História O Guardião - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Kizashi Haruno, Naruto Uzumaki, Rin Nohara, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Amor, Drama, Hinata, Itachi, Naruhina, Naruto, Policial, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Suspence
Visualizações 104
Palavras 2.338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom dia/Boa tarde/ Boa noite
Capítulo IX - O Guardião;
Espero que gostem.
Boa leitura a todos...

Capítulo 9 - Capítulo IX


 

Capítulo IX – O Guardião.

History by SasuSaku_L0v3

 

“Não sei cuidar de mim, mas juro que irei te proteger até o fim de minha vida.”

 

Sakura olhava fixamente para Sasuke, aquele Sasuke à sua frente era alguém desconhecido para ela, nunca pode imaginar, e não conseguiria, um Sasuke vulnerável, um Sasuke que estivesse falando abertamente sobre sua vida para ela.

Sasuke pelo outro lado não sabia ao certo o que estava fazendo, ele apenas precisava conversar, poderia conversar com sua mãe, mas algo nele dizia que tinha que ser com Sakura, até porque conversar com sua mãe apenas o deixaria mais triste, afinal seriam duas pessoas que compartilhavam da mesma tristeza e Sasuke não queria ver sua mãe triste, não conseguia… Sasuke é um homem forte, sempre passou a imagem de alguém que não precisava de nada, mas as coisas não são assim… As pessoas esquecem que até mesmo o homem mais rígido e fechado também é um ser humano e as vezes precisa de atenção e de conversar com alguém…

Não sabia ao certo quando, mas se viu falando abertamente com Sakura.

- Houve um período na minha vida que eu realmente era uma pessoa feliz... Itachi sempre foi meu ídolo, foi ele que me ensinou a andar de bicicleta, foi ele que me ensinou a dirigir, foi ele que me deu a minha primeira bebida… Você tem ideia que eu me tornei policial por causa da minha admiração por Itachi… - Percebendo a expressão de surpresa de Sakura, Sasuke tratou de explicar. - Sim Sakura, eu era policial… Ser policial era tudo para mim, é algo que eu realmente sabia fazer, que eu gostava de fazer… que eu ainda gosto… - Fez-se uma pausa e Sasuke continuou falando. - Itachi e eu eramos… incríveis… e ele… ele me traiu, me destruiu, Itachi ter feito tudo o que ele fez comigo foi como se eu tivesse sido pisoteado… meu irmão era tudo para mim… e agora… agora… penso todos os dias no momento em que eu finalmente vou conseguir matá-lo… - Falou Sasuke.

Sakura que ouvia todas as palavras de Sasuke com atenção se surpreendeu e espantou-se pela frieza com que ele pronunciou aquela última palavra… “Matá-lo”… Como poderia matar o irmão?

- Sasuke eu sinto muito… - Falou Sakura gentilmente.

- E sabe o que é pior Sakura? Eu me tornei uma pessoa fraca… Depois que tudo aconteceu fiz coisas que eu condenava… me envolvia em brigas diariamente… usei drogas… vivia bêbado… Estava me acabando aos poucos… com certeza meu pai ficaria “orgulhoso” do filho que me tornei se ele estivesse vivo… - Disse Sasuke sem olhar para Sakura.

- Seu… seu pai… está morto? - Perguntou Sakura por espanto.

- E advinha como ele morreu? Tentando encontrar meu irmão… - Falou Sasuke novamente e dessa vez a dor estava evidente em seus olhos e Sakura entendeu que ele não iria falar mais.

Sakura por sua vez diante da situação de um Sasuke totalmente abalado e vulnerável deitou-se no pequeno sofá e colocou sua cabeça sobre as pernas de Sasuke, já que o moreno encontrava-se sentado.

- Sabe Sasuke… eu tenho certeza que seu pai estaria realmente orgulhoso de você… tenho certeza disso… você é um grande homem… você me protegeu Sasuke… ninguém nunca fez algo por mim… E olhe para a sua mãe… ela demonstra com suas expressões o quanto se orgulha do filho que tem… - Falou Sakura enquanto levava uma mão para tirar uma mexa de cabelo que havia caído sobre seu rosto.

Sasuke não respondeu nada, apenas levou uma de suas mãos até a cabeça de Sakura e a acariciou com uma gesto de carinho, Sakura soube que aquele gesto era um “Obrigado” e foi desta maneira que Sakura adormeceu, mas antes que perdesse totalmente a consciência que estava sendo roubada pelo sono pode ouvir um “Obrigado” desta vez da boca de Sasuke.

 

 

Acordou e notou que estava na cama e não mais com Sasuke, reprendeu-se mentalmente por ter dormido… Algo nela queria ter continuado lá com Sasuke mesmo que em silêncio… Ela sabia que o fato de Sasuke a ter contado o que ocorrera com ele era sinal de que ele confiava nela… Precisava ajudá-lo, queria ajudá-lo, ela tem certeza que irá fazer tudo ao seu alcance e o que não estiver também para que Sasuke sinta-se feliz novamente e esqueça a ideia de matar o próprio irmão. Permaneceu deitada na cama, não estava com pressa para levantar, não via o porque de preocupar-se afinal trata-se de uma manhã de sábado. Percebeu leve batidas na porta do quarto.

