História O garoto do capuz azul - Mitw, Cellps, Jvtista - Capítulo 96


Escrita por:

Visualizações 322
Palavras 1.218
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem
Desculpa pela demora estava meio desmotivado, agora voltei com força total

Capítulo 96 - Felicidade finalmente


Fanfic / Fanfiction O garoto do capuz azul - Mitw, Cellps, Jvtista - Capítulo 96 - Felicidade finalmente

Por Cellbit


 

Já são duas e cinco, todos estão no meu quarto, Felps, Malena, Spok, Calango, Pk, Guaxinim, Alan, Authentic, Baixa, Pac, Mike, Diego, Henri e Jv. Felps e eu ficamos na frente de todos.


 

Bom gente – Felps

Chamamos vocês aqui, porque temos uma ótima notícia – Eu

Sim, nós vamos casar – Felps (Ele sorri)

Todo mundo já sabe – Henri

Nós vamos conseguir ir para o nosso casamento, minha mãe e a minha irmã vão ajudar – Eu

A noite, eles ficaram perto da floresta, só precisaremos sair na moita e pronto – Felps

Sério?! – Pac

Minha mãe sabe que estamos passando por momentos difíceis, por sorte um amigo da minha deixou ficarmos em um hotel – Eu

Que sorte – Malena

Na verdade, ele devia um favor a minha mãe – Eu

Ata – Malena

Mas todos nos vamos caber nos carros? – Pac

Ué, é só ir no colo mor – Mike

Não, eu conheço vocês, seus bandos de safados, se eu deixar, todo mundo vai chegar grávido no meu casamento – Cellbit

Todos riem.

Minha mãe tem um carro grande, vai dar para sete irem, e no carro do meu pai que minha irmã vai dirigir vai dar para mais sete irem, meus pais têm caros grandes – Cellbit

Alguém vai ficar – Pk

Que? – Calango

Somos em 15 – Pk

Eu vou ficar – Jv

Vocês entendem? – Jv (Ele olha para o Felps e eu)

Claro Jotinha, você vai achá-lo – Felps

Obrigado – Jv

De nada – Felps

Quantos meses você já está? – Diego

Estou com um mês e meio – Eu


 

Quebra de tempo


 

A noite


 

Por Mike


 

Pac e eu, estamos indo para a floresta já são 11 horas, estou com medo de sermos flagrados, principalmente com essas malas, Pac quis trazer um monte de coisas, entramos na floresta e andamos por alguns minutos, acho estranho, pois não estou vendo o pessoal, depois de um tempo, vimos uma luz, fomos na direção dela, então vimos o Cell, o abraçamos e entramos no carro, esperamos os outros, após um tempo todos chegaram.

Partimos rumo a felicidade…


 

De manhã


 

Por Jv


 

Sou acordado com batidas em minha porta, me levanto e ando sonolento até ela, quando abro vejo a Beth, ela sorri para mim.


 

Oi Jv – Beth

Olá Beth, entre! – Eu (Saio da frente da porta e a fecho, após a Beth entrar)

Onde você o viu pela última vez? – Beth (Ela pergunta, enquanto olha pela janela)

Bom, já faz uns seis dias, no quarto dele, o colega de quarto dele, não ia passar a noite lá, então fui dormir com ele, quando acordei, ele não estava lá – Eu

Você não o viu sair? Não ouviu nada? – Beth

Não, estava cansado, eu sempre dormo profundamente – Eu

Ela me olha e ri.

Deixa eu adivinhar, você e o meu irmão ficaram a noite inteira, acordados? – Beth (Ela pergunta com um tom de malícia)

Ah… sim – Eu

Esse Batista – Beth

O que vamos fazer? – Eu

Ué, vamos investigar – Beth

Ok – Eu


 

Por Mike


 

Acordo, abro um belo sorriso, ao ver meu Pac dormindo em meus braços, dou um beijo, vejo seu braço e suas belas tatuagens, faço carinho em meu pequeno, até que o mesmo abre os olhos e sorri.


 

Bom dia Mikaé – Pac (Ele abre um sorriso, um belo sorriso, a única coisa que ilumina meu dia)

Bom amor – Eu (O beijo)

Dormiu bem? – Pac

Claro, é tão bom, dormi agarrado a ti – Eu

Digo o mesmo, seu peito é mais gostoso pra dormir do que o travesseiro – Pac

Eu sei, sou gostoso pra caralho – Eu

Rimos.

