História O Gosto Do Amor - Imagine Kim Taehyung (BTS) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Ação, Comedia, Drama, Romance, Terror
Visualizações 120
Palavras 2.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, LGBT, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, voltei...bem, esse ep ta mais grandin eu diria kkkk me empolguei (Talvez poste do Yoongi hj...talvez)

×Boa Leitura×

Capítulo 12 - "Abra Essa Boca!"


Fanfic / Fanfiction O Gosto Do Amor - Imagine Kim Taehyung (BTS) - Capítulo 12 - "Abra Essa Boca!"

                   - Shiu!


Ele continuava com sua mão em meu pescoço. Eu já estava ficando sem ar. Seu olhar negro era perturbador, algo demoníaco, sem nenhum tipo de humanindade dentro deles


- Fica quietinha...- diz tombando sua cabeça para a esquerda, desçendo seu olhar pelo meu corpo - Agora sei o porque que aqueles caras quiseram você. Tem um corpo exuberante - com suas palavras senti meus olhos lacrimejarem - Bem, podemos aproveitar a situação não é? - Ele diz pondo sua outra mão na cintura, tirando de lá uma faca. Lentamente à apontando para meu rosto, descendo para meu peito. Eu ainda presa por sua mão em meu pescoço, olho para os lados, para tentar achar algo, para conseguir sair dali. Por estar sendo sufocada não consigo gritar...


Havia uma garrafa de vinho, acima do armário ao lado da geladeira. Ele ocupado em alisar meu corpo com sua faca, não percebeu minhas mãos indo em direção a garrafa. Assim que a pego lentamente, ele me olha nos olhos, logo levando uma pancada, fazendo a garrafa quebrar em sua cabeça, e a bebida roxa se espalhar no seu rosto e pelo chão


Pela pancada, ele cai sobre o chão,gemendo de dor, com a mão sobre o rosto. Eu retomei o ar que me faltava. Corri como nunca. Passando pela sala, na tentativa de ir até a escada, mas fui pega por trás, sendo presa em seus braços, ficando completamente imóvel


- Socorro!! - Grito o mais alto que consigo - Cala a boca, sua vadia imunda - ele me empurra me fazendo cair no chão, à frente ao sofá, batendo meu braço no chão com força. Tento me levantar, mas ele vem até mim e me pega pelo cabelo, me jogando na mesinha que havia ali , a frente ao sofá, me pondo de joelhos e me emprensando nela, me deixando de bruços. Ele fica por trás de mim, segurando meu cabelo o forçando para trás - Agora você vai aprender a lição - Após terminar sua frase, percebo ele abrindo o ziper da sua calsa. Começo a chorar. Eu sou virgem, e não quero que seja assim, violêntada. Por favor, alguém me ajuda. Suplico olhando para a mesinha, em que meu rosto estava sendo emprensado, e forçado nela


                    ×Min Yoongi On×


Estava dormindo, quando acordei com alguns barulhos, vindo do andar de baixo. Eu odeio que me acordem, por isso pensei que fosse algum dos meninos fazendo alguma bagunça. Tentei pegar no sono novamente, mas algo na minha cabeça estava me enchendo o saco para verificar o que estava acontecendo


Me levantei indo tropeçando até a porta. Sai do meu quarto, com uma tremenda preguiça. E como sou uma pessoa difícil, decidi chamar pelos meninos para não ter que descer pra perder tempo. Passo em todos os quartos, os chamando, mas não obtendo resposta. Passo no quarto de Sn, mas ela não estava, isso me deixou preocupado. Vou até o quarto de Taehyung, batendo na porta, na esperança de encontra-la com ele. Assim que bato, escuto um sussuro do mesmo. Abro a porta e o vejo deitado em sua cama coçando os olhos com as costas de sua mão


- Você viu a Sn? - Questiono enquando ele se senta na cama com cara de sono - Sn? Não, por que? - ele diz, então me viro para sair do quarto, e ele vem atrás, já percebendo meu nervosismo. Nós dois descemos as escadas, vendo uma cena que não esperávamos. Sn prensada de bruços sobre a mesa, enquanto um homem com um capuz preto à forçava por trás. Ela estava chorando, enquanto esticava a mão em um pedido de ajuda. Seu pijama estava quase sendo retirado pelo infeliz. Quando percebo Taehyung já havia ido pra cima do mesmo, o empurrando de trás da Sn, fazendo com que ele caísse sobre o chão. Naquela situação corro rapidamente ajudar Taehyung, mas sendo em vão. Ele já estava dando uma bela surra no mascarado. Nunca tinha visto Taehyung assim, ele estava furioso. Mas o homem consegue sair dos punhos de Taehyung, indo pra cima do mesmo. Vendo isso, chego por trás prendendo seu pescoço com meus braços. Ele se levantou tentando me empurrar na tentativa de me retirar de suas costas. Mas assim que ficou de pé, Taehyung distribuiu vários socos em sua barriga, enquanto eu o imobilizava. Ele novamente caiu sobre o chão. Vendo pela máscara,ele sangrava pela boca, e com a máscara coberta por sangue, provavelmente seu rosto estava bem machucado pelos murros de Taehyung