- Pode entrar. - Falou Sakura.

Ao falar Mikoto entrou pela porta com um sorriso para a garota.

- Bom dia querida. - Falou enquanto sentava-se na cama ficando ao seu lado, em seguida deu beijo na testa de Sakura.

Ter Mikoto a acordando daquela maneira fez Sakura sentir-se querida… Sempre acordava por conta de si mesma em sua casa e quando não acordava eram os seus empregados quem a acordava.

- Bom dia. - Retribuiu o sorriso. - Dormi muito? - Completou.

- Não se preocupe com horas querida, é sábado dia de acordar tarde. - Falou Mikoto acariciando os cabelos da garota. - Que tal tomarmos café da manhã já que acordou? - Perguntou.

- Tudo bem… Mas antes a senhora se importaria se eu tomasse um banho? - Falou Sakura.

- Já disse para me chamar de Mikoto e não vejo problema nenhum, vou pegar uma toalha para você e trazer algumas roupas minhas para que escolha uma para vestir… O banheiro fica no fim do corredor se quiser já ir indo eu levo a toalha para você. - Falou Mikoto.

- Ok… Dona Mik… quer dizer… Mikoto? - Falou Sakura.

- Sim querida? - Perguntou Mikoto.

- Obrigada de novo… - Falou Sakura e em seguida estava indo em direção ao banheiro.

Foi caminhando até o banheiro e antes que pudesse abrir a porta Sasuke saiu por ela, estava apenas com uma toalha na cintura, da cintura para cima estava totalmente nu, Sakura olhou para Sasuke, o observava, cada detalhe em sua pele, o contorno de seus músculos, uma tatuagem logo abaixo de sua clavícula que dizia “Stronger”.

- Cuidado para a baba não escorrer. - Disse Sasuke em tom de piada.

- Vá se catar Sasuke. - Respondeu Sakura rindo.

- Nem um bom dia primeiro? - Perguntou Sasuke fingindo desapontamento.

- Bom dia. - Falou Sakura. - Agora com licença. - Completou passando pela porta do banheiro e fechando a porta.

Sasuke continuou o caminho até seu quarto parecendo não importa-se com o acontecimento de alguns minutos atrás.

Sakura tratou de logo entrar em baixo do chuveiro de modo que a água que caíra fosse a mais gelada possível.

Após alguns minutos Mikoto trouxe a toalha para Sakura e mesmo que as duas fossem mulheres Sakura escondeu-se com vergonha.

Após terminar o banho lembrou que Mikoto havia deixado as roupas para que ela escolhesse no quarto… Teria que sair do banheiro apenas de toalha, já que a roupa que estava antes, Mikoto levou para colocar em um cesto de roupas.

“Droga!” - Pensou.

Abriu a porta do banheiro apenas um pouco para checar se Sasuke não estava no corredor. Ao constatar que ele não estava nele, passou o resto do corpo cautelosamente pela porta e tratou de ir apressadamente para o quarto, embora a casa da mãe de Sasuke não fosse grande naquele momento parecia que estava atravessando os longos corredores da casa branca, não que esteve lá alguma vez, mas poderia ter a possibilidade de estar lá em breve caso seu pai fosse eleito presidente. Estava tudo bem, mas parecia ser bom demais para que nada ocorresse, Sasuke estava saindo por uma das portas, provavelmente de seu quarto e parou de imediato ao notar Sakura, estava parado e sem reação, Sakura sentia-se nua por estar apenas com uma toalha, sentia sua pele queimando diante do olhar de Sasuke, mas ela não podia deixar aquela situação daquela maneira, teria que vingar-se pelo acontecimento de mais cedo, foi andando até Sasuke e parou diante dele, em outra ocasião teria sido engraçado, visto que a diferença de altura entre os dois era enorme.

- Cuidado se não a baba escorre. - Falou Sakura piscando para Sasuke.

Mas era Sasuke, e Sasuke não iria apenas ouvir. O moreno deu um paço para frente fazendo com que os corpos de ambos ficassem quase que tocando-se, ele abaixou-se para ficar com a boca próximo ao ouvido da garota de maneira que ela pudesse sentir o calor de sua respiração e disse:

- Tem certeza que sou eu que tenho que tomar cuidado? - Falou Sasuke roucamente em seu ouvido.

Sakura estava tensa, mas não podia recuar e não iria… Se ele a queria provocar, também seria provocado.

- E por que eu teria que ter cuidado? - Perguntou a garota com a voz doce.

- Não tem medo que possa acontecer algo com você? - Disse ele respirando de forma pesada em seu ouvido/pescoço.

Sakura deu um passo a frente de maneira com que o corpo dela tocasse o de Sasuke, sentiu ele tremer, ela estava apenas de toalha e sabia que ele poderia sentir o toque de sua pele mesmo que ela estivesse com a toalha, aproximou-se dele levantando a ponta de seus pés e sussurrou em seu ouvido.