Besta – Pac (Ele me dá um beijo)

Será que aqui eles dão café? – Eu

Acho que sim, o Cell falou alguma coisa sobre isso, não foi? – Pac

Sei lá, quando chegamos era umas duas horas da manhã, só queria dormir – Eu

É, vamos descer e ver se tem? – Pac

Claro – Eu

Ele se senta na cama, admiro sua fisionomia, é impressionante como o Pac é perfeito, é como se suas curvaturas fossem feitos só para se encaixar a mim, como se tivéssemos sido feitos um para outro e nada além disso.


 

Amor? – Pac (Ele me chama de volta a realidade)

Oi – Eu

Tudo bem? – Pac
Sim, só viajei um pouco – Eu

Ok – Pac (Ele sorri)


 

Nós levantamos.


 

Por Cellbit


 

Estou comendo, a comida daqui é ótima. Estou comendo algum tipo de pão doce que nem sei o nome, com um cappuccino. Vivian está do meu lado direito comendo pra caralho.


 

Mano, isso é muito bom!!! – Eu

Né, coisa boa – Vivian

Olha para frente vejo meu irmão, ele está com a bandeja cheia de comida e procurando um lugar para sentar, acenei para ele e apontei para cadeira, na minha esquerda. Ele vem.

Bom dia irmão – Eu (O abraço)

Bom dia mano – Diego

Irmão? – Vivian (Ela nos olha confuso)

Bom Vivian, lembra quando a mãe me adotou? – Eu

Sim – Vivian

Então, você lembra que me separaram do meu irmão biológico? – Eu

Lembro – Vivian

Então, eu o achei – Eu

Eita porra!!! – Vivian (Ela se surpreende)

Que bom, nossa o Cell falava muito de você – Vivian (Ela o cumprimenta)

Ele sorri.

Saiba que agora, você também é meu irmão – Vivian

Eba – Diego (Ele sorri)

O dia mal começou e já ganhei uma irmã que foda! – Diego

Rimos.

Ah! Aproveitando que vocês estão aqui, quero pedir uma coisa – Eu

O que? – Vivian

Bom, eu preciso de uma madrinha e um padrinho, por isso quero que vocês dois sejam – Eu

Serio?! – Diego

Sim – Eu

Eu aceito – Diego

Também! – Vivian

Que bom!!! – Eu (Puxo os dois e os abraços)

Depois de soltá-los voltamos a comer.

Como está a gravidez Cell? – Diego

Tá bem, esse carinha vai crescer bem rápido, do jeito que to comendo – Eu

Eles riem.

Você acha que vai ser menino ou menina? – Vivian

Não sei, acho que menina – Eu

Se for menina, eu como tia terei que ensiná-la a ser piranha – Vivian

Diego caso engasgo ao rir.

Boa, se quiser eu o ajudo – Diego

Vamos ensinar a bela arte da piranhagem – Diego

Os dois riem e fazem um toca aqui.

Espera, deixa eu ver se entendi, meu filho nem nasceu e vocês já querem transformá-lo em piranha? – Eu

Exatamente – Diego

Que audácia – Eu

Só para vocês saberem, se alguém for ensinar o meu filho a ser piranha, esse alguém vai ser eu e antes de ser piranha, ele vai ter que estudar – Eu

Pode ser piranha, mas tem que ser piranha estudada – Eu

Eles riem.

Concordo, você vai ser um ótimo pai – Vivian

Eu sei – Eu


 

Por Leon


 

Acordo, vejo que estou em uma sala branco sentado em uma cama meu pé está acorrentado a uma cama, olho para o lado vejo outra cama e o Sheldon, que também está acorrentado, olho para o outro lado e vejo a Nilce!!!


 

NILCE!!!!!! – Eu (Grito chorando)

Ela acorda assustada e me vê e começa a chorar.

Leon – Nilce

Abraço a Nilce e a beijo.

[Autor: Gente, sou só eu que não consegue imaginar eles se beijando, só consigo imaginar eles se abraçando kkk]

Finalmente te encontrei amor, senti sua tanto sua falta – Eu (Encosto nossas testas)

O que aconteceu? Onde estamos? – Eu (Olho envolta)

Quem foi a última pessoa que você conversou? – Nilce

O Antônio, Sheldon e eu estávamos falando com ele – Eu

Droga, bom Leon, o Antônio é um psicopata, ele que está nos prendendo aqui – Nilce

Porcaria – Eu


 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, amo vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...