História O Garoto Novo - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Drama, Ficção Adolescente, Romance, Wesley Tucker
Visualizações 38
Palavras 1.815
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Sem Revisão!

Capítulo 13 - Capítulo 12


{Lívia}

A gente fica vendo filme até a minha mãe chegar e chamar a gente pra comer. Desligo o telão e a gente vai pra cozinha.

Mariah — Vamos comer o que? — A Mariah entra perguntando.

Eliza — Pedi pizza!

Ana Clara — Mãe, você pediu a minha de chocolate?

Eliza — Não Ana Clara! — Ela bufa.

Ana Clara — Porque não?

Katherine — Porque você passa mal depois, e sobra pra quem ouvir os seus choros? Pra gente! — Ela dá língua pra Katherine.

Pedro — Oi amor! — O meu pai vai até a minha mãe e beija-a.

Todos — Eca! — Falamos todos juntos.

Eliza — Frescos!

Katherine — Mãe beijar é ótimo, mas vendo vocês é nojento!

Pedro — Então quer dizer que você anda beijando na boca? — Pergunta ele cruzando os braços.

Katherine — Claro que não pai lindo! — Ela sorri falsa.

Pedro — Estou de olho em você Davi! — Ele aponta pro mesmo.

Davi — Porra ele cisma comigo, não existe outro garoto!

Pedro — Quem beijou a minha filha mesmo?

Katherine — Pelo amor pai, isso aconteceu a mais de 10 anos!

Lívia — Ele nunca vai esquecer!

Niklaus — Pai tem que dar uma pancada nessas abusadas pra aprenderem a respeitar! — Diz o Klaus de braços cruzados na frente do meu pai.

Kauã — Nossa, ele é igualzinho ao pai!

Katherine — Só no jeito, o meu pai é lindo! — A Katherine fala rindo.

Niklaus — Ah é? — Cutuco a Katherine. — Pai você sabia que a Katherine e o Davi namoram? — Ele sorri sacana.

Pedro — Como é que é?

Katherine — É mentira dele pai! — Ela fala nervosa e o Klaus ri.

Niklaus — Kath eu bem vi o Davi conversando com uma garota ontem! — Ela olha pro Davi.

Katherine — Você o que Davi? — Ela pergunta apertando o pescoço dele.

É incrível o jeito do Klaus de sabe cutucar a onça, ele sempre sabe o ponto fraco das pessoas.

Davi — Filho da puta! — O Davi exclama. — Solta Katherine, ele disse isso pra te provocar! — Ela solta ele ao perceber tudo.

Pedro — Não, você não namora a minha filha. — Ele diz cerrando os punhos e o Davi vai andando pra trás.

Davi — Vamos conversar tio. — Ele pede com as mãos pra cima.

Pedro — CONVERSAR O CARALHO! — Grita ele indo na direção do Davi que corre.

Eliza — Sossega Pedro!

Eliza — Você sabia disso Eliza?

Katherine — Pai me deixa explicar!

Pedro — ESTÁ DE CASTIGO KATHERINE! — Ela cruza os braços. — Quero o celular na minha mão agora! — Ele estende a mão.

Katherine — Pai deixa disso, todo mundo namora!

Pedro — Você não é todo mundo, Katherine!

Mariah — Tinha que ser esse linguarudo! — A Mariah diz olhando pro Klaus que estava com um sorriso cínico. — Tudo o que vai, volta pirralho!

Niklaus — Estou morrendo de medo! — Ele faz careta. — Bem feito!

Pedro — Anda Katherine, o celular! — Ela bufa e coloca na mão dele.

Katherine — Você é um péssimo pai! — Ela diz e sai da cozinha.

Lívia — Pai.. — Tento ir nele, mas ele me empurra e sai andando.

Eliza — Manda a Katherine ir pra sua avó, antes que eu a encontre e mate ela! — A minha mãe diz entre dentes e a Mariah assente.

Niklaus — É sempre ela! — O Klaus fala chorando.

Eliza — Faz o seguinte, vão todos pra sua avó!

Lívia — Qual delas?

Eliza — Vão pra tia Isabel mesmo!

Niklaus — Mãe eu quero ficar com o meu papai! — Ele fala abraçado a ela.

Eliza — Filho vai, por favor! Depois você fala com o seu pai ok? — Ele assente e ela sai da cozinha.

