História O garoto ideal - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Oioi minha gentiiii
Olha quem voltouuuu( pra sacanagem)
Voltei
Me desculpem pela demora

CHEGA DE ENROLAÇÃO
boa leitura hihi

Capítulo 19 - Não é pra saberem


Fanfic / Fanfiction O garoto ideal - Capítulo 19 - Não é pra saberem

POV. Will 

 

Acordo e, só me dou conta que Camilla está comigo quando me viro e a vejo deitada ao meu lado em sono profundo.

Ela é muito bonita, muito mesmo

Ontem nós demos um passo que até me surpreendeu, eu nem acredito que quase transei com ela.

Tudo tem seu tempo, ainda vai rolar. Fico feliz em saber que ela também gosta da minha companhia, nos estamos de rolo cara, de rolo! Eu nem acredito 

Fico admirando seus traços por alguns segundos. Uma pele perfeita, um pequeno sorriso em seus lábios e os olhos relaxados, parece bem tranquila. Logo depois levanto para pegar o meu celular. Assim que o pego vejo que são 10:37 da manhã e...nossa! Acho que fomos dormir muito tarde, nem me lembro de ter desligado a TV

Depois desse pensamento olho para a tv e vejo que ela não está ligada. Quem desligou?

Saio do quarto com cuidado para a Camilla não acordar e vou em direção a cozinha pois escuto conversas 

-bom dia Will– diz a minha mãe assim que eu entro na cozinha 

Olho em volta e vejo só ela sentada à mesa e a Fernanda lavando louça

-bom dia Will, passou bem a noite?– fer pergunta educada 

-bom dia– falo para as duas e comprimento a minha mãe com um beijo na bochecha– qual das duas desligou a minha TV? 

-ah, fui eu– minha mãe diz– eu cheguei em casa perto das 7 da manhã e fui no seu quarto para ver se estava acordado, mas quando eu cheguei lá...– ela para de falar fazendo uma cara de sabida 

-eu estava dormindo?– perguntei irônico, é meio óbvio né 

-não só você mas a Camilla também, foram dormir muito tarde?–ela pergunta 

-na verdade sim, ficamos assistindo série até umas 4 da manhã e acabamos dormindo 

Quando termino de falar a Fernanda e minha mãe se olham e eu fico confuso 

-que foi?– pergunto me sentando de frente para a minha mãe 

-nada Will–Fernanda diz sorrindo 

O que está havendo com as duas? Eu fiz algo?

-bom dia gente– diz a Camilla entrando na cozinha– espero que não tenha te incomodado eu ter passado a noite aqui, quando vi já estava dormindo– Ela diz isso olhando para a minha mãe 

-imagina querida– minha mãe sorri e eu reviro dos olhos– sente, tome café conosco 

Na hora Cami sorri para minha mãe e senta ao lado da mesma, assim que ela me olha, acabo sorrindo involuntariamente 

-quando o pai volta?–pergunto colocando leite e café na xícara 

-ele já está aí–minha mãe responde meio tensa e eu travo 

-o que?–eu a olho 

-ele chegou agora pouco, deve estar lá encima tomando banho

-ele vai descer para o café?

-não sei– minha mãe responde mais tensa 

-o senhor Marcos disse que iria descer comer algo antes de ir descansar–Fernanda fala parando de lavar a louça

Meu pai é muito preocupado com o quesito mulher, ele aceita e tudo mais mas sempre tem um pé atrás porque tem medo de que eu troque o meu “futuro” por uma mulher, mas tem vezes ele leva isso tão a sério que eu tenho que lembra-ló que, às vezes, o meu futuro pode ser uma mulher 

-então acho melhor eu ir–Camilla diz se levantando 

-eu vou com você–me levanto também a encarando e a mesma abre um sorriso discreto 

-e se ele perguntar de você?–minha mãe pergunta 

-fala que sai para resolver coisas da faculdade

-tá bom–minha mãe se levanta– foi um prazer conhecer você Camilla–ela a abraça– espero te ver novamente em breve 

-eu também–Cami se separa da minha mãe– até mais Fernanda – ela sorri para a mulher 

-tchau Camilla–A fer retribui o sorriso 

Vou com a Camilla até a saída, mas assim que abro a porta ouço a voz de meu pai 

-Will, é você filho?– ele grita do andar de cima e eu consigo o escutar na escada 

-Cami, me espera aqui fora–falo para ela e a mesma sai para fora do apartamento– oi pai–digo quando o vejo em minha frente– como foi a viagem?