- Seu cretino filho da puta! - Diz Taehyung. Nós aproveitamos que o mascarado estava caido no chão, sem nenhuma força sequer. Para dar chutes em sua barriga, fazendo o mesmo se contorcer de dor - Como você ousa?! - Digo ainda dando chutes em sua barriga


- Isso é pra você aprender a não fazer isso com mulheres inocentes, seu cretino! - Taehyung diz, concentrado nos seus chutes. Então vejo Sn, caida no chão cobrindo o corpo, chorando. Enquanto Taehyung estava o batendo, fui até Sn. Me abaixando e a olhando. Pude ver que em seu corpo ficaram grandes e fortes marcas. Ela recuou com medo quando tentei toca-la para analisar os ferimentos. Vendo-à daquele jeito, olhei para o mascarado que estava apanhando de Taehyung e fui até ele - Tae, cuida da Sn, deixa que eu tomo conta desse ai - Taehyung ainda muito bravo entende o recado e vai até Sn


Eu abaixo ficando perto ao infeliz que estava caído no chão, machucado. Pego pela gola de sua blusa fazendo seu rosto coberto por uma máscara ficar proximo ao meu. O olhei nos olhos, com nojo, negação e fúria - Vocês tinham que estragar esse momento prazeroso? - Após suas palavras ele riu. Meu sangue ferve, me fazendo dar vários socos em sua face, mesmo vendo meus punhos cobertos pelo seu sangue não recuei


- Yoongi! Pare! Vai mata-lo! - Ouço Jin, mas não o respondo, e nem faço o que me foi ordenado. Sinto braços me segurarem, sendo Namjoon, Jungkook, Jimin e Jhope - Ei! Me soltem! Eu ainda não matei esse maldito! - Grito tentado me soltar - Calma Hyung! - Jhope diz - Me soltem! - Tento empurra-los, mas eles me seguram mais forte. Me colocam sentados no sofá - Vamos te soltar, mas se controla Yoongi! - Namjoon diz me olhando, logo me soltando lentamente. Respiro fundo enquanto os quatro me olhavam. Olho para Sn, Jin e Taehyung estavam com ela


                     ×Kim Seokjin On×


Estava dormindo. Sou tirado do meu sono com altos barulhos, nada discretos eu diria. Me levanto incomodado com aquilo. Saio do quarto e vou chamar os meninos. Todos eles estavam em seus quartos e me atenderam. Exeto, Taehyung e Yoongi. Não passei no quarto da Sn para não acorda-la. Então eu e os meninos descemos para ver o que estava acontecendo. Quando descemos, vemos Yoongi dando socos em alguém. Enquanto Taehyung acolhia Sn em seus braços. Ela estava chorando?


- Yoongi! Pare! Vai mata-lo! - grito para Yoongi vendo seu punho coberto por sangue do indivíduo. Ele não me dá ouvidos, então Namjoon, Jimin, Jungkook e Jhope o seguram, na tentativa de faze-lo parar. Vou até Taehyung e Sn, que estavam no chão


- Sn? O que aconteceu? - Questiono preocupado vendo a menor chorando, com seu pijama quase fora de seu corpo - Sn? Por favor - suplico para que ela falasse - E-eu...Ouvi um barulho...Desci..- ela soluçava - Ele me pegou...me b-bateu...e antes de fazer uma coisa horrível comigo...Taehyung e Yoongi apareceram...- Ela chorava desesperadamente. Eu havia entendido o que ela acabará de dizer. Está explicado seu pijama, e as fortes marcas em seu corpo. Ela encolhida entre os braços de Taehyung que à abraça-va, o abraçou como proteção - Não me deixa, por favor - ela diz apertando Taehyung entre seus braços marcados por grandes hematomas - Eu não vou deixar ele tocar em você - Taehyung diz para a menor à cobrindo mais forte com seus braços