- Quero ver tentar. - Sussurrou a garota e ao sentir Sasuke tremer novamente sabia que tinha ganhado, aquela tinha sido sua vitória triunfante. Desencostou-se de Sasuke e foi em direção ao quarto sem olhar para o moreno que ficara para trás o deixando plantando e boquiaberto.

“Sakura 2 e Sasuke 1” - Pensou Sakura.

Estava no quarto rindo abertamente, não conseguia acreditar no que havia feito a alguns instantes atrás. Olhou para a porta e viu Mikoto passar por ela.

- Oi Mikoto. - Falou Sakura.

- Vim ver se estava tudo bem com você porque fiquei preocupada se você tinha achado que eu a chamei para almoçar e não para tomar café da manhã. - Disse Mikoto, logo rindo em seguida.

- Já estava indo, só vou pentear meu cabelo. - Respondeu.

- Pode deixar que eu faço isso para você. - Falou Mikoto.

Sakura não pensou que poderia sentir-se mais feliz do que já estava, Mikoto estava sendo uma pessoa que ela não queria mais ficar longe, estava sendo para ela como uma… mãe?

Sentiu as lágrimas escorrerem por seus olhos.

- Por que está chorando querida? - Perguntou Mikoto passando as mãos pelo rosto da garota.

- Juro que desta vez é de felicidade… - Respondeu Sakura com um sorriso meigo.

- Por qual motivo? - Perguntou Mikoto.

- Por está aqui com a senhora… - Falou Sakura.

E após a frase de Sakura quem derramava lágrimas desta vez era Mikoto, as duas se abraçaram e sorriram uma para a outra.

- Bom vamos tomar café querida. - Falou Mikoto puxando Sakura enquanto segurava sua mão gesto cujo Sakura retribuiu.

E lá estavam as duas indo em direção a cozinha de mão dadas, realmente estavam parecendo mãe e filha. Sasuke que já encontrava-se na cozinha fez menção de fazer uma piada, mas ao olhar para as duas de mãos dadas e sorrindo abertamente desistiu e apenas deu um sorriso diante da cena.

- Olha vejo que dona Mikoto já me substituiu como filho. - Falou Sasuke fazendo menção de triste.

- Até que não seria uma má ideia… Olhe para ela… tão linda. - Falou Mikoto puxando Sakura para um abraço, Sakura ficou um pouco vermelha com o comentário de Mikoto.

- Desisto. - Falou Sasuke e os três riram.

Caso alguém passasse com uma câmera fotográfica ficaria tentado em tirar uma foto da cena dos três rindo abertamente uns para os outros, era uma ótima cena para gravar não apenas em memórias e sim registrá-las para que assim quem olhasse a foto pudesse viver e sentir aquela cena, aquela ocasião. Os três estavam passando o ar de uma família feliz.

E assim tomaram o café da manhã entre boas conversas, entre trocas de sorrisos. Sakura e Mikoto conversavam agora sobre algo relacionado a cabelos, Sasuke não prestava atenção na conversa e sim na imagem a sua frente, poderia acostumar-se em ver essa imagem diariamente… até que não seria uma má ideia. Afastou os pensamentos ao ouvir o barulho da campainha tocar, foi ver quem era e ao abrir a porta foi surpreendido por uma morena que voava em seu pescoço o abraçando e um rapaz loiro vinha logo atrás da mesma.

- Sasuke que bom que está bem. - Disse a garota apertando mais o abraço.

- Da última vez que te vi Hinata você me deu uma bronca. - Falou Sasuke.

- Você precisava… - Falou enquanto soltava Sasuke e logo em seguida foi a vez de Naruto abraçar Sasuke.

- E aí cara. - Falou Sasuke. - O que você e Hinata estão fazendo aqui? - Completou.

 

 

 

- Não se preocupe querida, Hinata é namorada de Naruto, o rapaz loiro. - Falou Mikoto enquanto observava Sakura olhando para onde Sasuke estava.

- O que será que estão conversando? - Perguntou Sakura.

- Também gostaria de saber. - Falou Mikoto.

- Sasuke e eles são próximos? - Perguntou Sakura.

- Sim, Naruto e Hinata são bastante especiais… eles me ajudaram bastante com Sasuke… - Falava Mikoto enquanto pensava no passado.

- Você quer ir até lá? - Perguntou Sakura.

- Vamos. - Respondeu Mikoto.

As duas então levantaram-se e foram em direção ao trio que conversava. Ao chegarem próximo, as palavras que ouviram da boca de Naruto fizeram com que Mikoto ficasse em choque e caso Sakura não estivesse ao seu lado para segurá-la provavelmente teria cedido e caído ao chão.

- O… o que você disse… Naruto? - Falou Sasuke demonstrando raiva na voz.

Naruto respirou fundo e pronunciou-se novamente.

 

 

- Itachi… ele foi visto… Itachi está na cidade Sasuke...

 

 

 

Continua...

~

~

~

~

~


Notas Finais


Gostaram?
Até o próximo capítulo...
Um forte abraço.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...