1. Spirit Fanfics >
  2. O garoto infernal (Taekook-Vkook) >
  3. Jogo de basquete

História O garoto infernal (Taekook-Vkook) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, lembra de mim!?
Me desculpem por qualquer erro de ortografia...
Boa leitura pessoas ❤️❤️

Capítulo 1 - Jogo de basquete


Fanfic / Fanfiction O garoto infernal (Taekook-Vkook) - Capítulo 1 - Jogo de basquete

 Alto, corpo atlético, cabelos negros na altura dos ombros, sorriso inocente, lábios finos, ombros largos, suas pernas torneadas eram um de seus charmes, seu perfume era doce, ele gostava de usar produtos de beleza feminino, tinha apenas 17 anos e era o garoto mais desejado da escola. Quando assumiu sua bissexualidade na oitava série ele virou uma lenda, meninos e meninas faziam coisas absurdas para ter sua atenção por um minuto, apenas para lhe cumprimentar em algum momento na escola. Seu nome era Jeon Jungkook.

 

Eu não precisava fazer nada para chamar sua atenção para mim, somos melhores amigos desde a sexta série. Ele estava em seu primeiro dia de aula na escola e um valentão o empurrou e ele acabou caindo no chão, eu o defendi, mas como não tenho muitos músculos eu acabei apanhando em seu lugar e desde então estamos sempre juntos.

Eu sou conhecido por ser o amigo do Grande Jungkook, ele era alto sim, mas era conhecido como o Grande Jungkook por ser bem dotado.

Muitas pessoas, na verdade a escola inteira não gosta de mim por causa que Jungkook sempre está comigo. Nós sentamos em dupla na sala, comemos somente eu e ele em uma mesa particular e ele nunca me deixa ficar fora de nada, dizem que eu me aproveito do Jungkook por ele sempre ser convidado para festa importantes e ele sempre me levar, talvez eu realmente me aproveito, claro, não sou burro. Se a vida te der uma oportunidade, você a agarre, esse era o lema meu e do Jungkook.

Não sofro bullying na escola, pois Jungkook me protege e ninguém iria querer se meter com alguém que luta boxe desde quando tinha 15 anos. Chegaram a fazer boatos de que eu e Jungkook éramos namorados, eu tive uma crise de risos quando me perguntaram se eu perdi minha virgindade com ele, é claro que Jungkook não me ama, não perdi minha virgindade com ele, na verdade eu não perdi com ninguém. Sim, sou virgem, gosto de coisas românticas e tradicionais, eu queria conhecer uma pessoa e ter meu primeiro beijo e minha primeira vez com ela, depois nós iríamos nos casar, ter uma casa e uma família, tudo com uma única pessoa em minha vida, mas isso não será possível, poís Jungkook e eu nos beijamos em um acidente, mas eu o perdoei.

 

Era uma tarde de quinta feira, a escola toda estava na arquibancada aplaudindo mais uma cesta de Jungkook, todos gritavam seu nome, mandavam beijos, seguravam cartazes com seu nome escrito a glitter. A galera ia a loucura.

- FOI PRA VOCÊ! (Jungkook gritava e apontava para Taehyung).

Eu gritei e agradeci, foi uma cesta de três pontos, linda. Estava feliz mas logo vieram me encher o saco.

- Não sei como alguém, como Jungkook consegue ser seu amigo (Li-hee dizia).

Eu já fui amigo de Li-hee na escola, mas ele tinha ciúmes de mim com Jungkook, dizia que eu o abandonei, na verdade todos os meu amigos falaram isso, mas foram eles que me abandonaram quando eu mais precisei. Jungkook foi o único que contínuo ao meu lado.

- Deixa ele (um menino sorridente diz) eu sou o Jyno,sou primo de Li-hee (estendeu sua mão para cumprimentar).

Taehyung pegou na mão.

- Prazer,eu sou...

- Pé na cova! (Li-hee interrompeu Tae).

- CALA A SUA BOCA! (eu não aguentei e acabei empurrando o loiro no chão).

- Seu filho da mãe,eu vou te arrebentar (Li-hee fala e chuta Taehyung, ele não conseguiu se equilibrar e acabou caindo no chão).

Antes de Li-hee acertar um soco em seu rosto, ele é chutado para longe.

A galera toda gritava e alguns estava com os celulares filmando e gritando "Briga, briga, briga"

- Nem pense em se aproximar dele novamente (Jungkook foi quem chutou o loiro, ele dizia enquanto ajudava Tae a se levantar).

- Foi ele quem começou (o loiro falou e apontou para Tae).

- Ele me chamou de Pé na cova, Kook (os olhos de Tae começaram a se encherem de água e ele se virou e abraçou o pescoço de Jungkook).

- Não se preocupe, Tae (Jungkook sabe como ser chamado desse apelido afeta Tae, ele sempre tentava o acalmar) vamos embora, amor!

Como sempre estávamos juntos, era normal dizermos palavras fofas, kook sempre me dava apelidos fofos. Ele era fofo, apenas comigo.

O diretor não estava no colégio, então o treinador teve que ir separar a briga, mas todos os alunos começaram a correr e Jungkook puxou Taehyung pelas mãos e saíram correndo pela porta, seguindo para os corredores da escola.

- Kook...calma..eu tô sem ar (Tae dizia ofegante).

- Eu te carrego, amor! (Jungkook se abaixou e Taehyung pulou em suas costas).

- Como foi hoje? (Tae perguntou enquanto beijava a nuca de Jungkook).

- Eu sabia que iria ganhar! (kook dizia sorrindo).

- Sabia? como sabia? (Tae para os beijos).

- Meu talismã estava me olhando, eu tive que fazer uma cesta para ele,para agradecer pela vitória de hoje.

- Seu bobo! (Tae disse sorrindo).

Jungkook saiu da escola com Tae em suas costas e seguiu para o estacionamento da escola.

- O quê você acha de irmos em um bar? (kook pergunta enquanto abria a porta do carro para Tae poder entrar).

- Gostei da idéia! (Tae para de andar e olha para Jungkook).

- Acho que será bom, uma banda vai tocar lá.

- Kook (Tae o chama mas é ignorado).

- Talvez, você pudesse tentar cantar mais uma vez.

- Eu nunca mais vou querer me envolver com música! Isso é passado.

- Me desculpe! 

- Tudo bem, só vamos embora logo.

Taehyung entrou no carro e Jungkook fez o mesmo, não iria insistir em alguma coisa que sabia que fazia mal para Tae, ele conhecia todos os seus medos.


Notas Finais


Sim, depois de tanto tempo longe eu decidi voltar com essa história.
Eu acredito que todos tem o direito de saber o motivo que eu tive para apagar essa fic. Bom, eu amo escrever e amo quando vocês comentem oque acharam de cada capítulo. Houve um certo dia em que uma pessoa de coração mau começou a me mandar mensagens obscenas, coisas pesadas mesmo. Sou muito medrosa e eu moro sozinha, fiquei uns dias sem dormir direito. Eu descobri que a pessoa era muito "fã" dessa fic, eu achei que a melhor saída fosse apagar a fic.
Para alegria de uns e triste de outros, eu gostaria de avisar que eu voltei com a fic.
É isso aí, gostou de ler de novo este capítulo?
Beijos e até o próximo capítulo ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...