História O Garoto da Flor - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, J-hope, Jimin, Jungkook, Namjoon, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 20
Palavras 1.254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meu docinhos ❤🌸
Desculpa ter ficado esse tempo todo sem postar, estava abarrotada de deveres e provas.
Mas indo direto ao ponto: espero que aproveitem esse novo capítulo e também que não me dê um bloqueio criativo.
Desculpem me pelos erros e Boa leitura 😘💚

Capítulo 2 - Dia 2


Fanfic / Fanfiction O Garoto da Flor - Capítulo 2 - Dia 2


No pátio da escola durante o intervalo, Jimin se encontrava aflito. Havia mandado seu amigo Taehyung levar flores até a casa de Jeongguk. O buquê de 5 rosas era até mais caro que sua refeição do fim de semana, mas com as economias que guardou, pôde tomar coragem para fazer um agrado ao seu amado.

Empurrava a cadeira de rodas com um pouco de dificuldade devido a quantidade de pessoas que circulavam pela quadra. Era época do Show de Talentos do ano e algumas pessoas andavam apressadas, felizes e com papéis nas mãos das inscrições que fizeram.

Por mais que parecesse idiota, Jimin tinha grande vontade de se inscrever, mas o medo de que todos fossem fazer piadas de mal gosto com sua voz fina partia seu coração. Apenas ignorava e cantava no seu tempo vago as músicas que passavam por sua cabeça.

Jimin sempre foi uma pessoa calma mesmo depois do acidente ter acontecido. Ele fazia fisioterapia constante com ajuda dos amigos e dos pais e conseguia resultados razoáveis como mexer os dedos dos pés e sentir as cócegas que Taehyung insiste em fazer nos pés do menor só para brincar com o amigo.

A vida do Park não era super interessante de ser contada, até porque em sua cabeça passavam coisas como "Quem iria querer saber algo de minha vida?" ou "Quem se importaria?"

Estava procurando SeokJin, amigo de infância e vizinho no meio de todas aquelas para passar o intervalo consigo, já que além de Taehyung, não tinha outro contato na escola.

Rodou aquelas rodas com seus braços já com músculos de tanto repetir os movimentos e olhava para os lados procurando o mais velho. Só não esperava ter em vista, no meio do caminho, o garoto dos seus sonhos.

Jeon Jeongguk.

O moreno trazia consigo uma vasilha de isopor com algo dentro e seus fiéis fones de ouvido. Não prestava atenção nas pessoas em sua frente, apenas no celular que digitava rapidamente. Jimin notou que o Jeon segurava o papel informativo de Show de Talentos.

Jimin apenas parou e observou o garoto passar por si, como se o loiro nem existisse. Sentiu-se um pouco chateado por ter sido tratado assim, mas afinal queria o quê? Jeongguk não o conhecia. Não sabia que Jimin era o remetende das flores.

No fim, não conhecia seu admirador secreto.


{♡}

- Ele passou por mim com indiferença total. Nem se quer me olhou por ser mais baixo. - Jimin falou, magoado. Jin escutava atentamente.

- Não se julgue assim, Jiminnie. Você não escreveu suas iniciais nem nada. Não tinha como ele saber. - Explicou ao amigo, paciente. SeokJin tinha percepção do quanto o amigo gostava de Jeongguk então estava disposto a ajudar em tudo.

O moreno sabia que Jeongguk era um garoto bastante dócil pelas poucas vezes que falou com o rapaz ou alguém comentou consigo sobre o mesmo, mas tinha certo receio dele recusar Jimin pelo loiro ser especial. Seria hipócrita da parte de Jeongguk caso fizesse isso, mas era apenas uma preocupação do hyung.

- Eu devia ter colocado minhas inicias como o Tae falou. - ditou, pensativo.

- Não vai mandar flores pra ele de novo? - indagou ao amigo.

- Vou e será hoje mesmo, só que apenas uma flor branca. - Jimin falou sua idéia e rodou as rodas para voltar para a sala de aula, já que o sinal já tocava.

- Assine seu nome ou pelo menos suas iniciais. - Jin aconselhou segurando os braços da cadeira e empurrando para Jimin.

- Obrigado. Realmente preciso descansar meus braços. - riu e colocou os braços no colo novamente enquanto era guiado para a sua sala por Jin.

- Eu sendo seu escravo. - o mais velho falou brincando e bagunçou os cabelos do loiro.

