História O Garoto Do Sex Shop - Imagine Jungkook - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Coréia, Jungkook, Kpop, Sexshop
Visualizações 502
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi oi oi, hoje o barraco come. Façam suas apostas. Como estamos perto de grandes tretas e eu tô ansiosa vou ver se posto com pouquinho mais de frequência​.

Eu tava relendo essa fanfic e eu lembro que ela devia ser curta, ter um dez capítulos ksksksksksks só que não né mores. Bem, peguem as pipocas e vamos ao combate.

Capítulo 16 - Verdades Dolorosas


Quando a porta bateu eu soube que ela tinha entrado. Tiro os olhos do celular e olho para a jovem de cabelos lisos que se sentou ao meu lado da cama.

— Eu não sei porque você está assim comigo. - afirma ela como se tivesse feito nada.

— Não? Talvez chifrar seu namorado e continuar se deitando com seu amante não seja uma razão plausível.

— Você sabe que eu amo o Jin, Safira. Como minha amiga devia entender.

— Myung, eu entendo, mas esse amor está crescendo de forma errada. Pense bem, Jin pode ser uma pessoa fantástica, mas se ele está aceitando ser amante quem sabe se ele não vai trair você se ficarem juntos.

— Você está se ouvindo? - ela se levanta furiosa.- Que tipo de amiga você é? Você devia me apoiar sempre.

— Eu estou tentando te proteger. Se eu não ligasse ia deixar que fodesse só. Não é justo fazer isso com seu namorado.

— E o que você está fazendo com Jimin, é justo? - diz ela cinicamente com a mão no queixo.

— Essa não é a questão aqui.

— Você não quer ouvir a verdade, é isso, mas encher meu saco você pode. Você está sim usando o Jimin só para provocar o Jungkook. Me diz, depois que essa birra passar o que vai fazer com o pobrezinho? Jogá-lo no lixo?

— Cala a boca, você não sabe o que está dizendo. Você não sabe o que eu sinto pelo Jimin.

— Sei, Safira. É muito menos que nada. Ele é só seu tapa buraco. Você só está fazendo o que a Aerum fez com os dois.

Eu estava a um passo de explodir em choro, mas a menção de um nome que desconheço me faz pensar. Aerum é mulher que fez a desunião de Jungkook e Jimin? Por que ela está me comparando a ela? Me apresso em abrir a porta.

— Saia. No próximo fim de semana não haverá mais nada meu no seu apartamento, voltarei para Itália.

Torno a expulsá-la antes que diga algo. Ela sai sem que eu precise dizer algo a mais. Bato a porta e me jogo na cama chorando, mesmo que Myung-Hwa tenha razão no que disse a dor que sinto é intensa. Eu também devia ter escolhido melhor minhas palavras, talvez eu tenha sido muito áspera.

Eu realmente não estou bem. Eu amo a presença do Jimin, ele é fofo, gentil e adorável. Não que Jungkook não tenha essas características, mas eu sinto coisas diferentes com cada um. Eu temo estar me apaixonando pelo Jungkook, isso é caminho sem volta no qual só irei sofrer.

Ouço o trinco da porta abrir e fechar e passos se aproximarem. Fecho os olhos com força desejando que não a Myung-Hwa.

— Safira?

A voz grossa de Taehyung me faz sentar na hora, ele não está só, Namjoon e Hoseok estão aqui também. Este se ajoelha a minha frente e seca minhas lágrimas e dá aquele sorriso de raio de sol.

— Vocês ouviram? - pergunto entre soluços.

— Não. Nós vimos sua porta bater e Myung-Hwa sair chorando. - Taehyung senta ao meu lado segurando minha mão.

— A gente pode saber o que houve? - Hoseok pergunta, Namjoon se junta a ele ajoelhando a minha frente também.

Suspiro profundamente e a medida que vou falando o que acontecera naquele quarto momentos lágrimas e mais lágrimas caem sem qualquer tipo de esforço. Digo tudo a eles, sem excluir nada.

— Não chora, pequeno unicórnio. - Hoseok diz com um esboço de sorriso que me faz sorrir também.

— Quem é Aerum?

Minha pergunta os silencia. Os três se olham ponderando em dizer ou não.

— O que você precisa saber é que Jimin sofreu mas se recuperou e está pronto para amar mais uma vez. - Namjoon responde.

— Jungkook preferiu se fechar e se manter distante de compromissos para não sofrer mais uma vez. - Taehyung me explica.

— Você precisa realmente se dar um tempo, mas um tempo longe dos dois. Passa um tempo conosco, vamos nós quatro no cinema amanhã, a praia ou ao parque. Ficar distante da influência de ambos é melhor. - Hoseok acaricia minhas mãos.

— Conta com a gente, Safira. - Namjoon beija meu cabelo.

— Quer ficar só? - respondo um sim silêncio para Taehyung​.

Os três me dão um forte abraço, nos despedimos na porta e Hoseok fala que trará meu jantar assim que estiver pronto. Em poucos segundos Jungkook se materializa e entra com tudo.

— Você está bem? Eu vi os meninos entrando com uma cara preocupada e fiquei temeroso.

— Nada. Eu me desentendi com a Myung-Hwa.

Pela primeira vez eu notei um olhar preocupado, de verdade. Seus olhos buscam algum traço de desconformidade em mim, ambas as mãos quentes dele tocam meus braços suavemente e sem maldade.

— Seu rostinho está meio inchado.

Seus dedos tocam minha bochecha. Trocamos olhares intensos, para ser franca eu não sei o que significa. Particularmente sequer faço ideia da onde saiu essa preocupação repentina dele.

— Vou colocar você na cama.

— Olha não... ah!

Eu grito pelo susto que tomei quando o mesmo me pega no colo e me deita na cama. Como eu já havia tomado banho e usava um pijama não tinha necessidade de me trocar. Pensei que ele iria embora porém se deita junto comigo e me põe sobre seu peito.

Acho que é isso. Eu estou amando você, Jeon Jungkook. Estou oficialmente e completamente fodida por causa disto. 




Notas Finais


E agora? Não se esqueçam de favoritar e divulgar, porque é importantíssimo para mim. Ah! Comentem por favorzinho​, esse é o ponto alto do meu dia. Amo os comentários de vocês.

Tchau meus docinhos, até sábado ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...