História O Gênio e O Cronômetro - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Hero 6 (Operação Big Hero)
Personagens Hiro Hamada, Personagens Originais
Tags Amizade, Big Hero 6, Heróis, Homossexuais, Magia, Personagens Fictícios, Romance, Viagem No Tempo, Yaoi
Visualizações 44
Palavras 437
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, pessoal! Espero que vocês não estejam bravos comigo por eu ter passado muito tempo sem escrever. Bem, eu perdi um pouco a vontade de escrever - por bastante tempo, como foi notado -, por causa do famoso "bloqueio criativo". Perdão pelo último capítulo ter sido tão pequeno, mas eu vou tentar compensar com este aqui. Caso eu não termine a parte dois completamente, eu postarei uma parte três. Só que eu sou muito preguiçosa, então eu vou tentar fazer tudo nessa parte dois.

Bem, mil perdões por ter desaparecido por muito tempo, vou tentar seguir o cronograma: postar toda sexta-feira. Talvez eu até poste em um sábado, vai depender da minha coragem.


Bem, boa leitura.

Capítulo 9 - Feliz Halloween - 2


Fanfic / Fanfiction O Gênio e O Cronômetro - Capítulo 9 - Feliz Halloween - 2

 

Ele... Ele me deu um beijo? Mas... Tudo bem, foi na bochecha, mas mesmo assim! O que foi que acabou de acontecer?

Aquela noite de Halloween seria bastante conturbada, tanto para Hiro quanto para Dylan. Mas, quem poderia culpá-los? Muitos dizem que "existe destino e ele faz coisas que jamais podemos explicar", mas nenhum dos garotos acreditam em destino, eles são realísticos demais para isso. Mas quem poderia culpá-los? Afinal, era Halloween, ambos estavam com problemas, ambos eram gênios complicados, então, amigos perfeitos.

Quando Hiro recuperou a consciência e se deu conta do que havia ocorrido, ele anda até a ponte onde ele havia ido com seu irmão no dia do acidente, olhou para o lago e abaixou sua cabeça. Seu rosto estava completamente vermelho, queimava como uma fogueira agitada. Ele mexia em sua armadura, ela estava velho, totalmente arranhado.

Você está precisando de uma reforma, não é? 

Ele para e pensa um pouco.

Eu também tô precisando de uma reforma.


Depois de muito tempo na ponte, observando o lago e pensando sobre algumas coisas que deveriam ser reformadas, Hiro finalmente move as pernas e vai até a festa. 

A universidade estava cheia de luzes e Jack O'Lantern,  havia muitas árvores com papel higiênico, no gramado havia lápides - onde estavam escritos "doces ou travessuras" -, tudo preparado para um lindo Halloween.

Na pequena caminhada até a entrada da universidade, Hiro observa alguns casais andando, se abraçando e fazendo mais algumas coisas que eles não deveriam fazer no meio do público. Deve ser divertido, sabe, ter alguém. Talvez você se sinta menos solitário ou algo parecido. Um suspiro forte tomou conta do corpo dele, o pensamento solitário e de decepção não o acalma. Realmente, Hiro era muito solitário, sem nenhuma visão de namoro ou algo que ele considerasse romântico. Infelizmente, ele não teve alguém que pudesse ajudá-lo. Na verdade, teve, mas essa pessoa sofreu um acidente naquele mesmo lugar onde o garoto estava. Aquela universidade era a visão de inferno para ele.



Enquanto Hiro estava tentando raciocinar, Dylan estava tentando fugir da festa. Ah, é muito barulho! Senhor, me tira daqui! Pelo seu amor, me tira daqui! 

A festa de Halloween estava cheia, vários enfeites que deixavam o interior da universidade adequado ao tema, vários tipos de comidas nas mesas e alguns bebedouros com refrigerantes variados. O som com músicas populares para adolescentes estourava os tímpanos de qualquer animal que estivesse ali dentro, a iluminação baixa era prejudicial aos olhos de qualquer ser humano, mas mesmo com todos esses detalhes, todos pareciam se divertir. Era uma grande noite, principalmente para Hiro e Dylan. Era a noite em que eles encontrariam o significado de "diversão".





Notas Finais


Obrigada pela atenção!
Até a próxima sexta-feira.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...