História O Gato-Vampiro (Marichat) - Capítulo 85


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Personagens Originais
Tags Adrinette, Alyno, Marichat, Plakki
Visualizações 113
Palavras 814
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii ❤

Capítulo 85 - "Apenas quero passar um tempinho com você"


Milena on:

Cat: que bom que você gostou - disse ele fechando o notebook e colocando de volta no lugar

Eles continuaram a conversar até que chegou a hora de eles irem para o ginásio.

O Demon estava lá, mas não mexeu com ela, pois ela estava acompanhada com suas amigas do seu lado e, os garotos treinando.

Após o treino....

Cat on:

Nós voltamos para o hotel e todos foram para seus devidos quartos, já estava de noite.

Quando nós entramos, eu tranquei a porta e empurrei a Mari para a parede... Eu queria passar um tempinho com a pessoa que eu amo.

Mari: C-cat o-oque você... - coloquei meu dedo indicador em seus lábios

Cat: *sussurro* faz um tempinho que não namoramos em paz... - disse beijando o seu pescoço - *sussurro* estou com saudades do seu cheiro - disse cheirando seu pescoço

Mari: C-cat... E se acontecer alguma coisa com o nosso filho?

Cat: *sussurro* não vai acontecer nada, porque eu não vou querer partir para os "finalmente"... Fique tranquila

Milena on:

Ele começou a beijá-la calmamente e ela retibuiu, rendida. Aos poucos se tornou feroz.

Ele a levou para a cama e a colocou com calma.

Ele saiu de cima dela e abriu sua mochila, onde, tinha duas algemas lá dentro.

Ele voltou para a cama e, algemou ela na cama.

Cat: hoje, eu comando a brincadeira - disse ele terminando de algemar ela.

NÃO VAI TER UM HENTAI COMO VOCÊS PENSAM, MAS VAI TER ALGUMAS CENAS QUE TALVEZ VOCÊ NÃO GOSTE

Ele com suas garras, rasgou a blusa dela, ele começou a bejar de leve sua barriga, com muito cuidado.

Ele subiu para o seu sutiã e o tirou, mostrando os seu seios.

Ele começou a chupar de leve um e, massageando de leve o outro.

Ele desceu novamente para sua barriga e conversou um pouco com o seu filho ou filha.

Cat: a cada dia o meu desejo por você está cada vez mais forte, eu prometo que nunca te deixarei sozinha (o)... Prometo te fazer a criança ou vampirinha (o) mais feliz do mundo - disse isso e deu um pequeno selinho na barriga

Ele tirou os sapatos e as meias dela, logo, tirou sua calça juntamente de sua calcinha.

Agora ela estava presa e sem roupa, e ela era apenas dele.

 Mari: p-por favor me solta C-cat - disse ela tentando se soltar

Cat: só mais um pouco de travessuras - disse com um sorriso malicioso

Ele tirou toda sua roupa, ficando apenas com sua cueca box preta.

Ele começou novamente a beijar sua barriga até chegar em sua intimidade.

 Cat: posso?

Mari: *ofegante* primeiro me solta...

Ele soltou as algemas dela.

Mari: agora pode

Ele desceu novamente e, ficou tocando levemente em seu clítoris, fazendo ela arfar e gemer.

Ela foi pega de surpresa quando, ele colocou sua língua dentro de sua entrada, fazendo ela soltar um pequeno grito de prazer.

Ele continuou até ela se derramar nele.

Ele engoliu tudo deesperadamente, subiu e beijou ela calmamente

Mari: minha vez - disse ela trocando as posições calmamente.

Eles trocaram as posições e, ela beijou e deu alguns chupões em seu pescoço, fazendo ele arfar e gemer.

Ela desceu os beijos para seu peitoral e ficou beijando sua barriga e seus gomos.

Ela chegou até seu membro e começou a subir e descer ele, fazendo ele gemer um pouco alto.

Ela começou a chupar o membro dele calmamente que para o gato, era uma tortura.

Até que ele se derramou completamente.

Ele inverteu as posições, ficando em cima dela.

Ele a olhou e ela recusou.

Mari: Cat - disse ela colocando o dedo indcador em seus lábios - você disse que não queria os "finalmente"

Cat: por favor, Mari - disse ele fazendo uma carinha de gatinho abandonado

Mari: *nega com a cabeça* eu tenho medo de acontecer alguma coisa com o bebê... Por favor - disse ela em um tom calmo e acariciando os cabelos dourados 

Cat: tudo bem, então ... Não vou te forçar a nada, minha princesa - disse ele deitando ao lado da azulada

Ela deita sua cabeça no peitoral dele.

Mari: mas por que você queria fazer.... Isso? - disse ela passando dois dedos em seu peitoral

Cat: ah... Só queria passar um tempinho com você.. Desde que eu te engravidei... Nós nunca mais namoramos - disse ele acariciando os cabelos dela

Mari: entendo. Oque é isso? - disse ela virando para a borda da cama - ah Snowball... - disse ela acariciando a gata

*ela mia* 

Mari: vai brincar um pouquinho, vai - disse ela tacando um novelo de lã que estava na cama

*ela sai correndo atrás do novelo*

Cat: vem cá - disse ele puxando ela para o seu colo

Ela ficou deitada em cima dele.

Cat: você prometeu que eu sempre serei o seu gatinho preferido - disse ele bagunçando o cabelo dela

Mari: e sempre será... Só que eu já tinha te dado atenção, agora que eu dei atenção à ela... Sou toda sua - disse ela dando um selinho em seu pescoço

Cat: é toda minha... E sempre será...

Eles continuaram a trocas carícias simples de amor, até que eles pegaram no sono.




Continua...









Notas Finais


Foi mal por algum erro ortográfico
Até a próxima❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...