1. Spirit Fanfics >
  2. O garoto na chuva >
  3. Sumiço

História O garoto na chuva - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Hellooooo, desculpem a demora kkkkkk
pessoal aqui em casa ficou doente e foi só confusao, nao tava tendo tempo de escrever, mas as coisas melhoraram um pouco.
boa leitura <3

Capítulo 29 - Sumiço


Fanfic / Fanfiction O garoto na chuva - Capítulo 29 - Sumiço

   Bakugou acordou com o sol entrando pela fresta da cortina e batendo em seu rosto o que o fez resmungar e remexer na cama. Ao se virar sentiu o vazio no colchão e xingou mentalmente, “Porra, vai virar rotina acordar sozinho?”. Quando levantou rodou o quarto com os olhos e aparentemente ela tinha ido embora de madrugada de novo, antes de entrar no banheiro viu um pedaço de papel sobre a mesa e o pegou.

 

    “Você sempre sera o numero um pra mim, não se esqueça disso…

                                                                                                        

                                                                                                       -Shuuya.”

 

   Ele não pôde evitar sorrir com aquilo, no final da folha tinha um coração rabiscado que visivelmente deu errado e aquilo fez ele sorrir ainda mais. Uma pontada atingiu seu coração e ele gostou daquela sensação, talvez fosse errado se envolverem tanto mas já tinham ido muito longe para fingir que nada estava acontecendo, porém não queria se prender a ternos com ela, com ela não. Hora eram amigos, hora inimigos, hora amantes, era complicado...mas ele gostava assim.

   Depois de se arrumar ele pegou o material e desceu as escadas do dormitório se dirigindo até sala de aula,o lugar estava uma balbúrdia como sempre enquanto o professor não chegava. Ele olhou para a mesa atrás da dele e Izanami fazia desenhos invisíveis na janela e parecia bem entretida com as linhas invisíveis que fazia no vidro mas assim que ele se sentou na sua frente ela saiu do próprio mundo ilusório e voltou a realidade dentro da sala.

-Não achei que fosse embora tão cedo.

   Bakugou falava meio baixo mas com o alvoroço da sala ninguém ouvia o conteúdo da conversa deles.

-Acordei antes do seu despertador, tinha que entregar algumas coisa para o Yusei, e ajudar Uraraka com interpretação de texto...já estou cansada e o dia nem começou.

   Ele sorriu pela cara de derrotada que ela fez e logo em seguida o professor entrou na sala para prosseguir com a aula, antes de iniciar com o conteúdo ele avisou que quem ainda nao tinha pegado o resultado das provas aguardasse até depois do horário.

   A aula prosseguiu como de costume as aulas teóricas, Izanami estava completamente ansiosa por conta da nota da prova, não apavorada para passar mas sim com sua própria evolução.

   Assim que a aula acabou Bakugou saiu na frente junto com Kirishima indo até o refeitório, quando estavam na metade do caminho ele ouviu alguém gritar seu nome e ao se virar sentiu a garota pular em seu colo.

-Aaaah olha pra isso Katsuki- Ela ergueu a folha mas ele não teve tempo de ler de tão eufórica que Izanami estava. - Tirei nota maxima, nem acredito nisso olha.

   Ela mostrou o papel de novo e desceu do colo do loiro ainda agitada falando que tinha achado estranho pois ela estava achando as questões um tanto quanto fáceis e que talvez estivesse fazendo tudo errado. Kirishima apesar riu da situação e se despediu deles indo na frente, ela ainda estava parada no corredor tagarelando sobre a prova mas o rapaz deu um jeito deles saírem de lá se sentando em um dos bancos perto do jardim.

   Ela comentou sobre todas as questões e como resolveu usando o método que ele tinha ensinado e ele só escutou e concordou com a garota, achou graça ela animada com matemática, inclusive uma prova mas ele não achou nenhuma palavra dela inconveniente, pelo contrário, ele queria que ela continuasse falando até seus ouvidos cansarem.

