1. Spirit Fanfics >
  2. O grande alfa-jikook(ABO) >
  3. Um dia antes do Grande pedido-10

História O grande alfa-jikook(ABO) - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo novo!!!

Capítulo 10 - Um dia antes do Grande pedido-10


_____🐺_____


CAPÍTULO DEZ

um dia antes do grande pedido


Jungkook acordou ao lado de seu ômega, inebriado com o cheiro de Jimin.

O Lúpus sentou-se sobre a cama, admirado pela beleza de seu ômega dormindo. 

Jungkook se questionava, porque rejeitar o mais novo, o mesmo tem uma pele branca e macia, facilmente marcável; uma boca carnuda e viciante, seus olhos são pequenos e expressivos; seu corpo belo, bem construído, sem falar de suas coxas desejáveis, suas nádegas levemente avantajadas e convidativas, completavam o pacote de perfeição que é Park Jimin.

Jungkook resolveu preparar um dia romântico para Jimin, um dia inesquecível, um dia antes do pedido de casamento.

O Alfa se levantou, separou uma camiseta e uma calça confortável, junto com um casaco, estava frio, no entanto o castelo era aquecido por lareiras espalhadas pela grande estrutura de tijolos.

Desceu até a casa de banhos e encheu a banheira com água quente, colocou seu corpo para relaxar submerso.

Assim que terminou seu banho, vestiu-se, foi até a cozinha do castelo, e chamou pelas serviçais.

— Mary… Bom dia, preciso que você faça alguns doces e salgados, coloque em uma cesta – o maior pediu à cozinheira – Senhora Lee… por gentileza, gostaria que preparasse  um café da manhã, arrume em uma bandeja, eu irei levar ao meu futuro marido! – disse à segunda cozinheira, mandando em seguida o resto das criadas de volta a seus afazeres.

Normalmente Jeon iria requerer ajuda do  bom amigo Jin, mas por hoje resolveu deixá-lo livre, a pedido de Namjoon que decidiu fazer uma surpresa para o amado, seus amigos merecem a felicidade, Nam apesar  de ser um Alfa, muito apaixonado pelo Beta, não tinha confiança suficiente para se declarar, apesar de Jungkook saber que o amigo era correspondido, não podia se meter no assunto, cada qual tem seu próprio  tempo para criar sua história. 

Com a bandeja na mão, Jungkook subiu as escadas, e levou o café da manhã para o Ômega, que dormia serenamente em sua cama, abriu a porta do quarto com uma certa dificuldade, deixou a bandeja com o café da manhã ao lado da cama, sentou-se do lado de seu futuro noivo.

— Pequeno? Minne! – se curvou depositando  um selar na boca do menor. – Jiminne... acorda!

— Jun...Jungkook...o que aconteceu? – O Ômega diz se espreguiçando.

— Nada... só vim trazer seu café da manhã, e te convidar para passar o dia comigo! – O Alfa diz, apreciando a cena de um Jimin sonolento, e de cara amassada.

— Ah... Gugki, é sério? – O Ômega pergunta.

— Seríssimo!

— Eu aceito!

Eles começaram, a comer seu café da manhã, Jungkook dava a comida na boca de Jimin, e o menor fazia o mesmo com o Alfa, comeram aproveitando a companhia um do outro, e agora estavam trocando de roupa para passarem o dia todo juntos.

Jungkook usava uma camiseta branca quase que transparente, por sobreposição um casaco vermelho com detalhes dourados, e insígnias de bravura dadas pelo rei, uma calça preta completava seu traje. 

Jimin apenas trajava uma calça em um azul escuro, enquanto procurava qual seria a parte de cima ideal para completar o traje. 

Reparou que Jungkook estava olhando para um ponto específico de seu corpo. A marca!

— Jungkookie… está tudo bem? – perguntou.

— Só estou olhando a marca, não deveria ter feito isso! – ele diz cabisbaixo.

— Jungkook não se preocupe! o importante é que você não vai me deixar sozinho, eu sei que você, não me queria como ômega, e eu entendo que você não goste dessa ideia, mas eu vou fazer você muito feliz, ok? –  O Ómega diz, passando a mão pelo rosto do Lúpus, num gesto de carinho. 

— Está  bom Jimin! Vamos terminar aqui e ir para o nosso passeio.

O dia foi encantador, o casal caminhou pelo jardim enorme que havia no castelo, passaram por algumas aldeias que tinha perto dali, e se beijaram o tempo todo, pararam embaixo de uma árvore frondosa,  para fazer um piquenique, brincaram, riram e se divertiram, mas agora eles voltavam para o castelo, de mãos dadas, num clima alegre e super romântico, até que Jimin se pronuncia.

— Jungkook... você já pensou em ter filhotes? – perguntou  baixinho ao seu Alfa.

— É… eu j-já e-eu… – gaguejou a resposta – eu não sei… nunca sequer imaginei ter alguém! Acho que eu não conseguiria criar um filhote, então... eu acho que não quero! Mas por que? – Jungkook inquiriu curioso.

— Nada só ... curiosidade! – o menor responde.

Chegaram no castelo e foram direto para a cama, o dia foi divertido, porém cansativo para os dois, mas ao se deitar, Jimin pôs sua cabeça na travesseiro, e começou a pensar no que o Alfa lhe disse sobre filhotes, ou seja ele nunca vai ter um, e isso o deixou triste,  uma pequena lágrima caiu de seus olhos, e o seu sono lhe escapuliu. 

Enquanto isso, na manhã desse mesmo dia.

 Um certo Alfa, e um certo  Beta, estão praticamente exaustos para saírem do quarto, aliás na primeira  tentativa, de Jin voltar ao seus afazeres diários, o Alfa o arrastou novamente para seu próprio quarto, era onde se encontravam agora na cama grande de Namjoon, depois de ter possuído o beta outra vez.

Aos olhos de Jin, o Alfa era um príncipe lindo e insaciável, sua timidez era encantadora, o beta o amava desde sempre, quase colapsou quando ouviu Namjoon confessar ao Grande Alfa o amor por si.

— Eu aprecio muito a sua companhia Alfa, mas nós passamos a noite toda juntos,  preciso ir para a cozinha, Jungkook deve estar precisando de meus serviços… – Jin argumentou, já que o Alfa estava enroscado  em seu corpo.

— Eu pedi a Jungkook para liberar você por hoje… Preparei uma surpresa para você!

— Não vale… Você vai me fazer chorar… E vai me ver… Eu fico feio chorando… – Os olhos dele já estavam rasos d'água.

— Meu príncipe encantado não faça isso, venha vamos nos arrumar para sair, vamos conhecer meus pais, quero apresentar o meu escolhido a eles, mas antes quero que você… – O Alfa retirou uma caixa de dentro do criado mudo, e estendeu a Jin — ... quero que você use meu anel, para que todos saibam que você é meu!

Para o beta foi importante essa decisão,  porque alfas geralmente, escolhem ômegas para companheiros, os betas são apenas usados para saciar os alfas, sem se dar conta o anel  já estava em seu anelar, fazendo lágrimas inundaram seus olhos. 

Eu te amo, meu príncipe!

Eu também te amo, meu Alfa!


Notas Finais


Próximos capítulos serão maiores...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...