1. Spirit Fanfics >
  2. O Garoto do Jardim de Rosas - imagine Park Jimin. >
  3. Temos uma pista

História O Garoto do Jardim de Rosas - imagine Park Jimin. - Capítulo 108


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura

Capítulo 108 - Temos uma pista


Fanfic / Fanfiction O Garoto do Jardim de Rosas - imagine Park Jimin. - Capítulo 108 - Temos uma pista

Eu ainda estava muito confuso e com medo, então me deitei no chão, e lá fiquei por algumas horas, o Jin o amigo de minha mão, disse que iria cuidar de mim, e a me ajudar a encontrar todos, mas antes teria que buscar sua sobrinha.

Ele estava demorando muito, todas as vezes que eu acordava de meus curtos cochilos, eu só ouvia barulho do vento, o mesmo que soprava as cortinas, até começar a ouvir um som diferente, passo, mas não pareciam ser do Jin, eram de outra pessoa, tinha alguém na minha casa, também pensei que poderia ser o tio Daniel ou Lisa, mas e sabia mais do que qualquer um as passadas deles. Eu ouvia passou largos e lentos andando por toda a casa, jogando a coisas no chão, quebrando vasos.

Logo me escondi embaixo da cama, e fiquei observando, até que ele chegou ao quarto e pude observar seus pés.

- onde será que aquele pirralho se escondeu? – disse o que pareceu ser a voz de um homem jovem.

Começou a caminhar pelo quarto, revirou os armário, gavetas e encima da cama, até que parou em frente à cama. Tampei minha boca, com minhas duas mãos para ele não ouvir minha respiração.

- Jungkook, eu sei que você está nessa casa ainda, e eu vou te encontrar. – disse em voz alta.

Como ele poderia saber meu nome.

- estou fazendo isso para o seu bem, aprece! – gritou. – eu não vou te fazer mal, eu vim para ajudar – falou calmo.

Ele era estranho, gritava e falava calmo, eu não podia cofiar nele, eu rezava para que o Jin chegasse o mais rápido possível.

Senti um cutucão na minha costas, tirei as mãos da boca e me virei rapidamente, antes mesmo que eu pudesse gritar minha boca foi tampada de novo. Eu estava espantado, pisquei varias vezes, para ver se era real, como ela poderia estar ali.

- calma, não faça nenhum barulho . – cochichou com um voz suave no meu ouvido e sorriu.

De repente o homem, saiu correndo e depois começamos a ouvir uma luta e explosões, e ela continuava tampando minha boca. Até que parou os barulhos e ouvi alguém correndo.

- IU , Jungkook, onde vocês estão.

Ela tira a mão da minha boca e eu continuei paralisado olhando para ela.

- vamos, acho que aqui é muito pequeno para nós dois, não acha?

- sim ! – respondi automaticamente.

Ela rolou para fora, e em seguida fiz o mesmo, ela estendeu a mão para que eu me levantasse , peguei e ela puxou, mas com sua força não conseguiu me levantar, o ri.

- vamos tentar mais uma vez, ok ? – ela ri.

Mas não sei se por obra do destino, ela acaba perdendo o equilíbrio, e cai em cima de mim  e eu a abraço para protege – la, ela ficou me o olhando nos olhos, e eu fiz o mesmo, até ouvir o Jin entrar no quarto, nos levantamos rapidamente.

- tio estamos aqui! – disse ela.

Ele correu para nos abraçar.

- vocês estão bem, ele não fez nada com vocês ?

- não, assim que percebi a presença dele na casa , me escondi de baixo da cama, e ela me encontrou. – apontei para a moça. – como ela apareceu de baixo da cama sem ser vista?

- bom, deixe me apresentar, eu sou IU, sobrinha do tio Jin, eu sou um anjo, meu tio me contou sobe você, lamento pela sua irmã, e sobre eu aparecer assim do nada, é que eu posso ficar invisível ou me tele transportar, mas no caso de agora pouco eu não sabia onde você estava então fiquei invisível.

- oi UI, eu sou Jungkook – sorri -  como anjos podem fazer essas coisas? – perguntei surpreso.

- você também pode fazer. – disse jin

- como irei fazer isso , se não sei nem me defender direi, você não viu, eu me escondi de baixo a cama de tanto medo, eu sou um covarde.

- é porque você não esta pronto, isso é tudo novo para você. – disse jin

- temo que eu nunca ficarei pronto.

- jungkook, pelo que eu saiba sua mão, era uma hibrida, e seu pai um anjo, você não é tão forte quanto sua mãe, mas é mais forte que qualquer anjo e demônio, mesmo sem  sua Irmã e com ela podem se tornar mais forte inda. – disse jin.

- serio?

- sim.

- e quando esse dia chegar, o dia em que ninguém poderá machucar você, sua Irmã e nem sua mãe.

- nós estaremos aqui, para ajudar você a chegar nesse dia. – disse IU, segurando na minha mão.

- eu tenho uma pista de onde elas podem estar, aquele homem que entrou na sua casa, era um servo divino, pensei que não teria motivo algum de um servo divino ser tão agresivo, então ele deixou escapar que estava a mando de uma mulher. – disse jin.


Notas Finais


espero que estejam gostando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...