- Aish! Vai desarrumar meu cabelo. - com as mãos mesmo rapidamente arrumou os fios que estavam fora do lugar. - Estou pensando em escrever "Um dia pretendo ver seu sorriso direcionado a mim".

SeokJin riu fraco e revirou os olhos para seu amigo bobo apaixonado, já chegando na porta da sala.

- Você está cada dia mais bobão pro Jeongguk. - debochou, provocando o loiro.

- Shiiu! Não fale o nome dele perto das outras pessoas. - o mesmo advertiu colocando o indicador nos lábios.

- Por acaso o senhor Bobão Apaixonado está com medo que o seu amado descubra quem é o admirador nem tão secreto dele? - riu ao ver o bico de Jimin e apertou os mesmos.

Jimin bateu na mão de seu hyung ainda com o bico nos lábios. Ele sabia como ser birrento e fofo ao mesmo tempo.

- Só não quero que mais pessoas sintam curiosidade por ele e se apaixonem. - revirou os olhos passando uma mão em um dos cabelos.

- Que fofinho o mochi com ciúmes. - riu, bagunçando mais uma vez o cabelo do outro.

- Aish! Não estou com ciúmes. E não desarrume meu cabelo. - falou emburrado.

- Preciso ir agora, criança. Nos vemos no fim da aula. - acenou para Jimin e andou até sua sala.

Jimin virou-se e entrou na sala indo em direção para seu acento. Mal percebeu que Jeongguk caminhava para dentro de seus sala de aula, acompanhando o professor em passos firmes.

Jimin sentiu seu coração disparar. O que seu amado estava fazendo em sua classe? Por que não estava na aula? Seria a hora dele fazer Jeongguk notá-lo?

Preferiu ficar quieto quando escutou algumas garotas de sua classe cochichando e logo gritando "Jeongguk oppa!"

Pelo amor de Deus! Ele tem a mesma idade que elas.

O Park revirou os olhos e, já no seu lugar, prestou atenção nas palavras do professor.

- Bom dia, alunos. Hoje o senhor Jeon tem um convite para fazer a todos vocês. Por favor, fiquem em silêncio. - Deu espaço para Jeongguk, que respirou fundo e preparou a garganta.

- Bem, como vocês já devem ter escutado alguém falar, eu estou organizando um show de talentos junto com mais dois amigos, com a aprovação da diretora, claro. - riu fraco e continuou. - Vou deixar com o professor os papéis com as informações.

Jimin estremeceu. Adorava cantar mas não na frente de outras pessoas e principalmente na frente de Jeongguk. A vergonha não o deixaria prosseguir embora a vontade fosse extremamente grande. Ficou receoso quando viu Jeongguk pegar uma prancheta e se posicionar para escrever, mas foi interrompido por um Taehyung abrindo a porta num estrondo e entrando rapidamente, não esquecendo de fazer referência ao professor.

- Me desculpe pelo atraso, senhor Lee. Houve um problema, mas já está tudo resolvido.

- 'Tá 'Tá. Sente-se logo antes que alguém lhe veja chegando atrasado através das câmeras.

Taehyung agradeceu e foi sentar com Jimin.

- O que eu perdi? - perguntou a Jimin em tom baixo.

- Alguém vai querer se inscrever? - Jeongguk olhou para a turma esperando uma resposta. As mesmas meninas que gritaram por seu nome no início na aula levantaram a mão sorrindo, umas três. Ele perguntou o nome delas e elas falaram

- Show de Talentos. - Jimin respondeu ainda indeciso.

Taehyung abriu a boca super empolgado.

- Vamos! Vamos participar! - começou a se exaltar e sorrir, mal percebeu que estava falando mais alto que antes. Alguns olhares foram direcionados à dupla. Taehyung começou a sacudir o braço de Jimin.

- Vamos! Minnie, por favooor! - fez biquinho.

O olhar de Jeongguk dessa vez foi direcionado aos dois.

- Não, Tae. Você sabe que eu tenho vergonha. - falou baixo devido o olhar de Jeongguk. Estava começando a corar pois odiava chamar atenção de forma inapropriada, já que sempre chamava por estar de cadeira de rodas.

- Vocês querem participar? - Jeongguk perguntou é Jimin arregalou os olhos, sentindo seu coração disparar contra o peito.



Notas Finais


Fiz esse capítulo o maior possível 😅 não sou acostumada a escrever muito grande, mas quero compensar vocês ❤

⚠️O que acharam da atitude do Jeon? Será que o Jimin vai participar do show de talentos?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...