Thomas — Ela passou dos limites dessa vez!

Lívia — É a Katherine!

Davi — O que houve? O Pedro passou por mim chorando. — O Davi fala assim que entra na cozinha. — Não, me deixa adivinhar, Katherine! — Assentimos. — Tinha que ser a Katherine!

Nicole — Liv o meu papai vai ficar bem? — A Nic pergunta me abraçando.

Lívia — Vamos esperar que sim! — Ela sorri fraco e eu devolvo o ato.

Kauã — Eu vou nessa, depois a gente se vê!

Todos — Tchau! — Dizemos e o Kauã vai embora.

Lívia — Vamos arrumar as nossas coisas logo. — Saímos todos da cozinha e subimos.

{Eliza}

Subo pro meu quarto e entro no mesmo já ouvindo o choro alto do Pedro. Deito na cama e o abraço por trás.

Pedro — Eu sou.. um péssimo pai! — Diz ele entre choros.

Eliza — Não, é claro que não!

Pedro — Sou sim! — Suspiro e começo a mexer no cabelo do mesmo. — Eu só queria proteger as minhas meninas!

Eliza — Elas sabem disso amor, mas você conhece bem a Katherine. Esse é o jeito dela! — Ele se vira pra mim.

Pedro — Me diz no que eu errei! — Aliso o rosto do mesmo que estava coberto de lágrimas. — Eu fiz algo de errado?

Eliza — Não, você é e sempre foi o melhor pai! — Digo sincera.

Pedro — Não segundo ela!

Eliza — Ei, ignora a Katherine, ela disse aquilo por estar irritada. Ela sabe que você é um pai maravilhoso, eles te amam tanto! — A porta é aberta bruscamente e um vulto vem voado pra cama.

Katherine — Pai me perdoa, por favor, eu não quis dizer aquilo! — Ela diz abraçando ele. — Por favor, me perdoa! — Ela pede chorando.

Pedro — Filha me perdoa por ser um pai ruim?

Katherine — Não, você é um pai maravilhoso! Não fala isso. — Levanto da cama e fico olhando eles da porta. — Me perdoa pai!

Pedro — Você não fez nada de errado!

Katherine — Fiz sim, eu descontei a minha raiva em você. — Sinto alguém me abraçando e olho pra baixo vendo o Klaus. — Você sabe que é o melhor pai do mundo! — Eles se abraçam direito. — Nunca duvide disso, eu não imagino um pai melhor que você.

Sempre é a Katherine que faz merda, mas ela não demora nem 10 minutos pra tentar consertar a burrada que faz. O amor de todos eles pelo pai é inexplicável!

Katherine — O senhor me perdoa?

Pedro — Senhor não, não sou Deus e muito menos velho! — Diz nos fazendo rir. — É claro que eu perdôo minha princesa!

Niklaus — Ela é a madrasta!

Katherine — Vai tomar no cu Niklaus! — Ela diz.

Niklaus — Eu gosto de mulher!

Eliza — Vou fazer uma lavagem cerebral nesse garoto! — Ele ri. — Ri não Pedro mirim, estou falando sério! — Digo séria.

Niklaus — Mãe você sabe assustar as pessoas! — Ele diz sério.

Eliza — Fica me testando mesmo pra ver!

Pedro — Ela não brinca em serviço!

Niklaus — Sai dai sua abusada, eu não divido o meu pai! — Ele vai até lá e empurra a Katherine.

Katherine — Vou dar uma bordoada na cara desse garoto. X9 do cacete! — Ela fala se sentando na cama.

Niklaus — Estou nem aí! — Ele dá de ombros abraçando o pai.

Pedro — Ainda vamos conversar sobre isso!

Katherine — Pai..

Pedro — Aquele cuzão tem que jurar com a própria vida que vai te proteger de tudo, caso contrário ele nunca terá filhos! — Olho pra trás vendo o Davi engolir seco. — Ele ainda tem que passar pelo meu teste, e nesse teste você toma pancadas, se sobreviver está aprovado, e se morrer eu até danço Spice Girls. — Ele fala rindo.

Eliza — Amor você não presta! — Digo rindo.

Davi — Se algo acontecer a minha mãe o enterra junto! — O Davi fala um pouco alto demais.

Pedro — É o que? — O Davi paralisa.

Davi — Desencana tio, esquece que eu existo! — Ele entra no quarto.