- Temos que leva-lo para a polícia - Jhope diz olhando para todos - Não sabemos quem ele é - Namjoon diz indo ao homem caido inconsciente no chão. Retirando sua máscara, revelando um homem que aparentava ter uns 37 anos. Mas esse rosto não era familiar, nunca havíamos o visto - E-ele...sabia que eu estava aqui....- Sn diz ainda nos braços de Taehyung, que agora estavam sentados no sofá - Como? Como ele sabia? - Yoongi questiona - Quando ele me pegou...ele...olhava para o meu corpo...e disse "agora sei o porque que aqueles caras quiseram você"...- Ela diz, logo todos ficaram com um olhar furioso, olhando para o maldito que estava inconsciente - Não podemos leva-lo para a polícia. Até porque ele sabe sobre ela, devemos o interrogar. Alguém deve estar por trás disso - Yoongi diz - Concordo - Jimin diz para Yoongi - Ta, mas e se ele não abrir a boca? - Jungkook questiona com os cotovelos sobre os joelhos - Ai quebramos a cara dele - Taehyung diz simplista - Eu apoio - Yoongi diz dando de ombros e tombando a cabeça de lado - Ta, se acalmem. Onde vamos colocar ele pra isso? - Questiono arqueando uma sombrancelha - Simples, podem colocar na minha passagem, eu nem à uso direito, e está uma bagunça - Jhope diz sério - Se estiver tudo bem pra você, pode ser - Digo me levantando - Agora vamos leva-lo antes que ele acorde - Jungkook vai até o mesmo o levantando, sem nenhuma delicadeza. Fomos até o quarto de Jhope


                          ×Sn On×


Estava aflita com tudo aquilo. Os meninos falaram que era melhor eu vir para o meu quarto tomar um banho. Mas não queria ficar sozinha, então Taehyung veio comigo enquanto os demais foram levar o estuprador. Assim que chegamos no meu quarto, Taehyung se sentou na minha cama - Vai tomar um banho, eu não vou sair daqui - Ele levanta uma mão e a outra põe sobre o peito em um juramento. Me conforto com suas palavras. Assento com a cabeça indo para o banheiro. Retiro meu pijama e minha roupa íntima. Entro abaixo do chuveiro o ligando deixando a água escorrer sobre meu corpo. Banho tomado, saio do chuveiro me enrolando na toalha. Começo a me olhar no espelho e ver as marcas em mim deixadas por aquele imundo. Começo a chorar, deixando que as lágrimas percorram meu rosto. Escuto barulho na porta - Sn? Ta tudo bem? - Taehyung bate na porta preocupado - S-sim Tae...Estou bem...- Digo limpando minhas lágrimas - Esqueci minha roupa, poderia pegar pra mim? - peço e escuto um "sim" vindo do mesmo. Logo ele retorna batendo na porta. Abro e pego outro pijama. Coloco e saio do banheiro - Tenta dormir - Taehyung diz dando batidinhas na cama. Assim eu vou até ele, e me deito. Ele me cobre e fica sentado ao meu lado fazendo carinho no meu cabelo. Estava quase caindo no sono, quando sinto ele saindo da cama. Sem pensar seguro seu short - Fica comigo mais um pouco....- peço e ele se senta novamente


                     ×Kim Taehyung On×


Assim que Sn dormiu fui até o quarto do Jhope, onde os meninos estavam sentados na cama do mesmo - Ja colocaram ele lá? - Pergunto me referindo à passagem - Sim, estávamos te esperando para questiona-lo - Jimin diz


Entramos na passagem e ele estava em uma cadeira, amarrado com várias cordas. E já estava acordado - Você vai abrir essa boca, ta ouvindo? - Jungkook diz com a face brava - Não vão tirar nada de mim - Ele diz debochado - Estava esperando que dissesse isso - Yoongi diz nos olhando. Rimos e cada um de nós retirou dos bolsos o famoso "soco inglês". Colocamos nas mãos - Vocês teriam coragem? - Ele diz rindo. Jungook da um soco em sua face, fazendo ele cuspir sangue - Acho melhor você abrir essa boca imunda - Jungkook ordena, recebendo um olhar mortal do infeliz - Pra quem você trabalha ?! - Yoongi diz cruzando os braços - Vão se foder - Ele fala com raiva. Então nós nos olhamos e respiramos fundo. Assim Yoongi e Eu demos uns belos socos nele o fazendo cair junto com a cadeira no chão. Jin se aproxima dele, se agachando e o olhando - Olha, eu te aconselho que abra essa boca! - Jin fala, e ele não diz nada - Ele não vai falar - Namjoon fala com os braços cruzados - Não? - Yoongi e eu o batemos até ele implorar pela própria vida - Parem! - Ele implorava gemendo de dor - Bem, então...Pra quem você trabalha?! - Digo gritando batendo meus punhos em uma parede proxima - Para.....


Notas Finais


Foii isso...suspense kkk
Pra quem será que ele trabalha?. Será que alguém à reconheceu e o enviou? Kkkk perguntas
Até o proximo ep :3

Minha fic do Yoongi...Deem uma olhadinha :3

https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-acaso-do-destino--imagine-min-yoongi-bts-16956849


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...