História O Gosto Da Vingança - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Drama, Família, Guerra, Romance, Vingança, Violencia
Visualizações 1
Palavras 713
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Em Busca Da Vingança


Fanfic / Fanfiction O Gosto Da Vingança - Capítulo 3 - Em Busca Da Vingança

O delegado liga para outros familiares dos garotos e vê se eles podem ficar morando com eles até ficarem maiores de idade para que não tenham que ir morar em orfanatos. Então todos conseguem alguém que os aceite. Os outros parentes logo chegam para buscá-los. Os garotos então se despedem e Gabriel entrega um papel para cada um deles marcando um local para se encontrarem daqui três anos e então irem em busca da tão esperada vingança.

Três anos se passam. O tempo passou rapidamente. Os garotos agora já são maiores de idade, os dois Gabrieis, Rodrigo e Kauan estão com dezoito anos, exceto Kaue e Murilo, que ainda estão com dezessete, mas ainda assim, Gabriel permitiu que eles ajudassem. Então eles esperam dar a hora marcada por Gabriel e vão até o local marcado por ele a três anos atrás.

Todos se encontram novamente, prontos para fazerem qualquer coisa para vingarem as mortes de suas famílias.

—E aí? Como vocês estão? - Pergunta Gabriel.

—Muito bem! Prontos para nós começarmos a procurar eles. - Diz Rodrigo.

—Então o que vamos fazer? - Pergunta Kauan.

—Pra começar, não vou ser mais chamado pelo meu nome... A partir de agora, serei chamado de DarkNight! - Afirma Gabriel.

—Cavaleiro das trevas em inglês? - Pergunta Gabriel.

—Sim, o certo seria Dark Knight mas parece estranho de pronunciar! - Afirma DarkNight.

—Isso é confuso demais! - Afirma Rodrigo.

—Bom, enfim, o que nós vamos fazer agora? - Pergunta Kaue.

—Bom, agora eu já falei como vou ser chamado, hoje nós começaremos a ir em busca da vingança! - Afirma DarkNight.

—Isso é claro, mas como iremos começar? - Pergunta Murilo.

—Acho que nós deveríamos sair logo arrebentando qualquer um que se parecesse com eles! - Afirma Kaue com um sorriso no rosto.

—Concordo! - Afirma Murilo.

Vocês tão pensando o que? Acham que vamos sair socando, matando ou sei lá, pessoas inocentes? Vocês viram muito bem naquele dia e sabem que eles tem um boas armas de fogo e que nós precisamos ter paciência para nós arranjarmos nossas armas também e aí sim podermos bater de frente com aqueles cuzões. - Diz DarkNight estressado.

—Ei, fica mais calmo tá? E o que nós vamos fazer então? - Pergunta Kaue.

—Primeiro, fiquem sabendo que a pressa é a inimiga da perfeição! Em segundo, nós vamos sentar juntos em uma mesa e iremos pensar em várias pessoas que conhecemos só que pessoas que nos odeiam. Depois disso a gente vai fazer o que o Kauan falou bem antes, sobre as armas da delegacia. E aí sim nós iremos ir procurar quem a gente suspeita que tenha feito isso. Mas lembrem-se não vamos ferir ou matar ninguém antes de termos absoluta certeza de que sejam mesmo os assassinos. - Diz DarkNight.

—Vai ser difícil pensar! - Afirma Kauan.

—Não, não vai! Temos que lembrar dos detalhes e analisar tudo muito bem, pelo o que eu vi, um deles atirou nas famílias de vocês todos e o outro mirou direto na minha, ou seja, um deles não gostava de nenhum de nós mas o outro me odiava pelo jeito, então provavelmente era alguém que eu considerava um inimigo, e eu lembro o nome de todos eles, agora me ajudem. - Diz DarkNight.

—Toma, usa esse papel e essa caneta pra marcar seus rivais enquanto nós tentamos pensar em alguns que odiavam a nossa turma toda. - Diz Gabriel.

Então, DarkNight marca aqueles que odiava na época de escola e os outros marcam aqueles que possivelmente odiavam todos.

—Terminei! - Afirma DarkNight.

—Então começa a falar. - Diz Rodrigo.

—Beleza, vamos começar. Eu não odiava muitas pessoas, tenho apenas três pessoas na minha lista! Jonathan, Alax, e aquele Leonardo que morava no mesmo condomínio que você Rodrigo. Só esses! - Afirma DarkNight.

—Não acho que eles fariam uma coisa dessas cara! Eram apenas conflitos idiotas de adolescentes! - Afirma Gabriel.

—Isso a gente vai descobrir ao passar do tempo! Enquanto isso nós poderíamos vamos o que o Kauan falou, o que acham? - Pergunta DarkNight.

—Como? Nós nem temos armas e vamos precisar, sabe que não vai ser fácil convencer o delegado e ele pode colocar todos naquela delegacia contra nós e nos considerar como criminosos. Armas são caras, alguns de nós trabalhamos por um tempo e deve ter dado pra juntar alguma coisa, não é? - Pergunta Kaue.

—Venham comigo, quero que vocês vejam uma coisa. – Diz DarkNight.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...