-Ei, depois das aulas vespertinas tenho que assinar aqueles papéis com Ishikawa e depois vamos comemorar essa nota, nos dois, e você escolhe o filme, eu levo a comida.

-Você que manda.

   Ela o deu um beijo rápido e saiu um tanto saltitante pelo gramado entrando na escola de novo. Katsuki ficou no banco e deitou a cabeça olhando o céu, era incrível como ele não conseguia manter a expressão insensível quando estava perto dela.


 

   As aulas demoraram a acabar e assim que o sinal tocou Izanami saiu correndo da sala e foi direto para o departamento de finanças, queria resolver tudo o mais rápido possível e subir direto para o quarto dele,passaria no seu dormitório para pegar as coisas depois.

   O céu já estava praticamente escuro quando ela bateu na porta da sala de finanças e ela foi aberta rapidamente pelo garoto moreno.

-Ah, oi Izanami, pode entrar.

   Ela entrou na sala e ouviu a porta se fechar atrás de si,ele a acompanhou até a mesa e os dois se sentaram um de frente para o outro.

-Bom, só preciso que você preencha o novo formato de formulário e acabamos, é coisa chata mas precisa ser feita.

   Os dois riram e aquele ar de seriedade e insegurança que ela tinha sobre ele estava ficando cada vez mais ínfero, talvez fosse apenas coisa da sua cabeça e suas próprias desconfianças internas atrapalhando a comunicação com pessoas diferentes, mas ela não tinha mais tanta desconfiança nele. 

-Acabei. 

   Ela ergueu o papel e deu uma lida rápida vendo se havia preenchido tudo, e aparentemente estava tudo certo. Quando se levantou sentiu uma dor imensa no pescoço e o corpo ficou dormente, a última coisa que viu foi a agulha fina que caiu no chão vazia e algumas sombras voltando para o chão, as mesmas sombras de sua individualidade.

-Mas que merda é ess...

   Antes da garota cair no chão duro Ishikawa a segurou no colo guardando a agulha e ajeitando o corpo dela nos braços.

-Vamos resolver isso finalmente querida…

   Ele sussurrou no ouvido dela e entrou em uma sombra na parede desaparecendo com a garota inconsciente no colo.



 

   Já passavam das 22:00 e nenhum sinal dela, Katsuki já estava impaciente com a demora,olhava no celular a cada minuto mas as mensagens não haviam sequer chegado, o garoto não percebeu mas já estava andando de um lado para o outro pelo cômodo.

 

[Espero que tenha uma boa desculpa para essa demora toda]

 

  Ele enviou uma última mensagem mas não esperava resposta e saiu do quarto percorrendo os corredores do dormitório saindo dele tempo depois. Queria se socar por estar fazendo aquela merda mas nao estva com uma sensação boa com aquela demora dela e talvez alguém pudesse ajudá lo.

   Katsuki entrou no departamento de suporte sem bater na porta e como imaginou Yusei ainda estava lá, o garoto estava como de costume em cima do balcão com as pernas cruzadas anotando no caderno. Ao ouvir a porta bater levantou os grandes óculos redondos e acenou para Bakugou quando ele se aproximou dele.

-Katsuki Bakugou, e aí, posso te ajudar em alguma coisa?

-Na verdade sim...eu, to procurando a Izanami,ela veio aqui? Ou sabe onde ela tá?

-A Shuy? Só vi ela de manhã, não a vi o resto do dia.

   Um calafrio percorreu o corpo dele e aquilo parecia ser bem ruim, ela não era de sumir ou não responder suas mensagens, o departamento de finanças estava fechado a essa hora entao nao adiantava ir lá agora. Ele passou a mão no rosto coçando o nariz e Yusei percebeu a inquietação do rapaz, ele desceu do balcão e largou o caderno indo em direção ao computador falando num tom ameno.

-Cara,se contar para alguém que to fazendo isso no computador da escola, te deduro  comigo...

 


Notas Finais


obrigada por quem ta acompanhandooooo
fico muito feliz mesmo obrigada
até o proximo cap^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...