História O Garoto Novo - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Drama, Ficção Adolescente, Romance, Wesley Tucker
Visualizações 47
Palavras 963
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 30 - Capítulo 29


Lívia

Dia seguinte..

Agora sim eu estou menos despreocupada, ficar longe do Kauã foi bem estranho, eu confesso. Eu nem bem explicar, mas eu me senti mal sem a presença dele, a falta que fez eu jamais senti isso com alguém.

Antes nós sempre estávamos juntos, nós beijávamos, e depois da ligação eu só o via ficando com as outras, o que doía bastante em mim, mas eu fingia que não.

Pela primeira vez na vida eu senti falta de beijar alguém, sentir aquelas coisas estranhas ao beijar, e a sensação que dá quando as nossas mãos se entrelaçam.. Chega, acho que isso está ficando bem clichê!

A minha atenção é tirada do meu livro, quando mãos bem conhecidas tampam a minha visão.

Lívia: Acha mesmo que eu não te reconheço Kauã? – Ele tira as mãos do meu rosto e beija a minha bochecha. O mesmo senta do meu lado e toma o livro da minha mão. – Você tem que parar com essa mania.

Kauã: O que posso fazer se eu sou curioso? Eu tenho paixão por leitura, se esqueceu? – Nego sorrindo. – Está em tempo vago também? – Assinto pegando o livro. – Eu acho que vou virar aqueles carinhas que ficam na beira da praia tocando violão e fumando maconha, eu não aguento mais a escola. – Resmunga ele me fazendo rir.

Lívia: Você tem muita cara de quem gosta de estudar para fazer isso. – Ele faz careta. – O que você quer ser na vida?

Kauã: Sabe que eu nunca pensei nisso. – Ele fala pensativo. – Mas o que chama a minha atenção é medicina, eu acho bem legal. Imagina só, Doutor Kauã Salvatore. – Ele faz uns gestos com as mãos. – Eu ia arrasar, ia ser o médico mais gato e gostoso do hospital. – Gargalho.

Lívia: Acho que você escolheu a gêmea errada, a Katherine que é parecida com você. – Ele arregala os olhos.

Kauã: Repreende isso aí, de ogro eu quero distancia! – Gargalho novamente. – Sério, se eu gostasse da Katherine ela nunca saberia, porque eu não investiria.

Lívia: E se você me conhece e mesmo assim gostasse dela?

Kauã: Sei lá, dava um jeito de desgostar! – Nego rindo. – O meu fetiche é por anjos! – Ele pisca pra mim. – Mas falando sério, eu provavelmente pegaria ela, o que eu sinto é por você, eu já tentei ficando perto dela pra ver, mas eu não sinto nada. – Sorrio boba, e o meu rosto esquenta. – Já disse que fica linda corada?

Lívia: Já disse que eu vou esbofetear você se não parar de me envergonhar? – Ele levanta as mãos.

Kauã: Você mudou um porquinho desde quando bebeu. Agora você tem resposta na ponta da língua, e que resposta!

Lívia: É, eu notei isso também. Acho que o álcool libertou a Katherine escondida dentro de mim. – Ele faz a cruz. – Está amarrado mesmo! Deus me livre puxar ela. – Ele assente.

Ficamos conversando, mesmo entre beijos, mas dois seres humanos bem legais aparecem interrompendo.

Isabele: Se pegando na escondida né? – Ela e o Kaio se sentam na mesa. – Que isso em Lívia! – Em vez corar eu sinto vontade de socar a cara dela.

Kauã: Quer falar de que? Olha a sua boca no espelho. – A mesma fuzila o Kaio com o olhar, e pega o celular pra olhar. – Se vocês dois não ficarem juntos, eu me mato!

Kaio: Sonhar é 0800 parceiro, eu não sou homem de uma só. – A Isabele revira os olhos. – Mas apesar de que pra Princesa eu abro uma exceção.

Isabele: Vai gamar no mato Kaio. Garoto chato! – Ela bufa.

Assistimos a briga de camarote, e depois o sinal bateu e nós entramos na escola novamente.

[...]

Faltava só uns quinze minutos para a aula acabar, mas a Capetão prende a gente. A porta é aberta interrompendo ela, e o meu dindo aparece com o tio Ty e a minha mãe.

Mariah/Katherine: Dindo! – Cada uma vai na direção de um, e o abraça.

Eliza: Já abraçaram demais, já podem soltar os meus maridos. – Elas soltam fazendo caretas. – Então professora, o milagre já foi grande por esses dois aparecerem, será que você pode liberar os meus filhos? – A mesma faz uma cara não muito agradável.

XXX: Podemos tirar fotos? – Pergunta uma menina lá de trás. – Diz que sim, por favor!

Cody: Aproveitem agora então, daqui a pouco temos que ir. – A maioria se levanta correndo e vai tirar foto com ele.

[...]

Todos já tinham tirado fotos, e acabaram ficando conversando com eles, e a professora saiu reclamando.

Tyler: Então galera, temos que ir agora. – Todos resmungam. – Vamos aproveitar o nosso único dia livre pra curtir com a família. – Ele me abraça de lado.

Natalia: E essa é a sua família? – Ela pergunta com desdém.

Cody: Sim querida, é a nossa família. Afinal somos todos Goman, não é mesmo Liza? – A minha mãe assente.

Kaio: Cadê a gostosa da Holl? Ela não veio não?

Tyler: Ela ficou no carro. Agora provavelmente deve estar aos gritos com a Shell e a Crystal.

Eliza: Então vamos, antes que eu perca a paciência que me resta. - O meu dindo revira os olhos.

Tyler: Primeiro eu quero conhecer o famoso Salvatore. – O mesmo arregala os olhos. – É, ter o Pedro como sogro não vai ser fácil, mas não desista.

Kauã: Nunca! – Ele sorri pra mim.

Cody: Se ele me aceitou na família, ele também te aceita!

Katherine: O meu pai te odeia dindo.

Cody: Ninguém precisava saber disso. – Rimos.

Eles se despediram dos outros, e nós saímos da sala e fomos lá pra fora, que estava cheio de gente, pois as meninas estavam tirando fotos com os fãs.

Kauã: Essa é a minha deixa. Até amanhã! – Ele me beija. Ele vai embora com a Melissa, e as meninas se despedem de todos e nós vamos pro tal restaurante.


Notas Finais


Está aí mais um!

Espero que gostem! Favoritem e comentem!

- Beijos da tia Atena.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...