1. Spirit Fanfics >
  2. O guarda costas. (Vkook-Taekook) >
  3. A família Kim.

História O guarda costas. (Vkook-Taekook) - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - A família Kim.


Jeon Jungkook foi levado até a residência  Kim, por um dos motoristas da família, afinal Kim Mondae era um homem extremamente rico por duas razões, a primeira é por causa dos cassinos e da sua companhia especializada no desenvolvimento de armas, e a segunda é pelo fato do mesmo fazer parte da máfia coreana. Por fim quando o garoto chegou na casa da família, ele foi recebido pelo loiro, pois o mesmo já estava no hall de entrada esperando por ele. 

- Eu fico contente que você veio! por favor me acompanhe… O chefe quer falar com você pessoalmente! - Jimin fez um gesto com a mão pro lutador passar, e logo depois ele saiu guiando o outro pelo corredor. - Aproposito eu me chamo Park Jimin e sou o secretário particular da família! - Completou, já se apresentando. 

- Há… eu me chamo Jungkook… - Em contrapartida, o Jeon mal conseguia tirar os olhos dos detalhes da residência. 

"Esse povo deve ter muito dinheiro..." Pois a casa era puro luxo, em uma decoração contemporânea, com vários móveis de madeira, porcelanato, e lustres finos. Uma realidade completamente diferente da dele, inclusive a moradia também ficava no bairro Daechi-Dong o mais caro de Seoul. 

- Jungkook, hm… É um belo nome! 

Então após subir alguns lances de escada, os rapazes chegaram no escritório do manda chuva, onde o mesmo já estava sentado naquela vasta mesa de vidro rodeado por seguranças, e tragando um charuto. Ele era alto, grisalho, de olhos azuis. Um verdadeiro coroa conservado usando o terno mais fino da Gucci. 

- Chefe! a pessoa que eu te falei ontem, está aqui! - O Jimin fez reverencia pro velho, e em seguida apontou pro JK.

Nesse instante o homem passou a encara-lo com um olhar sombrio, a ponto do garoto engolir seco de nervoso, por fim após passar um tempinho naquela situação intensa, Kim mondae fez um gesto com a mão pro Jeon se aproximar, e assim foi feito logo que o Jimin deu um pequeno empurrão nas costas dele pra facilitar as coisas.

- Sente-se! - Disse o outro, agora tragando o charuto, e soprando a fumaça na direção do seu convidado. - O menino me contou, que você sabe lutar! e que é um jovem destemido! - De fato o secretário havia feito uma bela resenha da noite anterior.

- Sim... eu tenho experiência com Taekwondo! 

- Hm... enquanto há armas? - Questionou o outro, agora se mostrando ainda mais interessado no lutador de cabelo escuro.

- Bom... com armas não muito, mas eu posso aprender! 

"Armas?! Isso não é ilegal?" Foi a primeira coisa que passou pela cabeça do Jungkook. Então sem mais delongas Kim fez um estalo com os dedos, e de imediato o loiro surgiu colocando um papel sobre a mesa de vidro, enquanto dizia.

- Esse é o contrato, aí contém todas as informações sobre o trabalho que eu te expliquei antes! - A voz do Jimin conseguia ser muito agradável. - Então leia novamente e se estiver de acordo é só assinar, qualquer dúvida me pergunte! - Completou, e em resposta o garoto apenas ascentiu com a cabeça.

Por fim sobre a imagem rigorosa do chefe, o moreno começou a ler o contrato que ressaltava coisas específicas como; O guarda costas deve se manter ao lado do cliente em tempo integral, tendo somente uma folga por semana, ele também deve estar disposto a viajar com o cliente sempre que necessário, outra coisa bem explícita era a obrigação do guarda de manter a integridade do cliente a qualquer custo, sendo sujeito a ferimentos ou até mesmo a morte. 

"Bom, agora eu entendo porque o salário é tão alto, digamos que a minha vida está sendo comprada também!" De fato era quase isso que o homem estava propondo, porém na mente do garoto ainda restava algumas dúvidas, por isso ele fez questão de esclarecer cada umas delas antes de assinar.

- Se eu vou entrar nessa, tem que ser ciente do risco! então me diga porque vocês precisam de um guarda costas? - Sua íris escura antes fixada no pedaço de papel se moveu até o Jimin, nisso o loirinho sorriu e com a expressão mais doce do mundo ele começou a explicar.

- Bom... o chefe Kim é conhecido pela sua companhia de armas, mas na realidade ele também faz parte da máfia coreana, porém nós não mechemos com coisas pesadas como assassinato, invés disso a nossa família administra alguns cassinos e faz contra bando! 

"Máfia????" Essas palavras pegaram o lutador de surpresa, em contrapartida o homem só fumava o seu charuto numa boa, afinal o Park foi adotado por ele, e era um excelente secretário.

- Porém como toda organização, nós temos inimigos que querem derrubar o império do Chefe, por isso antes de morrer ele quer garantir que os seus filhos consigam admistrar os negócios da família sem problemas! 

- Então é mais de um filho? eu ficaria responsável pelos três? - A voz do rapaz soou ríspida, enquanto o mesmo franzia a testa, tentando compreender a situação. 

- Na verdade não! você séria o segurança particular apenas do jovem mestre, que é o herdeiro mais novo! 

Na verdade eram três filhos legítimos, sendo eles Kim Seok Jin o mais velho e médico renomado, Kim Namjoon o do meio e braço direito do pai, e por último Kim Taehyung o mais novo e problemático. Por fim após tirar todas as dúvidas o Jungkook pensou bem sobre aceitar ou não o serviço. Mas por causa da situação da sua irmã ele acabou cedendo. 

- Vai ser um prazer trabalhar com vocês! - Disse o mesmo, já se levantando e fazendo reverência depois de assinar o contrato, nisso o loiro deu uma piscadinha na direção dele, e na mesma hora Mondae apagou o charuto, dizendo. 

- Você começa amanhã! por hoje, o Jimin vai apenas lhe mostrar a estrutura da casa e apresentar os integrantes da família Kim! - Quando o velho falava isso, ele estava se referindo a todos entre herdeiros, empregados, e funcionários.

Por fim naquela tarde o Park mostrou a casa que era enorme, contendo até mesmo uma parte subterrânea, e em seguida ele explicou que havia outros dois seguranças um pra cada filho mais velho o Min yoongi, e o Jung Hoseok. Em relação aos herdeiros não havia nenhum na residência no momento, pois Kim Taehyung passava a maior parte do dia no cassino central de Seoul. 

- Bom! o restante você vai aprendendo conforme os dias, então amanhã traga as suas coisas, que eu vou mandar preparar um quarto pra você Korean Boy! - Completou, enquanto levava o rapaz pra saída.

"Bom, eu realmente arranjei um trabalho como esse, pelo menos eu não voltei a lutar igual um cão de briga... então... não fique brava Noona, é tudo pro seu bem!" A única certeza que o garoto tinha nessa vida, é que a saúde da sua irmã valia qualquer coisa, até mesmo a dedicação sem limites de um guarda costas...















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...