pode só essas palavras de desconcertar tanto?

- Está ocupada? Se estiver te atrapalhando volto depois. _Me olhou de cima a baixo e eu fiz o mesmo.

- Oh! Não... digo, droga! _Resmungo me escondendo atrás da porta._ Entre, vou só.. vesti algo apropriado. Não espera você aqui, na real não esperava ninguém.

Dou espaço para ele entrar e logo que ele faz eu corro até as escadas subindo, gritando que já voltava e para ele ficar a vontade.

Pera..

Por que caralhos deixei ele entrar na minha casa? E por que ele parecia, estranho. Como se estivesse tomado coragem para finalmente fazer algo. Por que ele veio logo até a minha casa de repente sem nem um aviso antes. Meu coração não está preparado pra isso.

Maldito seja esse meu vizinho... Gostoso!





Continua...?









Notas Finais


Então ne \^-^/
Proximo cap vou tentar de tudo pra posta amanhã. Já que vai ser o nive do nosso lider bebê amanhã aqui.
Aaaaaah eu estou feliz por está escrevendo de novo e por ser algo do nosso amado e maravilhoso lider! Espero que o dia dele hj seja maravilhoso assim com todos os outros❤ e que nós o amamos muito 😙 deem muito carinho a esse anjo que caiu do céu para nós trazer felicidade por apenas existir💖💜💜

~💖Happy birthday Kim Namjoon💖~

Músicas sitadas; Jojo feat Tory Lanez and 30 Roc - Comeback
JVLA - Such a Whore

Deem muito amor, é até maiiiiixxxx 👁👄👁
🌺


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...