-foi cansativa– ele suspira– onde vai?

-resolver coisas da faculdade–finjo desinteresse– depois nos falamos ok?

-claro– ele bota a mão em meu ombro– boa sorte– meu pai fala e se vira em direção a cozinha 

Saio do apartamento e fecho a porta, já direcionando o olhar para a Cami, que me encara curiosa 

-posso saber porque seu pai não pode me ver?–ela pergunta e eu passo por ela já apertando o botão para chamar o elevador 

-pelo mesmo motivo de eu não poder ver sua mãe– falo e ela entende 

Descemos todos os andares e agora estamos indo em direção ao condomínio de prédios da Camilla.

-posso entrar?–pergunto no portão do condomínio– estou morrendo de fome 

-claro– ela sorri e eu retribuo

Subimos até seu apartamento e assim que entramos me lembro da última vez que estivemos aqui juntos, sorrio com a lembrança e entro de vez já me sentando no sofá 

-e o que teria de café da manhã?–pergunto e ela me encara 

-tem cereal, frutas, leite, café e bolo de laranja. Mas eu posso fazer um omelete ou uma vitamina se quiser–ela da de ombros e eu a olho curioso 

-voce sempre é assim?–pergunto me levantando 

-assim como?–ela fica confusa

-super atenciosa e carente de manhã?–pergunto e Camilla sorri 

-sim, eu sou um anjo– ela chega perto da minha boca e fala– vai querer o que?

-qualquer coisa–já me preparo para beija-la mas ela se afasta

-então vou fazer uma vitamina de morango porque eu to precisando–fala indo em direção ao armário 

-porra Cami–resmungo e ela me olha com cara de inocente 

Até parece, ela tá é zoando comigo 

-que?– ela pergunta e começa a rir

-vai ter volta–falo voltando a me sentar 

-tá bom Will, vai sonhando 

 

[...]

 

Depois de termos tomado café, continuamos conversando por um tempo

-eu quero te levar para dançar de novo viu–eu falo e ela me encara 

-é claro, temos que ir mesmo. Da última vez voltamos muito cedo né Will?– ela pergunta levantando uma sobrancelha

-eu não tenho culpa tá?– digo e ela ri– eu tava bebado e tinha muitos caras te secando lá, você tava quase beijando um 

-ele era bonito– ela da de ombros 

-não sabia que você era esse tipo de mulher–falo brincando e meio surpreso 

-você não sabe muitas coisas sobre mim– Camilla fala e eu entendo as segundas intenções -eu estou morrendo de calor–ela fala se levantando– eu vou me trocar, já venho 

Ela vai até o quarto e se fecha lá. Bem que podíamos ir na piscina do meu prédio,ia ser ótimo. Mas provavelmente meu pai vai para a jacuzzi relaxar e ela fica no mesmo andar da piscina então não vai rolar infelizmente 

Faz um bom tempo que não vejo as pernas da Cami, na real acho que a única vez que vi foi o dia que ela saiu do banheiro de toalha e eu tava no quarto

Rio de leve com a lembrança 

Nossa, eu daria tudo para ver a Camilla de biquíni, só de pensar nisso sinto meu pau pulsar levemente 

Mano, o que que tá acontecendo?

Ontem, durante a pegação meu pau já subiu pra caralho e eu tive que ir no banheiro me aliviar e hoje eu só imaginei a menina de biquíni e meu penis deu um pequeno sinal de vida, imagina quando eu a ver na minha frente pelada? Puta que pariu 

-ainda estou com calor, mas já melhorou um pouco–Camilla fala vindo em minha direção 

Ela está vestindo uma camisa branca com detalhes em vermelho e uma calça jeans preta rasgada 

-por que não um shorts?–pergunto quando ela se senta do meu lado– vai passar menos calor 

Ela desvia o olhar de mim e fica meio desconfortável, o que deu nela?

-não gosto de shorts, me incomodam. Prefiro calças e saias longas 

-ok– a olho meio desconfiado mas ela continua a encarar a janela

-o que foi?–pergunto

-nada–ela responde sem me olhar 

Em um movimento só eu a pego pela cintura e a coloco no meu colo com uma perna de cada lado do meu corpo e nossos rostos a centímetros de distância 

-o que foi?–eu insisto 

Ela abre a boca para falar algo mas desiste. Tem alguma coisa que ela quer me falar mas não se sente confortável. O que sera?

