1. Spirit Fanfics >
  2. O garoto da janela ao lado >
  3. Primeiro encontro

História O garoto da janela ao lado - Capítulo 12


Escrita por: panqueca2956

Capítulo 12 - Primeiro encontro


Fanfic / Fanfiction O garoto da janela ao lado - Capítulo 12 - Primeiro encontro

Pov. Liam 

   Estou no carro com o Theo e não faço a mínima ideia pra onde ele está me levando o que me deixa nervoso e inquieto.

 - Conta pra onde vamos!?- perguntei curioso.

- Você vai ver quando a gente chegar- ele disse rindo da minha curiosidade.

 - Posso te perguntar uma coisa? 

- Você acabou de perguntar- ele riu.

- Sério, porque você me chamou pra sair me beijou e tudo?- perguntei fazendo o mesmo se encarar e sorrir.

- Porque você mexeu comigo de uma forma que ninguém nunca mexeu.

 - Falou isso pra quantas antes de mim?-Olhei desconfiado cruzando os braços.

- Pra ninguém além de você- me encarou sério.

- Há claro- minha fala saiu carregado de ironia.

- Olha eu sei que minha fama e o que você pensa sobre mim, más hoje a noite vou fazer você mudar de ideia- ele disse calmo e sereno me fazendo sorrir.

O Theo parecia outra pessoa comigo naquele carro totalmente diferente do Theo que morreu no primeiro dia de aula e confesso que estava adorando aquele Theo. Chegamos num prédio caindo aos pedaços e sem movimentos por perto e ainda mais a rua era toda escura.

 - Chegamos- Theo disse abrindo a porta.

 - Você está de brincadeira? Eu não vou entrar aí.

- Vai dizer que você está com medo- Theo disse logo saindo do carro e abrindo a porta do meu lado.

 -Claro que eu estou com medo vai que você me trouxe aqui pra me matar. 

- Como eu vou te matar se nem transando ainda - pronto esse é o Theo que eu conheço- vem confie em mim você está seguro.

- Onde fui me meter- disse saindo do carro.

     Entramos no prédio onde tinha apenas um homem provavelmente o porteiro cochilando em uma cadeira de metal velha. Theo pegou minha mão e começamos a subir as escadas, o prédio era velho todo no concreto e cheirava mofo.

- Ótimo lugar para um primeiro encontro Theo- reviro os olhos.

- Há você vai gostar relaxa.

     Fomos subindo até chegar no último andar e caminhamos até uma porta cheia de cadeados logo Theo pegou uma chave dentro do bolso abrindo os mesmos, assim que ele abriu a porta dei de cara com um apartamento com todas paredes grafitadas e várias lâmpadas amarelas penduradas no teto, tinha um enorme sofá algumas almofadas no chão uma TV na parede e uma pequena cozinha porém o que me chamou atenção foi uma grande janela de vidro que dava pra rua.

- Gostou?- Theo perguntou fechando a porta de si.

 - Gostei é legal aqui.

- E aqui meu esconderijo sempre que quero ficar sozinho venho pra cá, só você e uma garota colocaram os pés aqui- assim que ele terminou de falar eu o encarei.

 - A garota foi minha mãe- ele disse rindo.

 Theo me mostrou tudo e contou que ele mesmo faz os grafites e que amava aquele lugar. Estava tudo perfeito ele me contava coisas de sua vida e fazia perguntas sobre a minha, fazia algumas piadas e brincadeiras me passava felicidade e me fez perceber que eu estou realmente apaixonado por Theo Reaken. A noite estava ótima Theo não era aquele bad Boy idiota que eu imaginava ele era um garoto fofo e carinhoso dentro de toda aquela máscara de bad Boy. 

- Você é especial Liam despertou sentimentos em mim que eu nunca tinha sentido antes- ele disse enquanto estávamos deitados no sofá, minha cabeça estava em seu peito e seu braço me rodeava.

- Theo desculpa mais é tão difícil acreditar em você depois de tudo que aconteceu.

- Eu fui idiota algumas vezes quer dizer eu sou idiota mas realmente eu gosto de você.

- O que me garante que você não está só tentando me levar pra cama.

 - Eu não posso fazer você acreditar em mim, mas você pode me dar uma chance.

- É tão confuso tudo isso até você se declarando eu até achava que você era hetero.

 - Quando eu digo que você mexeu comigo é exatamente por isso você foi o primeiro menino que me despertou atração.

 - Você pode tá confundo as coisas Theo- quando eu terminei de falar Theo levantou minha cabeça e me beijou calmo e quente.

 - Eu não estou confundindo nada eu quero você, quero você só pra mim- ele disse parando o beijo e levantando do sofá caminhando até o som que tinha ali o ligando depois indo até a parede desligando as luzes e ascendendo apenas as amarelas deixando o apartamento com pouca iluminação.

- Vem dançar comigo- ele disse me chamando.

  Me levanto e vou ao encontro de Theo, o mesmo coloca a mão em minha cintura me fazendo colar meu corpo no dele. Começou aquela batida da música que eu conheço bem The Hills do the Weeknd.

  " Your man on the road, he doing promo 

You said keep our business on th -low

I just tryna get you out the friendzone

Cause you look even better than the photo  

I can't your house send me the info"


Theo começou a se mover ao som da música me guiando lentamente e me apertando devagar.


"Driving thourogh the gated residential 

Found out I was coming, sent our friends home

Keep on tryna hide it but your friends know"

   

    Theo começou a beijar meu pescoço, eu estava apenas me deixando guiar e sentido todo prazer que aquele momento estava me proporcionado.

  

" I only call you when it's half past five 

The only time that I'll be by, your, side

I only love you when you touch me, not feel me 

When It's fucked up, that's the real me 

When I'm fucked up, that's the real me, yeah"


    Theo começou a me beijar intensamente me levando ao delírio logo impulsionando me para cama me fazendo entrelaçar minhas pernas em sua cintura. Theo caminhou até o sofá me deitando e ficando em cima de mim naquela mesma posição.

   - Eu não posso te garantir que gosto de você e quero ficar com você mas posso te proporcionar uma aventura pro seu coração- ele sussurava em meu ouvido enquanto passava as mãos em minha coxa- cabe só você decidir o que quer.

    Assim que ele terminou eu inverti as posições tirei sua camisa e a minha também logo beijando seu peitoral fazendo o mesmo arfa alguns gemidos roucos. 

- Eu quero você Theo e quero agora- assim que falei abri os botões de sua calça e colocando minha mão dentro por cima da cueca apertando o seu membro.

- Eu vou te tornar meu hoje- Theo falou se levantando e abaixando sua calça.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...