História O gato andarilho - Capítulo 8


Escrita por:

Visualizações 2
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, LGBT, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee, espero que gostem!

Capítulo 8 - Cap 8 - Plano "Conquistar Samuel, ativar"


Yamato P.O.V

Após ter me encontrado com a Cris, penso em como vou fazer dar certo, ela disse seus hobbies, disse que ele está no clube de música na escola, que ele veio do Brasil, de sua raça e de um acontecimento que me deixou estranhamente encabulado

*Flashback On*

Cris P.O.V

Cris - Samuel me disse uma coisa que me deixou surpresa

Yamato - O que?

Cris - Samuel já te conhecia, pelo menos de vista - conto sobre o acontecimento depois de sua apresentação e sobre a madrugada na casa dele

Yamato - Agora tudo faz sentido, aquele gato era ele..

Cris - Exatamente, não conte a ele que te contei

Yamato - Sem problemas, mas fico pensando no que fazer

Cris - Bem, apareça na sala de música amanhã às 10:00, ele sempre mata aula pra tocar

Yamato - Obrigado por tudo, me ajudou muito

Cris - Se fiz isso é porque acredito em você e acho que faria Samuel feliz - olho a hora - Tenho que ir, qualquer coisa me mande mensagem

Yamato - Okay, obrigado

*Flashback Off*

Yamato P.O.V

Posso usar o que a Cris disse, amanhã vou a sala de música, enquanto isso vou dormir, amanhã será um bom dia..

*Dia seguinte*

Samuel P.O.V

Acordo com meu despertador, vou ao banheiro fazer minhas higiênes, visto meu uniforme e vou a cozinha encontrando meu pai

Pai - Bom dia filho

Samuel - Bom dia pai

Pai - Sente para tomar café, vou só lavar a louça e sair para o trabalho

Samuel - Okay - vejo meu pai lavar a louça e sair para trabalhar

Termino de tomar café e vou ao colégio, encontro na sala Cris, ficamos conversando até dar o horário da aula

*Hora do intervalo*

Eu e Cris saímos até o lugar de sempre encontrando as meninas, ficamos conversando e comendo, estávamos falando sobre os crushs nossos

Duda - Tenho uma queda pelo Bakugou e pelo Todoroki

Rafa - Não apareceu ninguém que me interesse

Naty - Ai, eu gosto do Ruki.. meodeos que menino perfeito

Raiany - Nem fale do Kou.. que lindo...

Samuel - Ai ai, no momento tenho ninguém

Cris - Também

Ficamos ouvindo elas falarem sobre eles o intervalo inteiro, quando bate o sinal vou a sala de música, não gosto da aula de filosofia então fico aqui enquanto pratico o piano

Yamato P.O.V

Olho o horário e vejo que é 10:00, falo a professora que não estou me sentindo bem e que irei a enfermaria. Após sair da sala vou a sala de música vendo Samuel tocar piano totalmente concentrado, até que é fofo, mas o que faço agora?

Samuel P.O.V

Estou tocando no piano começo uma música que estou praticando, quando termino, vejo um rosto conhecido me observando tocar

Yamato - Parabéns, você toca muito bem

Samuel - Ah, obrigado - disse um pouco envergonhado - Você toca?

Yamato - Sempre tive vontade, mas não sei tocar

Samuel - Posso ensinar um pouco, senta do lado

Yamato senta ao meu lado, coloco minhas mãos encima das mãos dele, assim começo a mostrar as teclas, fazendo com que se familiarize com o piano, após isso, começamos uma música simples e fácil, até eu tirar minhas mãos e ele começar a tocar, quando acaba a música, aplaudo

Samuel - Parabéns, você foi muito bem

Yamato - Tenho um ótimo professor

Samuel - E-er, obrigado, mas você teve força de vontade - falo ficando corado

Yamato - Não se deveria fazer isso..

Samuel - Fazer o que?

Assim que falo, sinto seus lábios tocarem os meus, fiquei um pouco confuso mas não recusei, até ele pedir permissão com a língua, dei passagem fazendo com que nossas línguas dançassem lindamente como uma valsa, tivemos que interromper por falta de ar. Nisso senti meu coração bater em um ritmo frenético, assim que retomamos o beijo, sinto delicadeza em seu beijo, mas com pegada. Ficamos nos beijando durante um tempo até ele ter que voltar a sala de aula, após essa cena penso sobre meus sentimentos em relação a Yamato.

Continua...


Notas Finais


Obrigado por ter lido! Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...