Quando vejo que ela não vai falar nada mesmo, eu a beijo 

Que foi? Eu não ia perder essa oportunidade, ela beija muito bem

Ela põe as mãos em minha nuca e eu puxo seu lábio, percebi que ela gosta quando fazem disso.

Diminuímos o ritmo e terminamos o beijo com um selinho

– eu queira te levar na piscina do meu prédio–falo em seguida e ela me encara com uma expressão que eu não consigo reconhecer– mas não da, quase certeza que meu pai está lá– ela solta um suspiro de...alívio?–você não gostaria de ir na piscina?

-ah, não é isso. É que...eu não estou podendo entrar sabe? To com muita cólica e provavelmente minha menstruação vai descer hoje 

-ah entendi–faço uma careta– outro dia então

 

POV.Camilla 

 

Foi por pouco não é?

Não deixa de ser verdade, eu estou com cólica mas não porque vou menstruar e sim porque estou em período fértil. 

Eu sei que não tem como ele saber que eu não entro na piscina por causa da insegurança com as cicatrizes e tals mas porra! Me chamar e eu não ”poder” ir é sacanagem

Cara, eu acho que estou me apegando demais aos beijos dele. Se isso é bom ou ruim? Dai eu já não sei 

Mas... e se nós fossemos no parque da cidade? Da última vez que fomos foi muito incrível! Até o gregory estragar né mas enfim, seria muito legal sair mais com ele e quem sabe... beija-lo mais 

Rio sozinha com o pensamento 

-um beijo pelo seu pensamento –Will fala se aproximando e eu volto a realidade 

-um beijo?–pergunto e ele concorda– e se fôs...

De repente o toque do telefone de Will domina o ambiente. Ele pega o celular, fala que tem que atender e me tira de seu colo para levantar e ter mais privacidade 

Depois de alguns minutos ele aparece e se encosta na bancada da cozinha com uma cara meio tristonha 

-Ta tudo bem?– pergunto me aproximando 

-eu tenho que ir–ele fala e eu faço cara de cachorro abandonado– não me olhe assim ok? Meu pai precisa de mim para uma coisa, e eu tenho que ir

-tá bem–suspiro– te vejo amanhã?

-Amanhã e esse fim de semana não posso, tenho que ficar com meu pai–ele fala e eu desanimo

-tá–falo meio tristinha 

-segunda nos falamos– ele beija minha bochecha e corre em direção a porta 

-Will–falo antes dele sair e o mesmo me olha– e o beijo que você me deve pelo pensamento?–eu falo e ele se aproxima de mim rindo 

-você não me disse o que pensava 

-e so por isso não vai me beijar?

Nisso Ele segura minha cintura com uma mão e me puxa para um beijo curto, curto mas bom.

-posso ir?–ele pergunta quando paramos 

-pode–imito uma criança e ele sai rindo 

Ah cara, Eu nem acredito que isso tá acontecendo. Tipo, olha minha vida! Meus pais não brigam faz meses, eu não to brigada com ninguém, o gregory tá sumido e to de rolo com um garoto perfeito! 

Nem acredito 

Falando nisso...EU TENHO QUE LIGAR PARA A KATH 

Pego meu celular e disco o número da mesma 

-oi Cami–ela fala indiferente 

-Kath, você tem que vir para cá agora! Tenho muita coisa para te contar, você não faz ideia 

-tem haver com?

-o will 

-AÍ MEU DEUS! To indo–ela diz por fiz e encerra a ligação 

Depois de um tempo ouço a campainha tocar e tenho certeza que é a Kath que está do outro lado da porta 

Assim que eu abro a mesma não da tempo nem de eu piscar porque já sou bombardeada com perguntas

-CAMILLA–ela fala entrando nem me da do tempo de pensar– o que aconteceu? quando vocês se viram? Vocês se beijaram de novo?

-Kat..–começo a falar mas ela me interrompe 

- AÍ MEU DEUS, não me diz que vocês transaram! Ele é bom de cama? O penis é grande ou pequeno? Se bem que eu acho que não tem como ser pequeno... 