Pedro — Com você namorando a minha filha? Nunca!

Eliza — Os deixem namorarem e serem felizes!

Pedro — Vai que ele é igual o pai?!

Katherine — Aí eu mesma mato ele. Aí dele se um dia me trair!

Davi — Aí é sério, tem dia que eu fico com medo da Katherine.

Nicole — Todo mundo fica! — A Nicole fala.

Eliza — Já falei que vou socar a cara dela, a Nicole nem chega perto dela por medo!

Isso é um fato! A Nicole desde pequena não fala e nem chega perto da Katherine, a minha ruiva morre de medo dela.

Katherine — Ela sabe que eu amo ela, não é minha ruiva? — Ela assente se escondendo atrás de mim. — Vem cá pirralha! — Ela nega e a Katherine levanta bufando pega a Nicole no colo. — Sem chorar! — Ela senta na cama com a Nic no colo.

Eliza — Sou obrigada a ficar em pé não! — Me sento na cama e os dois bonitões vêm pra cima.

Katherine — Mesmo eu sendo toda nervosa, eu ainda amo vocês! Tirando a Mariah, eu não gosto dela! — Ela fala com desdém. — E você pode me contar tudo o que quiser!

Ana Clara — Conta não, ela é fofoqueira!

Eliza — Isso é trabalho do Klaus!

Niklaus — Mãe você disse que mentir é feio!

Eliza — Às vezes não devemos contar certas coisas! — Mexo no cabelo dele.

Niklaus — Elas são chatas mesmo! — Ele faz cara de quem não está nem aí.

Eliza — Esse garoto não devia ter puxado o pai!

Pedro — Me buga não! Devo levar isso como elogio?

Eliza — Claro! — Sorrio falso.

Nicole — Eu só conto as coisas pra Livinha!

Pedro — Conta o que? — O fofoqueiro do Pedro pergunta.

Lívia — Nada não!

Ah se ele soubesse das coisas que sei. O meu marido já estava morto!

Pedro — Estou de olho em Nicole! — Ela fica toda corada. — Não pode falar um ai com ela, que ela fica vermelha! — Ele diz rindo e ela vem pra cima de mim e me abraça.

Mariah — Estou ficando com ciúmes desse amor todo!

Katherine — Sai encosto! — Ela fala com desdém.

Thomas — Falam isso, mas daqui a pouco estão uma cheirando o cu da outra!

Katherine/Mariah — Cala a boca Thomas! — Elas mandam.

Thiago — Eu não deixava!

Eliza — Ué Thiago, estava aonde que eu não te vi? Sabia nem que tinha voltado de viagem.

Thiago — Tá cega em tia?!

Eliza — Vai ver a cega no meio da sua cara! — Ele levanta as mãos em rendição. — Cadê o encosto do Henrique?

Thiago — Sei lá! Acho que foi pra casa da Gio!

Pedro — Tem rolo entre eles?

Thiago — Tudo indica que eles se gostam, mas eles não percebem isso.

Eliza — Lesados! — Falo revirando os olhos.

Mariah — Já mandamos a Lívia dar um jeito nisso.

Lívia — Sou uma só, ou ajudo o Thomas ou os ajudo!

Pedro — Thomas?

Eliza — O Thomas não parte pro outro lado?

Thomas — Sai fora mãe! Tenho nada contra, mas eu gosto de mulher!

Eliza — E quem é a sortuda? — Pergunto sorridente.

Lívia — Ana Beatriz!

Eliza — A Bia? — Ele assente com vergonha. — E porque você mesmo não chega nela?

Thomas — Ela nem me dá bola!

Eliza — Se você chegar nela, ela vai dar! — Ele coça a cabeça.

Thomas — Prefiro a ajuda da Lívia!

Eliza — Ele não deveria ter puxado o lado lerdo do pai! — Falo.

Davi — Aí sogrão, vai deixar?

Pedro — Sogrão o caralho, me chama assim de novo só pra você ver! — Ele responde nervoso.

Davi — Eu não deixava sogrão!

Eliza — Pedro, não queira virar inimigo da Alice, deixa o garoto quieto! Virar inimiga daquela ali é a mesma coisa que pedi a morte!

Davi — Exato! — Diz ele e o Pedro o fuzila com o olhar.

Ficamos jogando papo fora até tarde, e depois os meninos foram embora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...