História O garoto da voz doce ( Namjin-Taegi ) - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Oioiiii espero que gostem♡♡♡♡♡

Capítulo 24 - Inesperadamente - Namjoon


Fanfic / Fanfiction O garoto da voz doce ( Namjin-Taegi ) - Capítulo 24 - Inesperadamente - Namjoon

"Olhos abertos, boca fechada. Prende, mas sem algemas..." paixão.

Não entendia o por quê de estar ali, braços e pernas enlaçados por uma corda, uma fita vermelha na boca e uma venda nos olhos.

De repente, um perfume. Doce... familiar...

Arrepiado, tive um mal e um bom pressentimento ao mesmo tempo. Quem quer que seja, eu tinha certeza que conhecia a pessoa.

Passos. Cada vez mais próximos. Sinto-me ofegante. São duas pessoas.

A venda é retirada de meus olhos. Mesmo com a fita vermelha na boca, tento falar, tento perguntar o porquê de estarem fazendo isso.

- Desculpe. Era necessário. - diz Jungkook.

Ele retira a fita que tapava a minha boca. Quase sem forças e sem acreditar no que estava acontecendo, faço um esforço:

- Por que fez isso? Não faz sentido! JUNGKOOK! VOCÊ ME SEQUESTROU!

Jungkook estava parado na minha frente, com um leve sorriso no rosto, como se estivesse dizendo "eu nem acredito que deu certo...!" Apesar do ato que cometeu, creio que, por mais estranho que seja, não foi por mal. Seus olhos enchiam de lágrimas vagarosamente.

A outra pessoa, a qual possui o tal perfume, estava mais longe de onde eu me sentara.

-Jungkook... Você pode... Me soltar?

Ele, meio pasmo, se aproxima e começa a desamarrar as cordas que prendiam o meu corpo. Pouco a pouco, fui esticando as minhas pernas e braços, os quais estavam bem doloridos.

Desesperado, supliquei:

-Por favor... POR FAVOR, ME CONTE O QUE DEU EM VOCÊ PARA ME SEQUESTRAR!

Jungkook fechou os olhos e deu uma leve risada, a qual me assustou um pouco. Mais confuso ainda, tento falar, mas ele me interrompe.

-Você vai me agradecer por isso. Acredite.

Atrás dele, havia outra pessoa. Aquele perfume... via apenas um vislumbre da sua silhueta, a qual era do mesmo tamanho do Jungkook. Estico o meu pescoço para tenter ver quem era, mas Jungkook chega mais perto de mim.

-Você 'tá' louco pra saber quem é, né? - ele parecia ansioso e ao mesmo tempo preocupado - vou fazer um joguinho com você...

Uma gota de suor escorre pelo meu rosto.

Ele vendou meus olhos com um pano preto, bem macio por sinal.

- Agora, quero que fique de pé. Vamos, Nam levante!

Eu faço forças para me levantar, apesar do enorme peso que as minhas pernas sentiam, provavelmnte por ter ficado em uma posição só por muito tempo. Mesmo sem a visão, consigo ouvir mais uma pessoa andando pela sala além de Jungkook.

Ouço o mesmo sussurando algo para a pessoa a qual me referi. Passos perto. Muito perto, quase podia sentir a respiração do desconhecido.

O perfume! Era daquela pessoa. Nunca tive tanta certeza de algo como tive disso.

Jungkook soltava leves risadinhas e parecia mais ansioso do que o normal. Mas eu estava com medo do que seria aquilo.

De repente, Jungkook diz para a outra pessoa:

-Certo! Agora, beije ele!!!

Eu me afasto com um súbito passo para trás, instintivamente. O que estava acontecendo ali?!?

-Eieiei! Ninguém aqui vai me beijar se eu não souber quem é! Que absudo JK!

Jungkook caíra na gargalhada, se contorcia de tanto rir. Não entendia a graça daquilo!

- Isso pode ser considerado assédio sabia??

Ainda rindo, ele responde:

- Ai... a minha barriga 'tá' doendo! Hahahahaha isso foi muito bom! Nam, não seja exagerado! Assédio seria se você não conhecesse a pessoa! Hahahahaha

-Eu... conheço...?

Ouvia a outra pessoa respirar fundo e ficar repetindo algumas palavras, e a voz... era... era... era bem conhecida... que droga! Eu quero saber quem é!

- Chega! - disse a pessoa, com um tom um tanto autoritário. - eu não vim aqui pra ficar vendo você rir da nossa cara Jungkook. JÁ CHEGA!

Eu ouço passos apressados vindo na minha direção e não sabia se corria ou se ficava ali parado. Paralizado, continuei na segunda opção torcendo para não acontecer algo de ruim. Passos mais e mais perto... duas mãos macias se apoiam em meus ombros e Jungkook solta um "Oh!" exageradamente desnecessário.

-O... O que você está fazendo?!?

-Fique tranquilo, Nam.

Subitamente, uma nostalgia enorme me consome e me vejo com meus três amigos Tae, Yoongi e... Jin, na adorada praça, jogando basquete no final da tarde. Suga irritado e Tae rindo e dizendo que ele é fofo. Jin e eu trocando olhares constrangidos em meio a tudo. Tenho saudade de tudo aquilo. Depois que... ele foi embora, meio que... tudo perdeu o brilho. E era esse brilho que eu sentia naquele momento. Um brilho de felicidade. Parece que a pessoa resolveu seguir as ordens de Jungkook e... me beijou. Naquele exato momento eu sabia quem era e que aquele beijo era de apenas uma pessoa. Ainda vendado, sentia o perfume daquela pessoa e me arrepiava a cada toque.

Nos separamos e despi da venda negra. Quando olho para a pessoa, vejo que o brilho da minha vida havia voltado e parecia que era pra ficar.

Eu envolvo meus braços no seus corpo em um abraço apertado. Lágrimas de alegria, tristeza e raiva ao mesmo tempo escorriam pelo meu rosto.

-Eu senti tanto sua falta... que droga! Não suma assim de novo... acho que se isso acontecer novamente, sinto que não vou conseguir suportar...

-Eu estou aqui agora... Com você. Só pra você.

-Jin... eu te amo!

~ ♡


Notas Finais


♡Luv u♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...