-Kath p...–ela me interrompe novamente 

-tão namorando? Por que eu não sei de nada? Quando vão sair? Vocês...

-KATHARINE–grito já cansada de a escutar falando e ela fica muda–respira-falo revirando os olhos e fechando a porta 

-ok desculpa–ela faz uma careta e eu a encaro–e aí? Me conta tudo!

-Eu vou contar, mas você tem que ter calma 

-tá tá, vai logo–ela fala impaciente e eu rio fraco 

-tá... há duas semanas atrás eu e o wi...

-DUAS SEMANAS?–Kath me interrompe– você demorou DUAS semanas para vir me contar?–ela pergunta indignada e eu a lanço um olhar fuzilante– tá fala– revira os olhos 

-enfim, há duas semanas atrás no dia que o Will me trouxe para casa depois do hospital, ele ficou comigo até o efeito do ansiolítico passar porque meu pai tinha assuntos a tratar–faço uma pausa

-sobre?

-eu não sei direito também– olho para o nada– enfim–volto a minha atenção na Kath– quando o efeito passou nos dançamos um pouco e nos beijamos, um beijo de verdade sabe? 

-e aí? Como foi?

-foi ótimo. Como eu já te disse, ele beija bem pra caralho! Principalmente sóbrio–falo e rio em seguida–enfim... eu não tinha de contado porque sabia que você ia surtar e não iria nos deixar em paz–digo e ela revira os olhos– ontem o Luan me ligou implorando meu perdão e que queria voltar comigo, eu disse que não obviamente e desliguei. Só que eu fiquei muito surpresa, porque foi a primeira vez que nos falamos dês do término, dai em seguida Will me ligou me chamando para ir jantar com ele e com a mãe dele.–ela arregala os olhos–pois é, com a mãe dele. Dai eu não sabia como me vestir e como eu não podia chamar você e...

-correção: como você não queria me chamar–Kath me interrompe e eu rio 

-você entendeu! Enfim, eu chamei minha mãe. Ela meio que me ajudou e logo eu já mandei ela embora porque não aguentava mais ela falando no meu ouvido–nós duas rimos– fui para o jantar e meu deus, a mãe dele é maravilhosa! Eu até ganhei roupas dela. Só que, teve um momento que eu fui ao banheiro e quando estava voltando, eu escutei o Will admitindo que gosta de mim.

-CAMILLA, se você não pegar ele pra você logo juro que termino com o Ryan e fico com ele pra mim–rio fraco– é sério, ele é perfeito pra você! Ele é o garoto ideal Camilla!

O garoto ideal...

Será?

Será que estou preparada para uma relação novamente? 

-continuando... já era quase madrugada e a mãe dele teve que sair para resolver uns assuntos e nos deixou sozinhos, nessa hora eu já sabia que ia acontecer algo. Fomos para o seu quarto e começamos a...

-se pegar?–ela pergunta animada

-a conversar Kath–falo e ela desanima–contei a ele algumas coisas sobre meu passado e tals, quando contei do Luan acabei chorando–Kath me olha com pena e apoia a mão em minha perna– e ele me abraçou, bem fofo! Depois começamos a assistir série, só que teve uma hora que por algum motivo nos dois estávamos um a centímetros de distância do outro, e nos começamos a nos beijar. Só que eu estava fora de mim, chegou muito perto de nós transarmos você não tem noção! Se não fosse ele passar a mão pela minha cicatriz certeza que iria dar bosta!–olho para a Kath e ela tá de queixo caído– dai não paramos, ele pediu desculpas e voltamos a assistir série, mas no meio disso tudo ele perguntou o que tá acontecendo entre “nós”–faço nos entre aspas– e depois de conversar sobre, decidimos que estamos ficando 

-AI MEU DEUS!–Kath grita e aperta minha perna– então vocês tão de rolo? Tipo, rolo mesmo?– eu concordo–AAAAAAA

-combinamos de sair terça e eu acabei dormindo–digo por fim

-eu nem acredito! Tá mas... ele tirou sua roupa?

Agora a Kath começou a fazer milhões de perguntas para saber os detalhes e eu expliquei tudo a ela 

Agora eu vejo que realmente estou me relacionando novamente com alguém e tudo que que mais quero é que eu não me machuque de novo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Não posso falar muito agora mas me desculpem mesmo por ter demorado

BJSSS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...